oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Análise espacial das condi es térmicas do ambiente pré-ordenha de bovinos leiteiros sob regimes de climatiza o Spatial analysis of thermal conditions of the pre-milking dairy cattle under climatization regimes  [cached]
Irenilson M. da Silva,Heliton Pandorfi,Gledson L. P. de Almeida,Cristiane Guiselini
Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental , 2012, DOI: 10.1590/s1415-43662012000800013
Abstract: Prop e-se, com este trabalho, caracterizar a variabilidade espacial da temperatura do ar na sala de pré-ordenha a partir de diferentes tempos de opera o do sistema de resfriamento adiabático evaporativo automatizado. A variável temperatura do ar foi registrada em 35 pontos equidistantes 1 m, na forma de malha, para o estudo da variabilidade espacial e a constru o de mapas por krigagem. Foram considerados diferentes tempos de exposi o dos animais a climatiza o no curral de espera, 20, 30, 40 min e controle (0 min). Por meio dos resultados obtidos foi possível verificar que o uso da geoestatística possibilitou definir áreas com diferentes variabilidades espaciais para temperatura do ar, definindo áreas específicas na sala de pré-ordenha que apresentaram valores acima do recomendado para o conforto térmico animal. O sistema de climatiza o garantiu melhor acondicionamento térmico no tempo de exposi o de 40 min, obtendo temperatura média dentro da condi o de conforto térmico para vacas em lacta o. The objective of this study was to characterize the spatial variability of air temperature in pre-milking room for different operation times of the automated adiabatic evaporative cooling system. The air temperature was monitored at 35 points, in regular intervals of 1 m, as a grid, to study the spatial variability and construction of kriging maps. Different times of exposure of the animals to the cooling system in the waiting room (20, 30, 40 min and control - 0 min) were considered. Through the results, it was observed that use of geostatistics enabled to define areas with different spatial variability for temperature, identifying specific areas in the pre-milking room that showed values above the recommended levels for the thermal comfort. The cooling system ensured the better thermal condition with the 40 min exposure, obtaining on average temperature within the thermal comfort condition for lactating cows.
Respostas comportamentais de vacas holandesas de alta produ o criadas em ambientes quentes, mediante ao sistema de resfriamento adiabático evaporativo  [cached]
C. Laganá,A. M. Barbosa Junior,D. L. M. F. Mélo,J. H. A. Rangel
Revista Brasileira de Saúde e Produ??o Animal , 2006,
Abstract: O presente trabalho objetivou avaliar o comportamento de vacas holandesas em free-stall, no Centro de Pesquisa Agropecuária dos Tabuleiros Costeiros – CPATC – EMBRAPA (Sergipe, Brasil). Foram utilizadas 20 vacas em lacta o, divididas em dois grupos - a) tratados com aspers o de água (SRAE) nos horários mais quentes do dia (10 às 14 horas) e b) controle. As avalia es foram feitas durante três dias ininterruptos, tendo sido as mesmas divididas em intermitentes (ingest o de alimentos, rumina o e outras atividades - ócio) e contínuas (consumo de água, sal e aspectos fisiológicos – urinar e defecar). Foram registradas as atividades dos animais, a freqüência de utiliza o dos locais (corredores ou baias) e as posi es no lote (de pé ou deitadas). O consumo de água foi mais freqüente durante a tarde, nas vacas do grupo controle. As vacas ruminaram e descansaram deitadas com quatro patas na baia, freqüentemente, no intervalo das 23 às 05 horas, o grupo controle descansou deitado no corredor, mostrando certo desconforto, este grupo defecou com maior intensidade que as vacas do SRAE, a urina o, por sua vez esteve majoritariamente presente nas vacas do SRAE. O comportamento confirmou que o microclima do free-stall afetou diretamente o bem-estar e a adaptabilidade dos animais no nordeste.
Respostas fisiológicas de vacas em lacta o à ventila o e aspers o na sala de espera  [cached]
Arcaro Júnior Irineu,Arcaro Juliana Rodrigues Pozzi,Pozzi Claudia Rodrigues,Del Fava Claudia
Ciência Rural , 2005,
Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência do uso da climatiza o no ambiente da sala de espera (ventila o for ada ou ventila o for ada e aspers o) sobre as variáveis ambientais e fisiológicas de vacas em lacta o. O período experimental teve dura o de 90 dias, em que foram avaliadas 21 fêmeas, com produ o média de leite de 21kg leite d-1,distribuídas em delineamento inteiramente casualizado. Os tratamentos foram: sala de espera sem climatiza o (CONTR), sala de espera com ventila o for ada (V) e sala de espera com ventila o for ada e aspers o (VA). As variáveis fisiológicas analisadas foram a temperatura retal (TR), freqüência respiratória (FR) e temperatura de pele (cabe a, dorso e glandula mamária) coletadas antes e depois da aplica o de cada tratamento. As variáveis ambientais registradas foram a temperatura de bulbo seco (TBS), temperatura de globo negro (TGN) e umidade relativa (UR), coletadas antes e depois da aplica o de cada tratamento. O tratamento VA foi mais eficiente em reduzir a TBS (6,4degreesC) e TGN (6,5degreesC). Os tratamentos V e VA diminuíram significativamente a FR dos animais. A variável temperatura de pele apresentou redu o de 4,2degreesC para a regi o da cabe a e 2,8degreesC para a regi o do dorso, no tratamento VA. O tratamento VA proporcionou maiores redu es nas variáveis ambientais e fisiológicas resultando em melhores condi es de conforto aos animais e maior eficácia na dissipa o de calor pela pele dos animais.
Efeito da metionina protegida e n o protegida da degrada o ruminal sobre a produ o e composi o do leite de vacas holandesas  [cached]
Sancanari Juliana Borsari Dourado,Ezequiel Jane Maria Bertocco,Galati Rosemary Laís,Vieira Paulo de Figueiredo
Revista Brasileira de Zootecnia , 2001,
Abstract: Utilizaram-se vacas Holandesas com produ o superior a 20 kg de leite/dia, de primeira e segunda lacta es, com 19±6 dias em lacta o, para avaliar o efeito da suplementa o com 8,4 g/dia de metionina protegida (MPDR) ou 8,4 g/dia de metionina n o-protegida da degrada o ruminal (MNPDR) sobre a produ o e composi o do leite, comparativamente a vacas controle, durante 90 dias. As vacas foram alimentadas com ra o completa constituída por silagem de milho e concentrado. Produ o de leite, teor de proteína do leite e produ o de proteína n o foram afetados pela suplementa o com MPDR. As produ es médias de leite foram 27,70; 27,09 e 27,61 kg/dia; os teores médios de proteína, 2,83; 2,85 e 2,77%; e as produ es de proteína do leite, 0,77; 0,76 e 0,79 kg/dia, respectivamente, para vacas controle, suplementadas com MPDR e MNPDR. O teor de gordura do leite foi de 2,39; 2,12 e 1,89% paras vacas suplementadas com MPDR, MNPDR e controle, respectivamente. A produ o diária de gordura foi 0,57; 0,58 e 0,58 kg/dia e a produ o diária de leite corrigido para gordura (3,5%), 21,25; 21,19 e 21,35 kg/dia, para os respectivos tratamentos controle, MPDR e MNPDR. A suplementa o com MPDR n o alterou a produ o de leite, porém melhorou a sua composi o no início da lacta o.
Respostas produtivas e comportamentais durante a ordenha de vacas Holandesas em início de lacta o = Productive and behavioral responses during milking of Holstein cows in early lactation
Marco Aurélio de Felicio Porcionato,Jo?o Alberto Negr?o,Fernanda Alves de Paiva,Thiago Ferreira Gon?alves Delgado
Acta Scientiarum : Animal Sciences , 2009,
Abstract: Com o objetivo de avaliar a produ o de leite, o leite residual e as respostas comportamentais de vacas Holandesas durante a ordenha, 14 vacas foram ordenhadas mecanicamente, duas vezes ao dia e avaliadas durante as seis primeiras semanas de lacta o. A produ o leiteira foi mensurada diariamente e o volume de leite residual, semanalmente.A temperatura de corpo (regi o das costelas), úbere e tetos e a frequência respiratória foram mensuradas duas vezes por semana. O comportamento dos animais na sala de ordenha foi registrado duas vezes por semana em etogramas e pelas entrevistas com os ordenhadores.Nas primeiras semanas de lacta o, a porcentagem de coices, sobrepassos, derrubadas de teteira, mic es e vocaliza es observadas foram maiores para as vacas primíparas (p < 0,05), que também foram consideradas mais ‘reativas’ pelos ordenhadores em compara o às vacas multíparas. As multíparas produziram mais leite do que as primíparas (p < 0,05), porém n o houve diferen as significativas em rela o à porcentagem de leite residual (p > 0,05), sugerindo que houve adapta o de ambos os grupos ao ambiente de ordenha. Aiming to compare milk yield, residual milk and behavioral responses of Holstein cows during milking, fourteen experimental cows were mechanically milked twice a day, and evaluated during the first six weeks of lactation. Milk yield was measured daily, and residual milk volume weekly. Body (ribs region), udder and teat temperatures and respiratory frequency were measured twice a week. Animal behavior atthe milking parlor was registered using ethograms and interviews with the milkers. During the first weeks of lactation, a higher percentage of kicks, over-steps, milking cups being knocked down, urinations and vocalizations in primiparous cows (p < 0.05) was observed, which were also considered more reactive by the parlors compared to multiparous cows. Multiparous cows produced more milk than primiparous (p < 0.05). However, there were no significant differences in residual milk percentage (p > 0.05), which suggests adaptation of both groups to the milking environment.
Estimativas da produ o de leite por vacas holandesas mesti as, segundo o sistema CNCPS, em dietas contendo cana-de-a úcar com diferentes valores nutritivos  [cached]
Fernandes Alberto Magno,Queiroz Augusto César de,Lana Rogério de Paula,Pereira José Carlos
Revista Brasileira de Zootecnia , 2001,
Abstract: O objetivo do presente estudo foi usar os dados observados sobre as varia es nos teores da fibra em detergente neutro (FDN), lignina e das fra es de carboidratos e das correspondentes taxas de degrada o de 15 variedades de cana-de-a úcar, para avaliar a disponibilidade destes nutrientes em promover produ o de leite de vacas holandesas mesti as, usando o sistema CNCPS. Um suplemento nutricional composto de silagem de milho, caro o de algod o, farelo de soja e uréia foi usado para complementar as exigências nutricionais destes animais na produ o de 10 kg de leite diário. Os valores utilizados para predizer as respostas na produ o de leite foram: FDN (%MS) -- 40, 50 e 60, lignina (%FDN) 10,14 e 18, taxas de digest o (%/h) dos carboidratos n o fibrosos (CNF) -- 10,20 e 30 e taxa de digest o (%/h) dos carboidratos fibrosos (CF) -- 1, 2,5 e 4. A cana-de-a úcar, quando usada como principal volumoso da dieta, acarretou redu o na ingest o de matéria seca e energia, limitando a produ o de leite destes animais. A predi o da quantidade de leite que poderia ser produzida em fun o da quantidade de energia metabolizável (EM), fornecida pela dieta, decresceu 24%, quando o teor de FDN aumentou de 40 para 60%, para um percentual de 14% de lignina. Também houve acréscimo de 14% na produ o de leite, quando a taxa de digest o dos CF aumentou de 1 para 2,5%/h. Embora as varia es nos teores de FDN e lignina e nas taxas de digest o dos carboidratos, das variedades de cana-de-a úcar, tenham promovido grande efeito sobre a produ o de leite das vacas mesti as, torna-se necessária a valida o destes resultados.
Vocalization and behavior of Holstein cows and calves after partial and complete separation Vocalización y comportamiento de vacas y terneros Holstein luego de separación parcial y total Vocaliza o e comportamento de bezerros e vacas Holandesas após separa o parcial e completa
Rhim Shin-Jae
Revista Colombiana de Ciencias Pecuarias , 2013,
Abstract: Background: a potential negative impact on the welfare and growth of the calf occurs when it is separated from its mother. Objective: this study was conducted in order to understand how the vocal and behavioral characteristics of cows and calves differ between partial and complete separations. Methods: 30 cows and their calves (60 study participants in total) housed in different barns were observed for 10 consecutive hours using video technology on days 1, 6, and 11 after partial and complete separations. Results: vocalization frequency was higher (p<0.05) following partial separation for both cows and calves. After complete separation, cows exhibited significantly more (p<0.05) lying behavior as well as fewer (p<0.05) standing and sniffing behaviors. Conclusions: the study revealed higher intensity and occurrence of vocalization levels and behavioral changes in cows and calves following partial separation. It is concluded that partial separation could imply higher interaction between cows and calves and also greater animal welfare challenges in comparison with complete separation. Antecedentes: un posible impacto negativo sobre el bienestar y el crecimiento del ternero se produce cuando este se separa de su madre. Objetivo: este estudio tuvo como objetivo comprender como las características vocales y de comportamiento de vacas y terneros difieren luego de la separación parcial o completa entre ambos. Métodos: 30 vacas y sus terneros (60 animales en total) alojados en establos separados fueron observados durante 10 horas consecutivas utilizando tecnología de vídeo durante los días 1, 6, y 11 después de separacion parcial o completa. Resultados: la frecuencia de vocalización fue mayor (p <0,05) tras la separación parcial de vacas y ternero. Después de la separación completa, las vacas yacían más en el piso (p <0,05), permanecían menos tiempo de pie y tenían menos comportamiento de olfateo (p <0,05). Conclusiones: el estudio reveló una mayor intensidad y frecuencia de vocalizaciones y cambios de comportamiento en las vacas y los terneros tras la separación parcial. Se concluye que la separación parcial podría implicar una mayor interacción entre las vacas y los terneros y también mayores desafíos de bienestar animal en comparación con la separación completa. Antecedentes: um possível impacto negativo no bem-estar e crescimento ocorre quando o bezerro é separado de sua m e. Objetivo: descrever as características comportamentais e emiss es vocais de bezerros e vacas Holandesas após separa o parcial e completa. Métodos: 30 vacas e seus bezerros (para um tot
Importance of calving diseases and risk factors on milk production of Holsteins cows Importancia das desordens do periparto e seus fatores de risco sobre a produ o de leite de vacas Holandesas  [cached]
Carlos Humberto Corassin,Paulo Fernando Machado,Arlei Coldebella,Laerte Dagher Cassoli
Semina : Ciências Agrárias , 2011,
Abstract: This correlational study investigated the effects of the peripartum health disorders and your respective risk factors about the milk production, in the peak and to the 305 days in lactation. Holsteins cows (n = 522) of a commercial herd of the State of S o Paulo, had your health and nutritional status accompanied since the beginning of the period pre-calving to the end of the lactation. Occurrence of diseases, score of body condition (at the dry off and calving), daily milk productions and milk compositions, were recorded. For statistical analysis of the data, the logistics regression and the analysis of multiple regression were used. The obtained results demonstrated that the diseases of the peripartum and your risk factors affected the milk production with different effects in function of the lactation numbers, demanding this way, larger care with the prophylactic measures to avoid the diseases, and to maximize the production of milk and the reproduction of the animals. Este estudo correlacional investigou os efeitos das ocorrências sanitárias do periparto e seus respectivos fatores de risco sobre a produ o de leite, no pico e aos 305 dias em lacta o. Vacas Holandesas (n = 522) de um rebanho comercial do Estado de S o Paulo tiveram seu desempenho sanitário e nutricional acompanhados desde o início do período pré-parto até o final da lacta o. A ocorrência de doen as, os escores de condi o corporal (no pré-parto e parto), as produ es de leite e as composi es do leite foram registradas. Para análise estatística dos dados, foram utilizadas a regress o logística e a análise de regress o múltipla. Os resultados obtidos demonstraram que as doen as do periparto e seus fatores de risco afetaram a produ o de leite com efeitos diferentes em fun o do número de lacta es, exigindo desta maneira maior cuidado com ado o de medidas profiláticas para se evitar as doen as e maximizar a produ o de leite dos animais.
Sinaliza o interpretativa como ferramenta de educa o patrimonial em parques urbanos: o caso do Parque da Serra do Curral de Belo Horizonte  [cached]
Gisele Assis Mafra
Revista Brasileira de Ecoturismo , 2010,
Abstract: Em 2008, a Prefeitura de Belo Horizonte, através da Funda o de Parques Municipais – FPM - iniciou a implanta o do Parque da Serra do Curral . Ocupando uma área de 40 hectares ao longo da Serra do Curral o parque conta com mirantes para observa o da fauna e flora e contempla o da serra e seu entorno. O projeto de sinaliza o interpretativa já está finalizado e em fase de implanta o e pretende despertar o interesse do visitante sobre recursos ambientais e culturais preservados pelo parque. A sinaliza o enfocará a importancia histórica e cultural, para a cidade e o Estado de Minas, da Serra do Curral e de alguns pontos na paisagem observados do topo da serra. Abordará também a biodiversidade protegida pelo parque. O objetivo do projeto é que os visitantes, além de entenderem a importancia de se preservar a Serra do Curral através de um parque, possam admirar a paisagem, identificar locais familiares na massa urbana da Regi o Metropolitana de Belo Horizonte – RMBH - e, dessa forma, se entender como parte dessa realidade. A sinaliza o promoverá um contato dos visitantes com a história, cultura e recursos naturais n o só do parque, mas da RMBH, podendo, dessa forma, ser um instrumento de educa o patrimonial que desperte nas pessoas o interesse e a preocupa o pelo patrim nio local. O presente artigo pretende apresentar o projeto de sinaliza o criado para o Parque da Serra do Curral e discutir como seu conteúdo poderá ser uma ferramenta de educa o patrimonial com seus visitantes.
Body condition at calving and milk yield on reproductive performance of lactation holstein cows Condi o corporal ao parto e produ o de leite sobre o desempenho reprodutivo de vacas holandesas em lacta o
Anselmo Domingos Ferreira Santos,Francisco Palma Rennó,Nadja Gomes Alves,Ciro Alexrandre Alves Torres
Revista Brasileira de Saúde e Produ??o Animal , 2010,
Abstract: It was aimed to evaluate the effects of the body condition (BCS) at calving and of the change in body condition on the reproductive performance of cows postpartum. Then, 51 holstein cows, at 30 days prepartum to 150 days postpartum, were distributed, randomly, in agreement to the BCS at calving in the classes1 (BCS greater than or equal to 3,25) and 2 (BCS less than or equal to 3,0). Inside of the classes of BCS at calving, the cows were distributed as change in body condition (Category 1, equal or less than -0,50 and Category 2, equal or larger than -0,75) and according to the average of the production of milk adjusted to 3.5% to the 150 days (Group 1 = 22,61 and Group 2 = 31,65kg/day). There were no differences of BCS at calving and of production of milk adjusted to 3.5% on interval parturition first estrus, interval parturition first service, period of service, number of service / conception and gestation rate to 150 days of lactation. Cows that presented average of BCS of 3,40 and 2,79 at calving had equal postpartum reproductive performance. In relation to production of milk adjusted to 3.5%, cows with medium production of 22,61 and 31,65 presented similar results. The change in body condition did not influence the interval parturition first service, period of service and number of service / conception, but presented larger interval parturition first estrus and smaller gestation rate. O objetivo, neste estudo, foi avaliar os efeitos da condi o corporal ao parto e da mudan a de condi o corporal sobre o desempenho reprodutivo de vacas leiteiras após o parto. Para tanto, 51 vacas holandesas, de 30 dias pré-parto até 150 dias após o parto, foram distribuídas aleatoriamente de acordo com a condi o corporal ao parto nas classes 1 (condi o corporal maior ou igual a 3,25) e 2 (condi o corporal menor ou igual a 3,0). Dentro das classes de condi o corporal ao parto, os animais foram distribuídos quanto à mudan a de condi o corporal (Categoria 1, igual ou menor que -0,50 e Categoria 2, igual ou maior que -0,75) e à média da produ o de leite ajustada para 3,5% aos 150 dias (Grupo 1 = 22,61 e Grupo 2 = 31,65 kg/dia). N o houve diferen as da condi o corporal ao parto e da produ o de leite ajustada para 3,5% sobre o intervalo parto primeiro estro, intervalo parto primeiro servi o, período de servi o, número de servi o / concep o e taxa de gesta o aos 150 dias de lacta o. Vacas que ao parto apresentaram média de escore de condi o corporal de 3,40 e 2,79 tiveram semelhante desempenho reprodutivo pós-parto. Em rela o à produ o de leite ajustada para
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.