oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Etnicidade, política e ascens o social: um exemplo teuto-brasileiro
Seyferth Giralda
Mana , 1999,
Abstract: Imigrantes alem es tiveram participa o relevante no processo de coloniza o baseado na pequena propriedade familiar, iniciado no sul do Brasil em 1824. Nesse contexto de ocupa o do território, por meio de assentamentos de famílias em regi es demarcadas como col nias, os processos de diferencia o interna e ascens o social aconteceram juntamente com a forma o da identidade étnica teuto-brasileira. Os princípios distintivos dessa identidade foram baseados na especificidade cultural e social das col nias alem es e no jus sanguinis, constrastando com os imperativos de assimila o ditados pelo nacionalismo brasileiro como condi o de cidadania. Este artigo aborda a quest o da mobilidade social nos campos econ mico e político, e as controvérsias associadas a sentimentos de etnicidade, evidenciadas em uma regi o de coloniza o alem em Santa Catarina (Vale do Itajaí) nas primeiras décadas da República - período inicial da industrializa o a partir da atividade comercial, e de aproxima o da elite teuto-brasileira com a sociedade nacional.
O Processo de Assimila o dos Terena: As múltiplas configura es da fric o interétnica  [PDF]
Valdir Arag?o do Nascimento
Revista Trías , 2012,
Abstract: O artigo em quest o visa apresentar as configura es em que foi gestado o conceito de fric o interétnica; levando em considera o o cenário e as motiva es que o nortearam. O conceito foi criado pelo antropólogo Roberto Cardoso de Oliveira no trabalho intitulado “O processo de assimila o dos Terena”, realizado no sul do Mato Grosso em 1955 sob auspícios do Servi o de Prote o aos índios e da Divis o de Antropologia do museu Nacional. A pesquisa foi largamente influenciada pela categoria de análise em voga àquela época: A acultura o. A pergunta que se fazia Roberto Cardoso era: Como os Terena continuavam se reconhecendo como índios em um contexto onde sofriam as mais variadas influencias? é essa quest o que norteia o trabalho do autor junto ao povo dessa etnia.
Língua e poder: transcrevendo a quest o nacional
Dias Juliana Braz
Mana , 2002,
Abstract: O objeto de análise deste artigo é o debate no seio de um grupo de intelectuais cabo-verdianos em torno da situa o lingüística em Cabo Verde. Suscitado pelo problema da cria o da imagem de um Estado único e indivisível em um contexto marcado pela pluralidade linguística, esse debate revela como a quest o da língua pode constituir um obstáculo à adequa o dos países periféricos ao modelo de organiza o social, política, econ mica e cultural representado pelo Estado-na o. As propostas de padroniza o e oficializa o da língua crioula s o abordadas a fim de revelar os interesses de grupo que orientam tal perspectiva e as possíveis conseqüências desta política lingüística que, apesar de seu impacto na sociedade cabo-verdiana, permanecem silenciadas nos discursos analisados.
Ciência e racismo: uma leitura crítica de Ra a e assimila o em Oliveira Vianna  [cached]
Ramos Jair de Souza
História, Ciências, Saúde-Manguinhos , 2003,
Abstract: Este artigo analisa o texto Ra a e assimila o de Oliveira Vianna, no qual o autor tentou construir um discurso científico acerca das diferen as raciais e de seu impacto na assimila o de imigrantes. Argumento que, tendo produzido textos que conferiam um papel fundamental à ra a como princípio explicador dos fen menos sociais num momento em que as abordagens racistas perdiam terreno na antropologia em favor de interpreta es de tipo culturalista, Vianna desenvolveu, de forma reativa, uma argumenta o cujo cerne era a defesa da cientificidade do conceito de ra a como chave interpretativa da vida social. Concluo com uma leitura exploratória do diálogo que o autor estabeleceu com dois de seus contemporaneos, Arthur Ramos e Roquette-Pinto, em torno da abordagem científica exigida pelos estudos raciais e das fun es político-administrativas que Vianna atribuía à ciência.
Escolas étnicas no Brasil e a forma o do estado nacional: a nacionaliza o compulsória das escolas dos imigrantes (1937-1945)
Lúcio Kreutz
Poiésis , 2010,
Abstract: El artículo Escuelas étnicas en Brasil y en la formación del Estado nacional: La nacionalizaciónobligatoria de las escuelas para inmigrantes (1937-1945), se propone analizar el proceso denacionalización de la educación en Brasil, con énfasis en la nacionalización obligatoria en el marco delparadigma de la uniformidad cultural, entre 1937 - 1945, en el momento histórico de fuerte acentonacionalista, se alando las consecuencias de este proceso a la ciudadanía para los inmigrantes. Elanálisis se realizó desde la perspectiva de la historia cultural, que se entienda etnia como uno de loselementos que constituí el proceso histórico. Como resultado de la investigación se puede decir quela escuela, llamada a desempe ar un papel central en la conformación de una identidad nacional, seconvirtió en un factor que alimenta la exclusión de los procesos de identidad étnica, y construí unarepresentación de los grupos étnicos que mejor corresponde con la construcción del proyectonacional.
Trajetória do movimento de liberta o nacional - Tupamaros -, 1962-1973: algumas quest es de identidade e poder  [PDF]
Cabral, José Pedro Cabrera
Estudos Ibero Americanos , 2007,
Abstract: O presente artigo discute a trajetória do movimento de liberta o nacional - Tupamaros - a partir de sua gesta o, em 1962, até a sua derrota político-militar, em 1973. O objetivo central foca o desenvolvimento do movimento e a constru o de diversas identidades, existentes em sua dire o interna, que entraram em conflito pelo exercício do poder dentro da organiza o. The present article argues the trajectory of the Movimento de Liberta o Nacional - Tupamaros – from its gestation, in 1962, until its political-military defeat, in 1973. The central objective focuses the development of the movement, and the construction of diverse identities in its internal direction, which lead to conflicts in the organization.
Competência social infantil: análise discriminante entre crian as imigrantes e n o imigrantes no contexto escolar de Porto Alegre  [cached]
Pizzinato Adolfo,Sarriera Jorge Castellá
Psicologia em Estudo , 2003,
Abstract: O presente estudo visa identificar como crian as imigrantes s o diferenciadas de seus pares n o imigrantes, no tocante à competência social, em escolas públicas e privadas de Porto Alegre. Após tradu o, adapta o e análises de fidedignidade e validade do instrumento Revised Class Play, foi aplicado em 32 crian as imigrantes de diferentes países residentes e estudando em classes regulares, assim como em seus colegas de classe (543, perfazendo um total de 575 crian as participantes). Ao instrumento foram adicionadas perguntas de cunho sociodemográfico, a fim de melhor descrever o perfil dos grupos. Os dados da análise indicam haver uma percep o do grupo imigrante como mais isolado; menos agressivo e menos sociável, por parte de seus pares n o imigrantes. Tais dados contrastam com a percep o de sociabilidade por parte dos próprios imigrantes.
A ruptura intergeracional em situa o migratória. Quest o de autoridade, olhar dos filhos sobre seu pai e sobre a paternidade.  [cached]
Edwige Rude-Antoine
Psicologia em Revista , 2009,
Abstract: Este artigo analisa, com base em entrevistas semidiretivas com jovens filhos de imigrantes, a sua rela o com os pais e, em especial, a quest o da paternidade. Os resultados mostram que, pelo fato de serem imigrantes ou exilados, os pais encontram dificuldades em integrar outras concep es sobre suas prerrogativas. Eles s o confrontados com novos significantes relativos a seu papel, o que pode gerar, para alguns deles, perturba es psíquicas. Os filhos têm problemas para reconstituir a ordem geracional de suas famílias, enquanto os pais negam o fato de serem imigrantes, além de denegar sua origem. Seu exílio e suas inser es na sociedade francesa podem acentuar neles o sentimento de n o terem outra identidade sen o a de trabalhadores, além de n o serem reconhecidos pelos próprios filhos. Existe, pois, uma verdadeira ruptura intergeracional entre esses pais, que aparecem como destituídos de sua fun o paterna, e seus filhos
As identidades dos imigrantes e o melting pot nacional
Seyferth, Giralda;
Horizontes Antropológicos , 2000, DOI: 10.1590/S0104-71832000001400007
Abstract: the principles behind the idea of brazilian nationality during the period of intense immigration enforced the accomodation of immigrants and their descendants to assimilationist canons contained within the ideals underpinning the formation of the brazilian nation. this in spite of the preponderance of the notion of jus soli within brazilian jurisprudence. primordial sentiments based on notions of jus sanguinis upon wich were founded some of the ethnic identities expressed by groups of immigrants, collided with the precepts of "abrasileiramento" (roughly "becoming brazilianess" or "brazilianization") and its concomitant image of the melting pot. the work presented here discusses different ways of thinking nationality, ethnicity and cultural plurality during the first half of the 20th century. it's empirical reference is the elaboration of ethnic identity within the context of immigration to southern brazil and the concomitant articulations this process maintained with the colonization and occupation of public lands.
Cartas de imigrantes como fonte para o historiador: Rio de Janeiro - Turíngia (1852-1853)
Alves Débora Bendocchi
Revista Brasileira de História , 2003,
Abstract: O artigo apresenta nove cartas de imigrantes alem es residentes nas fazendas de café do Rio de Janeiro. Foram publicadas em 1852/53 nos jornais de Günther Fr bel, em Rudolstadt, com o intuito de incentivar a emigra o para as fazendas de café fluminenses que haviam adotado o sistema de parceria em substitui o ao sistema de trabalho escravo. Além de desempenharem a fun o de incentivo à emigra o, construíram uma imagem do Brasil especificamente para imigrantes.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.