oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
(Buscando) Os efeitos sociais da morfologia arquitet nica (Looking for) The social effects of architectural morphology
Vinicius M. Netto,Julio Celso Vargas,Renato T. de Saboya
Urbe : Revista Brasileira de Gest?o Urbana , 2012, DOI: 10.7213/urbe.7400
Abstract: Uma das ideias mais centrais e talvez menos esclarecidas em arquitetura e estudos urbanos sobretudo desde o trabalho seminal de Jacobs até as recentes ênfases da economia urbana diz respeito ao papel da forma arquitet nica na vitalidade urbana , um conjunto de qualidades sociais e microecon micas de nossas cidades. Entretanto, edifícios podem realmente afetar seus entornos urbanos? Teriam morfologias distintas efeitos também distintos sobre o que ocorre nos espa os públicos? Este artigo investiga a forma construídacomo condi o da copresen a e a atividade social e econ mica no espa o urbano dinamicas locais com implica es de ampla escala na cidade. Prop e uma abordagem para identificar os efeitos da forma arquitet nica,de modo a distingui-los dos efeitos de outros aspectos da estrutura urbana como a acessibilidade, everificar de fato sua existência e, se confirmada, sua extens o. A abordagem é aplicada em um estudo empíricoem 24 áreas no Rio de Janeiro. Finalmente, o artigo lan a os fundamentos de uma teoria probabilística dos efeitos da arquitetura que visa contribuir para uma resposta mais precisa a uma quest o que captura a imagina o espacial: o quanto a arquitetura importa para a vitalidade urbana?
Avalia o arquitet nica dos centros de material e esteriliza o de hospitais do interior do estado de Goiás  [cached]
Simone Vieira Toledo Guadagnin,Anaclara Ferreira Veiga Tipple,Adenícía Custódia Silva e Souza
Revista Eletr?nica de Enfermagem , 2007,
Abstract: Estudo descritivo, realizado com objetivo de caracterizar a estrutura arquitet nica dos Centros de Material e Esteriliza o de hospitais de cidades do interior do Estado de Goiás quanto à conformidade com a legisla o vigente, e analisar possíveis implica es na assistência. A popula o foi constituída por 44 hospitais de cidades com popula o igual ou superior a 20.000 habitantes, cadastrados no DATASUS. Os dados foram obtidos por meio de observa o direta, utilizando um check list construído com base na RDC no 50. O banco de dados foi processado no programa Epi-info, vers o 2004. Os resultados foram agrupados em: padr es arquitet nicos gerais e específicos, aspectos arquitet nicos e risco: buscando entender esta interface. A maioria n o atende a RDC no 50, referente ao total da área construída do CME. Em 34 (77,2%) os CME n o possuíam áreas preconizadas para obedecer ao fluxo correto do reprocessamento dos artigos e 17 (39,5%) CME associam o expurgo a setores da área limpa. Vinte e três (52,2%) n o possuíam pias para a higieniza o de m os em nenhuma área do CME. A maioria dos CME n o atende aos padr es arquitet nicos recomendados o que pode representar risco para o reprocessamento de artigos e para os trabalhadores.
Barreiras arquitet nicas no percurso do deficiente físico aos hospitais de Sobral, Ceará.  [cached]
Paulo César de Almeida,Antonia Eliana de Araújo Arag?o,Lorita Marlena Freitag Pagliuca,Kátia Nêyla de Freitas Macêdo
Revista Eletr?nica de Enfermagem , 2006,
Abstract: Estudo quantitativo sobre barreiras arquitet nicas no percurso do deficiente físico aos hospitais de Sobral, Ceará, com o objetivo de identificar as condi es de acesso arquitet nico dos portadores de deficiência física aos quatro hospitais da mencionada cidade. Apoiado na NBR 9050 da ABNT utilizou instrumento tipo cheque-lista, cuja coleta de dados ocorreu em maio de 2004. A análise estatística constatou ausência de faixas para pedestres e apenas um apresentava rebaixamento de meio-fio em pontos estratégicos; obras públicas e particulares, desprotegidas de tapumes; cal adas com buracos e desnivelamento; metade das avenidas livres de buracos ; placas de sinaliza o de transito visíveis em três dos hospitais; percurso para a institui o sinalizado; mas n o há semáforos em pontos estratégicos. Um hospital possui rebaixamento de guias; ausência de estacionamento para pessoa portadora de deficiência física. Conforme se concluiu, há barreiras arquitet nicas no percurso casa/hospital. Com isso os hospitais requerem melhores estruturas com vistas a minimizar as barreiras arquitet nicas no percurso do deficiente físico a esses servi os.
An Application of Augmented Reality for Teaching Modeling of Structural Systems Uma Aplica o da Realidade Aumentada no Ensino de Modelagem dos Sistemas Estruturais  [cached]
Claudia Susie Camargo Rodrigues,Ricardo Alexandre Marquezin Pinto,Paulo Fernando Neves Rodrigues
Revista Brasileira de Computa??o Aplicada , 2010, DOI: 10.5335/rbca.2012.971
Abstract: Many studies have shown that students learn best when a variety of teaching techniques are used, and that some students respond best to certain methods. Based on this, the use of computers in classroom is more and more stimulated and many applications of computational techniques are being developed as educational tools, with the aim of providing a vast field of learning experiences for the students. One of the most difficult pedagogical problems in architectural education is the interface between structural and architectural design issues. This paper presents an Augmented Reality application implemented as a teaching tool in the Faculty of Architecture and Urbanism at Federal University of Rio de Janeiro (UFRJ), to introduce the novice students to the study of structural systems, in a pleasant manner suitable for the architecture student profile. Muitos estudos mostram que os estudantes aprendem mais quando diversas técnicas de ensino s o utilizadas e que alguns alunos respondem melhor a determinadas metodologia de ensino. Partindo deste pressuposto, o uso dos computadores em sala de aula foi, cada vez mais, incentivado e diversas aplica es de técnicas computacionais foram desenvolvidas como ferramentas educacionais, com o objetivo de proporcionar aos alunos um vasto campo de experiências de aprendizagem. Uma das maiores dificuldades, em termos pedagógicos, nos cursos de Arquitetura, é a interface entre as disciplinas de estruturas e as demais disciplinas de projeto arquitet nico. Este artigo apresenta uma aplica o da Realidade Aumentada implementada como uma ferramenta de ensino na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com o intuito de introduzir os alunos no estudo dos sistemas estruturais, de uma maneira lúdica e adequada ao perfil dos estudantes de Arquitetura.
Arquitet?nica kantiana e gravita??o newtoniana
Barra, Eduardo Salles de Oliveira;
Scientiae Studia , 2004, DOI: 10.1590/S1678-31662004000300003
Abstract: in this article, we propose a reconstruction of kant's interpretation of newton's theory of universal gravitation, in particular, its metaphysical and methodological aspects, beginning by the analysis of §38 from the prolegomena to any future metaphysics. the intention is to show that the interpretation of newtonian theory in this passage rests completely on the program of a "metaphysics of nature" that kant propose in metaphysical principles of the science of nature as a necessary condition of an authentic science of nature. as to this program, the challenge will be to show that its sustainability requires a kind of particular unity that allows to put together the heterogeneous transcendental principles of formaliter and materialiter spectata nature, that is, it is required a model of architectonic unity, whose real possibility is exhibited in the complex and well succeeded articulation of principles from various sources that newton worked in this theory of universal gravitation.
A natureza política dos sistemas tecnológicos: reflex es sobre os sistemas de bilhetagem eletr nica
Sérgio Benício Carvalho de Mello,Maria Iraê de Souza Corrêa,Samuel Henrique Freitas da Silva,Kennedy Richard Silva Guerra
Revista Brasileira de Administra??o Científica , 2012, DOI: 10.6008/ess2179-684x.2012.002.0012
Abstract: Os moradores da Regi o Metropolitana do Recife (RMR) necessitam realizar diariamente deslocamentos por meio dos sistemas de transporte público. Atualmente, a busca pela eficiência, tem impulsionado a introdu o de sistemas tecnológicos no setor de transportes, entre os quais os sistemas de bilhetagem eletr nica (SBE). Tais sistemas s o desenvolvidos e operados por diferentes profissionais pertencentes ao setor público e também ao setor privado. Buscamos neste estudo compreender como, diante do caráter heterogêneo desses agentes, se d o as defini es relacionadas ao sistema de bilhetagem da Regi o Metropolitana do Recife, nomeadamente ao Vale Eletr nico Metropolitano (VEM). Tendo como referencial teórico a constru o social da tecnologia e a teoria do discurso, elaboramos um corpus com entrevistas de gestores do Grande Recife Consórcio de Transportes e do Sindicato das Empresas de Transporte de Pernambuco (Urbana) e atas de reuni es do Conselho Superior de Transporte Metropolitano (CSTM). Concluímos que o sistema de bilhetagem eletr nico é permeado por conflitos políticos que condicionam a produ o e a gest o de informa es geradas pelo sistema, bem como suas funcionalidades. Neste processo, antagonismos e delimita o de fronteiras políticas entre os grupos est o presentes. Tal conhecimento é importante para profissionais de várias áreas, tais como administra o, sistema de informa o e outras áreas relacionadas, pois ampliam o entendimento em rela o às diferentes dimens es dos sistemas tecnológicos.
Estruturas e sistemas no idealismo kantiano
Elisabeth Schwartz
DoisPontos , 2008,
Abstract: During the period of the structuralism, many authors defended the idea of an opposition between this form of philosophy and any form of idealism, specially of subjective idealism, as it is illustrated throughout the german idealism. The purpose of this paper is to defend the opposite thesis of a strong internal link between Kantian criticism and structural methods in history of philosophy. This link is particularly clear in Gueroult’s structuralist method and in the theory of the Dianoematic. There is a connaturality between the Kantian themes of the system and the transcendantal method and the main claims of Gueroultian methodology. This link is illustrated by the great interpret of Kantian philosophy, L.Guillermit. His method of critical elucidation is applied to the interpretation of the systematicity of the whole critical period of Kant and specially of the progressive constitution of the transcendantal Aesthetic throughout the three Critics, which he describes as a sort of life of the Kantian structures. This elucidation of the genesis of the structures remains nevertheless internal to the Kantian system. It leaves open the question of the nature of its link to the post Kantian systems, but this form of neutrality is more apparent than real and consonant with a choice of Kant’s idealism against Hegel’one.
Qualifica o subjetiva de imagens arquitet nicas utilizando a teoria de sistema nebuloso  [cached]
Gra?a Valeria Azzi Collet da,Liang-Yee Cheng,Petreche Jo?o Roberto Diego
Rem: Revista Escola de Minas , 2001,
Abstract: Esse trabalho faz parte de uma pesquisa mais abrangente, a qual pretende implementar metodologia de projeto que leve em considera o técnicas de projeto participativo, bem como a qualifica o subjetiva de imagens. Nesse primeiro momento, é feita a análise de viabilidade da qualifica o de imagens através da Teoria dos Sistemas Nebulosos, para a cria o de banco de dados que possibilite o armazenamento de projetos arquitet nicos relacionados ao diferencial semantico. Essa avalia o foi feita com a aplica o de questionário, utilizando-se adjetivos para a qualifica o de quinze fachadas. Os dados foram tabulados com base na Teoria dos Sistemas Nebulosos, o que permitiu resultados coerentes na qualifica o e agrupamento de imagens.
Correlación electrónica fuerte: sistemas con electrones 4f y 5f  [cached]
Ernesto Chigo Anota,Juan Francisco Rivas Silva
Revista de la Sociedad Química de México , 2003,
Abstract: Estudiamos el concepto de correlación electrónica fuerte (CEF) presentada en materiales sólidos tales como los superconductores a alta Tc y los sistemas de fermiones pesados (FP) que contienen iones de Cerio con electrones 4f y iones de Uranio o Neptunio con electrones 5f y compuestos de metales de transición. Dicho efecto ha sido objeto de estudio en teorías modernas y complicadas matemáticamente, por ciertos grupos de investigadores a nivel mundial y no fácilmente aplicadas a programas computacionales.
Classifica o facetada: um olhar sobre a constru o de estruturas semanticas / Faceted classification: a look at the construction of semantic structures
Elizabeth Andrade Duarte
Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informa??o , 2010,
Abstract: Apresenta uma análise sobre a classifica o facetada no ambito das estruturas semanticas. Define conceitos de sistemas de classifica o facetada, bem como os princípios da teoria de Ranganathan e a metodologia da classifica o facetada.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.