oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Talidomida : novas perspectivas para utiliza o como antiinflamatório, imunossupressor e antiangiogênico  [cached]
Borges Larissa de Godoy,Fr?ehlich Pedro Eduardo
Revista da Associa??o Médica Brasileira , 2003,
Abstract: Esta revis o tem como objetivo apresentar os novos usos da talidomida. O interesse por este fármaco é devido às suas propriedades antiinflamatórias, immunossupressoras, antiangiogênicas e até mesmo antivirais. Embora o seu mecanismo de a o seja desconhecido, resultados demonstram com sucesso o emprego deste fármaco no eritema nodoso leproso, mieloma múltiplo, doen a enxerto-versus-hospedeiro e também como inibidor do vírus HIV e tratamento dos sintomas da Aids. O trabalho também mostra que apesar dos benefícios, a talidomida exige um controle muito rigoroso no que diz respeito à sua utiliza o e sua dispensa o, devido às suas propriedades teratogênicas. Contudo, a talidomida constitui-se numa importante alternativa farmacêutica, sendo que o seu verdadeiro potencial ainda está sendo investigado.
Talidomida no Brasil: vigilancia com responsabilidade compartilhada?  [cached]
Oliveira Maria Auxiliadora,Bermudez Jorge Ant?nio Zepeda,Souza Arthur Custódio Moreira de
Cadernos de Saúde Pública , 1999,
Abstract: Este trabalho analisa quest es relacionadas ao processo de regula o e uso racional da talidomida no Brasil, mediante abordagem histórica, que percorre três momentos distintos. O primeiro segmento é composto por um rastreamento dos caminhos percorridos por esse polêmico medicamento, desde a fase inicial de sua síntese, mercadiza o e banimento, ocorridos na década de 50 e início dos anos 60, até os dias atuais, quando se encontra em curso um processo, aparentemente irreversível, de reabilita o da droga. Em seguida, relata-se a experiência brasileira com o uso da talidomida, enfatizando o trabalho desenvolvido pela ABPST e pelo Morhan nos campos jurídico, político e institucional. S o apresentados e analisados os resultados de uma pesquisa de busca ativa dos casos, que comp em a chamada segunda gera o dos portadores da síndrome da talidomida no Brasil. Finalizando, à luz das evidências clínicas e científicas da eficácia terapêutica da talidomida, do crescimento de movimentos sociais a favor e contra a libera o do uso da mesma e da proposta de regulamenta o restritiva do Ministério da Saúde, discutem-se aspectos relacionados à implementa o da política de regula o e uso racional da talidomida no Brasil.
CONSTANTES PARADIGMáTICAS DE UM SONHO POLíTICO DO RENASCIMENTO  [cached]
Ana Cláudia Romano Ribeiro
Revista Recorte , 2010,
Abstract: Le paradigme littéraire de l utopie a été établi par Thomas Morus dans son Utopia, sive de optimo republicae statu (“Utopie, ou la meilleure forme de gouvernement”), publiée en 1516. Des doses également importantes de fiction et de réalisme traversent cet oeuvre, raison par laquelle plusieurs critiques la considèrent énigmatique et difficile. Ayant pour but de comprendre, en nous servant d une typologie, en quoi consiste l objet littéraire utopique, nous chercherons à identifier, dans cet article, les constantes paradigmatiques de ce “rêve politique de la Renaissance”.
A CONSTRU O DE UM IDEAL TECNOCIENTíFICO
Luciano Frontino de Medeiros
Perspectivas em Gest?o & Conhecimento , 2012,
Abstract: Ensaia uma série de fatos históricos, relacionando personalidades eminentes e ligando vários períodos da humanidade, em dire o à constru o de um ideal científico, no dizer de Chauí, ressignificado como “tecnocientífico”, no qual se pode situar a sociedade contemporanea. Abrange de forma breve desde o surgimento das primeiras civiliza es, o pensamento ocidental pré-socrático e dos autores gregos clássicos, o Renascimento, a revolu o científica nos séculos XIX e XX, e por fim os avan os da Ciência no século XXI. Caracteriza a Internet como uma espécie de Biblioteca de Alexandria contemporanea, impulsionando o desenvolvimento das ciências e das tecnologias de formas nunca antes imaginadas. Explora os fundamentos da ciência contemporanea, a constata o da Ciência como o substrato de confian a que a cultura ocidental deposita na raz o humana, como capacidade para se alcan ar o conhecimento da realidade, e a conclus o sobre o viver em um “ideal tecnocientífico” que molda por fim a evolu o do conhecimento e da própria sociedade.
As condi es históricas de produ o de O Príncipe de Maquiavel e sua organiza o discursiva
Arnaldo Cortina
Alfa : Revista de Linguística , 2001,
Abstract: O presente trabalho t em como objetivo fazer uma breve apresenta o do contexto histórico em que se deu a produ o do texto O Príncipe de Nicolau Maquiavel, destacando o aspecto socioeconómico das cidades italianas durante o Renascimento, com o propósito de estabelecer um perfil do homem renascentista. Em seguida, faz uma apresenta o da maneira como foi organizado o texto maquiavélico, para destacar dois aspectos: seu caráter de manual, que visa à constru o de um saber, e os procedimentos argumentativos e retóricos de seu discurso.
CONFLITO, DEMOCRACIA E O RENASCIMENTO ITALIANO: MARSíLIO E MAQUIAVEL – CONFLICT, DEMOCRACY AND ITALIAN RENAISSANCE: MARSILIUS AND MACHIAVELLI
José Carlos Garcia
Revista da SJRJ , 2013,
Abstract: Busca-se apresentar alguns aspectos da obra de dois grandes autores do Renascimento Italiano, Marsílio de Pádua e Nicolau Maquiavel, como inspiradores para repensarmos o papel do conflito e do dissenso nas democracias contemporaneas. PALAVRAS-CHAVE: Consenso. Dissenso. Democracia. Renascimento Italiano. ABSTRACT: This paper seeks to present some aspects of the works of two of the greatest authors of Italian Renaissance, Marsilius of Padova et Niccolo Machiavelli, as inspiring guides to rethink the role that conflict and dissent play on contemporary democracies. KEYWORDS: Consensus. Dissensus. Democracy. Italian Renaissance.
Docudramas de La Movida madrilena: "Pepi, Luci, Bom y otras chicas del montón" e "Laberinto de pasiones", do cineasta espanhol Pedro Almodóvar  [cached]
Jo?o Eduardo Hidalgo
Conex?o : Comunica??o e Cultura , 2009,
Abstract: O trabalho revisita o movimento de contracultura espanhol de La Movida, ocorrido em Madri e nas principais capitais espanholas, no fim dos anos 70 e come o dos anos 80, e o aparecimento docineasta que simboliza essa retomada pós-franquista: Pedro Almodóvar. Com “Pepi, Luci, Bom yotras chicas del montón” e “Laberinto de pasiones”, ele registra toda a fauna underground produtivado momento. A Espanha vivia um renascimento criativo após 40 anos de ditadura, e as artes visuais, a música e o cinema testemunharam o sentimento de um grupo, que n o havia vivido a Guerra Civil (1936-1939) nem a Segunda Guerra Mundial, mas sofria as consequências cotidianas de um país isolado, que ainda executava opositores do regime, onde quase nada de novo era permitido, até que aconteceu a explos o de cores de La Movida. A recep o ao movimento na época e sua posterior reavalia o s o aqui retomadas no campo dos estudos culturais.
Globaliza o, regula o e neonacionalismo: uma análise das agências reguladoras  [cached]
Botelho Antonio José Junqueira
Revista de Sociologia e Política , 2002,
Abstract: A liberaliza o da economia e a reforma do Estado dos anos 90 pareciam ter definitivamente relegado às paginas da história o nacionalismo industrial, marco da economia política brasileira no pós-guerra. Este, entretanto, experimenta um renascimento desde o limiar da década de 1990. Este trabalho busca entender a natureza do ressurgimento desse neonacionalismo tecnológico e industrial no bojo de agências reguladoras com elevado grau de autonomia cujas principais miss es s o a defesa da competi o e do consumidor. Suas conclus es sugerem que as condi es para seu ressurgimento est o ligadas à manuten o, nessas agências, de elites técnicas oriundas das institui es governamentais que lideravam o padr o desenvolvimentista, em conjun o com uma crescente regionaliza o de demandas, por sua vez decorrentes de press es por um novo pacto federativo em uma conjuntura de crise.
Ensaio de introdu o à filosofia da história =Introductory essay to the philosophy of history  [PDF]
Juli?o, José Nicolao
Veritas , 2010,
Abstract: Nosso objetivo é o de fazer uma analise da natureza da Filosofia da História tendo em conta um período abrangente do seu desenvolvimento histórico, mas também nos centrando em alguns momentos axiais em que essa disciplina demarcou de maneira mais sistemática seu objeto, seus problemas e suas tarefas. Nesse sentido, o foco do nosso estudo n o está na mera apresenta o de um panorama geral e exaustivo da Filosofia da História, mas antes, mais modestamente e também mais substancialmente, pretendemos examinar a hipótese segundo a qual o surgimento das Teorias da História características do século XIX n o eliminou por completo alguns pressupostos metafísicos que fundamentavam as filosofias da história tradicionais e até, pelo contrário, se nutriu deles para lan ar as bases da epistemologia das ciências históricas que possibilitou, ent o, no século seguinte, o renascimento das Filosofias da História em suas diversas varia es.
Volta ao mundo por ouvir-dizer: redes de informa??o e a cultura geográfica do Renascimento
Gomes, Plínio Freire;
Anais do Museu Paulista: História e Cultura Material , 2009, DOI: 10.1590/S0101-47142009000100008
Abstract: this paper shows what an important role renaissance culture played in shaping the mindset of modern travelers thanks to its focus on observation, curiosity and the pursuit of intellectual refinement. another peculiarity of this historical period is the use of geographic knowledge for strategic purposes. however, the official secrets, homologated by the casas de contratación (entities set up by spain to control colonial trade), went through a continuous process of corrosion. the need of the portuguese and spanish crowns to ratify their possession of new colonial territories made the disclosure of such information as important as silence. furthermore, the experience of the discoveries was assimilated by second-hand informers and shared through diplomatic and commercial channels that branched out across europe. this collective and non-official organism - or "network" as we might call it today - made data relative to asia, africa and america available to cosmographers, thus constituting a firm basis for 16th-century cartography. the paper is an effort to show that the flow of geographic knowledge during the age of discoveries was characterized by a virtually unrestricted practice of copying and by a circuit of consumption that was both informal and international.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.