oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
RELEVO BRASILEIRO: UMA NOVA PROPOSTA DE CLASSIFICA O  [cached]
Jurandyr Luciano Sanches Ross
Revista do Departamento de Geografia , 1985, DOI: 10.7154/rdg.v0i4.270
Abstract: RELEVO BRASILEIRO: UMA NOVA PROPOSTA DE CLASSIFICA O
A coruja de Tocqueville: fatos e opini es sobre o desmantelamento institucional do Brasil contemporaneo
Paulo Roberto Almeida
Revista Espa?o Acadêmico , 2010,
Abstract: Anotacoes de um assistente de Tocqueville que, em sua missao de prospec o ao Brasil, constatou o desmantelamento das institui es públicas, como resultado de a es e iniciativas do próprio governo. S o enunciados fatos que comprovam tal asser o e emitidas opini es pessoais, sob a forma de notas de registro de viagem, que permitir o ao especialista em regimes democráticos concluir seu relatório de viagem, eventualmente sob a forma"de um "clássico revisitado", qual seja, uma análise das desventuras da democracia no maior país da América do Sul.
A interpreta o dos fatos no direito.  [cached]
Eduardo Ramalho Rabenhorst
Prim@ Facie , 2003,
Abstract: O principal escopo do presente artigo é mostrar,tomando por base a proposta formulada pelo filósofo francêsPaul Ricoeur, que a interpreta o jurídica n o pode serreduzida apenas aos momentos de compreens o de um textolegal e de sua aplica o aos concretos, mas que ela exige umterceiro momento, a saber, o da interpreta o dos fatos.
Relevo do Estado de S o Paulo  [cached]
Marcello Martinelli
Confins , 2009, DOI: 10.4000/confins.6168
Abstract: O relevo é o conjunto de saliências e reentrancias que comp em a superfície terrestre. é um componente da litosfera relacionado com o conjunto rochoso subjacente e com os solos que o recobre. Sua escultura modelada numa grande variedade de formas resulta da atua o simultanea e desigual, tanto no espa o como no tempo, n o só dos fatores climáticos, bem como da estrutura da litosfera. Desta maneira, o relevo encontra-se em permanente transforma o (DEMANGE et al., 1977; ROSS & MOROZ, 1997).De ...
O RELEVO BRASILEIRO, AS SUPERFíCIES DE APLANAMENTO E OS NíVEIS MORFOLóGICOS  [cached]
Jurandyr Luciano Sanches Ross
Revista do Departamento de Geografia , 1991, DOI: 10.7154/rdg.v0i5.257
Abstract: O RELEVO BRASILEIRO, AS SUPERFíCIES DE APLANAMENTO E OS NíVEIS MORFOLóGICOS
A Taxonomia II proposta pela North American Nursing Diagnosis Association (NANDA)
Braga Cristiane Giffoni,Cruz Diná de Almeida Lopes Monteiro da
Revista Latino-Americana de Enfermagem , 2003,
Abstract: Este artigo tem a finalidade de divulgar o desenvolvimento e as características da estrutura multiaxial da Taxonomia II, da NANDA. Essa estrutura oferece maior flexibilidade para os enunciados diagnósticos e é mais adequada às práticas de enfermagem contemporaneas que a Taxonomia I.
Entre normas e fatos: desafios e dilemas da ordem internacional  [cached]
Cruz Sebasti?o C. Velasco e
Lua Nova: Revista de Cultura e Política , 2003,
Abstract: Examinam-se os limites e o significado da controvérsia entre "realistas" que invocam fatos e "cosmopolitas" que invocam normas, com referência às perspectivas da ordem internacional após 11 de setembro de 2001. Contra a idéia da retomada pelos EUA do multilateralismo, ou do seu oposto, a idéia dos EUA como sede de um verdadeiro império mundial, prop e-se um "cenário de transi o", marcado por turbulências inter- e intra-estatais, sem prejuízo da possibilidade real de uma configura o mais equilibrada no futuro.
Para uma taxonomia de paráfrases explanatórias  [cached]
Félix Bugue?o Miranda
Alfa : Revista de Linguística , 2009,
Abstract: A defini o constitui um dos principais tipos de informa es procuradas pelos usuários nos dicionários. Neste trabalho discutimos a natureza desse item informativo e propomos substituir a palavra “defini o” por “paráfrase explanatória”, devido à complexa natureza das informa es contidas na equa o com o lema. A seguir, procuramos estabelecer uma taxonomia de classes de paráfrases explanatórias. Para gerar essa taxonomia, empregamse dois parametros básicos: a) a perspectiva do ato de comunica o (recep o versus produ o) e b) a metalinguagem empregada. Além dos tipos de paráfrases obtidas por aplica o desses parametros, o trabalho apresenta também outros tipos de paráfrases comumente empregadas nos dicionários.
Desigualdade e pobreza: fatos estilizados e simula es  [cached]
Nelson Ferreira Souza Sobrinho
Revista Paranaense de Desenvolvimento , 2001,
Abstract: This paper analyses the relations between poverty, inequality and economic growth in Brazil. First of all, based on recent research, it shows characteristics and historical evolution of inequality and poverty. These characteristics are not novelty to specialized research, but drawing them as stylized facts gives a comprehensive idea of the matter. Then the work builds simulations based on Mendon a & Paes de Barros’s methodology (1997). These simulations depict the impact of economic growth and inequality on poverty and agree with both empirical evidences from recent papers and results found by those authors. The exercise shows an inverse relation between growth and poverty, and a positive one between inequality and poverty. Finally, the paper criticizes the recent Brazilian research. Este trabalho explora as rela es entre pobreza, desigualdade e crescimento econ mico no Brasil. Inicialmente s o apresentados, com base em literatura recente, o perfil, a natureza e a evolu o histórica da desigualdade e da pobreza, na forma de fatos estilizados, que apesar de n o serem novidades, s o úteis para entender a realidade. Em seguida, com base na metodologia de MENDON A e BARROS (1997), simula-se como o crescimento econ mico e a desigualdade afetam a pobreza. Os exercícios de simula o est o de acordo com as evidências empíricas de trabalhos recentes e com os próprios resultados simulados por aqueles autores, apontando uma rela o negativa entre crescimento e pobreza, e positiva entre desigualdade e pobreza. Ao final, s o feitas algumas críticas à literatura analisada.
Alguns aspectos dos estudos tradicionais sobre o ritmo e os fatos do sentido  [cached]
Louren?o Chacon
Alfa : Revista de Linguística , 2001,
Abstract: Neste trabalho, discutimos duas posi es dos estudos tradicionais sobre o ritmo que, a nosso ver, dificultam o estabelecimento de rela es entre o ritmo e os fatos da significa o lingüística. Essas duas posi es podem ser caracterizadas como: (a) da incompatibiliza o entre ritmo e sentido; e (b) da tentativa de compatibiliza o entre ritmo e sentido.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.