oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Vis es de leitura e concep es que fundamentam os documentos oficiais de ensino e aprendizagem de língua estrangeira Reading views and concepts underlying the official documents on second language teaching and learning  [cached]
Juliana Santana Cavallari
Trabalhos em Linguística Aplicada , 2012, DOI: 10.1590/s0103-18132012000200002
Abstract: O objetivo deste artigo é abordar as vis es de leitura e as concep es que embasam o processo de ensino e aprendizagem de língua estrangeira (LE) na escola regular de acordo com os documentos oficiais elaborados para orienta o da prática docente, a saber: os Parametros Curriculares Nacionais de Língua Estrangeira do Ensino Fundamental (PCN-LE, 1998), a Proposta Curricular do Estado de S o Paulo, voltada para o ensino de Língua Estrangeira Moderna (MEC/SEE, 2008 a), e o Caderno do Professor, destinado para os professores de inglês do ensino médio (SEE, 2008 b). Para tanto, após percorrer as diferentes vis es de leitura, com base nos estudos de Coracini (1995, 2000, 2001) e Leffa (1996), foram retomados alguns trechos dos documentos em quest o, de modo a observarmos como as propostas e orienta es pedagógicas se configuram discursivamente e se s o ou n o condizentes com a orienta o teórica que o material analisado acredita adotar. Em última instancia, este estudo pretende refletir sobre os efeitos das concep es de leitura, sujeito e linguagem na constitui o e forma o do sujeito-aluno leitor de LE. Do ponto de vista teórico, o presente artigo se baliza pela perspectiva discursiva. The purpose of this study is to point out the reading views and the concepts underlying the second language teaching and learning process at regular schools, according to official documents which have been developed to guide the teaching practice, such as: the National Curriculum Parameters (1998), S o Paulo's Curriculum Proposal, concerning the teaching of Modern Languages (MEC/SEE, 2008 a), as well as the manual addressed to high school English teachers (SEE, 2008 b). In order to achieve our purpose, after going through different reading views, based on Coracini's (1995, 2000, 2001) and Leffa's (1996) studies, some excerpts of the documents were revisited, so that we could observe how the pedagogical orientations are discursively designed and whether they are coherent with the theory that the material analyzed claims to adopt. Finally, this paper aims at thinking about the effects of some concepts, such as: reading, subject and language concepts upon the education of second language readers. From the theoretical point of view, the current study is based on the discursive perspective.
Uma reflex o acerca das competências leitoras e das concep es e cren as sobre práticas de leitura nas aulas de Matemática  [cached]
Emilio Celso de Oliveira,Célia Maria Carolino Pires
Bolema: Boletim de Educa??o Matemática , 2011,
Abstract: Este artigo apresenta considera es sobre concep es, cren as e competências referentes à leitura, reveladas por professores de Matemática, e práticas de leitura trabalhadas em suas aulas. O artigo também situa teoricamente a quest o da leitura na escola. Por meio de pesquisa documental, busca identificar recomenda es metodológicas veiculadas pelas redes estadual e municipal de educa o de S o Paulo a respeito da competência leitora. Usando pesquisa de natureza qualitativa, mostra o perfil leitor e as concep es e cren as relativas às competências leitoras e às práticas de leituras desenvolvidas por professores de Matemática dessas redes. Prop e, na forma o inicial e continuada de professores de Matemática, a urgente introdu o de estudos sobre leitura e produ o de textos como uma possibilidade de viabilizar práticas de leitura e escrita em suas aulas.
Leitura e constru o de identidades na forma o docente
Araceli Sobreira Benevides
Linguagem em (Dis)curso , 2002,
Abstract: O presente artigo constitui – se da análise de discurso de alunos professores de um curso de forma o de professores em servi o. Com o objetivo de analisar o posicionamento que os alunos-professores assumem diante da leitura, através de suas histórias de vida e da vis o particular de suas experiências, optamos por uma pesquisa qualitativa, de base interpretativista para realizarmos as entrevistas com 4 alunos dos cursos de Letras e Pedagogia do Programa Especial de Forma o Profissional para Professores de Educa o Básica – PROFORMA O, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte/UERN. Os resultados indicam que, embora n o haja uma atividade de leitura reflexiva sobre os conteúdos lidos na forma o, os alunos-professores identificam-se e se posicionam como sujeitos- leitores. Baseados nas teorias sobre letramento (BARTON, 1994), na concep o n o-essencialista da forma o/constitui o das identidades (WOODWARD, 2001) e nas teorias sobre forma o de leitores docentes (BATISTA, 1998), concluímos que a forma o docente precisa ser repensada no sentido de se destacar o papel da reflex o crítica (CLARK, 1995) sobre o processo de forma o do qual o aluno- professor faz parte.
Leitura mediada com enfoque sociocognitivo: avalia o de uma pesquisa-interven o La lectura mediada con enfoque socio cognitivo: evaluación de una investigación-intervención Mediated reading with a social cognitive approach: assessment of a research intervention
Marisa Cosenza Rodrigues,Nathalie Nehmy Ribeiro,Priscila Campos Cunha
Paidéia (Ribeir?o Preto) , 2012,
Abstract: Este estudo teve como objetivo avaliar a efetividade de um programa dirigido a diversificar a prática docente de contar histórias e a promo o indireta da compreens o infantil dos estados mentais e do processamento de informa o social. Participaram 5 docentes e 57 alunos com média de 6 anos de idade de uma escola pública. As docentes foram capacitadas e pré e pós-avaliadas por questionários que investigaram concep es sociocognitivas e o impacto da capacita o sobre a prática de leitura mediada. Aspectos sociocognitivos e a atribui o dos termos mentais infantis foram avaliados mediante a análise da leitura de dois livros. Foi utilizado um diário de campo para documentar as observa es semanais. Evidenciou-se aperfei oamento docente na sele o de livros e na explora o dos termos mentais nas narrativas e, quanto aos alunos, diferen as significativas quanto à linguagem mentalista e aprimoramento do processamento de informa o social. Conclui-se pela viabilidade de se implementar a leitura mediada com enfoque sociocognitivo na escola. El objetivo fue evaluar la efectividad del programa destinado a la diversificación de prácticas de ense anza de narración y promoción indirecta de comprensión infantil de estados mentales y procesamiento de información social. Participaron cinco profesores y 57 estudiantes con edad promedia de 6 a os en una escuela pública. Profesores fueron evaluados antes y después de la capacitación por cuestionarios que investigaron el impacto de la formación socio-cognitivo en la práctica de lectura mediada. Aspectos sociocognitivos y asignación de términos mentales de los ni os fueron evaluados mediante análisis de la lectura de dos libros. Se utilizó un diario de campo para documentar observaciones semanales. Hubo evidencias de mejora de la ense anza: selección de libros, explotación de relatos y condiciones mentales, para los alumnos, diferencias significativas en lenguaje mental y mejora del procesamiento de información social. Los resultados confirmaron la viabilidad de la aplicación del enfoque socio-cognitivo de lectura mediada en la escuela. This study's objective was to evaluate the effectiveness of a program designed to diversify teachers' storytelling practices and indirectly promote children's understanding of mental states and social information processing. Five teachers and 57 students, aged six years old on average, attending a public school, participated in the study. Teachers were trained and pre- and post-tested through questionnaires addressing social-cognitive conceptions and the impact of qualification on their med
Forma o docente e práticas de leitura: experiências iniciais e na atua o profissional  [cached]
Rosaria de Fátima Boldarine,Raquel Lazzari Leite Barbosa
Reflex?o & A??o , 2012,
Abstract: O objetivo deste trabalho é apresentar uma análise dos resultados de um estudo sobre as práticas de leitura de um grupo de professores da escola pública, discutindo como estas práticas se constituem desde a forma o inicial até o período de atua o docente. Os professores selecionados tiveram sua forma o entre o fim da década de 1960 e o início de 1980, permanecendo como docentes da escola pública nos vinte anos posteriores. Utilizando como metodologia a pesquisa narrativa, discutiremos como a quest o da leitura aparece na vida desses profissionais, quais suas representa es a respeito da mesma e de que maneira a leitura permeia suas vidas e suas atua es na escola, passando pelos primeiros contatos com os livros até o embate entre teoria e prática, observado nas falas dos professores entrevistados, sempre levando em conta a forma o docente. Abstract The objective of this work is to present an analysis of the results of a study about the reading practices of a group of teachers from the public school, discussing how these practices constitute themselves since the initial formation until the teaching period. The selected teachers had their formation between the end of the 60’s and the beginning of the 80’s, remaining as teachers of the public school for the next twenty years. Using as methodology the narrative research, we are going to discuss how the reading appears in the lives of these professionals, what their representations about it are and how the reading permeates their lives and their actuations in the school, passing through the first contacts with the books until the collision between theory and practice, observed in the speech of the teachers who were interviewed, always taking into account the teaching formation.
Concept of reading for Librarians Concep o de leitura de bibliotecários  [cached]
Sonia Maria Marques Oliveira,Ana Maria Rocha Juliano
Semina : Ciências Sociais e Humanas , 1993, DOI: 10.5433/
Abstract: An exploratory research was carried out by the authors in order to know what reading means for the Librarians and how they obtained their concept of reading. Nine Librarians from Campinas-SP. were chosen as subjects for this research. It was based on a reduction and interaction focus, being the first one the most emphasized by these professionals. The authors concluded that more attention concerning this reading problem is necessary in the back ground formation of a Librarian. Pesquisa exploratória realizada com o objetivo de conhecer, informalmente, o que é leitura para o bibliotecário e cama ele obteve essa conceitua o. A amostra constitui-se de 9 (nove) bibliotecários do município de Campinas. Com base no enfoque reducionista e interacionista, prevalece entre estes profissionais a concep o reducionista. Conclue-se que há necessidade de uma maior aten o na forma o do bibliotecário, em rela o ao problema detectado.
A quest o da forma o de professores de Educa o Física e a concep o de professor enquanto intelectual - reflexivo - transformador
Anegleyce Teodoro Rodrigues
Pensar a Prática , 2006, DOI: 19806183/rpp.v1i0.11
Abstract: A idéia central deste artigo é discutir a quest o da forma o de professores de Educa o Física a partir de uma concep o de professor enquanto intelectual – reflexivo – transformador. Em primeiro lugar, tentarei discutir o atual modelo de forma o docente em Educa o Física e abordar a importancia da prática como instrumento de análise e a reflex o do professor como alternativa ao paradigma dominante da raciona-idade técnica. Em segundo lugar, tratarei da necessidade de se construir uma nova concep o da prática docente que eleja a dimens o reflexiva como componente fundamental da atividade do professor. E, finalmente, abordarei a quest o da fun o social do professor como intelectual transformador no interior da escola e da universidade. PALAVRAS-CHAVE: Forma o de professores – Educa o Física – Educa o The main idea of this article is to discuss the Physical Education teachers’ formation from a teacher’ s conception as an intelectual – reflective – transformer. First I will try to discuss the current model of the Physical Education teachers’ formation and to approach the importance of the pratice as a teacher’s instrument of analysis and reflection as an alternative to the dominant paradigm of the technic rationality. Second, I will discuss the necessity of construction of a new conception of the teacher’s pratice which selects the reflective dimension as an essencial component of the teacher’s pratice. And finally, I will present the teacher’s social function as a transformer intelectual inside the school and the university. KEY WORDS: Teacher’s formation – physical education – education
LEITURA DE IMAGENS: A SUBJETIVIDADE EM QUEST O  [cached]
Agostinho Potenciano Souza
Signótica , 2012, DOI: 10.5216/sig.v24i2.19761
Abstract: Este texto faz uma introdu o à leitura de imagens, com amostras de leituras de fotografia, escultura, pintura e cinema. No intuito de aprofundar como se dá a rela o entre autor, texto e leitor, já teorizada por alguns autores (ECO; ORLANDI; JOUVE), quanto ao texto escrito, é feita uma incurs o na leitura de imagens, considerando-as signos (JOLY; AUMONT), ou seja, unidades portadoras de sentidos que devem ser interpretadas, lidas. Verificamos nas amostras que o leitor é muito objetivado por uma leitura semantica, parafrástica; por isso, procuramos uma visada que direcione a leitura para a crítica, essa habilidade que conhece o dispositivo e nele procura como os sentidos s o possibilitados de modo plurissêmico.
Alcor o: uma quest o de tradu o e leitura  [cached]
Nícia Adan Bonatti
Tradu??o & Comunica??o : Revista Brasileira de Tradutores , 2011,
Abstract: O presente trabalho examina um artigo publicado no Livro Negro da condi o das mulheres que concerne aos eventos de apedrejamento, escorados pelas leis islamicas, e que ocorrem em especial no Ir . O fen meno tem sua origem numa leitura da charia, extens o da interpreta o do Alcor o, o que enseja um questionamento dos efeitos da tradu o e da leitura de textos sagrados sobre os direitos civis em dada cultura. A tradu o e o estabelecimento do texto sagrado islamico s o aqui um evento complexo, ao qual se adiciona a interpreta o autorizada dos ulemás, os intérpretes outorgados do livro-guia em sua cultura. Dessa leitura podem decorrer duas consequências: se efetuadas por humanistas sensíveis, têm a capacidade de levar aos fundamentos de uma ética que guie com compaix o os fiéis; se, entretanto, feitas por um viés reducionista, que busque preservar o poder patriarcal, têm o atributo de levar mulheres a uma situa o jurídica amplamente desfavorável e, numa situa o extrema, à pena de apedrejamento. Seja qual for a vertente, o fato aponta para a impossibilidade de domestica o e fixa o de significados, sempre dados à dissemina o e sujeitos à subjetividade do leitor. é evidente que o tradutor também n o se despe dessa subjetividade que, muito marcadamente, conduz suas escolhas lexicais e comp e a ética que norteia sua prática, que deve ent o se pautar pela responsabilidade na produ o de significados (a traduautoria), pelo acolhimento do Outro e, no caso que nos ocupa, pela defesa das ideias que possam vir a modificar a situa o daqueles desprovidos de amparo jurídico e civil. Essa tradu o engajada, protótipo da rela o com a alteridade, ancorada no respeito à pluralidade de vis es, na historicidade e na considera o dos direitos humanos, promoverá assim um esfor o duplo: o da aproxima o com o Estrangeiro e com suas diferen as.
A leitura: uma prática discursiva
Ercília Ana Cazarin
Linguagem em (Dis)curso , 2006,
Abstract: Este texto aborda a quest o da leitura, na perspectiva teórica da análise do discurso, com filia o em Pêcheux, que entende que é nas opera es de recortar, de extrair, de deslocar, de confrontar que se constitui o dispositivo mais particular de leitura. Essa prática de leitura é por ele designada de leitura-tritura o. A partir desse entendimento, analiso um texto de natureza midiática, procurando evidenciar a leitura como um processo de produ o de sentidos; essa concep o requer o reconhecimento de que o sujeito-leitor, o sujeito-autor e os sentidos s o historicamente determinados. Requer também que se reconhe a que ler é sempre um gesto de interpreta o que se constitui no momento crítico de uma rela o entre autor/texto/leitor. Este n o reconhece sentidos, n o preenche lacunas, e sim, interpelado pela posi o-sujeito que o afeta, instaura seu próprio trabalho discursivo, (des)construindo o texto lido e atribuindo sentidos que n o necessariamente s o aqueles esperados pelo autor.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.