oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Estudo sobre os Pareceres de Auditoria: Análise dos Parágrafos de ênfase e Ressalvas Constantes nas Demonstra es Contábeis das Companhias Listadas na Bovespa
Luzivalda Guedes Damascena,José Emerson Firmino,Edilson Paulo
Contabilidade Vista & Revista , 2011,
Abstract: O auditor emite parecer com ressalva e/ou parágrafos de ênfase quando, em sua opini o, encontram motivos que afetam as demonstra es contábeis e/ou quando ocorre incerteza em rela o a algum fato relevante sobre a realidade econ mica e financeira da entidade. Diante do exposto tem-se o seguinte problema de pesquisa: Quais s o os fatores mais frequentes que ocasionam a emiss o de pareceres de auditoria com ressalvas e/ou parágrafos de ênfase? O objetivo deste estudo é identificar quais os fatores mais frequentes que motivam a emiss o de pareceres de auditoria com ressalvas e/ou parágrafos de ênfase nas companhias abertas brasileiras. A técnica metodológica adotada é do tipo análise de conteúdo, por meio de uma pesquisa descritiva, bibliográfica e com abordagem predominantemente qualitativa. A popula o compreende os pareceres das empresas listadas na Bolsa de Valores de S o Paulo referentes aos exercícios sociais de 2006 a 2008, sendo que da amostra de 1.466 demonstra es contábeis, 647 apresentam pareceres com ressalva e/ou parágrafos de ênfase. Os resultados evidenciam que os motivos que mais provocaram ressalvas versam sobre limita o de escopo e impossibilidade da forma o de opini o, ao passo que os parágrafos de ênfases s o a existência de prejuízos contínuos, passivo a descoberto e deficiência de capital de giro. Portanto, essas evidências sugerem a necessidade de maior especifica o nos pareceres dos auditores, a fim de garantir que n o houve problemas na determina o do escopo de trabalho da auditoria, no planejamento do auditor ou na obten o de evidências sobre o reconhecimento, mensura o e evidencia o contábil adotado.
INDEPENDENT AUDIT: A STUDY OF AUDITORS CERTIFICATES ISSUED ON FINANCIAL STATEMENTS OF BRAZILIAN COMPANIES LISTED IN BOVESPA AND NYSE AUDITORIA INDEPENDENTE: UM ESTUDO DOS PARECERES EMITIDOS SOBRE DEMONSTRA ES CONTáBEIS DE EMPRESAS BRASILEIRAS LISTADAS NA BOVESPA E NA NYSE  [cached]
Anderson Clivatti Santos,Marcos Antonio Souza,Debora Gomes Machado,Rogerio Piva da Silva
Revista Universo Contábil , 2009,
Abstract: This study investigates the content of audit certification issued on financial statements of Brazilian companies listed in the BOVESPA and NYSE. The goal of this analysis is to identify the main differences and similarities in the certification content issued on the financial statements of the same companies, and referring to the same period, elaborated according to the respective Brazilian and North American accounting principles, and presented to the corresponding stock exchange. This is a descriptive and comparative research, having a documentary nature. The data were collected by application of content analysis technique. Besides the qualitative analysis, the data was also submitted to a statistical treatment, whose regression was done by the ordinary least squares method. The financial statements of the 26 searched companies referring to the period from 2004 to 2006, resulting in the analysis of 156 certificates and 709 paragraphs. The most significant results are: a) existence of only one opinion with exception; b) American audit certificates emphasizes more the effectiveness of the companies internal controls; c) although not compulsory at that time, all the Brazilian companies had published in Brazil the DFC and the DVA; d) American audit publish the opinion issued by another company on the financial statements of the previous year; e) the American auditors emphasize more the divergences between American and Brazilian accounting practices; f) there is no significant difference in the amount of paragraphs. Finally, there is a high homogeneity level of opinions evidenced in Brazilian and American opinions. Este estudo investiga o conteúdo dos pareceres de auditoria emitidos sobre as demonstra es contábeis de empresas brasileiras listadas na BOVESPA e na NYSE. Com essa análise procura-se identificar as principais diferen as e semelhan as no conteúdo dos pareceres emitidos sobre as demonstra es contábeis das mesmas empresas, e referentes ao mesmo período, elaboradas de acordo com os respectivos procedimentos contábeis brasileiros e norte-americanos, e apresentadas às correspondentes bolsas de valores. Trata-se de uma pesquisa descritiva e comparativa, de natureza documental, cujos dados foram coletados mediante aplica o da técnica de análise de conteúdo. Além da análise qualitativa os dados foram também submetidos a um tratamento estatístico, cuja regress o deu-se pelo uso do método ordinary least squares. As demonstra es contábeis das 26 empresas pesquisadas referem-se ao período de 2004 a 2006, redundando na análise de 156 pareceres e 709 pará
Os Mecanismos de Auditoria Evidenciados pelas Empresas Listadas nos Níveis Diferenciados de Governan a Corporativa e no Novo Mercado da Bovespa
Márcia Martins Mendes De Luca,Luana Carlos Martins,Anna Beatriz Grangeiro Ribeiro Maia,Antonio Carlos Dias Coelho
Contabilidade Vista & Revista , 2010,
Abstract: A governan a corporativa é, em geral, vista como atividade de alta gest o. Conquanto issoseja verdadeiro, em certa medida a governan a corporativa só é eficaz se também produzirresultados positivos em todos os níveis da organiza o, incluindo-se as quest es decomportamento e conduta ética nos ambitos interno e externo. Dá-se aí a vincula o dagovernan a corporativa com a área de auditoria. Nesse contexto, e considerando-se que agovernan a corporativa adota como um de seus princípios a comunica o e a transparênciada gest o da empresa junto aos stakeholders, o estudo tem como objetivo geral identificaros mecanismos de auditoria que s o divulgados pelas empresas listadas nos NíveisDiferenciados de Governan a Corporativa 1 e 2 e no Novo Mercado da Bolsa de Valores deS o Paulo (Bovespa). Para os fins deste estudo, considera-se mecanismos de auditoria oconjunto dos seguintes agentes no contexto da governan a corporativa: o comitê de auditoria,a auditoria interna e a auditoria externa. Trata-se de investiga o exploratória, de naturezaqualitativa, apoiada nas técnicas de pesquisa bibliográfica e documental. Os resultados dapesquisa indicam que a evidencia o dos mecanismos de auditoria no contexto da governan acorporativa ainda é incipiente nas empresas que, teoricamente, adotam as melhorespráticas de governan a corporativa, pois fazem parte dos chamados Níveis Diferenciadosde Governan a Corporativa e Novo Mercado da Bovespa.
Verifica o da viabilidade da auditoria presencial em operadoras de planos  [cached]
Daniel Pereira Parreiras de Bragan?a,Dagmar de Paula Queluz,Mário Marques Fernandes,Silas Henrique Rabelo de Lima
Odonto , 2011,
Abstract: Objetivo: verificar a viabilidade da realiza o de auditoria clínica presencial em todos os tratamentos odontológicos enfocando aspectos relacionados ao controle de custos, bem como destacar aspectos éticos e legais inerentes ao tema. Metodologia: a pesquisa foi realizada coletando-se dados em 2.283 relatórios de auditorias arquivados em uma cooperativa de trabalho odontológico sediada no Município de Macaé-RJ, registradas nos meses de janeiro a dezembro entre 2002 a 2008. Os dados foram compilados e analisados por estatística descritiva. Resultados: verificou-se que 14% da amostra continham pelo menos um procedimento glosado, e 86% da amostra estava em total conformidade. Observou-se que o valor dos procedimentos que foram glosados na amostra n o representa nem 40% do valor gasto para o pagamento dos auditores. Conclus o: a auditoria clínica em todos os or amentos é uma forma ultrapassada e muito onerosa para os convênios odontológicos, tendo os mesmos outras formas de realizar o controle de custos, como a auditoria eletr nica e a análise de índices técnicos e financeiros dos credenciados. Nos dias de hoje, a Resolu o 20/2001 do CFO ampara o trabalho do auditor em Odontologia, trabalho antes muito questionado pelos profissionais clínicos.
Percep o de auditores e auditados sobre as práticas de auditoria interna em uma empresa do setor energético Auditor and auditee perceptions of internal auditing practices in a company in the energy sector  [cached]
Débora Lage Martins Lélis,Laura Edith Taboada Pinheiro
Revista Contabilidade & Finan?as , 2012, DOI: 10.1590/s1519-70772012000300006
Abstract: A atividade de auditoria interna tem passado por significativa expans o e valoriza o nos últimos anos. O objetivo do estudo foi avaliar a percep o de auditores internos e auditados em rela o às práticas de auditoria interna de uma empresa brasileira do setor energético. A pesquisa, um estudo de caso com a utiliza o de fontes primárias, analisou diferentes aspectos da atividade de auditoria interna, incluindo a capacita o dos auditores e características associadas a um bom trabalho de auditoria. Auditores internos e auditados apontaram a prepara o do auditor, a qualidade das recomenda es de auditoria e a orienta o para o risco como os fatores de maior influência sobre a qualidade do servi o de auditoria interna, corroborando o disposto na literatura. Também apresentaram percep o positiva sobre a contribui o da auditoria interna para a melhoria do desempenho dos processos, a melhoria da estrutura de controles internos e a melhoria da gest o de riscos da empresa, indicadores relevantes na avalia o da qualidade do servi o de auditoria interna. A pesquisa revelou uma considerável divergência perceptiva entre auditores e auditados no que tange à avalia o do comportamento dos auditados, que possuem uma percep o mais positiva sobre esse aspecto em compara o com os auditores. A percep o do uso de boas práticas de auditoria interna por auditores e auditados está, na maioria dos casos, coerente com os atributos de qualidade citados na literatura, indicando a presen a desses atributos na avalia o da qualidade do servi o de auditoria interna. Internal auditing activities have experienced a great deal of expansion and appreciation in recent years. The objective of this study was to evaluate the perceptions of internal auditors and auditees regarding the internal auditing practices of a Brazilian company in the energy sector. The study, conducted as a case study with the use of primary sources, analyzed different aspects of internal auditing activities, including auditor training and the characteristics associated with good auditing work. Internal auditors and auditees indicated the level of preparation of the auditor, the quality of the auditing recommendations, and risk orientation as the factors with the greatest influence on the quality of internal auditing services, supporting findings in the literature. The studied groups also had positive perceptions regarding the contribution of internal auditing to improvements in process performance, internal control structures, and the company's management of risk, which are relevant indicators in the evalua
AUDITORIA DA INFORMA O E DO CONHECIMENTO ORGANIZACIONAL: GêNESE DE UMA INTEGRA O  [PDF]
Gloria Ponjuán Dante
Brazilian Journal of Information Science , 2008,
Abstract: Desde a década de 80 quando a gest o da informa o como recurso teve uma maior ênfase, surgiu também à necessidade de aprofundar as medidas de controle de tal informa o. Assim nasceram as chamadas auditorias informacionais com diferentes enfoques. Uma década mais tarde, as organiza es avaliaram que o trabalho com a informa o n o era suficiente, mas que as pessoas e seus conhecimentos marcavam diferen as. Assim, come ou-se a estudar o fen meno da gest o dos processos associados ao conhecimento organizacional, gerando-se também diferentes tipos de auditoria para este recurso. Se entre a informa o e o conhecimento existem fronteiras resvalantes, também pode ocorrer o mesmo entre as auditorias em ambos os recursos. De fato quando se faz uma auditoria de informa o de alguma maneira o conhecimento está presente e vice-versa. Portanto, este percurso nos apresenta a op o de pensar na integra o de ambos os enfoques em uma metodologia integral que possa desenvolver-se em diferentes organiza es. Este artigo nos introduz a estes temas e justifica a necessidade de contar com uma metodologia integral para o desenvolvimento destas auditorias em nível organizacional.
Dimensiones Informativas y Objetivos del Informe de Auditoria  [PDF]
Emiliano Ruiz Barbadillo
Revista de Contabilidad : Spanish Accounting Review , 1998,
Abstract: El informe de auditoria es el medio a través del cual el auditor comunica los resultados de la auditoria a los usuarios de la información contable, siendo el único contacto de éstos con la auditoria por lo que puede afirmarse que dicho informe es la "cara pública" de la auditoria. Esto explica que las expectativas que los usuarios se forman de la auditoria, la percepción que tengan de la labor profesional y el valor que obtengan de una auditoria van a estar vinculados al informe de auditoria. Aun cuando desde un prisma normativo el informe de auditoria adquiere un papel importante como medio de reducir las incertidumbres acerca de la calidad de la información contable revelada por las empresas, determinados estudios han concluido con la relativa baja lectura del informe de auditoria, bien porque los lectores no comprenden el significado del mismo, bien porque carece de contenido informativo. El objetivo de nuestro estudio es analizar cuáles son los aspectos sobre los que informa el auditor y cómo lo hace, al objeto de contrastar, haciendo uso de un conjunto importante de estudios empíricos, si la existencia de un mensaje altamente codificado resta valor de uso al informe. The audit report is the sole method by which the results of an audit are conveyed to the users of financial statements. As such the report is the public face of the audit and influences the users' assessment of the function and value of auditing. Whilst the overt purpose of the audit report is to reduce uncertainty concerning the quality of the information contained in the financial statements, many researchers have concluded that readers misinterpret the audit report message. 1n this study the work of the auditors is analysed, as is the highly coded message which is conveyed via the audit report and the possible misinterpretations thereof.
Comitê de auditoria ou órg os equivalentes no contexto da Lei Sarbanes-Oxley: estudo da percep o dos gestores de empresas brasileiras emitentes de American Depositary Receipts – ADRs
Ivam Ricardo Peleias,Jo?o Bosco Segreti,Catarina de Araújo Costa
Contabilidade Vista & Revista , 2009,
Abstract: Escandalos financeiros com empresas americanas colocaram em xeque as práticas de governan acorporativa vigentes à época de sua ocorrência. Em resposta a essa situa o, as autoridadesdos Estados Unidos aprovaram em 2002 a Lei Sarbanes-Oxley - SOX, seguida daobrigatoriedade de várias práticas, entre as quais a implanta o dos Comitês de Auditoria,com repercuss o para as empresas n o americanas com interesses no mercado americano. Nessecontexto, este trabalho buscou investigar, na percep o dos gestores de empresas brasileirasemitentes de American Depositary Receipts - ADR’s, obrigadas a atender à SOX, se o Comitêde Auditoria ou órg o equivalente contribui para minimizar as fraudes, aumentar a transparênciana divulga o das informa es contábeis e reduzir falhas nos controles internos. Para alcan aresse objetivo, foi realizada uma pesquisa empírica do tipo survey, com as 34 empresasbrasileiras, à época emitentes de ADR`s, via um questionário, respondido por sujeitos de 25organiza es. Os dados coletados foram tratados pela Estatística Descritiva e pelas Correla esde Cramer e Spearman. Os resultados obtidos demonstraram que o Comitê de Auditoriafoi adotado por 47% das empresas pesquisadas. Cerca de 56,0% dos respondentes afirmaramque o Comitê de Auditoria ou órg o equivalente participou ativamente com recomenda esrelacionadas à avalia o do sistema de controles internos; 68,0% consideraram-no de grandeimportancia para o bom desempenho da empresa, e 71,0% o manteriam em funcionamento,mesmo que no futuro a SOX facultasse sua obrigatoriedade.
"Os resultados desta pesquisa (qualitativa) n?o podem ser generalizados": pondo os pingos nos is de tal ressalva
Mattos, Pedro Lincoln C. L. de;
Cadernos EBAPE.BR , 2011, DOI: 10.1590/S1679-39512011000600002
Abstract: in articles, dissertations and theses in administration that involving case studies and analyses based on the "qualitative research" tradition, authors warn readers that their conclusions are restricted and cannot be generalized. however, on the contrary, they would be able to claim this authority by using some statistical analysis methods. the term "generalization" is understood as the conferring of qualities of cases or singular units of analysis to others or combinations of them, when these latter were not infact the object of observation and analysis. the aim of this text is to critically clarify the caveat-title in which a wide methodological issue remains implicit. after posing the question (introduction), some assumptions of it are examined, particularly the paradigmatic force of positivism. a quite different perspective of research by max weber is visited in order to experience a healthy epistemic shift in relation to the previous methodological practice. the article then returns to the issue of generalization and critically examines some more elaborate variations of it. finally, putting the dots on the is, the article concludes by suggesting the purely valuable character of the caveat-title and takes a stance on bout both inductive generalization and qualitative research, two contextual, central points of this essay.
Auditoria de enfermagem e a qualidade da assistência à saúde: uma revis o da literatura
Silvia Helena Henriques Camelo,Aline Pinheiro,Domitila Campos,Tatiana Lentz de Oliveira
Revista Eletr?nica de Enfermagem , 2009,
Abstract: A fim de garantir a qualidade dos servi os prestados, institui es de saúde têm-se preocupado em utilizar a auditoria. Esteestudo teve como objetivo identificar na produ o nacional artigos sobre auditoria de enfermagem, publicados no período de2001 a 2008 analisando a contribui o destes na melhoria da qualidade da assistência e no desempenho do papel doenfermeiro nessa área. Trata-se de uma revis o de literatura constituída de artigos científicos nacionais da temática auditoriade enfermagem. Os dados encontrados foram agrupados em categorias: “Auditoria de enfermagem e a qualidade daassistência”, “o papel das anota es de enfermagem para a auditoria” e “atribui es do enfermeiro auditor”. A análise dosartigos mostrou que a efetiva o da auditoria de enfermagem facilitaria a avalia o da qualidade da assistência prestada aocliente oferecendo condi es para a sua melhoria. Observou-se que as anota es de enfermagem representam um dosobjetos de investiga o na auditoria e que o enfermeiro é o profissional de enfermagem habilitado para a fun o de auditor.Sabendo que a enfermagem passa por uma reforma curricular, entendemos que é momento para reflex o sobre aresponsabilidade que as institui es de ensino têm em preparar profissionais para desempenhar a fun o de auditor nosservi os de enfermagem e de saúde.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.