oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
UMA BREVE REFLEX O ACERCA DOS ATOS DE FALA: AUSTIN & SEARLE
Fabiana Claudia Viana Costa
Nucleus , 2005,
Abstract: This work will present one brief reflection concerning the teory of the Acts of Speaks, presentedand argued for Austin and Searle, from the exemples of performativos grfts is some letters of brazilian popularmusics. Despite the theory of the Acts of it speaks to be argued in the diverse theoretical fieds of the Linguistics andof other sciences, in this work, we considered a quarrel for the way of the pragmatic studies.Esse trabalho apresentará uma breve reflex o sobre a teoria dos Atos de Fala, apresentada e discutidapor Austin e Searle, a partir de exemplos de performativos presentes em algumas letras de músicas popularesbrasileiras. Apesar de a teoria dos Atos de Fala ser discutida nos diversos campos teóricos da Lingüística e de outrasciências, neste trabalho, propusermos uma discuss o pela via dos estudos pragamáticos.
Professor da educa o inclusiva: reflex es a partir de uma abordagem curricular compreensiva  [cached]
Soraia Napole?o Freitas,Silvia Maria de Oliveira Pav?o
Revista Educa??o Especial , 2012, DOI: 10.5902/1984686x5223
Abstract: http://dx.doi.org/10.5902/1984686X5223 A política educacional brasileira de inclus o pode ainda ser considerada recente. Denota-se nesse processo a atua o dos agentes educacionais que podem efetivar essa proposta da inclus o dos alunos com necessidades educacionais especiais, a partir da legisla o vigente. Esse estudo do tipo bibliográfico focal tem como objetivo descrever as transforma es socioculturais e educacionais frente aos avan os da ciência, buscando uma interpreta o das modifica es e necessidade de mudan a na forma o do professor, valorizando o desenvolvimento de a es na perspectiva da educa o inclusiva. Constatou-se que quatro fatores vinculados ao processo de forma o e atua o dos professores s o preponderantes para uma análise que permita a atua o do professor tendo em vista a efetiva inclus o. S o eles: transforma es socioculturais e educacionais, currículo, aspectos subjetivos da pessoa do professor e o processo de ensino. Conclui-se que a atua o do professor na contemporaneidade, para além de sua forma o inicial requer compreens o. Compreens o para uma atua o inovadora e capaz de alcan ar os objetivos da inclus o escolar. Palavras-chave: Inclus o; Educa o especial; Professor.
Uma reflex?o acerca do núcleo fundamental da teoria contábil
Gergull, Alberto Weimann;
Caderno de Estudos , 1997, DOI: 10.1590/S1413-92511997000100002
Abstract: este ensaio tem como objetivo uma revis?o da estrutura conceitual básica da contabilidade, assim compreendidos os objetivos e postulados, enquanto satisfatório embasamento teórico para garantir o caráter cientifico da disciplina contábil, adequado guia para o desenvolvimento de novos conhecimentos, um fomento da pesquisa e um referencial para a pratica profissional, á luz da teoria do conhecimento. o seu desenvolvimento cientifico e responsável pelo seu desenvolvimento; ? a teoria é o marco fundamental do conhecimento cientifico e responsável pelo seu desenvolvimento; ? este marco teórico fundamental n?o deveria conter orienta??o de caráter utilitário, a priori, de forma a n?o influir os desdobramentos de novas possíveis revela??es; ? a contabilidade é um campo de conhecimento desenvolvido a partir de um enfoque utilitário e, portanto, é suposta a possível limita??o de alcance de suas bases teóricas, desenvolvidas como justificativa para as práticas geralmente aceitas; ? o desenvolvimento teórico contábil, assentado em um enfoque utilitário, poderia estar orientado para o passado, n?o contemplando as bases para o enfrentamento dos novos desafios constituídos nos intensos movimentos de transforma??o ambiental; ? a ampla insatisfa??o dos usuários e contadores com a prática contábil e prolifera??o de criticas quanto a estrutura de suas bases teóricas poderia ensejar o esgotamento do paradigma em que se assenta sua base conceitual; ? a busca do conhecimento deve ser orientada sob um enfoque holístico com pressuposto básico para a capta??o das complexidades ambientais; ? a busca do desenvolvimento cientifico baseado na articula??o de interesses interdisciplinares poderia atender, ao menos em parte, o requisito de uma vis?o holística ambiental; ? a articula??o da teoria contábil com a teoria geral dos sistemas poderia constituir-se em um novo paradigma para o desenvolvimento do conhecimento contábil e a reafirma??o da contabilidade como ciência; ? o núcleo fundamental da
LINGUAGEM E LíNGUA: UMA REFLEX O ACERCA DA DIALéTICA ENSINO-APRENDIZAGEM
Sérgio Gomes de Miranda
Griot : Revista de Filosofia , 2010,
Abstract: O conceito de linguagem é parte indispensável no complexo trabalho com a língua. Aqui, tem-se como referencial teórico a Teoria Histórico-Cultural para estrutura o dialética ensino-aprendizagem, por considerar a rela o existente entre a história, a sociedade e a cultura na constitui o dos conteúdos e dos sujeitos no seu contato com esses conteúdos, inseridos nesse contexto sócio-histórico-cultural. Ent o, tem-se a concep o sociointeracionista da linguagem, como processo de intera o e media o na rela o semiótica entre o mundo e o homem, e da língua, um construto histórico-cultural como uma interface da sociedade que dela faz uso e que com ela se desenvolve, para o trabalho com o processo Ensino-Aprendizagem da língua portuguesa. Portanto, trabalha-se, aqui, com a língua em sua dinamica discursiva nos vários contextos sociais em contraposi o ao trabalho prescritivo/normativo, tendo como ponto de partida e de chegada a produ o da leitura e a produ o textual nos seus diversos tipos e gêneros.
Cogni o, emo o e reflex o na sala de aula: por uma abordagem sistêmica do ensino/aprendizagem de inglês  [cached]
Rodrigo Arag?o
Revista Brasileira de Linguística Aplicada , 2005,
Abstract: Este artigo prop e articular a Biologia do Conhecer de Humberto Maturana (1998) à pesquisa narrativa de Jean Clandinin e Michael Connelly (2000), de modo a propor uma abordagem sistêmica para a pesquisa sobre o ensino e a aprendizagem de inglês e superar a dicotomia teoria-prática que domina comumente a reflex o no campo. Para tanto, apresento o estudo de uma narrativa em contexto de sala de aula de inglês que irá lan ar luzes sobre a natureza histórica das rela es operacionais entre emo o e cogni o. Defendo que as emo es e a história de vida da participante da pesquisa especificam suas a es na sala de aula. Argumento que a constru o de narrativas propicia a emergência de uma atitude reflexiva que possibilita transforma es nas emo es e a es na conduta de sala de aula. Com isso, pretendo contribuir para a expans o de nossos horizontes reflexivos sobre a inter-rela o entre linguagem, cogni o e emo o, fundamental para nossa compreens o da sala de aula. This paper aims at articulating the epistemological framework of Biology of Cognition (MATURANA, 1998) and Narrative Inquiry (CLANDININ & CONNELLY, 2000) in order to propose a systemic approach for the teaching and learning of English as a Foreign Language and to overcome the theory-practice dichotomy that usually dominates the field. For this reason, I present a study of a narrative in the context of an English language classroom that will shed light on the historical nature of the operational interfaces between emotion and cognition. I claim that the research participant's emotions and life history determine her classroom actions. I argue that the construction of narratives foster the emergence of a reflective attitude that can bring forth transformations in emotions and actions in the classroom. Wtih this I have the objective to contribute to the expansion of our reflective horizons about the inter-relationship of language, cognition and emotion, which are fundamental to our understanding of the classroom.
Reflex es sobre a ideia de justi a e humanismo: uma abordagem no campo da fenomenologia de Emmanuel Lévinas
Moacyr Motta da Silva
Sequência : Estudos Juridicos e Politicos , 2010,
Abstract: Resumo: O presente estudo procura apresentar uma reflex o sobre as concep es de justi a e de humanismo para desenvolvê-las comodisciplinas nos cursos de gradua o em Direito. O autor seleciona como fundamento teórico para o trabalho o pensamento de EmmanuelLévinas. Entre os objetivos da escolha temática destacam-se: a necessidade de o operador do Direito (advogado, promotor de Justi a, juiz, professor de Direito) notadamente pesquisar, refletir acerca das institui es da justi a e do humanismo. O estudo prop e uma revis o no currículo dos cursos de gradua o em Direito com a introdu o de disciplinas: Antropologia, Sociologia (Filosofia: ética, estética moral e artes).Abstract:The present study shows some reflections about Justice and Humanismconception to be developed as an education process on the Law under-graduation courses. The author selects as theoretical fundament tothe work, the phenomenological thinking by Emmanuel Lévinas. Among the thematic choice of the objects, it is highlighted the need of the law operator (lawyer, state attorney, judge, mastership,chief of police, and other positions of the same duty) to researching, reflecting and applying the Justice institution, with Humanism fundaments. The study proposes a curriculum review on theLaw under-graduation courses of subjects about Humanism, Anthropology, Sociology (Philosophy: ethics, aesthetics, moral and arts.).
Dos discursos no la o social: a constru o de uma moradia possível na psicose  [cached]
Ana Paula Carvalho da Costa,Maria Cristina Poli
Psicologia em Revista , 2010,
Abstract: Neste artigo, abordamos o tema da inser o nos servi os residenciais terapêuticos dos pacientes egressos de longas interna es psiquiátricas. Essa quest o se faz relevante no sentido de pensar as condi es necessárias para a constru o de uma moradia possível na psicose. Para tanto, fazemos uma reflex o acerca do que seria o morar; como se dariam as rela es entre o morar e a linguagem; quais as demandas presentes no la o social; e quais as especificidades da inclus o da loucura nas rela es sociais. O tema é trabalhado com base no referencial psicanalítico, sendo apresentados casos clínicos atendidos em acompanhamento terapêutico nos quais a quest o da moradia apresentou-se como uma dificuldade. Abordamos, assim, os desafios colocados por tal proposta, enfatizando as possibilidades de interven o a serem realizadas n o só com os pacientes como também com a institui o
Princípios e Regras: Uma abordagem evolutiva
Antonio Henrique Lindemberg Baltazar
Lex Humana , 2009,
Abstract: Este trabalho pretende realizar uma reflex o sobre o atual modelo constitucional principiológico. Para tanto, adotamos como metodologia a abordagem histórico-evolutiva do Estado Jusnaturalista ao moderno Estado Pós-Positivista. A evolu o jurídica, desde o jusnaturalismo até o pós-positivismo nos mostra a tentativa de se lan ar m o de um Estado principiológico, cujos valores s o al ados como fundamento do edifício jurídico.
OS DIREITOS HUMANOS DO IDOSO E AS NUANCES PROTETIVAS NO ORDENAMENTO JURíDICO BRASILEIRO: UMA ABORDAGEM ACERCA DA (DES)NECESSIDADE DO ESTATUTO DO IDOSO
Telma Aparecida Rostelato
Lex Humana , 2011,
Abstract: Resumo: O presente artigo ocupa-se em estudar as disposi es constitucionais que salvaguardam os direitos dos idosos no Brasil, cuja origem se deu em decorrência da preocupa o em ambito internacional, posto que elevado à categoria dos Direitos Humanos, o respeito a esta categoria de pessoas. Assim, uma vez constante em legisla o específica, qual seja: o Estatuto do Idoso, o Estado brasileiro conta com um grandioso e expressivo painel protetivo dos idosos, que é o próprio texto constitucional, ora por gizar o dever estatal, num capítulo próprio, ora porque através dos princípios constitucionais da dignidade humana e do bem estar (princípio constitucional implícito), pode-se erigir o tratamento de cláusula pétrea ao ato de bem cuidar destas pessoas, significando que nada pode condicionar, restringir ou imiscuir o aludido direito daqueles, sob pena de afrontar o direito à existência digna dos mesmos, competindo a todos (família, sociedade e Estado) envidar esfor os para evitar que tal infortúnio se implemente, intensificando-se dia a dia este amparo. Abstract: This article is concerned with studying the constitutional provisions that protect the rights of the elderly in Brazil, whose origin is given as a result of international concern, since the status of a human rights, respect to this category of people. So, once constant specific legislation, namely, the Elderly Statute, the Brazilian state has a grand and impressive protective panel of the elderly, which is the constitutional text itself, sometimes by the duty chalk state, a separate chapter, now because through the constitutional principles of human dignity and well-being (implicit constitutional principle), one can erect the treatment of entrenchment clause of the act and care for them, meaning that nothing can limit, restrict or interfere alluded to the rights of those under sorry to face the right to a decent of them, racing all (family, society and state) efforts to prevent such misfortune is implemented, increasing from day to day support this.
Considera es sobre a letra: a psicose em quest o  [cached]
Freire Ana Beatriz
Psicologia: Reflex?o e Crítica , 1999,
Abstract: A partir da reflex o sobre a estrutura do sujeito e os mecanismos de nega o deste à realidade, analisaremos o lugar que ocupa a psicose como estrutura em rela o à neurose. Com esse objetivo, o texto tratará da diferen a na obra de Jacques Lacan entre o significante e a letra. Para isso, comparar-se-á a defini o de linguagem tal como definida pela linguística e o uso que Lacan faz desta. Por último, abordar-se-á uma reflex o sobre o nome próprio e o lugar que a loucura ocupa frente a letra e o nome próprio.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.