oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
época de semeadura do sorgo forrageiro em duas localidades do estado de Minas Gerais
Carlos Juliano Brant Albuquerque,Marcelo Cruz Mendes
Pesquisa Aplicada & Agrotecnologia , 2011, DOI: 10.5777/1449
Abstract: Objetivou-se com a realiza o deste trabalho avaliar o efeito da época de semeadura de cultivares de sorgo forrageiro em duas localidades do Estado de Minas Gerais na severidade do Colletotrichum graminicola bem como produtividade de matéria seca da forragem. Os experimentos foram conduzidos sob o delineamento experimental de blocos casualizados em esquema fatorial 5 x 5 x 2, com quatro repeti es, sendo cinco cultivares, cinco épocas de semeadura e duas localidades. As primeiras semeaduras foram realizadas no início da segunda quinzena de outubro, a segunda, a terceira, a quarta e a quinta foram aos 15, 30, 45 e 60 dias após a primeira. As cultivares SHS500 e Volumax apresentam maior tolerancia a antracnose independente dos municípios de Francisco Sá, e Jaíba, MG. O atraso na época de semeadura aumenta a severidade da antracnose do sorgo, em fun o da cultivar e local. A produtividade de matéria seca do sorgo forrageiro é afetada pela época de semeadura e municípios de Francisco Sá, MG e Jaíba, MG.
Physical characterization of soil and operational performance of agricultural machines in the deployment of forage sorghum Caracteriza o física do solo e desempenho operacional de máquinas agrícolas na implanta o da cultura do sorgo forrageiro  [cached]
José Guilherme Lan?a Rodrigues,Jairo Costa Fernandes,Flávia Meinicke Nascimento,Carlos Antonio Gamero
Semina : Ciências Agrárias , 2011,
Abstract: Forage sorghum can be grown in areas presenting dry and hot environmental situations where the yield of other grasses can often be uneconomical. The objective of this study was to analyze the operating performance of agricultural machines in the deployment of sorghum forage in four tillage systems, as follows: no-tillage system, disk harrow + seeding, disk harrow + two light disking + seeding, minimum tillage + seeding and four seeding different speeds, as follows: 3, 5, 6 and 9 km h-1. The study was performed under field conditions in FCA / UNESP, Botucatu County, SP, Brazil. The data were subjected to variance analysis in a simple factorial 4 x 4, and a random block design with split plots. Operational performance of the agricultural machinery, physical characteristics the soil, its water content and the yield of dry matter and green sorghum were determined. The operational performance of agricultural machines in the deployment of sorghum forage is influenced by the sowing speed and the soil tillage system used. Chisel plow was the equipment that required the highest mean traction force, mean traction and slip, as well as the lowest mean speed for the studied tillage system. Forage sorghum showed higher yields in no-tillage systems at a seeding speed of 5 km h-1. O sorgo forrageiro pode ser cultivado em áreas e situa es ambientais secas e quentes, onde a produtividade de outras forrageiras pode ser normalmente antiecon mica. O objetivo do trabalho foi analisar o desempenho operacional de máquinas agrícolas na implanta o da cultura do sorgo forrageiro em quatro sistemas de preparo do solo: semeadura direta; gradagem pesada + semeadura; gradagem pesada + duas gradagens leves + semeadura; cultivo reduzido + semeadura e quatro velocidades de semeadura: 3, 5, 6 e 9 km h-1. O experimento foi instalado em condi es de campo, na FCA/UNESP, Campus de Botucatu - SP. Os dados obtidos foram submetidos à análise de variancia em esquema fatorial simples, 4 x 4, sendo o delineamento experimental em blocos ao acaso com parcelas subdivididas. Foram estudados o desempenho operacional das máquinas agrícolas, as características físicas do solo, o teor de água e a produtividade de massa seca e verde do sorgo. Concluiu-se que o desempenho operacional de máquinas agrícolas na implanta o da cultura do sorgo forrageiro é influenciado pela velocidade de semeadura e pelo sistema de preparo do solo. O escarificador foi o equipamento que exigiu do trator a maior for a média de tra o, potência média de tra o, patinagem e apresentou a menor velocidade média de trabalho para os
Produ o de forrageiras anuais de inverno em diferentes épocas de semeadura Production of annual winter forages at different sowing times  [cached]
Jussara Maria Ferrazza,André Brugnara Soares,Thomas Newton Martin,Alceu Luiz Assmann
Revista Ciência Agron?mica , 2013,
Abstract: O trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar as características produtivas de forrageiras anuais de inverno (Avena strigosa Schereb, Lolium multiflorum Lam, Avena sativa, Triticum aestivum, Secale cereale e Triticosecale Wittmack) em quatro épocas de semeadura (11/3; 08/4; 06/5 e 03/6 de 2009). Foram avaliados o número de dias para o primeiro corte, o número de cortes, dias de utiliza o da pastagem, a densidade de plantas e perfilhos, a produ o total, a matéria seca residual e a produ o por corte. Houve intera o significativa entre forrageiras e épocas de semeadura para todas as variáveis analisadas, o que possibilita alterar o planejamento forrageiro combinando cada forrageira dentro da melhor época de semeadura, direcionando a produ o de forragem com o objetivo de suprir os vazios forrageiros. Uma das op es é a semeadura de aveia preta no início de mar o suprindo mais convenientemente as forragens no outono aos animais, em rela o à sua semeadura em abril, mesmo que esta apresentasse uma produ o total de forragem maior. Porém, se a maior necessidade de forragem é na primavera, a melhor combina o seria azevém semeado em junho. As aveias brancas, os azevéns, e a aveia preta IAPAR 61, s o materiais com alta capacidade de produ o e distribui o de forragem, especialmente se semeadas até início de maio. This study was carried out in order to evaluate the productive characteristics of annual winter forages (Avena strigosa Schereb, Lolium multiflorum Lam, Avena sativa, Triticum aestivum, Secale cereale and Triticosecale Wittmack), on four sowing dates (11 March, 8 April, 6 May and 3 June 2009). The work evaluated the number of days to first harvest, the number of harvests, days of pasture usage, plant and tiller density, total production, residual dry matter and production per harvest. There was significant interaction between forages and sowing dates for all the variables analysed, which makes possible altering forage planning, combining each forage type with its best sowing date and directing forage production in order to fill any gaps. One option is the sowing of oats at the beginning of March, more conveniently supplying fodder to animals in the autumn relative to its being sown in April, even though this represents greater total forage production. However, if the greatest need for forage is in the spring, the best combination would be ryegrass sown in June. White oats, ryegrass, and oats IAPAR 61, are materials which have a high capacity for fodder production and distribution, especially when sown by the beginning of May.
PRODU O DE FITOMASSA SECA DE OITO ESPéCIES VEGETAIS EM DUAS éPOCAS DE SEMEADURA NA REGI O NOROESTE DO ESTADO DE S O PAULO
VAZQUEZ, Gisele Herbst,LEMA, André da Cruz Fran?a,GRANZOTTO , Renato
Nucleus , 2011,
Abstract: This work was done in Fernandópolis/SP, with the purpose of evaluate production potentialand bromatologic composition of dry phytomass produced by eight vegetable species in two sowing seasons forsoil covering and/or animal feeding. The studied species were: millet, forage sorghum, finger-millet, gray andblack mucuna, sunn hemp, lablab and forage turnip. The assay was installed in two steps, May 12, 2002 (draughtseason) and December 3, 2002 (rain season). All the phabaceae, besides forage sorghum and millet, producedabout twice more phytomass per area during the rain season compared to the draught season. The millet wassuperior to the other species during the rain season, reaching 16.7 t ha-1 of dry phytomass, being the sunn hempthe phabaceae with the biggest production (12.1 t ha-1). The forage turnip isn't indicated for the dry phytomassproduction for soil covering in the seasons studied. During rain season all others respond to the minimumnecessary production of dry phytomass for soil covering and during the draught season, just the millet does it.Aiming animal feeding, all the species studied can be used, with restrictions to sunn hemp, which may have toxicsubstances, independent of sowing season. The millet is the favorite culture once it presents adequate dryphytomass production in both evaluated seasons, associated to nutritional quality of the produced forage crop,besides possibility of re-sprouting after the cut or grazing.Este trabalho foi realizado no município de Fernandópolis/SP com o objetivo de avaliar opotencial de produ o e a composi o bromatológica da fitomassa seca de oito espécies vegetais e em duasépocas de semeadura para cobertura de solo e/ou alimenta o animal. As espécies estudadas foram: milheto,sorgo forrageiro, capim pé-de-galinha, mucuna cinza e preta, crotalária, lablabe e nabo forrageiro. O ensaio foiinstalado em duas etapas, 12/05/2002 (época da seca) e 03/12/2002 (época das águas). Todas as fabáceas, alémdo milheto e do sorgo-forrageiro, produziram cerca de duas vezes mais fitomassa por área na época das águas emrela o à da seca. O milheto foi superior às demais espécies nas águas, atingindo 16,7 t ha-1 de fitomassa seca,sendo a crotalária, a fabácea com maior produ o (12,1 t ha-1). Concluiu-se que o nabo forrageiro n o é indicadopara a produ o de fitomassa seca para cobertura do solo nas duas épocas estudadas, sendo que, nas águas, todasas demais atendem à produ o mínima de fitomassa necessária para uma adequada cobertura do solo, e na seca,apenas o milheto. Visando à alimenta o animal, todas as espécies estudada
Degradabilidade ruminal in situ da matéria seca e da fibra em detergente neutro em silagens de híbridos de sorgo colhidos em diferentes épocas  [cached]
Tonani F.L.,Ruggieri A.C.,Queiroz A.C.,Andrade P.
Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia , 2001,
Abstract: O objetivo deste trabalho foi o de avaliar o efeito das silagens de três híbridos de sorgo: granífero (Conti-Silo, de porte baixo), duplo propósito (Conti-Silo-03, de porte médio) e forrageiro (547-F, de porte alto) e de três épocas distintas (aos 105, 112 e 119 dias após a semeadura) sobre a degradabilidade in situ da matéria seca (MS) e da fibra em detergente neutro (FDN). Foram utilizados três bovinos adultos mesti os fistulados no rúmem, distribuídos em um delineamento experimental em parcelas subdivididas, com três tempos de incuba o (6, 24, 96 horas). Houve diferen a (P<0,05) nas fra es de desaparecimento da MS e de FDN após 6, 24 e 96 horas de incuba o ruminal entre as diferentes silagens. Quanto à época de colheita, a diferen a na degrada o de MS foi observada após 96 horas de incuba o, destacando-se a variedade de duplo propósito, superior nos três diferentes cortes. Com a matura o, observou-se tendência de aumento na fra o degradável da MS, porém esse efeito foi menos evidente nas silagens de sorgo forrageiro. Para a FDN n o houve diferen a (P<0,05) entre silagens em nenhum dos tempos de incuba o.
Parámetros agronómicos del sorgo en razón a las estrategias de siembra y fertilización
Flavio Henrique Silveira Rabelo,Carlos Henrique Silveira Rabelo,Elisangela Dupas,Denismar Alves Nogueira
Pesquisa Aplicada & Agrotecnologia , 2012, DOI: 10.5777/paet.v5.n1.03
Abstract: Objetivou-se com esta pesquisa avaliar estratégias de semeadura e aduba o com NPK nos parametros agron micos do sorgo forrageiro e granífero. No experimento I foi utilizado o sorgo forrageiro AG-2002 e os tratamentos avaliados foram três doses do formulado NPK 10-20-10 (18, 25 e 32 g m-1 linear) e dois espa amentos entre linhas de 60 e 80 cm, com quatro repeti es. Notou-se intera o significativa do espa amento x aduba o no diametro de colmo e produtividade de panícula do sorgo forrageiro, destacando-se a associa o de 25 e 32 g de NPK no espa amento de 60 cm entre linhas (7,64 e 8,40 t ha-1 de panícula, respectivamente). A altura média das plantas e a produtividade de matéria verde aumentaram quando as maiores doses de NPK foram empregadas. Na condu o do experimento II, estudou-se o sorgo granífero DKB550 e os tratamentos avaliados foram três espa amentos entre linhas 50, 70 e 90 cm e duas densidades de plantio de 10 e 12 plantas por metro linear, com quatro repeti es. A altura média de plantas, produtividade de matéria verde e produtividade de panícula foram maiores quando a densidade de plantio foi maior (12 plantas m-1). A produtividade e porcentagem de panículas em rela o à planta inteira foram maiores quando manejados no menor espa amento entre linhas de 50 cm. O sorgo forrageiro respondeu de forma positiva à aduba o com NPK, melhorando os parametros agron micos. Plantios mais adensados resultam em melhores características agron micas, principalmente, em rela o à produtividade de panículas. El objetivo de esta investigación fue evaluar las estrategias de siembra y fertilización con NPK en los parámetros agronómicos del cultivo del sorgo. Se realizaron dos experimentos. En el primer experimento se utilizó el sorgo AG-2002 y los tratamientos fueron tres dosis de NPK 10-20-10 (18, 25 y 32 g m-1 lineal) y dos espaciamientos entre hileras de 60 y 80 cm, con cuatro repeticiones. Se observó una interacción significativa del espaciamiento y fertilización en el diámetro del tallo y productividad de la panoja panícula del sorgo, destacando la asociación de 25 y 32 g de NPK en el espaciamiento de 60 cm entre líneas (7,64 y 8,40 t-1 ha de panícula, respectivamente). La altura media de las plantas, la productividad de materia verde aumentó cuando las dosis más altas de NPK fueron empleadas. Al llevar a cabo el experimento II, se estudió el sorgo DKB550 y los tratamientos evaluados fueron tres espaciamientos entre líneas 50, 70 y 90 cm y dos densidades de siembra de 10 y 12 plantas por metro lineal, con cuatro repeticiones. La altura media de las planta
Emergency and growth of cover crops in function of the sowing depth / Emergência e crescimento de plantas de cobertura em fun o da profundidade de semeadura  [cached]
Leandro Pereira Pacheco,Fábio Ribeiro Pires,Fernando Pereira Monteiro,Sérgio de Oliveira Procópio
Semina : Ciências Agrárias , 2009,
Abstract: The objective of this study was evaluated emergence of four cover crops at different seeding depths, in order to use them intercropped and oversown with annual crops. The experiment was installed in a greenhouse, and it was organized as a 5 × 7 factorial combination, with crop of fve cover crops: Pennisetum glaucum var. ADR 300, ADR 500, and BN2, Eleusine coracana (fnger millet), and a cober crop( hybrid sorghum with sudan-grass [Sorghum bicolor x Sorghum sudanese)]; seven cover crops seeding depths: (0 cm without any mulch; 0 cm with a mulch of leaves over the seeds;1; 4; 8; 10; and 15 cm).The cover crops were cropping in vases for 40 days. It was evaluated emergence index, emergence time, plant height, green biomass and dry biomass of the above-ground part, leaf area, root dry biomass and root length density. There was reduction of emergence when cover crops was seeded at zero cm depth with a mulch of leaves, except for the E. coracana, that had a better performance in the oversown. Pearl millets and hybrid S. bicolor x S. sudanense show up some restrictions when used in simultaneous consortium. The 15 cm sowing depth must not be used. O objetivo do trabalho foi avaliar a emergência de cinco plantas de cobertura em diferentes profundidades de semeadura, visando à obten o de informa es que subsidiem sua utiliza o na consorcia o e sobressemeadura de culturas anuais. O experimento foi conduzido em casa-de-vegeta o, no delineamento experimental de blocos ao acaso, em esquema fatorial 5 x 7, composto pelas plantas de cobertura Pennisetum glaucum var. ADR 300, ADR 500 e BN2, Eleusine coracana e cober crop [híbrido de sorgo com capim-sud o (Sorghum bicolor x Sorghum sudanense)], e por sete profundidades de semeadura das plantas de cobertura (0 cm sem presen a de folhas de soja sobre as sementes, 0 com presen a de folhas de soja sobre as sementes, 1, 4, 8, 10 e 15 cm). As sementes foram semeadas em vasos e as plantas cultivadas por 40 dias. Avaliaram-se o índice e o tempo de emergência, a altura de plantas, a ftomassa verde e seca da parte aérea, a área foliar, a ftomassa seca radicular e a densidade de comprimento radicular. Houve redu o na emergência quando a semeadura foi realizada a zero cm com cobertura. Os milhetos e o híbrido S. bicolor x S. sudanense apresentaram restri es quanto ao uso em consórcio simultaneo. A semeadura realizada a 15 cm n o deve ser utilizada.
Sowing time on Soybean yield potential in Uberlandia-MG época de semeadura no Potencial produtivo de Soja em Uberlandia-MG  [cached]
Flávia Aparecida Amorim,Osvaldo Toshiyuki Hamawaki,Larissa Barbosa de Sousa,Regina Maria Quint?o Lana
Semina : Ciências Agrárias , 2011,
Abstract: The work was done in Uberlandia (MG) to evaluate the performance of seven soybeans cultivars sowed in four different times: October 30th, November 15th, December 14th and 31st during the 2001/2002 season. The cultivars utilized were: DM-118 early-maturing, DM-247, DM-Victoria, DM-339, medium late cycle and DM-309, DM-98C81 and DM-Noble cycle Late. The statistical design was a randomized blocks in a factorial scheme (7 cultivars x 4 times) with three replications. The evaluated characteristics were: yield, number of days for flowering, number of days for maturing, plant height, first bean height and plant laying. For the most evaluated cultivars, sowing beyond December 14th in Uberlandia region presented yield losses for earlier cultivars as DM-118 as well for the later ones as DM Vitória, compared to sowing in 30th October. The time for flowering and maturing and plant height had effect on the yield. O trabalho foi feito em Uberlandia, com o objetivo de avaliar o comportamento de sete cultivares de soja em quatro épocas distintas de semeadura: 30 de Outubro, 15 de Novembro, 14 e 31 de Dezembro, na safra 2001/02. As cultivares utilizadas foram: DM-118 de ciclo precoce, DM-247, DM-Vitória, DM-339, de ciclo semitardio e DM-309, DM-98C81 e DM-Nobre de ciclo tardio. O delineamento utilizado foi o de blocos casualizados em esquema fatorial (7 cultivares x 4 épocas) com três repeti es. As características avaliadas foram: produtividade, número de dias para flora o e matura o, altura de plantas na matura o, inser o da primeira vagem e acamamento. Para a maioria das cultivares, a semeadura realizada a partir de 14 de dezembro na regi o de Uberlandia provocou queda na produtividade, tanto para as cultivares mais precoces quanto para mais tardia, DM Vitória, quando comparada a semeadura em 30 de outubro. O período para o florescimento, matura o e a altura de plantas interferiram na produtividade. Há decréscimo de altura de planta e número de dias para a flora o, à medida que se atrasa a semeadura.
Efeito do adubo verde e época de semeadura sobre a produtividade do feij o, em plantio direto em regi o de cerrado = Effect of green manure and sowing date on the productivity of bean no-tillage in the Cerrado region
Helena Masumi Simidu,Helena Masumi Simidu,Lilian Christian Domingues de Souza,Fabiana de Lima Abrantes
Acta Scientiarum : Agronomy , 2010,
Abstract: A aduba o verde e a época de semeadura s o dois importantes fatores que influenciam a produtividade das cultivares. O objetivo deste trabalho foi avaliar a produ o de biomassa de diferentes coberturas vegetais (milheto, sorgo e Brachiaria brizantha), o acúmulo denutrientes e seus efeitos sobre as cultivares de feij o (Pérola, IAC Tun e Carioca Precoce) em distintas épocas de semeadura (22/6 e 6/7). O experimento foi realizado na área experimental da Universidade Estadual Paulista – Unesp, localizada no município de Selvíria, Estado do Mato Grosso do Sul, no ano agrícola de 2006/2007. Utilizou-se o delineamento experimental em blocos casualizados, com quatro repeti es, e as avalia es para a cobertura foram: a biomassa de matéria fresca e seca e os nutrientes acumulados nas plantas; para o feij o foram: ciclo, estande final, número de vagens/planta, número de sementes/vagem, massa de 100 sementes e produtividade. Observou-se que o milheto e o sorgo apresentaram maiores produtividades demassa fresca e seca, e acumularam maiores quantidades de nutrientes na palhada; a época mais adequada para semeadura foi em junho, e a semeadura tardia do cv. Carioca Precoce n o afetou sua produtividade; o uso da palhada de Brachiaria brizantha em cobertura proporcionou melhores condi es para a produtividade ao feijoeiro em sistema de plantio direto. Green manure and sowing date are two important factors that influence the productivity of cultivars. The objective of this study was toevaluate the production of biomass from different vegetation covers (millet, sorghum and Brachiaria brizantha) and the accumulation of nutrients and their effects on the bean cultivars (Pearl, IAC Tun and Carioca Precoce) at different sowing dates (6/22 and 7/6). Theexperiment was conducted at the experimental area of the Universidade Estadual Paulista - Unesp, located in Selvíria, Mato Grosso do Sul State, in the 2006/2007 agricultural year. The randomized blocks design was used with four replications, and the evaluations of thecoverage were: the biomass of fresh and dry matter and nutrients accumulated in plants; for the beans: cycle, final stand, number of pods/plant, number of seeds per pod, mass of 100 seeds, and productivity. It was observed that millet and sorghum showed higherproductivity of fresh and dry mass, and accumulate greater quantity of nutrients in straw; the time most suitable for sowing was in June, and the late sowing of cv. Carioca Precoce did not affect their productivity, the use of Brachiaria brizantha straw in coverage provided better conditions for productivity
Caracteriza o estatística de variáveis usadas para ensaiar uma semeadora-adubadora em semeadura direta e convencional = Statistical characterization of variables used to test a planter under direct and conventional sowing systems
Welington Gonzaga do Vale,Ricardo Ferreira Garcia,José Tarcísio Lima Thiebaut,Geraldo do Amaral Gravina
Acta Scientiarum : Agronomy , 2009,
Abstract: O objetivo deste trabalho foi caracterizar, estatisticamente, as variáveis patinagem dos rodados, espa o percorrido por parcela, área da parcela trabalhada,capacidade de campo teórica e efetiva de uma semeadora em sistema de semeadura direta (SD) e convencional (SC), com base na verifica o do ajuste de uma série de dados a uma distribui o estatística, visando indicar a melhor forma de representa o e valores a serem adotados para que estas variáveis sejam utilizadas em opera es de práticas agrícolas. O experimento na SC foi realizado com velocidade de 1,5 m s-1, com 190 repeti es, durante a semeadura de milho em solo classificado como Cambissolo; oexperimento na SD, com 1,8 m s-1 e 58 repeti es, durante a semeadura de sorgo em solo classificado como Latossolo Vermelho-Amarelo. Concluiu-se que n o foram detectados valores discrepantes e que as variáveis em estudo podem ser representadas pela fun o densidade de probabilidade normal (Distribui o de Gauss), podendo ser utilizados parametros para suas representa es. Statistical characterization of variables used to test a planter under direct and conventional sowing systems. The objective of this work was to statistically characterize variables such as wheels slip, theoretical and effective field capacity of a planter in direct (DS) and conventional sowing (CS) systems, based on the verification of the adjustment of a series of data to a statistical distribution, aiming for the best form of representation and values be adopted so that these variables be used in agricultural practices operations. The experiment in CS was done with a speed of 1.5 m s-1 with 190 repetitions, and the experiment in DS was done with 1.8 m s-1 and58 repetitions. It was concluded that differing values were not detected, and the variables in study can be represented by the function density of normal probability (Gaussian distribution), and the variables can be used for its representations.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.