oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
DIMENS O GERENCIAL DO TRABALHO DO ENFERMEIRO EM UM SERVI O HOSPITALAR DE EMERGêNCIA  [cached]
José Luís Guedes dos Santos,Maria Alice Dias da Silva Lima
Revista de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria , 2011,
Abstract: RESUMO: Estudo com objetivo de analisar a dimens o gerencial do processo de trabalho do enfermeiro em um servi o hospitalar de emergência. Pesquisa qualitativa do tipo estudo de caso aprovada pelo Comitê de ética da institui o de referência (09-151). Os dados foram coletados entre junho e setembro de 2009, mediante observa o participante e entrevistas com 22 enfermeiros do Servi o de Emergência de um Hospital Universitário do Rio Grande do Sul – RS, e analisados a partir da técnica de análise de conteúdo temática. O trabalho dos enfermeiros é constantemente influenciado por situa es inesperadas e pela procura por atendimento, que variam em diversidade e complexidade. A dimens o gerencial do trabalho do enfermeiro contempla a realiza o e o planejamento do cuidado, a previs o e provis o de recursos para o bom funcionamento da unidade e a lideran a, supervis o e capacita o da equipe de enfermagem. Os enfermeiros reconhecem a importancia do trabalho em equipe e sua responsabilidade na articula o das a es dos profissionais de saúde. A superlota o e manuten o da qualidade do cuidado s o os principais desafios gerenciais dos enfermeiros. As estratégias para superá-los incluem mudan as no fluxo de atendimento dos pacientes e na estrutura física da unidade e a reorganiza o do sistema de saúde para a aten o às urgências. Esses resultados podem colaborar com o trabalho dos enfermeiros possibilitando que reflitam sobre suas práticas e avancem na compreens o da gerência do cuidado como instrumento para a melhoria das práticas de aten o à saúde nos servi os de emergência.
O estresse na atividade gerencial do enfermeiro  [cached]
Lautert Liana,Chaves Enaura H. B.,Moura Gisela M. S. S. de
Revista Panamericana de Salud Pública , 1999,
Abstract: O trabalho do enfermeiro, principalmente no ambito hospitalar, está, conforme diversos estudos, entre os que mais geram estresse em seus profissionais. Dessa forma, o objetivo desta investiga o foi identificar as fontes geradoras de estresse na atividade gerencial do enfermeiro que trabalha no hospital e as principais altera es que o estresse pode acarretar sobre a saúde desse profissional. Trata-se de uma pesquisa quantitativa com uma amostra de 207 enfermeiros, realizada em 1996 em um hospital universitário na cidade de Porto Alegre, RS, Brasil. Utilizou-se um questionário auto-aplicável com quest es relativas às fontes de estresse e à presen a de sintomas de estresse. O questionário incluiu, também, quest es sobre os sentimentos dos enfermeiros em rela o a determinadas condi es de trabalho e levantou dados demográficos e hábitos de vida da amostra. Os participantes do estudo tinham idade média de 35,8 anos e trabalhavam, em média, há 8,5 anos nos diferentes setores do hospital. Dos respondentes, 48% estavam estressados. A sobrecarga de trabalho foi a fonte que determinou a maior estimativa de risco relativo de estresse (6,1). Em rela o aos sintomas de estresse, as altera es cardiovasculares foram as que tiveram maior incidência nos auto-relatos. No entanto, as altera es gastrintestinais estiveram relacionadas com um risco maior para estresse (5,3). O gerenciamento de pessoal foi a fonte de estresse que apresentou maior número de correla es significativas com os sintomas de estresse. Por outro lado, as altera es imunitarias foram as que mais se correlacionaram com as fontes de estresse. Os resultados sugerem que o estresse gerado pela atividade gerencial do enfermeiro desencadeia altera es na saúde.
Aspectos éticos na a o gerencial do enfermeiro
Trevizan Maria Auxiliadora,Mendes Isabel Amélia Costa,Louren?o Maria Regina,Shinyashiki Gilberto Tadeu
Revista Latino-Americana de Enfermagem , 2002,
Abstract: Com o propósito de abordar aspectos éticos na a o gerencial do enfermeiro, os autores evocam Etzioni(1) e adotam uma classifica o de hospital como uma referência de organiza o, onde o consentimento é baseado na internaliza o de regras aceitas como legítimas. No caso do paciente, a necessidade de adapta o ao comportamento médico e regras hospitalares, através da internaliza o, é vista como devida ao poder do médico, do enfermeiro e do hospital. Na nossa vis o, esta internaliza o ocorre de uma maneira ingênua, sem consentimento, desde que a maioria dos pacientes brasileiros n o sabe que pode, ou n o, consentir porque está acostumada a obedecer. Os autores enfocam a fun o gerencial do enfermeiro, indicando que esta deve ser baseada em valores da profiss o, em seu código de ética e nos direitos do paciente hospitalizado, integrando cuidado humano qualificado, guiado pelo respeito, por livre consentimento e pela promo o do paciente como um protagonista e sujeito do cuidado.
A percep o do formando de enfermagem sobre a fun o gerencial do enfermeiro  [cached]
Jadielma Clementino da Silva,Célia Alves Rozendo,Fátima Maria de Melo Brito,Teresinha de Jesus Gomes Costa
Revista Eletr?nica de Enfermagem , 2012,
Abstract: O presente estudo teve por objetivo identificar e analisar a percep o de formandos de gradua o em enfermagem de uma universidade pública sobre a fun o gerencial do enfermeiro. Trata-se de estudo descritivo-qualitativo, cujo cenário foi um curso de gradua o em enfermagem de uma universidade pública nordestina. Para a coleta de dados utilizou-se a entrevista semiestruturada com doze formandos de gradua o. A análise temática foi a técnica escolhida para a análise dos dados, gerando três categorias: fun o gerencial do enfermeiro – faz funcionar o servi o; assistência e gerência – duas práticas dicot micas; e ensino dos conteúdos de administra o – muita teoria, pouca prática. Concluímos que a percep o dos formandos sobre a fun o gerencial do enfermeiro baseia-se mais na observa o do trabalho do enfermeiro e menos na sua percep o em si e que, para esses sujeitos, trata-se de fun o importante, mas que se apresenta desarticulada da assistência e distante da prática.
O referencial da educa o popular na a o gerencial e de lideran a do enfermeiro
Isabel Amélia Costa Mendes,Maria Auxiliadora Trevizan,Gilberto Tadeu Shinyashiki,Maria Suely Nogueira
Texto & Contexto - Enfermagem , 2007,
Abstract: Se trata de una reflexión que discute inicialmente, la administración ejercida por el enfermero en el contexto de la prestación de servicios hoy día. Creyendo que los paradigmas de la educación popular puedan ofrecer una importante contribución para la actuación del enfermero en el ámbito de las organizaciones de salud, los autores se posicionan sobre el referido proceso educacional como alternativa de valorización de la conducta gerencial y del liderazgo del enfermero.
Prazer e sofrimento no exercício gerencial do enfermeiro no contexto hospitalar El placer y el sufrimiento en el ejercicio gerencial del enfermero en el ámbito hospitalario Pleasure and suffering in nursing management in the hospital context  [cached]
José Luís Guedes dos Santos,Adelina Giacomelli Prochnow,Dalva Cezar da Silva,Rosangela Marion da Silva
Escola Anna Nery , 2013,
Abstract: Este estudo objetivou analisar os fatores de prazer e sofrimento no exercício gerencial do enfermeiro no contexto hospitalar. Trata-se de uma pesquisa exploratório-descritiva com abordagem qualitativa, que utilizou como técnica de coleta a entrevista semiestruturada. Foi realizada em um hospital universitário, e os dados foram analisados mediante análise temática. Os 19 enfermeiros que participaram do estudo revelaram que a gerência é fonte de prazer quando há crescimento pessoal e profissional, reconhecimento dos colegas e satisfa o do paciente; e fonte de sofrimento em fun o das dificuldades de relacionamento com a equipe de trabalho e da sobrecarga de trabalho. Ressalta-se a necessidade de os enfermeiros gerentes compreenderem a dualidade sofrimento e prazer na busca de um trabalho mais construtivo e realizador, por meio de maior articula o da atividade gerencial, com a experiência de vida, além do respaldo institucional e apoio dos colegas de trabalho. Este estudio tuvo como objetivo analizar los factores de placer y sufrimiento en el ejercicio gerencial del enfermero en el ámbito hospitalario. Investigación exploratoria-descriptiva con enfoque cualitativo, que utilizó como técnica la entrevista seme-estructurada. Se llevó a cabo en un hospital universitario y los datos fueron examinados utilizando el análisis temático. Los 19 enfermeros que participaron revelaran que la gerencia es una fuente de placer cuando hay crecimiento personal y profesional, reconocimiento y satisfacción en el trabajo, y una fuente de sufrimiento debido a las dificultades de relación con el equipo y la sobrecarga de trabajo. Se evidencia la necesidad de que los enfermeros gerentes entiendan la dualidad sufrimiento y placer de una manera más constructiva y satisfactoria, mediante una mayor coordinación de las actividades gerenciales, con la experiencia de la vida, más allá del respaldo institucional y del apoyo de sus compa eros de trabajo. This study aimed to analyze the factors of pleasure and suffering at work in nursing management in the hospital context. This is an exploratory-descriptive study with qualitative approach, which was used as a technique for collecting semi-structured interview. It was conducted in a university hospital and the data were analyzed using thematic analysis. The 19 nurses who participated in the study revealed that management is a source of pleasure when there is personal and professional growth, recognition and job satisfaction, and a source of suffering because of the difficulties of relationship with the team and work overload. It emphasiz
O estresse na atividade gerencial do enfermeiro
Lautert,Liana; Chaves,Enaura H. B.; Moura,Gisela M. S. S. de;
Revista Panamericana de Salud Pública , 1999, DOI: 10.1590/S1020-49891999001100007
Abstract: according to several studies, nursing, especially in hospital settings, is one of the most stressful professions. the objective of this study was to identify the sources of stress related to the administrative tasks of nurses working in a hospital, as well as the main health changes that stress caused these professionals. the quantitative survey was carried out in 1996 with a sample of 207 nurses at a university hospital in the city of porto alegre, in the state of rio grande do sul, brazil. a questionnaire was used to collect data on stress sources and symptoms. the questionnaire also gathered demographic data, as well as information on the nurses' feelings about their working conditions. the average age of the study participants was 35.8 years, and the average time working at the hospital was 8.5 years. among participants, 48% were considered to be stressed. work overload was the stress source that best predicted relative risk of stress (6.1). in terms of stress symptoms, the most commonly reported ones were cardiovascular changes. however, gastrointestinal changes were related to a higher risk of stress (5.3). managing other staff was the stress source that had the greatest number of significant correlations with stress symptoms. on the other hand, immunologic changes were the symptoms that had the highest correlation with stress sources. our results suggest that stress related to administrative tasks in nursing may trigger changes in nurses' health.
Prazer e sofrimento no exercício gerencial do enfermeiro no contexto hospitalar
Santos, José Luís Guedes dos;Prochnow, Adelina Giacomelli;Silva, Dalva Cezar da;Silva, Rosangela Marion da;Leite, Joséte Luzia;Erdmann, Alacoque Lorenzini;
Escola Anna Nery , 2013, DOI: 10.1590/S1414-81452013000100014
Abstract: this study aimed to analyze the factors of pleasure and suffering at work in nursing management in the hospital context. this is an exploratory-descriptive study with qualitative approach, which was used as a technique for collecting semi-structured interview. it was conducted in a university hospital and the data were analyzed using thematic analysis. the 19 nurses who participated in the study revealed that management is a source of pleasure when there is personal and professional growth, recognition and job satisfaction, and a source of suffering because of the difficulties of relationship with the team and work overload. it emphasizes the need for nurse-managers understand the duality suffering, and pleasure when seeking for a position more constructive and fulfilling, through greater coordination of management activity, with the experience of life, beyond the institutional backing and support from coworkers.
Aspectos éticos na a??o gerencial do enfermeiro
Trevizan, Maria Auxiliadora;Mendes, Isabel Amélia Costa;Louren?o, Maria Regina;Shinyashiki, Gilberto Tadeu;
Revista Latino-Americana de Enfermagem , 2002, DOI: 10.1590/S0104-11692002000100013
Abstract: aiming at addressing the ethical aspects concerning nurses' managerial activities, the authors of this work referred to etzioni(1) and adopted a hospital classification as a reference of organization in which consent is based on the internalization of rules accepted as legitimate. regarding patients, their need to adapt to medical behavior and hospital rules through internalization is considered to be a result of physicians', nurses' and the hospital's power. however, the authors view that such internalization is naive, without consent, especially by taking into account that most brazilian patients do not know that they should or should not consent and are used to obeying. thus, the work focused on nurses' managerial actions, indicating that they must be based on professional values, the nursing ethical code as well as on the rights of hospitalized patients, thus integrating qualified care guided by respect, free consent and promotion of patients as the protagonists and subjects of care.
Formas de aprender na dimens?o prática da atua??o do enfermeiro assistencial
Assad, Luciana Guimar?es;Viana, Lídia de Oliveira;
Revista Brasileira de Enfermagem , 2005, DOI: 10.1590/S0034-71672005000500016
Abstract: this study was carried out in a university hospital in rio de janeiro. its objectives were to identify the ways of learning in the practice of the attending nurse in the hospital organization. the theoretical support was based on the light of sh?n, perrenoud, and benner. this is a case study with a qualitative approach, developed with a semi-structured interview and a focal group. the content analysis was done. the results suggest that in the hospital we find two learning modalities: learning that uses transformation elements and the one that uses the reproduction. we notice that nurses alternate these models taking as a starting point the following variables: how long they have been working in this field, the work atmosphere and the personal identity.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.