oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Conhecimento e prática em saúde coletiva: o desafio permanente
Cohn, Amélia;
Saúde e Sociedade , 1992, DOI: 10.1590/S0104-12901992000200006
Abstract: este texto procura fazer uma reflex?o, a partir da produ??o científica da saúde coletiva, da quest?o da articula??o da política na e da saúde coletiva sob a forma de ensaio, busca-se trazer para a discuss?o tens?es e impasses atuais que est?o presentes no campo no sentido de instigar novos debates, contribuindo assim para uma revitaliza??o da área. relaciona-se, ainda, o "estado da arte" em dois momentos específicos: o da transi??o e o da consolida??o democrática no país.
Saúde Coletiva: um desafio para a enfermagem  [cached]
Matumoto Silvia,Mishima Silvana Martins,Pinto Ione Carvalho
Cadernos de Saúde Pública , 2001,
Abstract: O texto parte da saúde pública para discutir o que é saúde coletiva, seu objeto e campo de atua o, dando ênfase à concep o de homem, à discuss o a respeito do ambito individual e coletivo e ao conceito de saúde-doen a, passando pelo debate da constru o interdisciplinar da saúde coletiva. Em seguida, busca situar a enfermagem nesse campo, destacando aquilo que parece ser um grande desafio, compreender a enfermagem como prática de rela es.
Produ o científica em saúde coletiva: perfil dos periódicos e avalia o pela Capes  [cached]
Barros Aluísio J D
Revista de Saúde Pública , 2006,
Abstract: A saúde coletiva se caracteriza como campo do conhecimento abrangente e complexo, apresentando-se como desafio para o processo de avalia o da pós-gradua o realizado pela Coordena o de Aperfei oamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O objetivo do trabalho foi descrever o panorama da pós-gradua o em saúde coletiva e discutir aspectos dos critérios de sua avalia o. A avalia o da pós-gradua o é realizada anualmente, levando em conta a estrutura do programa, corpo docente e discente, atividades de pesquisa e forma o, teses e disserta es e produ o intelectual. A avalia o deste último item tem sido criticada por privilegiar a publica o de artigos e ancorar a valora o da produ o nas bases de indexa o dos periódicos e nos seus índices de impacto. Apesar das críticas e restri es ao processo de avalia o, a análise da produ o científica brasileira, no geral e no caso específico da saúde coletiva, mostra um quadro positivo, com aumento expressivo do número de cursos de pós-gradua o, docentes e alunos. Assim, o panorama da pós-gradua o se apresenta favorável, mas aperfei oar a avalia o continuamente é essencial para que ela cumpra o seu papel de fomento e estímulo.
Constru??o coletiva de mudan?a no Curso de Gradua??o em Enfermagem: um desafio
Santos, Ana Maria Ribeiro dos;Reichert, Altamira Pereira da Silva;Nunes, Benevina Maria Vilar Teixeira;Morais, Sheila Coelho R. Vasconcelos;Oliveira, Adélia Dalva da Silva;Magalh?es, Rosilene de Lima Brito;
Revista Brasileira de Enfermagem , 2007, DOI: 10.1590/S0034-71672007000400010
Abstract: this study aims to draw up a proposal of integration for the fourth term of nursing from novafapi. the main focus was to describe the subjects' structure chain, the competences and abilities to be developed, as well as discuss the methodology and the method of assessment specified and draw up a proposal for the fourth term. a qualitative approach was used, based on the action research referential. the subjects were the faculties and students from the term, plus the coordinator of the course. its results show there is already the understanding that the integrated curriculum will contribute for the education of subjects more capable of transforming social reality.
AQUISI O DE LINGUAGEM EM CONTEXTOS DE ATEN O CONJUNTA: O ENVELOPE MULTIMODAL EM FOCO  [cached]
Paulo Vinícius ávila-Nóbrega,Marianne Carvalho Bezerra Cavalcante
Signótica , 2012, DOI: 10.5216/sig.v24i2.18782
Abstract: Nosso intuito é acompanhar a emergência da língua (instancia multimodal) em contextos de aten o conjunta em situa es naturalísticas de duas díades m e-bebê, (08 aos 16 meses). Trabalhamos com a perspectiva de envelope multimodal, ou seja, a mescla de três componentes da dialogia – olhar, gestos e produ o vocal – que emergem concomitantemente. Tomamos como premissa a no o de multimodalidade proposta por McNeill (1985) como sendo a mescla das a es gesto-vocais. Nossos resultados mostram que a m e faz uso do plano de composi o multimodal para dirigir-se à crian a que, por sua vez, interage à medida que adquire os componentes da dialogia.
O desafio de construir a UFFS em Cerro Largo
Antonio Inacio Andrioli
Revista Espa?o Acadêmico , 2010,
Abstract: A Universidade Federal da Fronteira Sul iniciou suas aulas no dia 29 de mar o, sendo a 11a criada no Governo Lula e a primeira interestadual, com abrangência nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná, em regi es que, historicamente, nunca tiveram a presen a de uma universidade federal. A regi o Norte do Estado do Rio Grande do Sul terá acesso ao ensino, à pesquisa e à extens o públicas pela primeira vez em sua história, através de dois Campi: um em Cerro Largo e outro em Erechim. O desafio é construir uma universidade pública, democrática e popular.
Desemprego e políticas sociais em Quissam : o desafio do desenvolvimento com cidadania.  [cached]
Ana Beatriz Manh?es Pinto
Vértices , 2010,
Abstract: Desemprego e políticas sociais em Quissam : o desafio do desenvolvimento com cidadania. Disserta o (Mestrado em Planejamento Regional e Gest o de Cidades) - Universidade Candido Mendes Unemployment and social policy in Quissam : development and Citizenship. Dissertation (Mestrado em Planejamento Regional e Gest o de Cidades) Campos dos Goytacazes, RJ: 2006.
Utiliza o conjunta de modelagem econométrica e otimiza o em decis es de concess o de crédito
Scarpel Rodrigo Arnaldo,Milioni Armando Zeferino
Pesquisa Operacional , 2002,
Abstract: Utilizamos um modelo econométrico do tipo Logit como o desenvolvido por Scarpel & Milioni (2001), concebido para atuar em previs o de insolvência de empresas, em conjunto com o modelo de programa o linear inteira desenvolvido por Gehrlein & Wagner (1997). O objetivo é o de dar suporte a decis es de concess o de crédito em fun o da estimativa da probabilidade de solvência de empresas, de forma a minimizar a soma dos custos de oportunidade e inadimplência. Mostramos que a utiliza o conjunta desses modelos possibilita a elimina o das limita es encontradas quando eles s o utilizados isoladamente no auxílio às decis es de concess o de crédito.
Inteligência estratégica antecipativa e coletiva para tomada de decis o  [cached]
Raquel Janissek-Muniz,Humbert Lesca,Henrique Freitas
Revista Organiza??es em Contexto , 2006,
Abstract: Este artigo prop e a implanta o de um sistema de monitoramento organizacional pelo uso de método específico para coleta, sele o e interpreta o de informa es relativas ao estado e à evolu o do ambiente da empresa. Do francês "Veille Anticipative Stratégique - Intelligence Collective" e do inglês "Environmental Scanning", a Inteligência Estratégica Antecipativa e Coletiva (IEAc) busca prover representa es pertinentes do ambiente organizacional. A IEAc visa a apoiar o processo decisório organizacional, identificando amea as ou oportunidades de negócios, buscando adaptarse de forma rápida. O conceito IEAc está sendo gradativamente considerado, contudo ainda é grande o desafio das organiza es em termos de sua prática. Neste artigo, discutem-se as principais idéias do conceito de IEAc (mode-lo, viso es conceitual, metodológica e processual), propiciando reflex o sobre a importancia e a utilidade de tal abordagem sobre dados aparentemente sem serventia ou mesmo sem significado, quando vistos ou analisados isoladamente, mas potencialmente úteis, se observados coletivamente. A vis o que se pode ter em rela o a certo tema, ator ou situa o pode alterar expressivamente se tivermos uma 'sistemática' de coleta e interpreta o coletiva de dados potencialmente úteis ao tomador de decis o.
Uso de metodologia ativa na disciplina gerenciamento de enfermagem em saúde coletiva da FEO/UFPEL  [cached]
Rita Maria Heck,Vanda da Rosa Jardim,Alitéia Santiago Dilélio,Solange José da Silva
Revista Eletr?nica de Enfermagem , 2009,
Abstract: A prepara o de recursos humanos para atuar no Sistema único de Saúde (SUS) é um desafio para as institui es públicas de ensino superior. O artigo tem o objetivo de descrever a experiência de graduandos de enfermagem no aprendizado do Gerenciamento em Saúde Coletiva aplicando uma metodologia ativa de compreens o do SUS, comentando aspectos positivos e limitadores desse processo. A experiência aconteceu no Curso de Gradua o em Enfermagem e Obstetrícia da Universidade Federal de Pelotas/RS, no período de 2000-2008. Como aspecto positivo os acadêmicos destacam a aproxima o com o mundo do trabalho na lógica do SUS, utilizando-se de ferramentas como o planejamento, organiza o, coordena o, compreens o da hierarquiza o e regionaliza o dos servi os de saúde no município e regi o. Neste contato o acadêmico é motivado a exercitar a crítica e reflex o em rela o aos indicadores de saúde, à gest o de recursos humanos, físicos e financeiros e tomar decis es indicando o que é prioridade para um contexto específico. Reside aí um limite, os acadêmicos desejam discutir e sugerir uma proposta formulada, visitando o município, o que n o foi viabilizado até o momento. O espa o também permite acompanhar mudan as que visam o fortalecimento do SUS a exemplo do Pacto pela Vida.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.