oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Aquisi o de tradi es discursivas: marcas de uma escrita heterogeneamente constituída  [cached]
Sanderléia Roberta Longhin-Thomazi
Alfa : Revista de Linguística , 2011,
Abstract: Neste trabalho, partindo do pressuposto de que os esquemas de jun o de um texto, com suas possibilidades variáveis de realiza o quanto à arquitetura sintática e rela es semanticas, constituem um fen meno privilegiado para apreens o da Tradi o Discursiva em que o texto se insere (KABATEK, 2005), investigo em que medida a jun o contribui para elucidar o processo de aquisi o de Tradi es Discursivas na modalidade de enuncia o escrita. Para tanto, adoto um modelo de jun o de base funcionalista (HALLIDAY, 1985), fundado na n o discretude dos processos, e analiso uma amostra longitudinal de textos produzidos por duas crian as durante as quatro primeiras séries do Ensino Fundamental. Defendo que a aquisi o de tradi es da escrita se faz de forma constitutiva com as tradi es da oralidade e que essa constitui o heterogênea fica particularmente clara quando se atenta às decis es no domínio da jun o, em que a crian a faz escolhas sobre como juntar, no eixo sintagmático, e escolhas no conjunto dos juntores, no eixo paradigmático, deixando transparecer a natureza composicional das tradi es.
ORALIDADE E ESCRITA Oral and Written  [cached]
Luiz Ant?′nio Marcuschi
Signótica , 1997, DOI: 10.5216/sig.v9i1.7396
Abstract: Partindo da premissa de que n £o e poss -vel analisar as rela § μes entre l -ngua falada e l -ngua escrita centrando-se apenas no c 3digo ling -stico, este ensaio considera a produ § £o discursiva em seu todo como uma pr tica social e analisa os contextos de produ § £o, os usos e as formas de transmiss £o da oralidade e da escrita na vida di ria. Para isso prop μe a dupla distin § £o entre: (a) oralidade e letramento como pr ticas sociais e (b)fala e escrita como modalidades de uso, recaindo a primeira na observa § £o da realidade sociocomunicativa e, a segunda na an lise de fatos ling -sticos. Identifica, assim, as diversas tend ancias te 3ricas atuais no trato da quest £o e postula uma perspec -tiva que recusa toda e qualquer vis £o dicot ′mica e simplista, adotando como posi § £o adequada a rela § £o multifatorial entre as duas pr ticas dentro de um cont -nuo de usos e g aneros textuais, negando propriedades intr -nsecas, positivas ou negativas, imanentes oralidade ou escrita. Based on the premise that it is not possible to analyze the relation between oral and written language by concentrating only on the linguistic code, this essay considers the totality of discursive production as a social practice and analyzes the contexts of production, the uses and forms of oral and written transmission in daily life. To this end a double distinction is proposed between: (a) orality and literacy as social practices, and (b) speech and writing as modes of use. The first distinction is based on the observation of sociocommunicative reality and the second, on linguistic facts. Several current theoretical tendencies are examined. All perspectives that polarize the relation between oral and written language are rejected, while a position focusing on the multifactorial relati -on between the two practices within a continuum of uses and genres that rejects intrin -sic properties, both negative and positive, of these practices, is adopted.
As representa??es do "erro" na aprendizagem da escrita numa classe de alfabetiza??o de jovens e adultos
Pereira, Josilene Domingues Santos;
Trabalhos em Linguística Aplicada , 2008, DOI: 10.1590/S0103-18132008000100009
Abstract: this paper is based on an ethnographic and collaborative research conducted in the area of applied linguistics. it describes some representations of "error" in the writing learning process of the young and adult literacy students at a school in vitória da conquista, bahia. data results show that the representations for both the teacher and the young and adult learners are reproductions of a "correct writing" image produced in the literacy events of the classroom.
A representa o da oralidade nos textos publicitários  [cached]
Denise Durante
Alfa : Revista de Linguística , 2004,
Abstract: Este estudo, baseado nos pressupostos teóricos da Análise da Conversa o, aborda o aproveitamento de recursos expressivos da oralidade em textos escritos de natureza publicitária veiculados na mídia impressa. O corpus é formado por anúncios publicados pela revista Veja.
UMA ESCRITA DA LUZ EM “RETRATO DE CAVALO” DE JO O GUIMAR ES ROSA – ENTRE A MORTE E A REPRESENTA O
Sarah Maria Forte Diogo,Marli Fantini Scarpelli
Revista Recorte , 2012,
Abstract: This article analyzes the short story "Horse Portrait" (Tutaméia – terceiras estórias, 1967), written by Jo o Guimar es Rosa. We will discuss the relationship of the characterswith reality and representation within the narrative, focusing on the photograph of thehorse and the meanings that are added to it. We will seek to show how the signs in some passages of light and shadow bind to the representation, which destabilizes the most of the other characters and objects depicted. To this end, dialogue with Plato, Merleau-Ponty, Blanchot and Barthes whenever we deem this necessary dialogue.
As rela es oral/escrita nos gêneros orais formais e públicos: o caso da conferência acadêmica
Roxane Rojo,Bernard Schneuwly
Linguagem em (Dis)curso , 2006,
Abstract: A quest o das rela es de continuidade e de mútua constitutividade entre a linguagem oral e a escrita é da maior relevancia para a compreens o do funcionamento dos gêneros orais formais e públicos e dos gêneros de texto escrito em nossas sociedades letradas, assim como dos fen menos dos letramentos e do ensino-aprendizagem de línguas nas escolas. Neste artigo, pretendemos fazer um exercício de análise de um gênero oral formal e público – a conferência acadêmica – em termos das rela es entre oral-escrita, oral-oral e escrita-escrita na constitui o da conferência e em sua “retextualiza o” (MARCUSCHI, 2001a) como transcri o. Ser o tomados como dados os múltiplos textos orais e escritos em jogo numa conferência proferida por Bernard Schneuwly. Ao final, defender-se-á a posi o de que oralidade e escrita mantêm uma rela o complexa de mútuo efeito e interferência nos gêneros orais formais públicos, que pode ser melhor compreendida em termos de “sistema de atividades” que colocam em circula o e em rela o “sistemas de gêneros” (BAZERMAN, 2005a, 2005b), entendidos no sentido bakhtiniano do termo.
Oralidade em documentos oficiais do Ensino Médio = Orality in official secondary school documents
Tania Guedes Magalh?es
Linhas Críticas , 2011,
Abstract: Neste trabalho, apresentamos considera es sobre a análise de documentos oficiais voltados ao Ensino Médio (Orienta es Curriculares para o Ensino Médio/OCEM, 2006; e Catálogo do Programa Nacional do Livro para o Ensino Médio/PNLEM,2009), considera es essas que fazem parte da pesquisa Oralidade em documentos oficiais e livros didáticos: novas investiga es. O foco do trabalho centra-se na oralidade.Pretendemos, por meio de pesquisa teórica e documental, verificar que concep es tais documentos têm de oralidade aplicada ao ensino. A partir da análise dos dados, percebemos divergências quanto às concep es veiculadas pelos documentos. Nesse sentido, a pesquisa revela uma pereniza o da supremacia da escrita na escola, reflexo do que acontece ainda hoje em nossa sociedade, contrariando os requisitos apontados como prioritários no desenvolvimento da proficiência oral do aluno.In this paper, we present considerations about the analysis of official documents for the secondary school level (Orienta es Curriculares para o Ensino Médio OCEM, 2006; and Catálogo do Programa Nacional do Livro para o Ensino Médio/PNLEM, 2009), these considerations are part of the research project “Oralidade em documentos oficiais e livros didáticos: novas investiga es” (Orality in official documents and textbooks: new research). The work focuses on orality. We intend, through theoretical and documental research, to verify what conceptions of orality applied to teaching these documents contain. From the data analysis, we have observed disagreements in the conceptions transmitted by these documents. In this regard, the research reveals a perpetuation of the supremacy of writing in schools, a reflection of what happens in our society today, going against the requirements identified as priorities in the development of oral proficiency in students.
A representa o poética da escrita em O cavaleiro inexistente , de Italo Calvino  [cached]
Maria Elisa Rodrigues Moreira
Caligrama : Revista de Estudos Romanicos , 2006,
Abstract: Resumo: Este artigo aborda a representa o da escrita no livro O cavaleiro inexistente de Italo Calvino, procurando evidenciar como o autor articula determinados elementos da narrativa – como espa o, tempo, personagens e narra o – no sentido de construir uma obra metaficcional na qual se discute a escrita e quest es a ela pertinentes. Palavras-chave: Italo Calvino; O cavaleiro inexistente; escrita; metafic o. Abstract: Questo studio propone una riflessione sulla rappresentazione poetica della scrittura nell’opera Il cavaliere inesistente di Italo Calvino. Vuole mettere in evidenza il modo in cui l’autore articola determinati elementi della narrativa – quali spazio, tempo, personaggi e narrazione – con l’ intuito di produrre un testo di metafinzione che ripensi l’atto dello scrivere. Parole chiave: Italo Calvino; Il cavaliere inesistente; scrittura; metafinzione.Keywords: Italo Calvino; Il cavaliere inesistente; writing; metafiction.
REPRESENTA ES SOCIAIS DA ESCRITA E DO ENSINO DA ESCRITA E SUAS IMPLICA ES NA PRáTICA DOCENTE
Maria Vilani Soares
Fólio : Revista de Letras , 2010,
Abstract: Proposes a reflection of the representations that the teacher has the writing and its teaching, noting the extent to which these representations influence teachers' instructional guidelines for teaching writing in the classroom. Methodology uses as the life stories of nine professors of Portuguese in the 7th year in public schools, the city of Teresina, Piauí. Considers theoretical support the concept of social representation of researcher Moscovici and his collaborators, as well as theories of language and different concepts of language and text produced within the Linguistics. Displays the data analysis that while the reports of the teachers surveyed have revealed the reproduction of old practices of teaching, they also show acts of those teachers who demonstrate the concern and attempt to introduce themselves to other practices which indicate the direction of another representation of the act of writing and teaching writing.
Práticas discursivas e ensino do texto acadêmico: concep es de alunos de mestrado sobre a escrita
Débora de Carvalho Figueiredo,Adair Bonini
Linguagem em (Dis)curso , 2006,
Abstract: Este artigo investiga as concep es sobre o ensino-aprendizagem da escrita acadêmica, a partir das respostas a um questionário sobre esse tema respondido por um grupo de alunos de mestrado, após terem participado de uma oficina de produ o textual acadêmica escrita. A análise baseou-se no trabalho de Ivani (2004) a respeito dos discursos sobre o ensino da produ o escrita na escola. Através da análise dos questionários, pudemos constatar, na fala dos alunos, tra os da pedagogia de letramento em gêneros e de uma vis o social do discurso. Os resultados indicam uma contribui o da experiência de ensino no sentido de familiarizar os mestrandos com a no o de escrita como prática social inserida dentro de uma comunidade discursiva, mas também que eles ainda est o no estágio de membros periféricos nessa comunidade.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.