oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Informa o em Saúde: potencialidades e limita es Información en Salud: potencialidades y limitaciones  [cached]
Maria das Gra?as Targino
Informa??o & Informa??o , 2009, DOI: 10.5433/1981-8920.2009v14n1p52-81
Abstract: Objetiva-se discutir a informa o em saúde como elemento fundamental no processo de tomada de decis es no amago das políticas públicas, visando elevar a qualidade de vida das na es. Para isto, a priori, discorre-se sobre os sistemas de informa o em saúde. A partir daí, ressalta-se o processo de comunica o científica, incluindo a divulga o de resultados, com ênfase para as potencialidades e limita es da informa o em saúde. Finalmente, apresentam-se sugest es, sobretudo, com vistas à populariza o dessas informa es.
O sistema de informa o de AIDS do Município do Rio de Janeiro: suas limita es e potencialidades enquanto instrumento da vigilancia epidemiológica  [cached]
Cruz Marly Marques da,Toledo Luciano Medeiros de,Santos Elizabeth Moreira dos
Cadernos de Saúde Pública , 2003,
Abstract: O estudo faz uma reflex o acerca do sistema de informa o de AIDS, dando visibilidade às potencialidades e limita es deste sistema no contexto atual da epidemia e numa perspectiva mais ampliada de vigilancia epidemiológica. Buscou-se fazer uma descri o do sistema, considerando seus diversos componentes. Além disso, tratou-se do resultado referente ao levantamento nas fichas de notifica o/investiga o de AIDS no período de 1985 a 1995, e, em uma atualiza o da base de dados como contribui o para a qualidade do sistema. Os resultados mostraram melhora na consistência do banco de dados de AIDS, em particular das variáveis: ocupa o, bairro, escolaridade e categoria de exposi o, embora tenham sido identificadas limita es concretas na concep o e na estrutura do sistema para dar conta da complexidade e heterogeneidade da vigilancia da AIDS. Daí ter sido apontada a necessidade de estrutura o de um eficiente sistema de vigilancia do HIV/AIDS, tomando-se como referência os indicadores epidemiológicos direcionados ao monitoramento e à avalia o mediante acompanhamento das mudan as no padr o epidemiológico, como da análise do impacto na morbi-mortalidade decorrente do acesso a formas mais eficientes de preven o, aos novos tratamentos e terapêuticas.
Saúde Mental no contexto da aten o básica: potencialidades, limita es, desafios do Programa Saúde da Família  [cached]
Denize Bouttelet Munari,Terezinha Silvério de Melo,Valéria Pagotto,Bárbara Souza Rocha
Revista Eletr?nica de Enfermagem , 2008,
Abstract: Esse estudo destaca as possibilidades da inclus o da aten o em saúde mental no Programa de Saúde da Família (PSF). O objetivo foi analisar na literatura nacional as possibilidades, limites e desafios dos profissionais do PSF no enfrentamento das quest es concernentes à prática. Revis o de literatura realizada em agosto/2007, na Biblioteca Virtual em Saúde, sendo acessadas bases LILACS e SciELO. A busca foi realizada por meio dos descritores “saúde mental”, “família”, e “programa saúde da família”, recuperando apenas artigos publicados em periódicos disponíveis nessas bases entre 1997 e 2007. Identificamos 155 títulos inicialmente que, ao serem analisados possibilitou sele o de 50 artigos (30 LILACS e 20 SciELO). Esse exercício levou a organiza o do material em dois pontos de convergência: 1. Programa Saúde da Família e a Reabilita o Psicossocial: o que há de comum? 2. Do descompasso aos v os possíveis: limites, contradi es, impasses e possibilidades na aten o em saúde mental no PSF. Concluímos que embora haja tendência de expans o da produ o do conhecimento sobre a temática ainda é necessário investimento em iniciativas de supera o do modelo assistência, que de fato tenha impacto na prática assistencial.
BANCOS DE DADOS SOCIOLINGUíSTICOS DO PORTUGUêS BRASILEIRO E OS ESTUDOS DE TERCEIRA ONDA: POTENCIALIDADES E LIMITA ES  [cached]
Raquel Meister Ko. Freitag,Marco Antonio Martins,Maria Alice Tavares
Alfa : Revista de Linguística , 2012,
Abstract: Bancos de dados linguísticos de fala – especialmente aqueles elaborados para a pesquisa de orienta o sociolinguística variacionista – têm sido fonte privilegiada para a descri o do português brasileiro. Neste texto, discutimos procedimentos metodológicos que deveriam ser adotados para a organiza o de novos bancos de dados. Fazemos um breve retrospecto dos bancos de dados já constituídos e sugerimos a coleta e expans o de corpora de diferentes comunidades de fala – e de diferentes comunidades de prática. De acordo com proposta defendida por Eckert (2012), os estudos sociolinguísticos podem ser distinguidos em três ondas de análise que refletem modos distintos de abordagem à varia o linguística. Sugerimos estratégias para padronizar os procedimentos de organiza o de bancos de dados sociolinguísticos que levem em conta as três diferentes ondas da pesquisa sociolinguística, e destacamos a terceira onda, ainda incipiente no Brasil. A padroniza o dos bancos de dados sociolinguísticos facilitaria a realiza o de investiga es contrastivas de diferentes dialetos brasileiros, contribuindo, dessa forma, para o estabelecimento e refinamento de generaliza es e princípios de varia o e mudan a universais.
POTENCIALIDADES E LIMITA ES DA DISCUSS O DE CONTROVéRSIAS SOCIOCIENTíFICAS ATRAVéS DA REPRESENTA O DE PAPéIS: UM ESTUDO DE CASO  [cached]
Teresa Hilário,Pedro Rocha dos Reis
Nuances : Estudos sobre Educa??o , 2012,
Abstract: A investiga o descrita neste artigo – de índole essencialmente qualitativa e baseada num estudo de caso – pretendeu estudar as potencialidades da discuss o de controvérsias sociocientíficas, através da representa o de papéis, na apropria o de conhecimentos e no desenvolvimento de competências necessárias ao exercício de uma cidadania crítica e participativa. Vinte e cinco alunos de uma turma de Biologia de 12.o ano participaram em duas actividades de representa o de papéis centradas, respectivamente, nos temas Procria o Medicamente Assistida e Manipula o da Informa o Genética Humana. Como metodologia de recolha de dados recorreu-se à observa o das actividades, à aplica o de um inquérito aos participantes, à análise de conteúdo de documentos onde os alunos apresentaram a base da argumenta o utilizada na fundamenta o de cada um dos papéis representados e à realiza o de entrevistas semi-estruturadas a alguns dos alunos participantes. Os documentos elaborados pelos alunos, as respostas ao questionário, os registos de observa o e as transcri es das entrevistas foram submetidas a análise de conteúdo. Os resultados permitem afirmar que as actividades realizadas neste estudo contribuíram para o desenvolvimento de capacidades e para a apropria o de conhecimentos relevantes para a vida e indispensáveis à compreens o e discuss o de controvérsias sociocientíficas e ao exercício de uma cidadania responsável.
A DISCUSS O COMO ABORDAGEM EDUCATIVA: PERSPECTIVAS DOS PROFESSORES DE UMA INSTITUI O DO ENSINO SUPERIOR  [cached]
Elisabete Fernandes Linhares,Pedro Rocha dos Reis
Nuances : Estudos sobre Educa??o , 2012,
Abstract: Embora a discuss o encerre potencialidades na promo o de competências de literacia científica indispensáveis a uma cidadania responsável, verifica se que esta metodologia é pouco utilizada em contexto educativo. Assim, importa compreender os factores que condicionam a realiza o deste tipo de actividade pelos professores. O presente estudo procura identificar as concep es dos professores de uma escola superior de educa o portuguesa relativamente às vantagens e limita es da utiliza o da discuss o como abordagem educativa. Para tal, foi construído um questionário online destinado a todos os seus professores. Os resultados obtidos mostram que os professores valorizam consideravelmente as actividades de discuss o como metodologia educativa nas diversas áreas disciplinares. Contudo, os resultados revelam ainda alguns aspectos negativos associados às actividades de discuss o, nomeadamente, as dificuldades na sua avalia o e a elevada quantidade de tempo que requerem. Esta investiga o sugere diversos elementos que poder o auxiliar os professores, nomeadamente os da área de ciências, na integra o efectiva de actividades de discuss o nas suas práticas lectivas.
Democracia e economia solidária: limita??es e potencialidades
Locks, Pompilio;Gugliano, Alfredo Alejandro;
Revista Brasileira de Ciência Política , 2013, DOI: 10.1590/S0103-33522013000100002
Abstract: in this work we develop a research in order to deepen our understanding of the operation of democracy within the solidarity economy. while a segment of academic literature production associations oppose the productive capitalist enterprise and deepen democracy, the other side rejects those possibilities. denying this binary, through qualitative analysis, working with nine groups in the metropolitan area of ??porto alegre, we conclude that there is some hybridism in relation to these practices with a weak and non-deterministic trend to vertizalization and hierarchization that is caused by several factors.
PROGRAMA DE FORMA O DE PROFESSORES DO 1.o CICLO DO ENSINO BáSICO EM ENSINO EXPERIMENTAL DAS CIêNCIAS: QUAL O IMPACTO DE UM ANO DE FORMA O?  [cached]
Dulce Pinto,Pedro Rocha dos Reis
Nuances : Estudos sobre Educa??o , 2012,
Abstract: O Programa de Forma o em Ensino Experimental das Ciências pretendeu contribuir para a melhoria da educa o científica de base experimental no 1.o Ciclo do Ensino Básico em Portugal (alunos entre 6 e 10 anos) através do desenvolvimento do conhecimento científico e didáctico dos professores. A investiga o descrita neste artigo – de índole qualitativa e baseada em estudos de caso – estuda as potencialidades e limita es da estratégia de forma o proposta por esse programa. Discute-se a situa o particular de duas formandas que, tendo participado no 1.o ano do Programa, n o puderam frequentar o 2.o ano de forma o. Pretende-se, assim, estudar o impacto de apenas um ano de forma o no conhecimento profissional e nas práticas de sala de aula dessas formandas. Verificam-se, em ambos os casos, impactos positivos ao nível do conhecimento científico das professoras e do reposicionamento das suas concep es sobre a importancia do ensino experimental. Contudo, detectou-se um conhecimento didáctico limitado, especialmente no que respeita à avalia o das actividades experimentais e à sua implementa o com grupos heterogéneos. Os dados obtidos revelam a pertinência do envolvimento das professoras num segundo ano de forma o.
Sobre a Forma o Profissional dos Professores de Educa o Física e as Teorias do Saber Docente On the professional education of physical education teachers and the teacher knowledge theories Sobre la formación profesional de los profesores de educación física y las teorías del saber docente  [cached]
Wanderson Ferreira Alves
Pensar a Prática , 2006, DOI: 19806183/rpp.v9i2.177
Abstract: O objetivo do presente texto é discutir as teorias que enfocam os saberes e o trabalho dos professores na educa o brasileira, particularmente no campo pedagógico da Educa o Física. A idéia central é analisar o que essas teorias trazem sobre os saberes dos professores, buscando compreender suas possíveis contribui es e limita es. A partir da discuss o com a literatura, o texto aborda as tradi es teóricas presentes no campo de estudos sobre os saberes docentes e analisa o modo como a forma o do professor de Educa o Física é concebida no contexto de diferentes momentos do pensamento pedagógico brasileiro. Ao finalizar, o texto aponta as potencialidades e os riscos das investiga es que se debru am sobre os saberes docentes. PALAVRAS-CHAVE: educa o física – forma o de professores – saber docente The aim of this text is to discuss the theories that focus on teacher knowledge and teacher work in Brazilian education, especially in the pedagogical field of Physical Education. The main idea is to analyze what these theories bring to the issue of teacher knowledge in an attempt to understand their possible contributions and limitations. Starting from a discussion on the available literature, this text approaches the theoretical traditions which are present in the field of studies about teacher knowledge and analyzes the way by which teacher education for physical education teachers is conceived in the context of different moments in Brazilian pedagogical thinking. As a conclusion, this text points out the potentialities and the risks of the investigations on teacher knowledge. KEYWORDS: physical education – teacher education – teacher knowledge El objetivo del presente texto es discutir las teorías que enfocan los saberes y el trabajo de los profesores en la educación brasile a, particularmente en el campo pedagógico de la Educación Física. La idea central es analizar lo que esas teorías traen sobre los saberes de los profesores, buscando comprender sus posibles contribuciones y limitaciones. A partir de la discusión con la literatura, el texto aborda las tradiciones teóricas presentes em el campo de estudios sobre los saberes docentes y analiza el modo como la formación del profesor de Educación Física es concebida enel contexto de diferentes momentos del pensamiento pedagógico brasile o. Al finalizar, el texto se ala las potencialidades y los riesgos de las investigaciones que se inclinan sobre los saberes docentes. PALABRAS-CLAVE: educación física – formación de profesores – saber docente
Certifica o docente e forma o do educador: regula o e desprofissionaliza o
Freitas Helena Costa Lopes de
Educa??o & Sociedade , 2003,
Abstract: Este texto analisa as iniciativas do atual Governo Lula no campo da forma o de professores. Para esta análise foi considerado o Programa Toda Crian a Aprendendo, orientador da política de forma o continuada e da certifica o de professores, que oferece as diretrizes para a cria o das matrizes de competência e da Rede Nacional de Centros de Pesquisa e Desenvolvimento da Educa o. Tais matrizes dever o constituir-se em referência n o apenas para os processos de certifica o dos professores, mas sobretudo para a acredita o e autoriza o das institui es formadoras. A atual política, ao dar seqüência às políticas anteriores marcadas pela subordina o do país às agências internacionais de financiamento, indica, portanto, uma continuidade do processo de desprofissionaliza o do magistério e o aprofundamento do processo de controle e regula o do trabalho docente, principalmente por meio dos exames de certifica o e da amplia o do caráter tutorial da forma o, com a cria o da Rede e, nela, a prioriza o de produ o de programas de educa o a distancia e material didático para a forma o continuada de professores da educa o básica.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.