oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
O forame de Huschke e suas implica es clínicas  [cached]
Melga?o Camilo A.,Penna Letícia M.,Seraidarian Paulo I.
Revista Brasileira de Otorrinolaringologia , 2003,
Abstract: Durante a forma o e desenvolvimento da por o timpanica do osso temporal, podemos verificar a presen a de um forame na regi o central da parede posterior da fossa articular (parede anterior do meato acústico externo). Este forame (forame de Huschke) está presente em todos os indivíduos, e sua luz oblitera-se por um processo natural de calcifica o ao redor dos 5 anos de vida, podendo persistir, em uma porcentagem da popula o, na idade adulta. A persistência do forame de Huschke foi relatada por diversos autores como sendo possível etiologia de diversas altera es, distúrbios e patologias relacionadas com as articula es temporomandibulares (ATM), ouvidos e estruturas adjacentes. Tendo em vista suas implica es e importancia clínica, torna-se fundamental que profissionais da saúde que atuam nestas regi es reconhe am as conseqüências da presen a e persistência do forame de Huschke.
INDICADORES BIOGEOGRáFICOS EM FRAGMENTOS DE MATA ATL NTICA INSULAR E CONTINENTAL E SUAS POSSíVEIS IMPLICA ES PALEOAMBIENTAIS  [cached]
Sueli Angelo Furlan
Revista do Departamento de Geografia , 1996, DOI: 10.7154/rdg.v0i10.194
Abstract: INDICADORES BIOGEOGRáFICOS EM FRAGMENTOS DE MATA ATL NTICA INSULAR E CONTINENTAL E SUAS POSSíVEIS IMPLICA ES PALEOAMBIENTAIS
Treino sem conseqüências diferenciais: importancia conceitual, metodológica e algumas implica es educacionais  [cached]
Baptista Marcelo Quintino Galv?o,Assis Grauben José Alves de
Psicologia: Teoria e Pesquisa , 2002,
Abstract: Neste trabalho, retomamos os principais estudos sobre o treino de discrimina es condicionais sem conseqüências diferenciais implementados em nosso laboratório com humanos desprovidos de história prévia de participa o como sujeitos. Buscamos descrever os procedimentos utilizados e discutimos os resultados em torno de aspectos conceituais e metodológicos a respeito dos quais os estudos podem ser inter-relacionados - a quest o do refor o (a temporalidade com que este segue o desempenho, enquanto uma característica envolvida em sua defini o) e fontes alternativas de controle (o pareamento Modelo-Sc e Modelo-Si, bem como a reexposi o às tentativas de treino). Finalmente, relacionamos o procedimento geral dos estudos com a postura do professor em sala de aula e sugerimos algumas implica es educacionais dele decorrentes, como podendo estar envolvidas na programa o e implementa o do ensino.
Mudan as globais: a problemática do oz nio e algumas de suas implica es  [cached]
Marco Ant?nio Tomasoni
Geotextos : Revista da Pós-Gradua??o em Geografia da Universidade Federal da Bahia , 2012,
Abstract: O presente trabalho é uma reflex o sobre quest es tratadas no ambito das mudan as globais referentes ao clima e, mais especificamente, sobre a problemática dos CFC′s e da camada de oz nio e alguns de seus aspectos teóricos e técnicos. S o avaliadas as implica es de ordem diversa como as quest es políticas e econ micas resultantes das a es de resposta aos problemas atribuídos a sua produ o e suas conota es a partir do Protocolo de Montreal e de Viena. é discutido, também, a efetividade destas a es e seus impactos no sistema ambiental, fazendo refletir sobre o papel da ciência e seus enlaces com a economia bem como suas correla es com os índices de radia o, entre outros aspectos, para o oeste da Bahia.
Novas configura es familiares e suas implica es subjetivas: reprodu o assistida e familia monoparental feminina  [PDF]
Teixeira, Le?nia Cavalcante,Parente, Flávia Soares,Boris, Georges Daniel Bloc
Psico , 2009,
Abstract: Este artigo discute o significado da matemática na contemporaneidade, tendo em vista o surgimento das novas tecnologias de reprodu o assistida (RA). Este texto analisa a familia contemporanea n o mais como uma unidade ou como um modelo único de estrutura o, compreendendo que, hoje, há arranjos familiares diversos e que é cada vez mais comum a composi o de famílias monoparentais. A reprodu o assistida é analisada a partir dos significados simbólicos referentes à procria o, particularmente quanto ao desejo e à filia o, entendidos à luz da psicanálise nas interfaces com a antropologia, a sociologia e a medicina reprodutiva. A maternidade é interrogada, ora como destinto, ora como projeto da mulher. A guisa de conclus o, ratificamos a importancia de discuss es n o normatizadoras e maniqueístas acerca dos modos de constitui o e de suas implica es nas subjetividades singulares e coletivas.
As teorias de aprendizagem e suas implica es no ensino de Matemática = Learning theories and their implication on mathematical teaching
Clélia Maria Ignatius Nogueira
Acta Scientiarum : Human and Social Sciences , 2007,
Abstract: Este trabalho é fundamentado em ampla pesquisa bibliográfica realizada para a elabora o de um texto didático1 destinado à forma o de professores, acerca das diferentes teorias de aprendizagem e suas implica es no ensino de matemática. Dentre as diversas teorias estudadas, focalizamos aqui, as teorias que analisam os processos de desenvolvimento e aprendizagem considerando o sujeito cognitivamente ativo e que s o mais difundidas entre os professores, a saber: Piaget e a Psicologia Genética; Vygotsky e a Psicologia Sócio-Histórica e a Teoria das Inteligências Múltiplas do estudioso norte-americano Howard Gardner, sempre destacando suas implica es no ensino da Matemática. This paper is grounded on a wide bibliographical research with a view to the elaboration of a didactic text for the development of teachers on the different learning theories and their implications in mathematics education. Among the different theories studied, the focushere is on the theories which analyze the processes of development and learning considering the subject as cognitively active. They are Piaget′s Genetic Psychology, Vygotsky′s Sociohistorical Psychology, and the Multiple-Intelligence theory by the North American theorist Howard Gardner and their implications in the teaching of Mathematics.
A tristeza dos citros e suas implica es no melhoramento genético de porta-enxertos  [cached]
Bordignon Rita,Medina Filho Herculano Penna,Muller Gerd Walter,Siqueira Walter José
Bragantia , 2003,
Abstract: O Brasil é o maior produtor mundial de citros e, historicamente, a tristeza, a doen a de maior importancia econ mica da cultura. Causada por um closterovirus (CTV) de RNA fita simples positiva, encontra-se disseminada por quase todas as regi es citrícolas do globo. Transmitida por enxertia e algumas espécies de pulg o, principalmente Toxoptera citricida, apresenta diversas estirpes, causando sintomas variados em Citrus e afins. Prote o cruzada de copas sensíveis através de estirpes fracas do vírus é uma eficiente técnica de controle desenvolvida no Brasil e utilizada em várias partes do mundo. Métodos de detec o e caracteriza o do vírus baseiam-se nos sintomas de variedades e clones específicos, mas, métodos sorológicos e moleculares s o empregados também no monitoramento da expans o da doen a. As plantas, n o raro, s o infectadas com mais de uma estirpe, que se podem recombinar geneticamente e s o passíveis de transmissibilidade diferencial pelos vetores ou por diferentes borbulhas da mesma planta. A composi o do complexo de estirpes presente na planta pode alterar-se após poda drástica, ou em resposta a condi es ambientais. Tipos menores de RNA defectivos e subgen micos ocorrem freqüentemente junto às partículas normais do CTV. Alguns defectivos est o associados aos sintomas de amarelecimento de plantulas. O controle da doen a é feito pelo uso de variedades de copas e de porta-enxertos que interagem conforme a capacidade de multiplicar as partículas virais em suas células e de tolerar sua presen a nos tecidos do floema. Essas características têm importantes implica es para o cultivo e melhoramento. A presente revis o discute também as rea es de plantas enxertadas e de pé-franco, ressalta os problemas, conceitos básicos e as implica es relevantes para o melhoramento genético de porta-enxertos.
INTERA O TRITRóFICA: ASPECTOS GERAIS E SUAS IMPLICA ES NO MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS
Nucleus , 2012,
Abstract: O estudo sobre cadeias tróficas constitui-se em um trabalho complexo. Em pesquisas entomológicas o que se observa s o os estudos de três pontos dessa teia, geralmente estudos com planta (produtor primário), inseto filófago(consumidor primário) e a influência dessa intera o no predador ou parasitóide (consumidor secundário). Ou seja, estudo de popula es em situa es experimentais fragmentadas e simplificadas, nas quais diversas intera es podem n o estarempresentes. Desse modo, o objetivo do presente trabalho foi realizar um estudo sobre intera es tritróficas, abordando seusaspectos gerais e suas implica es no manejo integrado de pragas (MIP), com ênfase na rela o planta x herbívoro x inimigo natural.Tritrophic chains study is a complex work. In entomological researches, the study of three spots of this netis observed, generally with the plant (primary producer), phytophagous insect (primary consumer) and the interactioninfluence on the predator or parasitoid (secondary consumer). In other words, population studies in fragmented andsimplified experimental situations which various interactions may be or not be present. Thus, the aim of this work was toreview about tritrophic interactions with general aspects and its implications on integrated pest management (IPM)approached, emphasizing the relationship plant-herbivore-natural enemy.
Reforma do estado e políticas educacionais: entre a crise do estado-na o e a emergência da regula o supranacional
Afonso Almerindo Janela
Educa??o & Sociedade , 2001,
Abstract: Partindo de algumas observa es prévias que ajudam a situar a posi o do autor em rela o ao tema em análise, o qual tem como referência o campo da sociologia das políticas educacionais, o texto procura, seguidamente, situar a crise do Estado-na o e as suas implica es para pensar algumas dimens es da educa o, terminando por equacionar, sucintamente, a reforma do Estado, tendo em conta, sobretudo, os constrangimentos decorrentes das novas instancias de regula o supranacional.
Perfil dos profissionais auxiliares da odontologia e suas implica es no mercado de trabalho  [PDF]
Queluz, Dagmar de Paula
Revista Odonto Ciência , 2005,
Abstract: O presente estudo tem como propósito, avaliar o perfil dos profissionais auxiliares da Odontologia (Atendente de Consultório Dentário e Técnico em Higiene Dental) e suas implica es no mercado de trabalho: segundo as características demográficas e profissionais (forma o e atribui es desempenhadas). A coleta de dados foi feita a partir de aplica o de 380 questionários aos participantes dos cursos nas diferentes localidades, nos anos de 2000 e 2001, para pessoal auxiliar odontológico (ACD e THD). Os resultados foram analisados estatisticamente e demonstram que os participantes s o, na maioria: jovens, do sexo feminino, solteiros e com segundo grau completo. A maioria dos participantes: é ACD, n o está registrada em carteira de trabalho, foi treinada pelo CD, trabalha em consultório odontológico privado. Uma minoria dos participantes: apresenta habilita o específica para a fun o que desempenha, está inscrita no CRO. Os dados inferem que os THDs s o subutilizados no servi o, já que um número, relativamente reduzido, realiza grande parte das atividades para as quais se encontram legalmente habilitados, enquanto os ACDs, extrapolam nas atividades desempenhadas. Desta maneira podemos afirmar que se trata de um mercado de trabalho em ascens o. A obrigatoriedade de habilita o e registro no Conselho Profissional elevará os padr es dessas categorias, permitindo que a entrada para o mercado de trabalho seja através de pessoal qualificado, garantindo prote o dos interesses do público e se seguir essa tendência, esse fato também permitirá que o salário seja colocado num patamar mais elevado.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.