oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Continuidades e rupturas no papel da mulher brasileira no século XX  [cached]
Biasoli-Alves Zélia Maria Mendes
Psicologia: Teoria e Pesquisa , 2000,
Abstract: O século XX, em muitas sociedades, caracteriza-se por movimento de constantes altera es em valores, práticas e papéis; contudo, a literatura tem evidenciado também continuidades em todos esses aspectos. O presente artigo tem como objetivo analisar as mudan as e continuidades no papel da mulher, principalmente no contexto familiar brasileiro, com base em dados de pesquisas realizadas na regi o sudeste. Os dados s o provenientes de entrevistas realizadas com homens e mulheres de diversas faixas etárias, nascidos a partir do final do século XIX até meados dos anos 70. Os resultados enfatizam a nova forma de a mulher ser considerada. A imagem de ser frágil e necessitado de prote o, sob o domínio dos sentimentos, atuando na intimidade e presa aos cuidados com a prole, ganha outros contornos, fazendo dela um ser em constru o, na busca de seu desenvolvimento e realiza o de potencialidades. Os caminhos tra ados pela evolu o marcam, contudo, continuidades ao lado de rupturas.
Rupturas e continuidades no processo de transi o administrativa: as li es da prática
Rosimar Serena Siqueira Esquinsani
Revista Espa?o Acadêmico , 2009,
Abstract: A cada pleito eleitoral é comum se instalar um certo clima de inseguran a ante a possibilidade de que uma nova administra o, legitimamente eleita, desestruture tudo que foi anteriormente feito. Desta maneira, transi es administrativas costumam assinalar um certo compromisso com a ‘mudan a’ em rela o ao que o outro (partido, administra o, secretário, grupo...) fazia. O eterno recome ar, que vincula políticas públicas a políticas ou planos de governos quadrienais, faz com que o início de quase toda administra o seja mais expectativa do que confian a, mais indaga es do que respostas, mais inquieta es do que seguran a. Partindo desta premissa, o texto reflete sobre transi es e rupturas administrativas, sendo que o aporte para tais afirma es vem de uma pesquisa empírica com abordagem qualitativa, realizada em uma rede pública municipal de ensino de um município de porte médio, no interior sul-rio-grandense, a partir do mapeamento de dezesseis anos (1992-2008), ou quatro administra es municipais. O objetivo precípuo residiu em acompanhar quatro mudan as de governo e a forma como foram encaminhadas as transi es administrativas, sendo que a investiga o foi desenvolvida dentro de duas abordagens: a análise de conteúdo, advinda de fontes documentais (jornais de circula o local, atas de reuni es e relatórios) e a revis o bibliográfica sobre a temática. A pesquisa apontou indicativos que permitem a seguinte afirma o: a descontinuidade ou ruptura na elabora o e implementa o de programas e/ou projetos educacionais, dentro da demanda de políticas públicas para a educa o, é encarada como a forma legítima de estabelecer as diferen as entre o projeto vencedor e o projeto vencido. Para finalizar, considera-se que as políticas públicas para a educa o, bem como as a es encetadas nesta área, deveriam atender a políticas assumidas pela comunidade (no mínimo) escolar, pela rede de escolas e seus professores e n o a planos de governo, que têm a vida ‘útil’ vinculada a este governo.
El proceso de sanción y el contenido de la Ley de Educación Nacional No 26206: continuidades y rupturas
María Catalina Nosiglia
Praxis Educativa , 2007,
Abstract: El propósito de este trabajo es realizar una descripción del proceso de sanción de la Ley de Educación Nacional N° 26206 (LEN) y un análisis comparativo y crítico de algunas de las temáticas reguladas en dicha norma, se alando continuidades y rupturas con la Ley Federal de Educación N° 24521. Se centra el análisis; por un lado, en el estilo político de legitimación de la LEN, fundamentado más en la decisión que en la deliberación y, por otro, en aspectos referidos a la gobernabilidad del sistema educativo. La selección de las temáticas se realizó privilegiando aquéllas que se refieren a la distribución de atribuciones entre los distintos agentes educativos.
O futuro anterior: continuidades e rupturas nos movimentos estudantis do Brasil  [cached]
Breno Bringel
Eccos Revista Científica , 2009,
Abstract: Durante o ano de 2008, multiplicaram-se, em todo o mundo, as reflex es sobre as lutas estudantis motivadas pelo 40o aniversário do Maio de 1968. No caso brasileiro, a quest o mais paradigmática n o foi tanto a discuss o das lutas da década de 1960, mas sua "atualiza o" no contexto nacional, tendo como base possíveis rupturas que as lutas recentes dos estudantes universitários brasileiros, com vários protestos e ocupa es entre 2007 e 2008, podem provocar no cenário dos movimentos estudantis no Brasil. Uma das hipóteses centrais propostas neste artigo é que esses movimentos se manifestam de acordo com dinamicas cíclicas, e pela retroalimenta o com outros movimentos sociais. Para observar essa dinamica de continuidade e ruptura prop em-se alguns elementos para uma abordagem teórico-metodológica que interprete os movimentos estudantis como um movimento social sui generis. Realizase também uma análise cíclica das a es coletivas estudantis no Brasil e se avaliam, em perspectiva histórica e comparada com as dinamicas de outros movimentos sociais, as principais características das lutas dos movimentos estudantis contemporaneos no País.
AS REPRESENTA ES SOCIAIS DE MORAL DE PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL  [cached]
Alessandra de Morais Shimizu
Nuances : Estudos sobre Educa??o , 2009,
Abstract: Procurou-se, através desta pesquisa, inicialmente identificar as representa es sociais de moral de professores do ensino fundamental da rede oficial. Buscou-se verificar se as representa es encontradas baseavam-se em teorias psicológicas, conteúdos científicos supostamente abordados nos cursos de Habilita o Específica de 2° grau para o Magistério e, em especial, no curso superior de Pedagogia. Entrevistando quarenta professores, verificou-se que suas representa es estavam sustentadas mais em valores convencionais de conformidade as normas e regras sociais, que em teorias psicológicas. Alem disso, constatou-se que a variável possuir curso superior de Pedagogia n o era elemento diferenciador na forma o de suas representa es. A pesquisa sugere um questionamento sobre a forma o de profissionais de ensino, sua repercuss o na prática educativa dos professores do ensino fundamental e, conseqüentemente, na forma o sociomoral das crian as que freqüentam esse nível escolar.
Normas, rupturas y continuidades: La administración de justicia y los ataques contra la propiedad en la provincia de Buenos Aires (2a mitad del siglo XIX)  [cached]
Melina Yangilevich
Revista de Historia del Derecho , 2009,
Abstract: El propósito del trabajo consiste en analizar legislación sobre el delito de ataques contra la propiedad entre mediados del siglo XIX y la sanción del código penal elaborado por Carlos Tejedor (1878) procurando establecer rupturas y continuidades, así como la aplicación efectiva de tales normativas en la instancia letrada con jurisdicción al sur del río Salado de la provincia de Buenos Aires. Se pretende contribuir a establecer en qué medida la cultura jurídica vigente durante el periodo colonial siguió en uso durante el siglo decimonónico. The intention of the work consist of analyzing the legislation on the crime of attacks against the property between half-full of century XIX and the sanction of penal code elaborated by Carlos Tejedor (1878) trying to establish ruptures and continuities, as well as the effective application of such norms in the first criminal instance with jurisdiction to south of the Salado river of the effective legal culture during the colonial period followed in use during the nineteenth-century century.
Representa es dos professores sobre indisciplina escolar  [cached]
Joe Garcia
Educa??o : Revista do Centro de Educa??o UFSM , 2009, DOI: 10.5902/19846444243
Abstract: Neste artigo analisamos um conjunto de representa es dos professores sobre indisciplina escolar, bem como suas implica es para as práticas pedagógicas particularmente relacionadas ao enfrentamento da indisciplina em sala de aula. Inicialmente exploramos três representa es dos professores em rela o à gênese da indisciplina. A primeira representa o considerada atribui destaque ao aluno como sujeito singular na produ o da indisciplina e sobre o qual vai estar centrada a interven o pedagógica. A segunda representa o atribui a gênese da indisciplina ao contexto próprio das rela es entre os sujeitos em sala de aula. A terceira representa o sugere que a indisciplina seria algo socialmente construído nas escolas, e estaria intrinsecamente relacionada à natureza e fun o social da escola, bem como imbricada em sua cultura institucional. Essa terceira representa o se distancia das anteriores e fornece um entendimento da indisciplina como mensagem cultural. Na segunda parte do artigo analisamos um conjunto de implica es das representa es dos professores em rela o a suas práticas pedagógicas. Ao final do texto, apresentamos considera es que destacam algumas quest es que nos parecem centrais no estudo das representa es dos professores sobre a indisciplina escolar em rela o aos papéis que estes supostamente deveriam exercer em cenários de indisciplina. Palavras-chave: Educa o. Indisciplina escolar. Representa es dos professores.
REPRESENTA ES SOCIAIS DE PROFESSORES SOBRE O BULLYING  [cached]
Cristina Helena Bernardini,Helenice Maia
Nuances : Estudos sobre Educa??o , 2011,
Abstract: Esta pesquisa investiga as representa es sociais de bullying elaboradas por professores do segundo segmento do ensino fundamental. O estudo foi realizado em uma escola pública municipal situada na Ilha do Governador, baía de Guanabara, no estado do Rio de Janeiro, escolhida por localizar-se em zona com altos índices de violência. Utilizou-se as seguintes técnicas de coletas de dados: observa o do cotidiano escolar; grupo focal com 12 professores que atuam em turmas de 6o a 9o anos, e entrevistas conversacionais com os mesmos professores. O cruzamento das análises permitiu localizar a possível metáfora do núcleo figurativo da representa o social de bullying associado à adolescência: bullying é como se fosse uma moléstia que necessita remédio para ser curada. Entretanto, os professores nada podem fazer, uma vez que o Estatuto da Crian a e do Adolescente e o Conselho Tutelar os impedem de tomar qualquer atitude ou desenvolver a es que possam acabar com o bullying na escola.
Continuities and ruptures in Argentine's regional discourse: The process of conceptual construction of the Pampa Continuidades y rupturas en el discurso regional argentino: El proceso de construcción conceptual de la Pampa  [cached]
Esteban Salizzi
Mundo agrario , 2012,
Abstract: The present article aims to compare the main proposals of regionalization of the argentine territory seeking to establish -from its survey, analysis and comparison- continuities and ruptures around the conceptual construction of the Pampa. This concern is set within the perspective that points out that regional geography -as geographical writing mode that appeals to the distinction, nomination and order of subnational entities to provide overall interpretations about the territory and society of a country-, in its various proposals, involves ways to represent and address the internal asymmetries of a society. It deepens, then, both in the various paradigms on which these proposals have been established as in the constructions that these have developed of the region in question. Geographical unit that has been repeatedly imagined as possessing a supposed centrality based on the population and industrial weight, the level of agricultural productivity, the generating of huge economic wealth, its history, and the agglutinating/articulating role of the economy and politics El presente artículo tiene como objetivo comparar las principales propuestas de regionalización del territorio argentino buscando establecer -a partir de su relevamiento, análisis y comparación- continuidades y rupturas en torno a la construcción conceptual de la Pampa. Esta preocupación se establece dentro de la perspectiva que se ala que la geografía regional -en tanto modalidad de escritura geográfica que apela a la distinción, nominación y ordenamiento de entidades subnacionales para ofrecer interpretaciones de conjunto sobre el territorio y la sociedad de un país-, en sus diversas propuestas, implica modos de representar y de abordar las asimetrías internas de una sociedad. Se profundiza, entonces, tanto en los diversos paradigmas sobre los cuales se han establecido dichas propuestas como en las construcciones que estas han desarrollado de la región en cuestión. Se trata de una unidad geográfica que ha sido recurrentemente imaginada como poseedora de una supuesta centralidad basada en el peso demográfico e industrial, el nivel de la productividad agropecuaria, la generación de grandes riquezas económicas, su historia, y el rol aglutinador/articulador de la economía y la política
Análise comparativa das representa es de alunos e professores sobre as rela es entre ensino e aprendizagem  [cached]
Andreia Osti,Rosely Palermo Brenelli
ETD : Educa??o Temática Digital , 2012,
Abstract: Esta pesquisa teve como objetivo identificar e comparar as representa es de professores e de seus respectivos alunos (com e sem dificuldade de aprendizagem) sobre o processo de ensino e aprendizagem. Buscamos verificar em quais aspectos as representa es de alunos e professores se correspondem e se elas se diferenciam entre alunos com e sem dificuldades de aprendizagem. A coleta de dados foi organizada por meio de uma entrevista semiestruturada, contendo 15 quest es abertas para professores e alunos. Participaram deste estudo 20 professores e 40 alunos (sendo 20 com dificuldade e 20 sem dificuldade de aprendizagem) do 5o ano do Ensino Fundamental da rede municipal de uma cidade da regi o Metropolitana de Campinas. As respostas das entrevistas foram categorizadas e analisadas através do teste exato de Fisher, Qui-Quadrado e de Propor es. O nível de confian a foi de 95%. Os resultados demonstraram que professores e alunos apresentam uma vis o parcial dos fatores envolvidos no processo de ensino e aprendizagem. O aprender, tanto para professores quanto para alunos, é sin nimo de ausência de erros, sendo um processo individual e n o social. Professores e alunos sem dificuldades representam positivamente o ambiente da sala de aula, diferentemente dos alunos com dificuldades.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.