oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Rastros de leituras: um estudo no acervo de livros do Museu da Escola Catarinense (décadas de 20 a 60 do século XX) = Tracks of readings: a study in the archive of books of the Museu da Escola Catarinense (decades of 20 to 60 of the century XX)  [PDF]
Cunha, Maria Teresa Santos
Educa??o , 2012,
Abstract: Este estudo pretende analisar a presen a leitora em livros que comp em o acervo, já catalogado, do Museu da Escola Catarinense, em Florianópolis, Santa Catarina. O trabalho trata de repertoriar o acervo e evidenciar rastros de práticas leitoras caracterizados pelos objetos-relíquia que foram guardados em seu interior; pelas anota es feitas em suas margens; pelas dedicatórias deixadas em suas páginas, usos que sinalizam para uma história cultural da educa o pela via dos livros e seus leitores. Conhecer mais sobre os livros escolares abre possibilidades para futuras pesquisas sobre a cultura material escolar em interface com a história cultural da leitura, o que permite apontar temas e significa es capazes de contribuir para o conhecimento de uma determinada fra o da sociedade escolarizada, no momento em que o Estado fez da leitura um saber escolar e deu à escola a responsabilidade de formar leitores e leitoras. This study it intends to analyze the reading presence in books that they compose the quantity, already catalogued, of the Museu da Escola Catarinense, in Florianópolis (SC). The work it has for objective know the quantity and evidencing tracks of practical readers characterized for the object-relic who had been kept in its interior; for the notations made in its edges and for the dedications left in its pages, uses that the way of books and its readers signal for a cultural history of the education. To know more on pertaining to school books opens possibilities for future research on the pertaining to school material culture in interface with the cultural history of the reading that allows to point subjects and meanings that can contribute for the knowledge of one determined fraction of the society escolarizada at the moment where the State made of the reading one to know pertaining to school and gave to the School the responsibility to form readers and readers.
Alternativas de incentivo à leitura: relato de experiência
Raquel Pacheco
Revista ACB , 2006,
Abstract: [Portuguese] Relata a experiência das atividades educacionais desenvolvidas no ambiente da Biblioteca Escolar Monteiro Lobato da Escola Desdobrada Retiro da Lagoa da Prefeitura Municipal de Florianópolis, com alunos de séries iniciais. Com o intuito de incentivar atividades de leitura em uma biblioteca, relata o uso de livros infanto-juvenis, em datas alusivas, e estratégias da conta o de histórias. Como resultados observaram-se o despertar da leitura na biblioteca, a maior socializa o das crian as e desenvolvimento da express o pessoal. [English]Refer the experience with the educational activities that are developed in the environment of the library Monteiro Lobato from the school “Escola Desdobrada Retiro da Lagoa” with primary students. To stimulated reading activities first was how to incentive reading activities on the library, introduction to children’s books, at special dates. and reading hours (tell stories). Some results are the beginning of reading at the library, better children socialization and develop self-expression.
A leitura de livros didáticos: uma situa o negligenciada
Stella Maris Bortoni-Ricardo
Linguagem em (Dis)curso , 2008,
Abstract: A leitura com compreens o é um problema crucial nas escolas brasileiras. Desde 1985, o Governo Federal adotou uma política de distribui o de livros didáticos a todos os alunos de escolas públicas. Esses livros s o publicados por editoras particulares, mas sua sele o segue um cuidadoso processo no ambito do Ministério da Educa o. No entanto, pouca aten o tem sido conferida à compreens o desses livros pelos alunos a quem eles se destinam. Espera-se que qualquer dificuldade em sua compreens o seja sanada pelos professores em sala de aula. Nossa pesquisa recente tem mostrado que de fato os alunos têm muita dificuldade na compreens o dos seus livros didáticos. Este ensaio focaliza estratégias de andaime que professores podem adotar para facilitar para os alunos a leitura com mais proficiência de seus livros didáticos.
A “Feira de rua de livros de Florianópolis” como ambiente estimulador da leitura na escola La “Feria de la Calle de Libros de Florianópolis” como ambiente estimulador de la lectura en la escuela  [cached]
Francisco das Chagas de Souza,Maria Prazeres Eusébio
Informa??o & Informa??o , 2010, DOI: 10.5433/1981-8920.2009v14n2p62-83
Abstract: Apresenta resultado de pesquisa cujo objetivo proposto foi analisar discursos de docentes e de pessoal atuante em bibliotecas de escolas da rede de ensino de Florianópolis acerca da estimula o que as atividades de incentivo à leitura oferecidas aos alunos de duas escolas na Feira de Rua de livros de Florianópolis, nos anos de 2007 e 2008, exerceram sobre esses. Na coleta de dados verbais aplicou-se entrevista com oito perguntas abertas. Os participantes do estudo foram quatro professores, dois de Geografia, um de Português (os três de 5a à 8a séries), uma professora da 2a série e dois profissionais responsáveis pelo atendimento nas bibliotecas das escolas. A pesquisa de caráter exploratório empregou a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC) para o tratamento e análise dos dados coletados. Pelos resultados obtidos, pode-se dizer que as atividades de leitura disponibilizadas na Feira de Rua de Livros contribuíram para um maior envolvimento dos alunos nas atividades de leitura na escola.
Incentivo à leitura nas bibliotecas escolares da rede pública municipal de Pelotas e a inexistência de políticas públicas sistematizadas (1987-2003)
Renata Braz Gon?alves
BIBLOS : Revista do Instituto de Ciências Humanas e da Informa??o , 2007,
Abstract: A pesquisa buscou investigar a existência de uma política sistematizada de incentivo à leitura na rede pública municipal de ensino de Pelotas/RS, entre os anos de 1987 e 2003. A metodologia utilizada abarcou a revis o bibliográfica e a pesquisa documental, tendo como fontes documentos pertencentes aos arquivos inativos da Secretaria Municipal de Educa o de Pelotas. Constatou-se que, nesse período, n o houve uma política sistematizada de incentivo à leitura por parte do governo municipal e que mínimos foram os reflexos dos programas nacionais de incentivo à leitura na rede de ensino estudada. No entanto, verificou-se a preocupa o e a insistência de muitos professores, principalmente aqueles que atuavam em bibliotecas das escolas municipais, em promover o incentivo à leitura. Dessa forma, este artigo mostra que dificuldades foram enfrentadas e que estratégias foram utilizadas por esses professores para amenizar tais limita es.
Amigos da Leitura: atua o na Santa Casa de Misericórdia de Marília  [cached]
Rodrigo Barbosa de Paulo,Elisabete Novaes de Souza,Valquíria de Cássia Tavares
Revista Ciência em Extens?o , 2010,
Abstract: Introdu o: O projeto Amigos da Leitura é desenvolvido desde 1999 como uma atividade do grupo de pesquisa Novas Tecnologias da Informa o – FFC/UNESP. Inicialmente planejado para ser desenvolvido junto a um time de futebol de adolescentes no Bairro Jardim Bandeirantes, em seguida foi transferido para uma escola estadual no mesmo bairro. No ano de 2002 inicia as atividades no Hospital Materno Infantil, e hoje todo o desenvolvimento do projeto está voltado para o incentivo à leitura no Hospital Santa Casa de Misericórdia de Marília. Objetivos: O projeto objetiva apresentar os trabalhos de alunos da gradua o em Biblioteconomia com crian as de 3 a 12 anos internadas nas alas da Pediatra, Oncologia e Unidade de Terapia de Queimados no desenvolvimento do ato de ler, como forma de estabelecer o contato do livro com as crian as hospitalizadas. Métodos: As atividades s o planejadas mensalmente em reuni es entre coordenadores e voluntários para defini o de autores específicos e das atividades voltadas ao incentivo à leitura, de acordo com as diferentes faixas etárias e diferentes habilidades cognitivas com o intuito de resgatar a criatividade e aproximar a crian a da leitura e do hábito de utilizar os livros de modo prazeroso. Os livros usados no desenvolvimento das atividades s o selecionados entre os disponíveis na Brinquedoteca do hospital, a Biblioteca da Faculdade de Filosofia e Ciências e a Biblioteca Municipal de Marília. Para o mês de Agosto foram escolhidos as obras “A Girafa sem sono”, “Clact, Clact, Clact” e “A borboleta e a tartaruga” de Liliana e Michele Iacocca e como aporte à literatura e ao planejamento foi incluído “Chapeuzinho Amarelo” de Chico Buarque. E além dos livros s o utilizados materiais que auxiliam no desenvolvimento das atividades de leitura como dobraduras, lápis de cor e giz de cera. Resultados: Como resultados percebeu-se um bom envolvimento das crian as com o livro, com o ato da leitura e com o desenvolvimento das atividades complementares a partir do texto lido como recontar a história, dobradura, desenhar e pintar. Como considera es finais aponta-se o ato de ler como uma atividade que proporciona aos envolvidos a possibilidade de um distanciamento do local em que est o, um momento lúdico, que tem gerado em alguns momentos, mudan as de atitudes comportamentais das crian as hospitalizadas que participam das atividades, que de alguma forma tem auxiliado o trabalho dos enfermeiros, notando-se também a boa receptividade dos profissionais que atuam no auxílio aos pacientes e também dos acompanhantes onde proporciona envolvimento e
Projeto Amigos da Leitura: um programa de interven o no Hospital Santa Casa de Misericórdia de Marília  [cached]
Patrícia Helena Gomes da Silva,Isis Maria Caface,Franciele Marques Redigolo,Rodrigo Barbosa de Paulo
Revista Ciência em Extens?o , 2010,
Abstract: Introdu o: O projeto Amigos da Leitura desenvolve suas atividades desde o ano de 1999, como uma atividade do Grupo de Pesquisa - Novas Tecnologias em Informa o, do Departamento de Ciência da Informa o - FFC/UNESP, em parceira com o Projeto água Viva de Promo o Social. O desenvolvimento inicial das atividades ocorreu no Bairro Jardim Bandeirantes, junto a um time de futebol de adolescente, em seguida foram transferidas para uma escola pública do bairro. As atividades voltadas para o atendimento de crian as hospitalizadas iniciaram-se no ano de 2003 no Hospital Municipal Materno Infantil. Hoje todo o desenvolvimento do projeto está voltado para o incentivo à leitura no Hospital Santa Casa de Misericórdia. Objetivos: O projeto objetiva apresentar o trabalho de alunos da gradua o em Biblioteconomia com crian as de 3 a 12 anos internadas nas alas: Pediatria e Unidade de Terapia de Queimados no desenvolvimento do ato de ler, como forma de estabelecer o contato do livro com os hospitalizados. Métodos: As atividades s o planejadas em reuni es com o grupo de envolvidos quando é estabelecido um calendário de a es voltadas para o incentivo à leitura. O planejamento é estabelecido a partir da análise da literatura disponível sobre o desenvolvimento do gosto pela leitura e é elaborado mensalmente com o intuito de resgatar a criatividade e aproximar a crian a da leitura e do hábito de utilizar livros de modo prazeroso. Os livros utilizados no desenvolvimento das atividades s o selecionados entre aqueles disponíveis no acervo da Brinquedoteca do hospital como uma forma de construir um vínculo para o uso do acervo, principalmente, nos momentos em os integrantes do projeto n o est o atuando no local. As atividades s o planejadas para atender as diferentes faixas etárias e diferentes habilidades cognitivas. No primeiro semestre deste ano os livros selecionados para o trabalho com as crian as foram: Flicts (Ziraldo, 1969), O pequeno planeta perdido (Ziraldo, 1985), O planeta Lilás (Ziraldo, 1979) e Claude Monet (Venezia, 1991?), com a proposta de trabalhar com as cores. Resultados: Como resultado percebeu-se um bom envolvimento das crian as com a leitura e com o desenvolvimento de atividades paralelas, como o recontar a história, construir outros textos, pintar, desenhar. Como conclus o aponta-se o ato de ler, na perspectiva da estrutura planejada no projeto Amigos da Leitura, como uma atividade que proporciona aos envolvidos a possibilidade de um distanciamento do local em que est o, um momento lúdico, que tem gerado, em alguns momentos, mudan as de atitudes compor
School library and the mediation of reading Biblioteca escolar e a media o da leitura  [cached]
Luciano Ferreira Gomes,Sueli Bortolin
Semina : Ciências Sociais e Humanas , 2011, DOI: 10.5433/1679-0383.2011v32n2p143-156
Abstract: Presents results of a survey on particular esolas located in the urban perimeter of the city of Londrina, librarian's activities to promote the reading of literature. Grant search in library science and education in mediation, thematic reading at school, mediation, mediators in the formation of the little reader, school library and reading promotion activity. Used as data collection instrument two forms, with them it was possible to detect the activities conducted in these schools, the first being the time of the tale, the second loan of books and the third is "reading incentive". Concludes that the tale has been shown to be effective in bringing children with the book; the second is a compulsory work in the library, therefore, should be carried out continuously and the third is essential in all genres of the library. O texto apresenta resultados de uma pesquisa realizada nas esolas particulares localizadas no perímetro urbano da cidade de Londrina, a respeito das atividades dos bibliotecários no sentido de promov er a leitura da literatura. Buscam-se subsídios nas áreas de Biblioteconomia e Educa o, nas temáticas leitura, media o da leitura na escola, media o da literatura, mediadores na forma o do pequeno leitor, a biblioteca escolar e atividade de promo o à leitura. S o utilizados como instrumento de coleta de dados dois formulários, com eles foi possível detectar as atividades mais realizadas nessas escolas, sendo a primeira a hora do conto, a segunda o empréstimo de livros e a terceira é “incentivo à leitura”. Conclui-se que a hora do conto tem se mostrado eficaz na aproxima o das crian as com o livro; a segunda é um trabalho obrigatória na rotina da biblioteca, portanto, deve ser realizada diuturnamente e a terceira, é imprescindível em todos os gêneros de biblioteca.
Atividades de leitura em livros didáticos de inglês: PCN, letramento crítico e o panorama atual Reading tasks in EFL coursebooks: PCN, critical literacy and the current panorama  [cached]
Rogério Tilio
Revista Brasileira de Linguística Aplicada , 2012,
Abstract: No componente curricular língua estrangeira, uma das orienta es mais controversas nos PCN EFII é o incentivo ao foco no ensino de leitura. Passados mais de dez anos da publica o dos PCN, este trabalho analisa um livro didático de uma das duas únicas cole es didáticas aprovadas pelo PNLD 2011 para o ensino de inglês no segundo segmento do Ensino Fundamental, buscando entender como este livro aborda o ensino de leitura. Antes da análise proposta, é preciso n o apenas discutir o discurso dos PCN e das leituras que deles vêm sendo feitas, mas também o conceito de letramento crítico, e os critérios do PNLD 2011 para a abordagem de leitura. Como a análise será feita com vistas ao letramento crítico, ser o consideradas como categorias os tópicos abordados pelos textos, o trabalho com gêneros discursivos e a natureza das atividades propostas. A análise buscará discutir como os textos e atividades de leitura dialogam com os pressupostos teóricos dos PCN e do PNLD 2011. Concerning the teaching of a foreign language, one of the most controversial guidelines on the PCN EFII has been the focus on the teaching of reading. Considering that over ten years have passed since the PCN have been published, this article analyses a coursebook from one of the two only English series approved by the PNLD 2011 for the teaching of English in the second part of Ensino Fundamental, trying to understand how this book approaches the teaching of reading. Before the analysis, it is necessary to discuss not only the PCN discourse and its readings, but also the concept of critical literacy, and the PNLD 2011 criteria to teaching reading. Since the analysis aims at critical literacy, the article takes as analytical categories the topics of the texts, the work with discourse genres and the nature of the proposed activities. The analysis intends to discuss how the texts and reading activities establish a dialogue with the theoretical principles of the PCN and the PNLD 2011.
Bibliotecário e leitura: hábitos de leitura dos futuros profissionais da informa o / Librarian and reading: reading habits of future information professionals
Ana Claudia Ribeiro,Daniel Xavier Garcia
Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informa??o , 2010,
Abstract: A presente pesquisa tra a um perfil dos estudantes de um curso de gradua o em Biblioteconomia a fim de estudar seus hábitos de leitura e para fomentar a pesquisa foram levantadas quest es, quanto a freqüência de leitura, sua literatura favorita, o incentivo da leitura, o ambiente de incentivo, leitura da bibliografia indicada pelos professores, entre outras. Partindo-se de tais quest es foi possível responder a quest o do tema proposto: Qual a importancia da Leitura para os Futuros profissionais da Informa o?
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.