oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
O TRABALHO PEDAGóGICO PRESENTE NA BRINCADEIRA DE PAPéIS SOCIAIS E A SUA IMPORT NCIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA IMAGINA O CRIADORA NO CONTEXTO DA EDUCA O INFANTIL  [cached]
Marlizete Cristina Bonafini Steinle
Nuances : Estudos sobre Educa??o , 2013,
Abstract: Historicamente o jogo sempre foi concebido como uma a o infantil sem importancia para o adulto, visto como um mero passatempo de crian a. Contudo, na atualidade, várias s o as pesquisas que buscam discutir a importancia do jogo e sua importancia na das crian as, bem como discutir metodologias para sua utiliza o na escola. Assim, s o objetos deste estudo a brincadeira e a imagina o criadora na infancia. Este estudo tem por objetivo analisar como a brincadeira tem sido compreendida e utilizada pelo professor da Educa o Infantil e em que medida ela colabora com o desenvolvimento da imagina o criadora. Para tanto, é verificado como o professor da Educa o Infantil organiza seu trabalho docente a fim de estimular o desenvolvimento das fun es psíquicas na crian a. Depois de detidos momentos de estudo, discuss o, reflex o e análise dos pressupostos teóricos referentes à Psicologia Histórico-Cultural, p de-se concluir que o presente texto contribuirá com a reflex o dos professores da Educa o Infantil que reconhecem a importancia do jogo e da brincadeira na organiza o pedagógica, bem como a sua indissociabilidade com a imagina o.
A estrutura da brincadeira e a regula o das rela es  [cached]
Pontes Fernando Augusto Ramos,Magalh?es Celina Maria Colino
Psicologia: Teoria e Pesquisa , 2002,
Abstract: A brincadeira tradicional de rua é um fen meno paradigmático da organiza o social de crian as e da cultura infantil. O estudo das brincadeiras tradicionais infantis possibilita a investiga o de um fen meno "espontaneo", sem o planejamento adulto e sem o recurso da escrita. Cada brincadeira, em cada cultura, possui uma estrutura peculiar que a define. A estrutura da brincadeira, no geral determina o desenrolar dos acontecimentos no jogo, prevendo padr es, estratégias e san es típicas. Apesar desta estrutura ter sua origem histórica nas rela es, constitui um elemento supra-relacional, ritualizado. Cada característica estrutural, verbalmente codificada, existe independente das rela es, é um dos seus determinantes. Na verdade, a estrutura de uma brincadeira n o determina totalmente e linearmente as intera es entre os sujeitos de modo a eliminar as peculiaridades das rela es; a estrutura interage com as rela es anteriormente dadas. As intera es nas brincadeiras ser o fruto do institucionalmente dado e das rela es entre seus membros. A partir de exemplos de brincadeiras tradicionais tais como, peteca (bola de gude), papagaio, tratos, elástico e outras, ser o analisados aspectos estruturais que condicionam e interagem com as rela es. Acredita-se que a investiga o de tais fatores seja importante tanto para melhor descri o da brincadeira quanto para compreens o das rela es entre os membros do grupo bem como da transmiss o da cultura da brincadeira.
A LEITURA NA LITERATURA INFANTIL BRASILEIRA: A METODOLOGIA DA PERSONAGEM PROFESSOR  [cached]
Maria Cecília Rizo Pereira
Nuances : Estudos sobre Educa??o , 2011,
Abstract: A LEITURA NA LITERATURA INFANTIL BRASILEIRA: A METODOLOGIA DA PERSONAGEM PROFESSOR
Significado e sentido da atividade de brincadeira para professoras de educa o infantil  [cached]
Dijnane Fernanda Vedovatto Iza,Maria Aparecida Mello
Educa??o : Revista do Centro de Educa??o UFSM , 2009,
Abstract: Nesse artigo discutimos a importancia da professora de Educa o Infantil ter clareza do significado e do sentido de trabalhar as atividades de brincadeira com as crian as de zero a seis anos. Este trabalho é parte de uma tese de doutorado, em que um dos objetivos foi revelar os significados e sentidos das atividades de brincadeiras atribuídos por professoras de Educa o Infantil. Parte da metodologia utilizada na pesquisa envolveu entrevista com cinco professoras de Educa o Infantil que participaram de um curso de extens o sobre o tema e, ainda, filmagens de suas rotinas e atividades com as crian as. Os resultados indicaram que os significados e sentidos atribuídos por essas professoras em propor atividades de brincadeiras para as crian as relacionam-se à compreens o dessa atividade como geradora das aprendizagens para essa faixa etária e, por isso, elas precisam ser desenvolvida de forma prazerosa. As modifica es no trabalho pedagógico com as crian as s o atribuídas aos cursos realizados, uma vez que os professores trocam experiências, discutem problemas, sugerem solu es e ampliam as possibilidades do seu trabalho com as crian as, o que pode significar a melhoria da qualidade na Educa o Infantil. Daí a importancia das políticas públicas investirem em a es de forma o continuada de professoras de Educa o Infantil em parceria com a universidade, de modo que as professoras desse nível de ensino possam ampliar suas concep es sobre o brincar e sentir-se seguras em propor e incentivar as brincadeiras entre as crian as. Palavras-chave: Significado e sentido das brincadeiras. Professoras de Educa o Infantil. Atividade principal de brincadeiras.
Remembering Professor Mauro Francaviglia  [PDF]
Luciana De Rose
Advances in Historical Studies (AHS) , 2013,
Abstract: Remembering Professor Mauro Francaviglia
Observando las diferentes calidades de la democracia
Leonardo Morlino
Revista Mexicana de Análisis Político y Administración Pública , 2012,
Abstract: La calidad de una democracia puede ser evaluada observando sus diversas dimensiones. En este artículo se argumenta que las dimensiones más importantes tales como Estado de Derecho, Rendición de Cuentas Electoral, Rendición de Cuentas Interinstitucional, la Participación ciudadana y la Competencia entre partidos están estrechamente interrelacionadas. El punto de partida para analizar los vínculos entre estas nocioneses precisamente la rendición de cuentas en sus dos dimensiones. A través de un análisis empírico en ocho países de Europa del Este se trata de identificar los principales factores que explican la efectiva implementación de las diferentes dimensiones. Se observa que las variacionesentre regímenes residen principalmenteen la mayor o menor presencia de cada dimensión, con una obvia y amplia posibilidad dediferentes combinaciones, a partir de lo cual sepueden identificar diversos regímenes híbridos.
In Memoriam - Professor Barend Lessing  [cached]
Editorial Office
South African Journal of Human Resource Management , 2005, DOI: 10.4102/sajhrm.v3i1.55
Abstract: PROFESSOR BAREND LESSING 1941 – 2005
A importancia da comunica o n o-verbal do professor universitário no exercício de sua atividade profissional The importance of non-verbal communication for teachers in the exercise of their professional activities  [cached]
Luisa de Fátima Lucena de Sousa,Ana Lúcia Leal,Ester Feijó Correia de Sena
Revista CEFAC , 2010,
Abstract: OBJETIVO: verificar a importancia da comunica o n o-verbal do professor no exercício de sua atividade profissional. MéTODOS: a presente pesquisa foi realizada no período de mar o a maio de 2008. A popula o de estudo foi composta por alunos de dois cursos de gradua o (Ciências Biológicas e de Fonoaudiologia). Foram escolhidos, aleatoriamente, alunos de cada turma, independente de sexo ou idade, compondo um total de 63 alunos. RESULTADOS: os dados obtidos mostraram que, independente da sua forma o (se fonoaudiólogo ou n o), todos consideraram que a comunica o n o-verbal do professor é um importante fator na transmiss o das mensagens. CONCLUS O: a pesquisa mostrou que os entrevistados avaliaram a comunica o n o-verbal como importante para a efetividade da intera o, podendo interferir no desempenho do docente em sala de aula. PURPOSE: to check the importance of non-verbal communication for teachers in the exercise of their professional activities. METHODS: this research was conducted during the period from March to May, 2008. The studied population was made up of students from the two under-graduation courses the (Biological sciences and speech therapy). They were chosen randomly, 63 students, regardless of gender or age. RESULTS: data obtained showed that, regardless of their training (whether or not speech therapist), everybody considered that the non-verbal communication of the teacher is an important factor in the transmission of messages. CONCLUSION: the research showed that the investigated students and teachers evaluated the non-verbal communication as important for the effectiveness of interaction and can interfere in the performance of teachers in the classroom.
A transmiss o da cultura da brincadeira: algumas possibilidades de investiga o  [cached]
Pontes Fernando Augusto Ramos,Magalh?es Celina Maria Colino
Psicologia: Reflex?o e Crítica , 2003,
Abstract: Este trabalho esbo a possibilidades de investigar fatores relacionados à transmiss o da cultura do brinquedo. A brincadeira pressup e uma aprendizagem social, aprendem-se as formas, o vocabulário típico, os tipos de intera es condizentes, as regras, o momento de enunciá-las etc. A investiga o de tais categorias e dos fatores envolvidos em sua produ o é importante para uma melhor descri o da brincadeira e da ocorrência de aprendizagem em situa o natural e também para criar indicadores para a compreens o das rela es entre os membros dos grupos de crian as, da socializa o, da constitui o do sujeito e da transmiss o da cultura.
Special issue dedicated to Professor Deo Strümpfer  [cached]
G.P. de Bruin,Freddie Crous
South African Journal of Industrial Psychology , 2010, DOI: 10.4102/sajip.v36i2.945
Abstract: Dedicated to Professor Deo Strümpfer
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.