oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
A DETERMINA O SOCIAL DA MALáRIA: UM ESTUDO DE CASO NA EPIDEMIOLOGIA HOSPITALAR  [cached]
Isabel Talina Fernando Ferreira Catraio,Liliana Müller Larocca, Suzana Dal Ri Moreira,Adeli Regina P. de Medeiros,Neiva M. M. Higaki
Revista Uniandrade , 2011,
Abstract: A malária configura-se em um grave problema de Saúde Pública que afeta, sobretudo popula es menos favorecidas socialmente. O presente estudo teve como objetivos: reconhecer a realidade objetiva da malária por meio da investiga o dos casos notificados no Servi o de Epidemiologia Hospitalar de um hospital escola do município de Curitiba. Trata-se de uma pesquisa descritiva-documental. Para sua realiza o foram utilizados os dados contidosno Sistema Nacional de Agravos de Notifica o Obrigatória (SINAN), as fichas de Investiga o Epidemiológica e prontuários dos indivíduos acometidos por malária e notificados no período de 1° janeiro de 2003 e 30 de novembro de 2010 no cenário estudado. A coleta de dados foi realizada no mês de novembro de 2010, e sua análise baseada em estudos realizados por Egry (1996) e Breilh (1989). Os objetivos do estudo foram alcan ados e acredita-se que a inclus o de informa es qualitativas às investiga es epidemiológicas contribui significativamente nas a es de promo o da saúde, preven o e controle da malária. A partir disso, a epidemiologia crítica é capaz de melhorar seu processo de análise ao considerar que os determinantes de saúde podem ser influenciados pelos processos da saúde na dimens o estrutural, particular e singular de determina o do processo saúde-doen a vivenciado pelas popula es.
A busca de informa o na web: dos problemas do leitor às práticas de ensino
Iúta Lerche Vieira
Linguagem em (Dis)curso , 2009,
Abstract: O ensaio discute a busca de informa o, tipo preferencial de leiturana Web, a partir de dados de uma pesquisa mais ampla (VIEIRA, 007a), aqui analisados sob o angulo do leitor e da aplica o escolar. A discuss o situa-se no contexto da explos o informativa provocada pela Internet e dos desafios da escola, onde a pesquisa de informa es sempre foi um problema mal resolvido. A busca de informa o é vista de acordo com uma tipologia de dificuldades de leitura na Web. Os dados analisados revelam uma grande divergência entre as necessidades ou práticas do leitor virtual e as propostas deensino mais frequentes, mostrando que, embora a pesquisa informativa na rede constitua o maior problema dos leitores, inversamente é a atividade leitora menos focalizada e trabalhada na escola. Por fim, questiona-se o modo como se pode ensinar a buscar informa o na Internet, apontando-se algumas estratégias.
Comportamento epidemiológico da malária nos municípios que comp em a Bacia do Alto Paraguai, Mato Grosso do Sul, no período de 1990 a 1996  [cached]
Matsumoto Wilson Kioshi,Vicente Maria Glória,Silva Maria Aparecida,Castro Lia Lusitana Cardozo de
Cadernos de Saúde Pública , 1998,
Abstract: Com base em dados secundários levantados na Coordena o Regional da Funda o Nacional de Saúde/Ministério da Saúde (FNS/MS), obteve-se o número de casos de malária registrados na Bacia do Alto Paraguai (BAP), no Mato Grosso do Sul (MS): 159, 126, 135, 61, 143, 41 e 20 em, respectivamente, 1990, 1991, 1992, 1993, 1994, 1995 e 1996, sendo a grande maioria destes de casos importados. Em 1990 n o houve casos autóctones, e a partir de 1991 os índices superiores a 15% foram diminuindo até ficar próximo de 1,60%. Os casos introduzidos, que 1990 correspondiam a 0,63%, aumentaram em 1991 e 1992, mantendo-se em torno de 1,50%, atingindo em 1993 percentuais de 3,28%. Foram registrados casos induzidos somente em 1991 e 1992 (menos de 1%). A faixa etária mais atingida foi a compreendida entre 16 e 45 anos. Houve um predomínio do Plasmodium vivax no total de laminas examinadas. Embora os casos autóctones de malária n o sejam maioria, a doen a constitui importante problema de Saúde Pública na BAP em raz o da presen a do vetor Anopheles (N.) darlingi e das correntes migratórias para a regi o.
O problema do mal: a interpreta o de S o Boaventura = The problem of evil: the interpretation of Saint Bonaventure  [PDF]
Vasconcellos, Manoel
Veritas , 2012,
Abstract: Tomando, especialmente, o Breviloquium como guia, podemos entender o modo como S o Boaventura analisa o problema do mal e sua rela o com o pecado. O homem foi criado bom, para viver num mundo bom. Com o pecado, rompeu com o projeto divino, instaurando o mal no mundo. Deus, o princípio primeiro e perfeitíssimo, contudo, n o deixa de levar à perfei o sua obra, raz o pela qual vem ao encontro do homem para vencer o pecado e o mal. Numa reflex o em que Filosofia e Teologia se entrecruzam, Boaventura, ao discorrer sobre a origem, transmiss o e supera o do mal, deixa transparecer o papel singular e afirmativo do homem, pois, apesar do pecado, n o perdeu sua atra o natural às virtudes, sendo capaz de agir bem. On taking Breviloquium as a guide, we can understand how St. Bonaventure analyses the issue of evil and its relation to sin. Man was created to be good and to live in a good world. By sinning, he interferes with the divine plan, establishing evil in the world. God, the first and most perfect principle, however, is perfect; then, He comes to man’s help so that he can overcome sin and evil. Upon reflecting on Philosophy and Theology, Bonaventure discusses the issue of evil origin, transmission and breakthrough, pointing to man’s unique and affirmative role, as he has not lost his natural attraction to virtue; he is still able to do right.
Contribui??o ao estudo do mal de cadeiras na Ilha de Marajó
Jansen, Geth;
Memórias do Instituto Oswaldo Cruz , 1941, DOI: 10.1590/S0074-02761941000300010
Abstract: como resultado de inspe??es feitas à ilha de marajó o autor assinala: 1o) o mal de cadeiras continua existindo na ilha de marajó sob a forma enzoótica, ao contrário do que pensavam os criadores, julgando-o extinto. as doen?as designadas por estes como "barriga inchada" e "mormo seco", responsaveis pela grande mortalidade dos equinos, foram identificadas pelo autor como tal de cadeiras. 2o) o autor considera indispensável para a pesquisa do trypanosoma o processo de inocula??o em animais de laboratório, tendo utilizado para esse fim camondongos e ratos brancos. 3o) os surtos epizoóticos anuais coincidem com a época das chuvas, ocasi?o em que surgem os insetos hematófagos, o que faz pensar no papel desses últimos como transmissores. 4o) os cavalos podem atravessar o ano com trypanosomas no sangue e em estado de saude aparente, constituindo assim depositários do mal de cadeiras. 5o) o extermínio da capivara, em consequência do seu aproveitamento econ?mico n?o modificou o carater endêmico da doen?a na ilha de marajó. 6o) o autor observou que os trypanosomas no tubo digestivo de stomoxys e tabanideos, ao cabo de 8 horas, apresentavam com movimentos diminuidos e em formas arrendondadas, n?o conseguindo inocula??es positivas com esse material. 7o) a saliva de um morcego do gênero desmodus, que se infectou no laboratório, alimentando-se em animal doente, colhida de modo a evitar les?es da mucosa e consequente contamina??o pelos trypanosomas do sangue circulante, mostrou-se incapaz de infectar, por inocula??o, animais sensiveis. este mesmo morcego n?o transmitiu a doen?a a um c?o, o qual sugou durante 80 dias. recentemente (1941) empregando um exemplar do gênero desmodus, também infectado experimentalmente por alimenta??o em animal de laboratório, conseguimos transmitir o trypanosoma equinum a uma cobaia normal. este assunto será ventilado posteriormente.
As percep es de doen a mental na ótica de familiares de pessoas psicóticas
Tarciana Raquel Moraski,Leila Mariza Hildebrandt
Revista Eletr?nica de Enfermagem , 2005,
Abstract: Este estudo teve como objetivo conhecer as percep es dos familiares de pessoas portadoras de psicose, sobre doen a mental. Para o alcance destes objetivos, lan amos m o da investiga o de abordagem qualitativa, descritiva, exploratória, do tipo estudo de caso. Os sujeitos do estudo foram seis familiares de pessoas acometidas por transtornos mentais psicóticos, assistidas na Unidade Hospitalar ou residindo na Moradia Terapêutica do Instituto Cyro Martins de Porto Alegre/RS. Para a coleta de dados, realizamos contato com os familiares via telef nica ou pessoalmente, no horário de visita o aos internados. Na medida em que os mesmos aceitaram fazer parte da pesquisa, marcou-se horário e local para realiza o da entrevista. Para a obten o dos dados, utilizamos a entrevista semi-estruturada, cujos depoimentos foram gravados e transcritos na íntegra. Também foi utilizado o diário de campo para o registro de informa es n o captáveis pelo gravador, bem como percep es do entrevistador durante a realiza o da entrevista. Para a análise dos dados, utilizamos a proposta metodológica de MINAYO (2001), constituída por ordena o e classifica o dos dados e análise final. O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de ética na Universidade Regional do Noroeste do estado do Rio Grande do Sul. Mediante a leitura do material coletado no campo empírico da pesquisa, as informa es foram agrupadas em uma categoria de análise abordando as percep es de doen a mental, considerando a similaridade e diversidade das informa es obtidas. Os depoentes se posicionaram caracterizando a doen a mental como uma patologia opressora, capaz de causar impotência, como um transtorno da cabe a; uma patologia que abala as estruturas familiares, um mal endógeno; um mal dos nervos; um problema de caráter social; como sin nimo de incapacidade e como uma doen a que provoca desrealiza o e despersonaliza o. A partir desta investiga o, percebemos a importancia de assistir os familiares que acompanham o doente mental psicótico, durante o seu tratamento.
Gravidez na adolescência: Dimens es do problema  [cached]
Oliveira Maria Waldenez de
Cadernos CEDES , 1998,
Abstract: Uma intrincada rede de fatores confere à gravidez na adolescência um grau elevado de risco para a m e e para a crian a, especialmente as de classes populares. As conseqüências perversas de uma gravidez na adolescência se fazem sentir tanto na morbidade/mortalidade de m e e bebê quanto nos impactos econ mico, educacional-escolar e social. Agir educacionalmente é um forma de enfrentar esse problema. No entanto, ac es educacionais que enfatizam a abordagem apenas biológica do planejamento familiar n o tem sido eficazes se considerarmos as estatísticas referentes à saúde reprodutiva das adolescentes. Para que a educa o possa efetivamente contribuir para a redu o desse tipo de gravidez, todas dimens es devem ser consideradas, com especial destaque para a dimens o sociocultural na qual encontramos fortes determinantes da gravidez indesejada. Abordar educacionalmente essa dimens o significa abrir espa o dentro e fora das escolas para o debate sobre a identidade feminina num processo que abranja a totalidade do ser humano.
Uso do sensoriamento remoto para estudar a influência de altera es ambientais na distribui o da malária na Amaz nia brasileira  [cached]
Vasconcelos Cíntia Honório,Novo Evlyn Márcia Le?o de Moraes,Donalisio Maria Rita
Cadernos de Saúde Pública , 2006,
Abstract: A constru o da hidroelétrica de Tucuruí, no sudeste do Estado do Pará, Brasil, em 1981, imp s grandes mudan as ambientais, desmatamentos e migra o para a regi o. O objetivo deste trabalho é verificar a influência destas mudan as na ocorrência da malária no Município de Jacundá, Pará, Brasil, utilizando-se técnicas de sensoriamento remoto e sistemas de informa es geográficas. Os parametros utilizados para a constru o dos mapas foram: distancia das estradas, classe agrossilvopastoril, distancia de cole es hídricas (rios, igarapés e do reservatório) e da área urbana do município. Neste estudo, verificou-se o caráter epidêmico da malária a partir da constru o da barragem de Tucuruí. Sugere-se que o padr o sazonal da incidência está relacionado com o período de maior estabilidade das margens do reservatório e ocorrência de áreas alagadas, além de maior exposi o de trabalhadores na época de colheita na regi o. Foi observado que a distribui o dos casos está relacionada com as formas de uso e ocupa o da terra, principalmente em áreas de maior influência das estradas, locais onde se concentra grande parte da popula o.
O problema do conhecimento verdadeiro na epidemiologia  [cached]
Ayres José Ricardo de Carvalho Mesquita
Revista de Saúde Pública , 1992,
Abstract: S o examinadas as bases filosóficas da valida o do conhecimento científico, com o intuito de estabelecer uma vis o crítica a respeito da ado o das proposi es de Popper na epidemiologia. Ressalta-se o caráter conservador que resulta das limita es técnicas implicadas na sua ado o, n o obstante o evidente aumento da racionalidade e da criatividade heurística que propicia.
Malária adquirida durante atividade entomológica na Serra do Mar, regi o Sudeste do Brasil  [cached]
Carréri-Bruno Glória Cristina,Ciaravolo Ricardo Mário de Carvalho,Pereira Mariza
Revista de Saúde Pública , 1995,
Abstract: No início de 1993 foi detectado um foco de malária no Parque Estadual da Serra do Mar, área de Mata Altantica no Estado de S o Paulo (Brasil). Quando da realiza o da pesquisa entomológica ocorreu a infec o malárica por Plasmodium vivax em três capturadores da equipe de campo. A transmiss o ocorreu em área que vem apresentando baixos níveis de incidência de malária, e os capturadores tiveram um período de exposi o extremamente reduzido, sendo de apenas três horas em um dos casos.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.