oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Acúmulo e distribui o de metais pesados nas raízes, caule e folhas de mudas de árvores em solo contaminado por rejeitos de indústria de zinco  [cached]
SOARES CLáUDIO ROBERTO FONSêCA SOUSA,ACCIOLY ADRIANA MARIA DE AGUIAR,MARQUES TERESA CRISTINA LARA LANZA DE Sá E MELO,SIQUEIRA JOSé OSWALDO
Revista Brasileira de Fisiologia Vegetal , 2001,
Abstract: Avaliaram-se em casa-de-vegeta o o acúmulo e a distribui o de metais pesados nas raízes, caule e folhas de mudas de vinte espécies arbóreas tropicais crescendo em solo contaminado com metais pesados. As mudas com tamanho ideal para plantio foram transferidas para vasos contendo 3,3 kg de solo sem contamina o ou contaminado com Zn, Cd, Cu e Pb, onde permaneceram por 90 dias. As espécies que cresceram em solo contaminado apresentaram teores foliares elevados, variando de (mg kg-1): Zn = 154 a 1177; Cd = 0,6 a 54,6; e Cu = 2,8 a 134. Essas concentra es foram, em muitos casos, superiores aos níveis críticos de toxidez, ao passo que os teores foliares de Pb variaram de 0,1 a 4,3 mg kg-1, n o atingindo níveis considerados fitotóxicos. Em algumas espécies como Machaerium nictidans, Myroxylon peruiferum, Piptadenia gonoacantha, Senna macranthera e Trema micrantha, que tiveram o crescimento muito inibido pela contamina o, houve elevada transloca o de Zn e/ou Cd para parte aérea. Dendropanax cuneatum, que foi pouco afetada pelos metais, também apresentou índice elevado de transloca o de Zn e Cd, mas reteve esses elementos no caule. Acacia mangium, Copaifera langsdorffi e Cedrella fissilis também apresentaram baixa sensibilidade à contamina o e apresentaram elevado acúmulo de Zn e Cd nas raízes, indicando que a baixa transloca o desses elementos para a parte aérea está envolvida na tolerancia dessas espécies ao excesso de metais pesados no solo. O padr o de distribui o proporcional de Zn e Cd nas raízes e parte aérea das plantas se relaciona com o comportamento dessas ao excesso de metais pesados no solo.
Metais pesados em plantas de milho cultivadas em Latossolos repetidamente tratados com biossólido  [cached]
Anjos Ana Rosa Martins dos,Mattiazzo Maria Emilia
Scientia Agricola , 2000,
Abstract: A presen a de metais pesados em biossólidos é motivo de preocupa o quando do uso agrícola desse resíduo em fun o da possibilidade de absor o desses metais pelas plantas crescendo nesse solo. A fitodisponibilidade de metais pesados, em solos repetidamente tratados com biossólido, foi avaliada num experimento em vasos de 0,5 m3, contendo LATOSSOLO AMARELO Distrófico (LAd) e LATOSSOLO VERMELHO Distrófico (LVd). O experimento foi montado no delineamento em blocos ao acaso, com quatro tratamentos (LAd+lodo, LAd, LVd+lodo e LVd) e quatro repeti es utilizando milho como planta teste. Incorporou-se biossólido, proveniente da Esta o de Tratamento de Esgotos ETE-SABESP-Barueri, S o Paulo, na camada 0-0,2 m dos solos durante um período de até doze meses antes do plantio, numa quantidade total correspondente a 388 Mg ha-1, base seca. Antes da semeadura, os tratamentos testemunhas receberam calcário e aduba o NPK, porém houve necessidade de aduba o NPK nos tratamentos com biossólido, durante o desenvolvimento das plantas. As análises do tecido vegetal foram feitas por digest o nitro-perclórica, seguindo-se a quantifica o dos metais por absor o at mica, nas seguintes partes da plantas: pend o, folha diagnose, folhas ao final do ciclo, colmo, bainha, gr os, sabugo e palha. As sucessivas aplica es do biossólido, em doses correspondentes a 78 Mg ha-1, n o proporcionaram aumento de produtividade. Foi observado aumento dos teores de Cu e Zn nas plantas, evidenciando a disponibilidade desses metais adicionados via biossólido. N o foi observada disponibilidade de Cd, Cr, Mn, Ni e Pb para as plantas de milho.
Distribui??o de metais pesados em plantas de milho cultivadas em Argissolo tratado com lodo de esgoto
Gomes, Samuel Belo Venancio;Nascimento, Clístenes Williams Araújo do;Biondi, Caroline Miranda;Accioly, Adriana Maria de Aguiar;
Ciência Rural , 2006, DOI: 10.1590/S0103-84782006000600004
Abstract: despite of sewage sludge agricultural recycling is one of the most adequate forms for sludge final disposal, plants grown in sludge-amended areas are under the risk of heavy metal contamination. this study was aimed at studying the distribution of cd, cu, zn, mn, and fe in corn plants grown on soil treated with the sewage sludge from companhia pernambucana de saneamento (compesa), pernambuco state, brazil. the sludge was applied to an ultisol at six doses (0, 7.7, 15.4, 29.7, 45.1, and 60.5t ha-1). heavy metal concentrations were determined in various plant parts (stem, leaves, stalk, straw involving the cob, and grains). the results showed that addition of sludge increased the zn uptake by plants, with zn accumulating mainly in the straw involving the cob and leaves. this increase in zn absorption decreased cu concentration in plants grown in sludge-treated soils. except for grains, fe concentrations were increased in all the plant parts due to sludge addition. on the other hand, most mn was mainly accumulated in stalk and stem of the corn plants. sewage sludge application on soil cultivated with corn did provoke neither phytotoxicity nor grains contamination with the heavy metals studied.
Comportamento de espécies herbáceas em misturas de solo com diferentes graus de contamina o com metais pesados  [cached]
Carneiro Marco Aurélio Carbone,Siqueira José Oswaldo,Moreira Fátima Maria de Souza
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2002,
Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar, em casa de vegeta o, o comportamento de espécies herbáceas em rela o ao excesso de Cd e Zn no solo. O gradiente de contamina o foi estabelecido a partir de mistura de solo contaminado com solo sem contamina o em diferentes propor es. As sementes foram semeadas em tubetes contendo 250 mL de solo, e após 90 dias as plantas foram colhidas e avaliadas. A maioria das espécies apresentou redu o no crescimento com aumento da contamina o do solo e elevadas concentra es de Cd e Zn na matéria seca da parte aérea (MSPA), na mistura com 15% de solo contaminado. A espécie Pffafia sp. mostrou-se tolerante à contamina o, crescendo em misturas de solo contendo até 90 mg kg-1 de Cd e 1.450 mg kg-1 de zinco. Além disso, apresentou concentra o superior a 100 mg kg-1 de Cd na MSPA, sendo considerada hiperacumuladora desse metal. Sida glaziovii, Bidens pilosa, Rhynchelytrum repens, Cenchrus echinatus e Nicandra physaloides, por sua vez, foram severamente afetadas pela contamina o, ao contrário de Trifolium repens, Euchlaena mexicana, Cynodon dactylon, Avena strigosa, Cenchrus ciliares e Cyperus sp. que apresentaram crescimento satisfatório. As espécies avaliadas mostram-se promissoras para estudos adicionais sobre a reabilita o de áreas contaminadas com metais pesados.
Estabelecimento de plantas herbáceas em solo com contamina o de metais pesados e inocula o de fungos micorrízicos arbusculares
Carneiro Marco Aurélio Carbone,Siqueira José Oswaldo,Moreira Fátima Maria Souza
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2001,
Abstract: Neste trabalho estudou-se o estabelecimento de plantas herbáceas em solo com contamina o de metais pesados (MP) e inocula o de fungos micorrízicos arbusculares (FMAs). O experimento foi realizado em bandejas, em esquema fatorial 5 x 2, sendo cinco propor es de solo contaminado com MP na ausência e presen a de FMAs. Sementes de oito espécies de gramíneas e uma crucífera (mostarda -- Brassica sp.) foram plantadas e cultivadas por 120 dias e avaliadas em dois cortes. No primeiro corte, as gramíneas foram severamente afetadas pela contamina o, e a mostarda foi pouco afetada, mostrando alta tolerancia. No segundo corte, o efeito da contamina o foi negligível para as gramíneas, e a inocula o dos FMAs aumentou em 24% a matéria seca destas em rela o ao controle sem inocula o. A inocula o teve também efeito positivo na matéria seca das raízes e na coloniza o micorrízica. Os teores de Cd, Zn e Pb na parte aérea foram maiores na mostarda do que nas gramíneas em ambos os cortes. Apesar de a inocula o n o ter efeito no crescimento das gramíneas do primeiro corte, as plantas com inocula o apresentaram maior acúmulo de Zn, Cd e Pb no segundo corte. A maior tolerancia da mostarda aos metais pesados permitiu seu crescimento e conseqüente acúmulo de Zn, Cd e Pb do solo contaminado. A extra o destes elementos do solo pode ter contribuído para o melhor desenvolvimento subseqüente das gramíneas, favorecendo o estabelecimento das plantas.
FONTES E TRANSPORTE DE METAIS PESADOS PARA ENSEADA DE JURUJUBA (BAIA DE GUANABARA) RJ - BRASIL  [cached]
José Ant?nio Baptista Neto,Bernard J. Smith,John J. McAllister,Maria Augusta Martins da Silva
Revista Tamoios , 2005,
Abstract: As fontes de sedimentos e metais pesados para um estuário urbanizado s o complexas e difusas. Esta pesquisa tem como objetivo acessar as principais fontes de metais pesados para a enseada de Jurujuba (RJ). Analisaram- se as concentra es dos elementos Cr, Cu, Ni, Pb, Zn e Fe, em amostras de solo, rios e escoamento superficial urbano, bem como sedimentos de marinas. Apesar de se poderem distinguir as fontes naturais das antrópicas de metais pesados para a Enseada de Jurujuba, é evidente que os processos de urbaniza o s o os principais responsáveis pelas maiores concentra es de metais pesados para a enseada, através de rios e escoamento superficial urbano. No entanto, n o se podem desprezar a deposi o atmosférica e as atividades náuticas como importantes fontes de polui o. Palavras-chave: fontes de sedimentos, polui o de metais pesados, Enseada de Jurujuba, processo de urbaniza o.
Bioconcentra o de chumbo e micronutrientes em hortali as cultivadas em solo contaminado Bioconcentration of lead and micronutrients in horticultural crops grown in contaminated soil
Francisco de Sousa Lima,Clístenes Williams Araújo do Nascimento,Adriana Maria de Aguiar Accioly,Carla da Silva Sousa
Revista Ciência Agron?mica , 2013,
Abstract: A crescente polui o ambiental nas últimas décadas vem tornando os metais pesados uma amea a constante aos seres vivos. Entre estes, o chumbo (Pb) é um dos mais importantes, devido à quantidade de áreas contaminadas e seus efeitos deletérios para saúde humana. Este estudo objetivou avaliar a produ o de biomassa e absor o de micronutrientes por olerícolas cultivadas em Espodossolo contaminado por Pb. Adicionalmente, a distribui o de Pb entre as fra es do solo e a rela o dessas fra es com a disponibilidade do Pb para hortali as foi também estudado. O experimento foi conduzido em blocos casualizados no esquema fatorial 5x3x4. Os tratamentos foram constituídos por cinco doses de Pb (0,0; 20; 50; 72 e 180 mg kg-1 de solo), três espécies vegetais (quiabo, cenoura e couve-manteiga) e quatro partes das plantas (raiz, caule, folha e partes comestíveis), sendo a última dose equivalente ao valor de investiga o para solos agrícolas. De acordo com os resultados, o Pb promoveu redu o da matéria seca nas plantas de cenoura e quiabeiro, enquanto n o influenciou a produ o de biomassa da couve manteiga. O Pb afetou a concentra o de micronutrientes nos órg os das hortali as, sendo observado na cenoura redu o no teor de ferro enquanto na couve manteiga houve aumento do teor de Zn nas raízes. O Pb apresentou-se, preferencialmente, adsorvido à fra o matéria organica. Plantas cultivadas em solo contaminado com a dose de investiga o estabelecida pelo CONAMA, além de apresentarem desbalan o nutricional, podem tornar-se inadequadas ao consumo humano, devido ao elevado teor deste metal nas partes comestíveis. Increasing environmental pollution in recent decades has made heavy metals a constant threat to living beings. Among these, lead (Pb) is one of the most important, because of the number of contaminated areas, and their deleterious effects on human health. This study aimed to evaluate biomass production and the absorption of micronutrients by horticultural crops grown in a spodosol contaminated by Pb. In addition, the distribution of Pb among the soil fractions and the relationship of these fractions to the availability of Pb to the crops was also studied. The experiment was carried out in randomized blocks in a 5x3x4 factorial scheme. The treatments were made up of five levels of Pb (0.0; 20; 50; 72 and 180 mg kg-1 of soil), three species of vegetable (okra, carrot and kale) and four plant parts (root, stem, leaf and edible portions), the last level being equivalent to the investigative value for agricultural soils. According to the results, the Pb promoted a re
Concentra es naturais de metais pesados em algumas classes de solos brasileiros  [cached]
Fadigas Francisco de Souza,Amaral-Sobrinho Nelson Moura Brasil do,Mazur Nelson,Anjos Lúcia Helena Cunha dos
Bragantia , 2002,
Abstract: No Brasil ainda n o foram definidos os níveis de referência de metais pesados, para avalia o da contamina o do solo. Objetivou-se com este trabalho caracterizar diversos solos brasileiros, em condi es naturais, quanto aos teores totais dos metais pesados Cd, Cr, Cu, Fe, Mn, Ni, Zn e correlacionar algumas propriedades do solo com a ocorrência desses elementos. Utilizaram-se 162 amostras de solo, da soloteca da Embrapa Solos (RJ), correspondendo aos horizontes A e B de 81 perfis, das principais classes de solos brasileiros, especialmente os Argissolos (27%) e Latossolos (42%). Os teores totais de metais pesados extraídos com água-régia foram analisados em ICP-AES. à exce o do cádmio, as concentra es médias dos metais estudados foram, em geral, inferiores aos valores médios encontrados na literatura internacional, e inferiores aos valores desses metais considerados tóxicos para as plantas. As amostras de solo foram agrupadas por semelhan a, utilizandose como variáveis os conteúdos de argila, silte, Mn e Fe e CTC (T). Estabeleceram-se as faixas de concentra es das variáveis de solos nos diversos grupos e uma aproxima o dos teores naturais dos metais pesados para outras amostras de solos com características similares às de cada grupo.
Fracionamento de metais pesados em solo contaminado antes e após cultivo de arroz
Silva, Maria Ligia de Souza;Vitti, Godofredo Cesar;
Química Nova , 2008, DOI: 10.1590/S0100-40422008000600021
Abstract: the objective of the present work was to evaluate the distribution of cd, cu, mn, pb and zn among the different fractions of contaminated soil, before and after rice cultivation. seven soil samples with different degrees of contamination were studied using a randomized experimental design, with four replicates. using an icp-oes we analyzed the contents of heavy metals in fractions of soil, the organic matter therein, the oxides and the residual content before and after rice cultivation. the largest concentrations of cd, cu, mn and zn in the soil are found in the fractions with stable chemical bonds.
Contamina o da microbacia de Caetés com metais pesados pelo uso de agroquímicos
RAMALHO JAIR FELIPE GARCIA PEREIRA,AMARAL SOBRINHO NELSON MOURA BRASIL DO,VELLOSO ARY CARLOS XAVIER
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2000,
Abstract: Com o objetivo de avaliar a contamina o do solo, sedimentos, água e plantas por metais pesados, decorrente do uso de agroquímicos, na microbacia de Caetés em Paty do Alferes, RJ, amostras de solo foram analisadas, em 1996, para obter os teores totais de Cd, Co, Cu, Mn, Ni, Pb e Zn de duas áreas com diferentes declividades (25% e 45%) tendo, ambas, como cobertura vegetal, capoeira, pasto e olericultura. Os resultados referentes aos solos sob pastagem (antiga área de olericultura) mostraram maiores teores de metais pesados do que a área de capoeira. Entretanto, esses valores n o atingiram níveis críticos no solo, e esses elementos estavam presentes em formas químicas pouco disponíveis para absor o pelas plantas, como foi constatado na análise de metais pesados em tomate (Lycopersicum esculentum L.), piment o (Capsicum annuum L.), repolho (Brassica oleracea L.) e pepino (Cucumis sativus L.), que apresentaram níveis baixíssimos desses elementos. Nas amostras de sedimentos, o comportamento dos metais pesados foi semelhante ao obtido nos solos, estando esses elementos distribuídos em maior porcentagem nas fra es residual, ligadas a óxidos de Mn e Fe e ligadas à matéria organica. As amostras de água do córrego e do a ude que cortam a microbacia apresentaram valores acima dos padr es internacionais com rela o a Cd, Pb e Mn.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.