oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Integrando o custeio baseado em atividades com a Teoria das Restri es: a aplica o do ABC operacional em uma odontoclínica.
Anderson Soares Silva,Luiz Claudio Otranto Alves,Samuel Cogan
Revista de Administra??o Mackenzie , 2007,
Abstract: O custeio baseado em atividades (ABC) tem sido criticado por sua incapacidade de dar suporte às decis es de produ o baseadas no curto prazo, sendo, por isso, considerado uma sistemática de aloca o de custos para o longo prazo. Robert Kee, no artigo “Evaluating the economics of short-and long-run production decisions”, desenvolve um modelo de ABC, denominado operacional, que incorpora custos flexíveis de recursos de atividades e restri o de capacidade para decis es de mix ótimo de produ o no curto prazo. Ao apresentar um exemplo numérico hipotético, Kee mostra que seu modelo de ABC operacional apresenta, no curto prazo, resultados superiores ao modelo de ABC tradicional e a outro modelo de ABC que leva em conta t o-somente a restri o de capacidade. O presente artigo analisa o modelo proposto por Kee (2001) mediante sua aplica o em uma odontoclínica da administra o pública federal, comparando os resultados obtidos pela referida sistemática com os encontrados pelo ABC tradicional e pela teoria das restri es (TOC), aplicados à mesma organiza o, concluindo pela superioridade do modelo de Kee.
THEORY OF CONSTRAINTS VERSUS OTHER COSTING METHODS: A MATTER OF SHORT OR LONG TERM TEORIA DAS RESTRI ES VERSUS OUTROS MéTODOS DE CUSTEIO: UMA QUEST O DE CURTO OU DE LONGO PRAZO
Samuel Cogan
Revista Universo Contábil , 2007,
Abstract: The Theory of Constraints (TOC) and Activity-based Costing (ABC), although opposite in their basic foundations, can concur in integration studies which attempt to show that these methods applied together perform better when compared to their individual use. As for that integration, a group of authors (CAMPBELL,1992; MAcARTHUR, 1993; HOLMEN, 1995; FRITZSCH, 1997) defends an idea of the difference between these two methodologies being a matter of the time horizon: TOC used in the short term and ABC in the long term. The present article’s objective is to show, through a numeric illustration, considerations of that group of studies. Therefore, the TOC decision making is compared with other costing methods: Absorption Costing, Activity-based Costing and Variable Costing. The data analysis permits to confirm that TOC has produced a better result than the other techniques, in the short term. In the long term, however, when idle capacities can be exploited fully in the absence of internal constraints, ABC proved to be the technique that leads to the best result. Keywords: Integration. Theory of Constraints. Activity-based Costing. A Teoria das Restri es (TOC) e o Custeio Baseado em Atividades (ABC), embora opostos em seus fundamentos básicos, podem se conciliar em estudos de integra o que buscam mostrar que juntos s o superiores à sua abordagem individual. No que se refere a essa integra o, um grupo de autores (CAMPBELL,1992; MAcARTHUR, 1993; HOLMEN, 1995; FRITZSCH, 1997) defende que a diferen a entre essas duas metodologias é uma quest o de horizonte de tempo: a Teoria das Restri es para o curto prazo e o Custeio Baseado em Atividades para o longo prazo. O presente artigo tem por objetivo mostrar, através de uma ilustra o numérica, as considera es desse grupo de estudos. Para tanto, a tomada de decis o da Teoria das Restri es é comparada com outros métodos de custeio: Custeio por Absor o Tradicional, Custeio Baseado em Atividades e o Custeio Variável. A análise dos dados obtidos permite confirmar que a Teoria das Restri es apresentou resultado melhor que as demais técnicas no curto prazo. No longo prazo, contudo, em que as capacidades n o usadas podem ser utilizadas em sua plenitude, n o existindo, pois, restri es internas, o Custeio Baseado em Atividades mostrou ser a técnica que conduz ao melhor resultado. Palavras-chave: Integra o. Teoria das Restri es. Custeio Baseado em Atividades.
VARIABLE COSTING INTEGRATED WITH ACTIVITY-BASED COSTING: A CASE STUDY IN THE PRESENTS PACKAGING INDUSTRY CUSTEIO VARIáVEL INTEGRADO AO CUSTEIO BASEADO EM ATIVIDADES: ESTUDO DE CASO EM INDúSTRIA DE EMBALAGEM PARA PRESENTES
Lorimar Francisco Munaretto,Márcia Diedrich
Revista Universo Contábil , 2007,
Abstract: The objective of the present work was to present a study on the ABC Costing (Activity Based Costing), integrated with Variable Costing. It is an exploratory case study using a quantitative approach, made in an industry where presents are packaged. In order to carry out the proposal, costs and expenses of the presents packaging company were determined. They were then separated into fixed and variable costs. Afterwards, the direction of resources and activities were identified. Finally, the cost of activities and objects was verified. With variable costs integrated with ABC Costing, it was also possible to identify the margin of contribution, the point of balance and the profitability of the industrial products under study. Results show the stages of operation of ABC Costing, as well as additional possibilities for analysis of costs resulting from ABC Costing integrating with Variable Costing. It was concluded that besides the costing of activities and cost objects, data obtained from Variable Costing integrated with ABC Costing allows calculation of the margin of contribution, the balance point and the profitability of products used in the industry. Keywords: Activity Based Costing. Variable Costing. Industry. O artigo objetiva demonstrar o Custeio Variável integrado ao Custeio Baseado em Atividades (Activity Based Costing – ABC) em indústria de embalagens para presentes. Trata-se de um estudo exploratório, realizado por meio de um estudo de caso, com abordagem quantitativa. Para a operacionaliza o da proposta, inicialmente, levantaram-se os custos e despesas da indústria de embalagens para presentes. Em seguida, foram separados em gastos fixos e variáveis. Após, identificaram-se os direcionadores de recursos e de atividades. Por fim, foi apurado o custo das atividades e dos objetos de custeio. Com o Custeio Variável integrado ao Custeio ABC, também foi possível identificar a margem de contribui o, o ponto de equilíbrio e a lucratividade dos produtos da indústria em estudo. Os resultados demonstram as etapas de operacionaliza o do Custeio ABC, bem como possibilidades adicionais de análise dos custos em decorrência da sua integra o com o Custeio Variável. Conclui-se que as informa es obtidas com o Custeio Variável integrado ao Custeio ABC permitiram, além do custeamento das atividades e dos objetos de custeio, o cálculo da margem de contribui o, o ponto de equilíbrio e a lucratividade dos produtos da indústria. Palavras-chave: Custeio baseado em atividades. Custeio variável. Indústria.
Publica es sobre o Custeio Baseado em Atividades (ABC) em Congressos Brasileiros de Custos no Período de 1997 a 2006
Carlos Alberto Diehl,Marcos Antonio de Souza
Contabilidade Vista & Revista , 2008,
Abstract: O método de custeio baseado em atividades (ABC) foi inicialmente desenvolvido a partirda década de 1980. Desde ent o, diversos trabalhos têm sido publicados sobre o tema. NoBrasil, um dos principais fóruns de discuss o sobre o ABC tem sido o Congresso Brasileirode Custos. Iniciado em 1994, tem subsidiado as discuss es sobre o tema “custos”,congregando diversos profissionais e acadêmicos. Este artigo visa analisar as característicasdas publica es sobre o ABC. Para tanto, utiliza-se da pesquisa bibliográfica e da análise deconteúdo, realizada sobre os artigos publicados nas edi es de 1997 à 2006 do referidocongresso. O estudo conclui que tem havido pouca contribui o teórica dos artigos, estandoos mesmos muito baseados no arcabou o teórico de livros textos e autores clássicos. Outracaracterística predominante dos artigos é a sua configura o como trabalhos eminentementedirecionados à aplica o prática do ABC.
Custeio Baseado em Atividades (ABC) Aplicado ao Setor Público: Estudo de Caso no Colégio Militar do Rio de Janeiro (CMRJ)  [cached]
Luis Paulo Faria Carmo, Lino Martins Silva
Revista UNIABEU , 2011,
Abstract: O objetivo desta pesquisa foi verificar se o método de Custeio Baseado em Atividades (ABC) é adequado para ser aplicado na mensura o dos custos educacionais no Colégio Militar do Rio de Janeiro. Embora a Lei federal no. 4.320/64 já determinasse a necessidade de apura o dos custos, ingressos e resultados, a Administra o Pública ainda n o sabe quanto custa cada uma de suas atividades. A relevancia do tema deriva da necessidade de as Organiza es Públicas de permitir o acompanhamento e a avalia o de sua gest o. Porém, o Sistema Integrado de Administra o Financeira do Governo Federal (SIAFI), principal ferramenta do governo, n o evidencia em suas contas o custo de cada atividade. A metodologia utilizada teve como “principal finalidade desenvolver, esclarecer e modificar idéias a fim de fornecer hipótese pesquisável para estudos posteriores” (Tripodi, Fellin e Meyer, 1981, p.64) e como fontes de pesquisa a revis o bibliográfica e a análise documental, sendo utilizado como estratégia metodológica de um estudo de caso real no Colégio Militar do Rio de Janeiro (CMRJ). A análise dos resultados aponta ser adequada a aplica o do método de Custeio Baseado em Atividades (ABC) para evidencia o dos custos das atividades educacionais, bem como subsidiar a avalia o da qualidade do gasto Público.
CáLCULO DO CUSTO DAS ATIVIDADES DE GEST O AMBIENTAL: APLICA O DO CUSTEIO BASEADO EM ATIVIDADES NUMA MONTADORA DE NIBUS ENVIRONMENTAL MANAGEMENT COST CALCULATION: ACTIVITY BASED COSTING APPLIED TO BUS ASSEMBLY PROCESS  [cached]
Orlando Durán,Jorge Telles,Liziane Lanza
Ingeniare : Revista Chilena de Ingeniería , 2007,
Abstract: Este trabalho apresenta os resultados da aplica o da metodologia de custeio baseado em atividades para medir o impacto que as atividades de gest o ambiental podem ter no custo industrial dos produtos. Um estudo de caso é apresentado junto com a utiliza o de um software comercial para o cálculo dos custos. This manuscript presents an Activity Based Costing application in an environmental protection context. The aim of this work is measuring the impact of environmental management activities on product costs. Also, a case study is discussed and the utilization of commercial software is presented.
INTEGRATION OF THE ACTIVITY BASED COSTING AND THE UNITS OF PRODUCTION METHOD: A CASE STUDY INTEGRA O DO CUSTEIO ABC COM O MéTODO UP: UM ESTUDO DE CASO
Anderson Léo Sabadin,Aloísio Grunow,Francisco Carlos Fernandes
Revista Universo Contábil , 2007,
Abstract: A competitive environment suggests changes in the form of costs management to able the company to remain in the market. Within this perspective, the objective of this article is to describe the integration of the activity based costing (ABC) and the units of production (UP) method in a food plant. The former is used for an appropriation of administrative and commercial expenses as a perfected form of allocating operational expenses; the latter, for the allocation of production variable expenses, marginal cost and fixed costs of production. This research methodology consists of an exploratory study, accomplished through a case study with a quantitative approach. The results of the research have demonstrated that the UP method considers a single measure to calculate production efforts, contemplating exclusively the transformation costs. In turn, by the application of the ABC to allocate operational expenses, the vision of processes and activities expands. It has been concluded that, in spite of different degrees of emphasis, the integration of the two costing methodologies increases quality of information, providing subsidies to the management to improve the classification of activities and the measurement of productivity. Keywords: Integration. The Activity Based Costing. The Units of Production Method. O ambiente competitivo sugere mudan as na forma de administrar os custos para possibilitar a continuidade da empresa no mercado. Nesta perspectiva, o objetivo deste artigo é descrever a integra o do custeio baseado em atividades com o método das unidades de produ o em uma indústria do setor de alimentos. O primeiro, usado para apropria o das despesas administrativas e despesas comerciais, como uma forma mais acurada de alocar as despesas operacionais. O segundo, para aloca o dos gastos variáveis de fabrica o, custo marginal e custos fixos de fabrica o. A metodologia da pesquisa consubstancia-se de um estudo exploratório, realizado por meio de um estudo de caso, com abordagem quantitativa. Os resultados da pesquisa evidenciam que o método das unidades de produ o considera uma única medida para mensurar os esfor os de produ o, contemplando exclusivamente os custos de transforma o. Por sua vez, a aplica o do custeio baseado em atividades para aloca o das despesas operacionais expande a vis o de processos e atividades. Concluiu-se que, mesmo com diferentes ênfases, a integra o das duas metodologias de custeio adicionam maior qualidade na informa o, fornecendo subsídios à gest o para melhorar a classifica o das atividades e a medi o de produtivi
Custeio baseado em atividades (ABC) aplicado aos processos de compra e venda de distribuidora de mercadorias
Wernke, Rodney;
Revista Contabilidade & Finan?as , 2005, DOI: 10.1590/S1519-70772005000200007
Abstract: this case study discussed the application of activity-based costing (abc) in a merchandise distribution company and aimed to identify the effective consumption of purchase and sales process resources by the three main market segments the entity is active in, so as to improve its profitability analysis. after a literature review on the main aspects of abc, the case study was described. first, the study company was characterized. next, the details of abc implementation were presented, including what procedures were realized for this purpose. finally, the most relevant management information obtained through this costing method were mentioned.
Custeio baseado em atividades aplicado à presta??o de servi?os médicos de radiologia
Brasil, Sime?o Ant?nio Silveira;
Revista Contabilidade & Finan?as , 2004, DOI: 10.1590/S1519-70772004000100005
Abstract: this study uses the activity-based costing method in order to quantify the unit cost of radiology exams realized at the conventional medical radiology sector of a health institution.we verified the cost of 111 types of examinations, 27 of which were carried out through contrast agents, while 84 were conventional exams, observing the radiology film consumption attributes of each type. results show that the abc provides an adequate level of detail in relation to the activities selected for realizing conventional and contrast radiology exams, since these objects were grouped according to radiology film consumption attributes.
Um modelo de reconcilia??o de dados para o custeio baseado-em-atividades (ABC)
Cogan, Samuel;
Revista de Administra??o de Empresas , 1999, DOI: 10.1590/S0034-75901999000200006
Abstract: cost structure changes, due to new production technologies, to major diversification needed because of business competitivity, and to cost reduction, have motivated the development programmes of new cost management techniques that allocate indirect costs to each product more precisely. in this context, activity-based costing/activity- based management (abc/abm) is considered as one of the most important techniques that have emerged in the last few years to provide accurate estimates for indirect expenses that each product consumes. nevertheless, some difficulties to obtain some costs remain, even when using abc. this happens not only due to the impossibility to measure costs with adequate accuracy, but also due to the fact that the investments made to measure some costs exceed the benefits to be obtained. in order to address this problem, the present work provides a business cost flow framework utilizing data reconciliation used in chemical process networks to determine indirect costs, incorporating accurate information concerning some of the costs. the model developed utilizes non-linear programming.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.