oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Políticas de combate à fome no Brasil
BELIK, WALTER;SILVA, JOSé GRAZIANO DA;TAKAGI, MAYA;
S?o Paulo em Perspectiva , 2001, DOI: 10.1590/S0102-88392001000400013
Abstract: até os anos 30, os problemas de abastecimento estavam associados à quest?o da oferta de alimentos para a popula??o. desse período até o final dos anos 80, a fome passou a ser encarada como um problema de intermedia??o e as políticas se voltaram para a regula??o de pre?os e controle da oferta. a partir dos anos 90, os problemas de abastecimento passaram a ser combatidos, supostamente, através da desregulamenta??o do mercado na esperan?a de que o crescimento econ?mico pudesse proporcionar renda, emancipando as famílias pobres e alcan?ando a cidadania.
A POL TICA DE ALIMENTA O E NUTRI O NO BRASIL: BREVE HIST “RICO, AVALIA O E PERSPECTIVAS  [cached]
MARIA SYLVIA CARVALHO BARROS,JOS?? CARLOS TARTAGLIA
Alimentos e Nutri??o , 2009,
Abstract: A revis £o hist 3rica das Pol -ticas P oblicas de Alimenta § £o e Nutri § £o implementadas no Brasil e a an lise das avalia § μes cr -ticas feitas sobre elas demonstraram que as mesmas n £o v am cumprindo seus objetivos de solucionar o problema nuitricional brasileiro. A necessidade de garantir Seguran §a Alimentar popula § £o levou busca de novas formas de execu § £o de Pol -ticas Sociais. Concluiu-se que os Programas de Renda M -nima permanecem como instrumentos potenciais de enfrentamento da exclus £o social e da mis ria, por sua capacidade de redistribuir renda, de centralizar a § μes de combate pobreza e por garantir acesso aos m -nimos sociais, a - inclu -dos os m -nimos nutricionais necess rios seguran §a alimentar. PALAVRAS-CHAVE: Pol -ticas p oblicas; seguran §a alimentar; renda m -nima, combate fome
A dimens o da pobreza, da desnutri o e da fome no Brasil  [cached]
Monteiro Carlos Augusto
Estudos Avan?ados , 2003,
Abstract: Este trabalho pretende contribuir para um melhor entendimento da dimens o e possíveis solu es para a fome e a desnutri o no Brasil. Inicialmente, procuramos esclarecer a natureza distinta de cada um desses problemas e o que os distingue conceitualmente da pobreza. A seguir, examinamos as alternativas disponíveis para operacionalizar os conceitos de pobreza, desnutri o e fome em estudos empíricos que buscam aferir a freqüência desses problemas na popula o. Finalmente, apresentamos e comparamos resultados relativos à freqüência, distribui o geográfica e tendência secular da pobreza, da desnutri o e da fome no Brasil e destacamos suas principais implica es para o delineamento de políticas públicas que busquem o controle desses problemas em nosso meio.
"Geografia da Fome": da lógica regional à universalidade  [cached]
Arruda Bertoldo Kruse Grande de
Cadernos de Saúde Pública , 1997,
Abstract: Geografia da Fome revela a associa o harmoniosa da capacidade de argumentar com a seguran a científica, um novo modo de pensar e de agir frente à realidade alimentar e nutricional e também uma abordagem pioneira no dimensionamento da fome coletiva como um fen meno geograficamente universal. Admitiu, com base nas especificidades regionais, que as contribui es parciais poderiam compor um mapeamento caracterizador da universalidade do problema, permitindo construir uma imagem diferente do Brasil e do mundo, possibilitando a estrutura o de um plano universal de combate à fome, abrindo novos caminhos para aqueles que buscam a corre o de desequilíbrios regionais e a elimina o do subdesenvolvimento. Nesse livro-manifesto, Josué de Castro reinterpretou o papel da geografia clássica, incorporando uma das dimens es explicativas mais importantes, que é a da análise política, para desvendar a significa o e conseqüências do desenvolvimento espacial desigual. A releitura de Geografia da Fome mostra que seus delineamentos conceituais e propositivos continuam vivos e constituem instrumentos indispensáveis para repensar criticamente a realidade brasileira e, em particular, a nordestina. Geografia da Fome, no seu cinqüentenário, torna-se um livro atual pela sua mensagem estimuladora e perturbadora.
A História das Políticas Públicas voltadas ao combate da fome  [cached]
CíNTIA REGINA CONDE GELLI DOS SANTOS,GIOVANA LONGO SILVA MARINA SILVA BAIL?O,YêDA SOTELO MARCONDES
Saúde Coletiva , 2006,
Abstract: El hambre es un fenómeno producido por el contexto político, social, histórico y económico de nuestra sociedad. En Brasil, el tratamiento dado al problema de la alimentación hasta la década de 30 se limitó al ámbito del abastecimiento y de la fiscalización de alimentos con la creación, en 1918 de la "Comisión de Alimentación Pública", para atender a "crisis de la carestía". Después de esta década había un aumento de políticas públicas que buscaban el combate del hambre en Brasil, despertándose en las autoridades governamentales una necesidad de intervención en los asuntos ligados a la alimentación y nutrición. El objetivo de este artículo es hacer una revisión de la literatura a respecto de temas que hablan de las políticas públicas de combate al hambre, existente y presente en Brasil. Se mencionaron una serie de iniciativas, algunas ya en proceso, otras nuevas que, si implantadas de una manera integrada, son capaces de reducir el problema del hambre en el Brasil, involucrando toda la sociedad.
Diretrizes do combate à peste no Brasil
Barreto, Jo?o de Barros;Castro, Almir de;
Memórias do Instituto Oswaldo Cruz , 1947, DOI: 10.1590/S0074-02761947000200007
Abstract: depois de relembrarem as condi??es da extensa regi?o, em que é a peste endêmica no brasil, e que dificultam a aplica??o, em sua plenitude, das medidas profiláticas recomendadas para o combate à doen?a, sumariam os a. a. a legisla??o brasileira em vigor e discriminam o que tem realizado com aquele fim o servi?o nacional de peste. aludindo aos benefícios do s?ro, das sulfas e possìvelmente da estreptomicina para os doentes acentuam a precária possibilidade do seu isolamento, o que tem levado o servi?o à maior intensifica??o das práticas de anti-ratiza??o e das que visam a destrui??o de roedores e pulgas. mostram, quanto às primeiras medidas, o que tem sido possível fazer, intensa e progressivamente, n?o só para a prote??o das habita??es rurais, aí incluídas as praticas de desratiza??o, limpeza dos terrenos e cuidados com o lixo, como no tocante à instala??o de silos e giraus à prova de ratos, e a outras providências concernentes à adequada disposi??o de gêneros alimentícios e dos diversos materiais, que podem servir de alimento e ninho aos roedores. detêm-se mais no particular das medidas de desratiza??o, salientando o valor do cianogás, que veio, para aquela finalidade, tomando o passo ao envenenamento com iscas raticidas, tendo o arsênico por base, largamente empregadas pelo servi?o ate 1942. mostram como tem crescido, de ano para ano, o percentual de ratos, destruídos por elas e pelo cianogás, em rela??o ao total de ratos mortos; e apontam a decorrente limita??o do uso de armadilhas. quanto aos lan?a-chamas, também largamente empregados, reputam-nos mais perigosos e menos eficientes e econ?micos que o cianogás, com idênticas indica??es, salientando porém a grande vantagem do uso do ddt, como agente despulizante, inclusive pela sua a??o residual. mostram o valor da utiliza??o, em larga escala, do ddt também para a defesa do homem s?o, que se limitava, até há pouco, pràticamente à soroterapia preventiva e à imuniza??o ativa. parece ter-se mostrado esta eficiente no b
Redes de política no combate à fome e à pobreza: a estratégia Comunidade Solidária no Brasil
Burlandy,Luciene; Labra,Maria Eliana;
Ciência & Saúde Coletiva , 2007, DOI: 10.1590/S1413-81232007000600016
Abstract: this paper analyzes a strategy deployed by the brazilian government for combating hunger and poverty: the solidarity community (1995-2003), particularly institutional mechanisms used to fine-tune targeting processes and allocate resources to the food stocks distribution program (prodea) and the undernourished child and high-risk pregnancy program (pcdmi). primary data were obtained through interviews with policy network players, including segments of government and society: nine federal; six state and 82 from eight municipalities in rio de janeiro state. moving towards its goal of converging programs for the poorest municipalities, the solidarity community made them more visible to executive civil servants. the introduction of different sectors into the solidarity community network varied, according to the political clout and institutional capacity of each sector. the solidarity community strategy was: to negotiate criteria with ministries for setting priorities and provide technical support and information for local governments, improving their skills for obtaining federal funding. the role of the solidarity community was thus limited at the local level, due to poor intersectoral networking and difficulties in monitoring program implementation and beneficiary selection processes, blunting its advantages for more vulnerable groups.
Combate à fome no Brasil: uma análise histórica de Vargas a Lula
Vasconcelos, Francisco de Assis Guedes de;
Revista de Nutri??o , 2005, DOI: 10.1590/S1415-52732005000400001
Abstract: this study consists of a historical analysis of the programmes aimed at fighting hunger in brazil, in the period from 1930 to 2003. as methodological criteria for this analysis three transverse sections were established, corresponding to specific contexts in the history of the social policy on food and nutrition in brazil: 1930-1963; 1964-1984 and 1985-2003. the survey attempts to identify and describe the food and nutrition programmes, showing the main discursive categories in each section studied. an analysis of the programmes shows important changes, above all, since the mid-eighties. as from this point, the policy for fighting hunger in the country passed from authoritarian planning to partnership; from centralized to decentralized administration; from universal to specific benefits; from state control to social control; from distribution of food to transference of income in cash; from public financing to public and private partnerships between the civilian society and the state.
Produ o científica em nutri o e percep o pública da fome e alimenta o no Brasil  [cached]
Coutinho Marília,Lucatelli Márcio
Revista de Saúde Pública , 2006,
Abstract: Há uma contradi o entre a percep o de diferentes setores da elite quanto às quest es da fome e nutri o no Brasil. Por um lado, o carro-chefe da política social do atual governo brasileiro é o Programa Fome Zero. Esse programa se baseia na concep o de que a condi o de fome é socialmente relevante no País. Por outro lado, a comunidade científica na área de nutri o, por meio de estudos epidemiológicos, destaca a obesidade como um dos problemas de saúde pública mais graves no Brasil. O motivo pelo qual a percep o pública está dissociada da produ o de conhecimento sobre o assunto tem raízes antigas, relacionadas às dificuldades de institucionalizar a ciência no Brasil. Isso se refletiu numa relativa falta de legitimidade do discurso científico. A novidade nessa situa o é a conquista de maior visibilidade internacional, pela comunidade científica em epidemiologia nutricional. O futuro da aplica o prática dos resultados da pesquisa em epidemiologia nutricional no Brasil depende da dinamica das agendas políticas sobre fome e nutri o, e dos setores a elas associados. O objetivo do estudo foi explorar essa situa o por meio da análise de dados cientométricos sobre a produ o científica, dados históricos e documentais quanto ao discurso sobre a fome.
Josué de Castro e a Geografia da Fome no Brasil
Vasconcelos, Francisco de Assis Guedes de;
Cadernos de Saúde Pública , 2008, DOI: 10.1590/S0102-311X2008001100027
Abstract: the aim of this article is to reinterpret the classic work geografia da fome [the geography of hunger], first published in 1946. the article provides a summary of the five food area maps and the main nutritional deficiencies in brazil, based on josué de castro's original conception. currently, the nutritional epidemiological profile identified by josué de castro, characterized by nutritional deficiencies (malnutrition, vitamin deficiencies, endemic goiter, iron deficiency anemia, etc.), overlap with chronic non-communicable diseases (obesity, diabetes, dyslipidemias, etc.). however, the complex and paradoxical issue of hunger is a persistently recurrent theme in brazil. given a series of current dilemmas, including the planet's ecological sustainability and the need to guarantee the human right to adequate, healthy nutrition, it is urgent to reawaken the struggle led by josué de castro for the adoption of a sustainable economic development model and a society free of poverty and hunger.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.