oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Da inven o do alfabeto à Internet: elementos para uma reflex o sobre as práticas de escrita e leitura ao longo dos tempos  [cached]
Imara Bemfica Mineiro,Juliana do Couto Bemfica,Ana Maria Pereira Cardoso
Estudios sobre las Culturas Contemporaneas , 2012,
Abstract: Las transformaciones de los medios de comunicación impresos han implicado cambios en las prácticas, en los hábitos y en las concepciones de lectura. Desde la escritura pictográfica, pasando por los rollos de papiro, luego por los libros manuscritos, después por los de letra impresa, hasta llegar al texto digital, las formas de lectura también se han diversificado. Las prácticas de la lectura, a su vez, cuentan con su propia historia que no está determinada únicamente por el medio de escritura que las soporta. Comprende, más bien, una serie de cuestiones extra materiales que la atraviesan, como el caso de la transición de la lectura oral y colectiva a la silenciosa e íntima, así como en lo concerniente a los hábitos de lectura intensiva o extensiva. A menudo, estas formas de lectura se establecieron y fueron definidas por la formación de bibliotecas. A partir de una retrospectiva de este proceso, el texto discute la trayectoria de estos movimientos de lectura y de escritura hasta el advenimiento de las nuevas tecnologías de información y comunicación, con el objetivo de pensar de qué manera el Internet y el hipertexto llevaron a otros cambios -tanto en términos de accesibilidad como en el de los sentidos utilizados durante el proceso de lectura- cuyos factores principales fueron la utilización de recursos auditivos, visuales y de hipertextualidad. Los resultados derivarán en la superposición de las distinciones entre autor-lector-editor, la evanescencia del trabajo realizado y la multiplicidad de recursos requeridos para su percepción.
Barbeiros e cirurgi es: atua o dos práticos ao longo do século XIX  [cached]
Figueiredo Betania Gon?alves
História, Ciências, Saúde-Manguinhos , 1999,
Abstract: Este artigo tem como objetivo analisar a atua o de práticos, especificamente barbeiros e cirurgi es, ao longo do século XIX, em Minas Gerais. A partir do momento em que cursos de cirurgia e medicina iniciaram suas atividades no Brasil, o confronto com práticos da cura ganhava maior repercuss o, o que n o impedia a presen a de barbeiros e cirurgi es, sem forma o acadêmica, atuando na área da saúde.
Etiologia das infec es intramamárias em vacas primíparas ao longo dos primeiros quatro meses de lacta o  [cached]
Laffranchi Alessandra,Müller Ernst Eckehardt,Freitas Julio Cesar de,Pretto-Giordano Lucienne Garcia
Ciência Rural , 2001,
Abstract: De 88 vacas primíparas, oriundas de quatro rebanhos leiteiros, foram colhidas 1985 amostras de leite, ao longo dos 120 dias pós-parto, das quais 457 (23,02%) apresentaram resultados microbiológicos positivos. Os estafilococos coagulase negativos (ECN) foram isolados em 316 (69,14%) amostras, Corynebacterium bovis em 56 (12,25%), estreptococos em 41 (8,97%) e estafilococos coagulase positivos (ECP) em 38 (8,31%). Mastite clínica foi detectada em nove (10,23%) vacas. No primeiro dia pós-parto, 57 (64,77%) animais e 114 (32,66%) quartos apresentaram exames bacteriológicos positivos. Até o décimo quarto dia, ocorreu um decréscimo acentuado no número de vacas e quartos infectados, que posteriormente tendeu a estabilizar. Os ECN foram as bactérias mais isoladas ao longo de todo experimento, enquanto o número de estreptococos decresceu acentuadamente nas duas primeiras semanas pós-parto. As infec es por C. bovis aumentaram progressivamente a partir do parto. Entre os ECN, predominaram o S. hyicus e o S. intermedius e, nos estreptococos, os do grupo C e D. A contagem média de células somáticas (CCS), nos quartos infectados, foi de 508,914/m, enquanto que, nos quartos negativos, foi de 73,942/m.
O ensino de gradua o na Escola de Enfermagem de Ribeir o Preto da Universidade de S o Paulo ao longo dos seus 50 anos (1953-2003)
Clapis Maria José,Nogueira Maria Suely,Mello Débora Falleiros de,Corrêa Adriana Kátia
Revista Latino-Americana de Enfermagem , 2004,
Abstract: Este artigo tem por objetivo descrever a trajetória do ensino de gradua o desenvolvido na Escola de Enfermagem de Ribeir o Preto da Universidade de S o Paulo (EERP-USP), ao longo dos seus 50 anos (1953-2003), trazendo subsídios para reflex es acerca do contexto histórico-social, das diretrizes curriculares atuais e desafios político-pedagógicos para a forma o do enfermeiro.
Tuberculose do sistema nervoso central em crian as: 2. Tratamento e evolu o
Gusm?o Filho Fernando A. R. de,Marques-Dias Maria Joaquina,Marques Heloísa H. de S.,Ramos S?nia R. T. da S.
Arquivos de Neuro-Psiquiatria , 2001,
Abstract: Sequelas neurológicas n o s o raras após o tratamento da tuberculose do sistema nervoso central (SNC), que é longo, trabalhoso e sujeito a complica es. Vários fatores s o implicados como determinantes de prognóstico. O objetivo deste estudo foi analisar o tratamento e a evolu o de 52 crian as com tuberculose do SNC de um hospital pediátrico terciário. A maioria dos pacientes (41 ou 78,8%) utilizou corticosteróides associados ao esquema tríplice. A ocorrência de hidrocefalia foi comum (28 de 41 testados), porém apenas 8 (15,4%) necessitaram de deriva o liquórica. Hiponatremia ocorreu em um ter o dos casos testados. Hepatotoxicidade ao esquema tríplice aconteceu em 32 casos (61,5%), porém apenas 3 (9,4%) necessitaram de substitui o destas drogas. Ocorreram 8 (15,4%) óbitos e 24 (46,1%) casos desenvolveram sequelas ao fim do tratamento. Houve tendência de pior prognóstico entre os pacientes que n o usaram corticosteróides e os que apresentavam doen a avan ada ao diagnóstico.
Os valores dos administradores de empresas mudam ao longo da carreira? Rela es entre prioridades axiológicas e tempo de formado
Germano Glufke Reis,Fábio Alessandro Affonso Ant?nio,André Laizo dos Santos,Bernadete de Lourdes Marinho
Revista de Administra??o Mackenzie , 2010,
Abstract: A hierarquia de valores individuais orienta escolhas, atitudes e comportamentos, inclusive no ambito profissional. Um aspecto que tem merecido aten o de pesquisadores é compreender em que medida os valores (prioridades axiológicas) de uma pessoa sofrem mudan as ao longo do tempo, em diferentes estágios de sua vida e/ou carreira. Este trabalho teve por objetivo identificar a varia o dos valores individuais conforme o tempo de formado de administradores de empresas. Para isso, foi administrado o inventário de valores de Schwartz junto a uma amostra de 179 administradores de empresas, egressos da Faculdade de Economia, Administra o e Contabilidade da Universidade de S o Paulo, formados entre 1967 e 2008. A Anova foi calculada em nível dos tipos motivacionais de valores e das dimens es bipolares. Os resultados indicaram varia es no perfil axiológico dos sujeitos, à medida que aumenta o tempo de formado. Essa varia o avan a da prioriza o dos valores hedonismo e estimula o (abertura à mudan a), nos primeiros anos de formado, para uma ênfase maior nos valores seguran a, tradi o e conformidade (conserva o), em estágios mais avan ados da carreira. Também há um deslocamento da prioriza o de valores que atendem a interesses individuais (no início da carreira) para valores que atendem a interesses coletivos (em estágios posteriores). Outros resultados, bem como implica es e possíveis causas, também s o discutidos.
DIN MICA DOS ATRIBUTOS QUíMICOS DO SOLO AO LONGO DA SAFRA 2008/2009, PARA SEIS CULTIVARES DE CANA-DE-A úCAR
SILVA NETO, Hélio Francisco,SILVA, Joana Diniz Rosa,TASSO JúNIOR, Luiz Carlos,MARQUES, Diogo
Nucleus , 2011,
Abstract: The chemical soil analysis allows evaluation of parameters responsible for the better sugarcanedevelopment, enabling the crop adequacy to the soil conditions in which it is inserted. The cultivated soil withthe sugarcane genotypes shows a dynamic different along the crop time. Thus, the objective of this work was tocompare the soil chemical composition , at the 0-20 cm depth layer, under six sugarcane varieties, along the2008/2009 harvest. The experiment was developed at FCAV/UNESP, Jaboticabal. The experimental design usedwas in randomized blocks in factorial scheme 6x3 with 3 replications. The main treatments were the six varietieswith ripeness cycle in the middle of the harvest: CTC 15, IAC91-1099, IACSP94-4004, IACSP95-5000,RB855536 and SP81-3250. The secondary treatments were the three analysis performed along the harvest: 12,15 and 17 months after planting. The soil sampling happened in random form in the sugarcane interlines. Thesamples were sent to the Laboratory of the Soil and Fertilizers Department at FCAV for soil chemical analysis. Itcan be concluded that organic matter, pH and CEC levels in the soil tend to decrease along the analyzed epochs.Inverse behavior was observed for potential acidity. The varieties IACSP94-4004 and RB855536 had the mostsatisfactory results showing higher organic matter, pH and CEC levels and low potential acidity. Opposite resultswere obtained with CTC 15 and SP81-3250 varieties, showing the worst soil quality when cultivated with thesecopies, becoming necessary more attention for the next years of second ripening cane harvest.A análise química do solo permite avaliar parametros responsáveis pelo melhor desenvolvimentoda cana-de-a úcar, possibilitando a adequa o da cultura às condi es do solo em que ela é inserida. O solocultivado com os genótipos de cana-de-a úcar apresenta dinamica diferente ao longo do tempo de cultivo.Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi comparar a composi o química do solo, na camada 0-20 cm deprofundidade, sob seis cultivares de cana-de-a úcar, ao longo da safra 2008/2009. O experimento foidesenvolvido na FCAV/UNESP, Jaboticabal. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizadosem esquema fatorial 6x3 com 3 repeti es. Os tratamentos principais formam os seis cultivares com ciclo dematura o no meio de safra: CTC 15, IAC91-1099, IACSP94-4004, IACSP95-5000, RB855536 e SP81-3250.Os tratamentos secundários foram as três análises realizadas ao longo da safra: 12, 15 e 17 meses após o plantio.A amostragem de solo ocorreu de forma aleatória nas entrelinhas da cana. As amost
Retornos freqüentes como nova estratégia para ades o ao tratamento de tuberculose  [cached]
Bergel Fernando Skazufka,Gouveia Nelson
Revista de Saúde Pública , 2005,
Abstract: OBJETIVO: Um dos principais obstáculos para o controle da tuberculose é o abandono de tratamento. O objetivo do estudo foi avaliar a estratégia de retornos freqüentes instituída no Programa de Controle da Tuberculose de Ubatuba, bem como o Programa como um todo, identificando e quantificando os potenciais fatores de risco associados ao abandono. MéTODOS: O estudo foi realizado em Ubatuba, Estado de S o Paulo. Foram incluídos todos os pacientes (n=224) notificados pelo Programa de Controle da Tuberculose, nos dois anos anteriores e posteriores à implementa o dos retornos freqüentes (1999). Efetuaram-se a análise descritiva dos pacientes, análise dos resultados de tratamento e de indicadores de avalia o do Programa. Foram realizadas análises univariadas e multivariadas para identificar possíveis fatores de risco associados ao abandono. Também foi avaliada a estratégia de retornos freqüentes por meio do teste do qui-quadrado. RESULTADOS: A estratégia reduziu o risco de abandono de tratamento de tuberculose de 12,3% para 4,9%. Os fatores de risco associados ao abandono foram n o ter nenhuma escolaridade (OR=3,01; p=0,051), estar desempregado (OR=3,36; p=0,046) e ser dependente de álcool (OR=3,56; p=0,014). CONCLUS ES: A estratégia de retornos freqüentes reduziu o risco de abandono de tratamento de tuberculose, embora os resultados n o tenham alcan ado significancia estatística devido ao número reduzido de desfechos. Todavia, mostrou ser uma alternativa ao tratamento supervisionado para todos os pacientes, como recomendado pela Organiza o Mundial de Saúde.
Correla??o de longa-dura??o e analíse bayesiana da evolu??o temporal dos terremotos ao longo da falha de samambaia, nordeste do brasil  [PDF]
D. B. de Freitas,G. S. Fran?a,L. L. S. Pereira,L. S. Pedro,M. G. N. Atanazio,C. S. Vilar
Physics , 2013,
Abstract: A Bayesian approach is adopted to analyze the sequence of seismic events and their magnitudes near Jo\~ao C\^amara which occurred mainly from 1983 to 1998 along the Samambaia fault. In this work, we choose a Bayesian model for the process of occurrence times conditional on the observed magnitude values following the same procedure suggested by Stavrakakis and Tselentis (1987). The model parameters are determined on the basis of historical and physical information. We generate posterior samples from the joint posterior distribution of the model parameters by using a variant of the Metropolis-Hastings algorithm. We use the results in a variety of ways, including the construction of pointwise posterior confidence bands for the conditional intensity of the point process as a function of time, as well as, a posterior distribuition as a function of the mean of occurrence per unit time.
Controle epidemiológico da tuberculose na cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil: ades o ao tratamento  [cached]
Costa Juvenal Soares Dias da,Gon?alves Helen,Menezes Ana Maria B.,Devens Eduardo
Cadernos de Saúde Pública , 1998,
Abstract: O objetivo deste estudo foi verificar fatores de risco para n o-ades o ao tratamento para tuberculose nos pacientes inscritos no Programa de Controle da Tuberculose, residentes na zona urbana da cidade de Pelotas. O estudo estendeu-se de julho de 1994 a dezembro de 1995. Uma coorte de pacientes com diagnóstico incidente de tuberculose, entre vinte e oitenta anos de idade, foi acompanhada no Centro de Saúde da cidade, onde s o centralizados todos os pacientes com tuberculose. Cada paciente foi acompanhado desde o diagnóstico da doen a até o término do tratamento, seis meses após. Um questionário padronizado e pré-codificado foi aplicado a todos os pacientes. Foi diagnosticado um total de 152 casos novos de tuberculose no ano em estudo; destes, aproximadamente 20% dos mesmos abandonaram o tratamento. Em rela o aos fatores de risco estudados para n o-ades o ao tratamento n o se encontrou significancia estatística para fatores sócio-econ micos, trabalho do chefe da família, idade, sexo, alcoolismo e presen a de sintomas. O único fator de risco que esteve estatisticamente associado com n o-ades o ao tratamento foi cor n o branca. Isto provavelmente ocorreu pela falta de poder do estudo em raz o do tamanho da amostra.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.