oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
EFEITO DE MéTODOS DE CASTRA O E DO USO DE VERMíFUGOS SOBRE O GANHO EM PESO DE BOVINOS MESTI OS LEITEIROS  [cached]
Jo?o Teodoro Padua,Marina Pedroso de Oliveira,Luis Ant?nio Franco da Silva,Luciano da Silva Vieira
Ciência Animal Brasileira , 2006,
Abstract: Avaliaram-se neste estudo o efeito de três métodos de castra o e a a o de três vermífugos (abamectina, ivermectina e albendazole) sobre o ganho em peso de bovinos jovens mesti os leiteiros. Oitenta e quatro novilhos foram distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado (DIC), constituindo quatro grupos (GI – castrados pelo método de incis o lateral da bolsa escrotal; Lateral, GII – castrados pelo método da remo o do ápice da bolsa escrotal; Tamp o, GIII – castrados com burdizzo e o GIV, os animais permaneceram inteiros como grupo-testemunha). Em cada grupo foram utilizados três princípios ativos para atuarem na recupera o cirúrgica e como estimuantes de crescimento (vermífugos), constituindo três subgrupos de sete animais cada, recebendo respectivamente abamectina, ivermectina e albendazole. A alimenta o consistiu de pasto mais suplemento protéico mineral. As pesagens ocorreram em intervalos de 28 dias, com as quais se obteve o ganho de peso médio diário. Os dados foram analisados pelo método dos quadrados mínimos segundo o procedimento LSMEANS do programa computacional SAS (1996). N o houve diferen a entre os três métodos de castra o estudados. A abamectina foi mais eficiente que o albendazole, imprimindo maior ganho em peso quando os animais estavam em boas condi es físicas e o ambiente era favorável. Os animais inteiros mostraram uma tendência a ganhar mais peso do que os castrados. PALAVRAS-CHAVE: Mesti os leiteiros, castra o, vermífugo, ganho em peso, bovinos.
Soja Gr o e Caro o de Algod o em Suplementos Múltiplos para Termina o de Bovinos Mesti os em Pastejo  [cached]
Paulino Mário Fonseca,Detmann Edenio,Valadares Filho Sebasti?o de Campos,Lana Rogério de Paula
Revista Brasileira de Zootecnia , 2002,
Abstract: Dois experimentos foram conduzidos com o objetivo de avaliar suplementos múltiplos contendo soja gr o (GSOI) e caro o de algod o (ALG) inteiros em rela o a suplemento padr o de milho mais farelo de soja (FSOJA), em bovinos mesti os terminados a pasto, durante a época seca. Os suplementos foram balanceados para atingirem 20% PB, com base na matéria natural. Avaliaram-se, no primeiro experimento, as variáveis ganho médio diário (GMD - kg/dia), rendimento de carca a quente (RC - %) e peso de carca a (PC - kg). Foram utilizados 12 novilhos mesti os Holandês-Zebu, com idade e peso médios iniciais de 24 meses e 361 kg, manejados em três piquetes (3 ha) de Brachiaria decumbens, recebendo 4 kg/cab/dia de suplemento. Observaram-se valores de GMD, RC e PC de 1,056, 52,21 e 241,20; 1,016, 53,04 e 242,55; e 1,137, 53,61 e 247,65, respectivamente, para os suplementos GSOI, ALG e FSOJA, que se mostraram equivalentes. No segundo experimento, objetivou-se avaliar a influência dos suplementos sobre o comportamento de pH e a concentra o amoniacal ruminais. Empregaram-se os suplementos descritos inicialmente, acrescentando-se tratamento englobando a fonte protéica gr o de soja moído (GSOM). Foram utilizados cinco novilhos mesti os, fistulados no rúmen, mantidos em piquete (3 ha) de Brachiaria decumbens, os quais receberam 4 kg/cab/dia de suplemento. As mensura es foram realizadas 0, 2, 4 e 6 horas após a suplementa o. O pH ruminal foi afetado por suplementos, sendo observadas quedas significativas somente em FSOJA, n o ocorrendo, contudo, níveis danosos à microbiota ruminal. Os níveis amoniacais médios para ALG, GSOI e GSOM foram de 7,23; 6,91; e 6,74 mg/dL, respectivamente, n o diferindo entre si, sendo inferiores ao FSOJA (9,51 mg/dL).
Tamanho relativo dos órg os internos e do trato gastrintestinal de bovinos Zebu e mesti os leiteiros em sistema de recria  [cached]
Backes Alfredo Acosta,Paulino Mário Fonseca,Alves Dorismar David,Rennó Luciana Navajas
Ciência Rural , 2006,
Abstract: Utilizaram-se 12 bovinos machos castrados, com peso vivo médio de 257kg, sendo quatro zebu e oito mesti os leiteiros (quatro fraction one-half sangue Holandês x Gir e quatro fraction one-half sangue Holandês x Guzerá). Foram pesados e distribuídos em dois tratamentos (zebu e mesti os leiteiros), em fase de recria. Os animais foram avaliados até atingirem 340kg de peso vivo. O volumoso utilizado foi o feno de capim Tifton 85 (Cynodon dactylon). Por ocasi o do abate foram coletadas amostras de rúmen, retículo, omaso, abomaso e intestinos, após o seu esvaziamento e limpeza, obtendo-se ainda os pesos e amostras de sangue, pele, pés, cabe a, fígado, rins, pulm es, língua, ba o e gordura interna (mesentério e gorduras perirenal e pericardíaca). O peso do corpo vazio (PCVZ) foi obtido pela soma dos pesos da carca a, sangue, pele, pés, rabo, vísceras e órg os. Na fase de recria e engorda, os animais zebu apresentaram a pele e o conjunto cabe a-pés-pele mais pesado do que os mesti os leiteiros. Também apresentaram os órg os rins, ba o, cora o e língua mais leves do que dos mesti os. O conjunto rúmen-retículo-omaso-abomaso e os teores de gordura mesentérica e interna n o apresentaram diferen a entre animais mesti os leiteiros e zebu.
Avalia??o nutricional, durante a amamenta??o, de tourinhos em pastejo recebendo suplementa??o proteica da amamenta??o à termina??o
Fernandes, Henrique Jorge;Paulino, Mário Fonseca;Detmann, Edenio;Valadares Filho, Sebasti?o de Campos;Silva, Aline Gomes da;Porto, Marlos Oliveira;Rocha, Anilza Andréia da;Biancardi, Gabriel Figueiredo;
Revista Brasileira de Zootecnia , 2012, DOI: 10.1590/S1516-35982012000200021
Abstract: the objective of this study was to evaluate the nutritional status of grazing nursing young bulls supplemented with concentrates with different protein levels during the rainy-dry season transition. fifty two crossbred nellore calves with initial mean age of 130 days were divided into four lots, housed in paddocks of brachiaria decumbens stapf and received one of the four different supplementation strategies: three different concentrate supplements, or mineral salt (control). the levels of protein in the concentrate supplements varied. after 45 days, the nutritional evaluation of animals, which included the prediction of intake and digestion of nutrients and characteristics of protein metabolism, was made. the prediction of intake and digestibility used the indicators lipe?, titanium dioxide and neutral detergent fiber indigestible. urine and blood samples were collected too. the supplementation effect, and the linear and quadratic effects of the level of protein in the concentrate were evaluated by the decomposition of the sum of squares into orthogonal contrasts, adopting α = 0.10. the concentrate intake replaced part of the pasture ingested by the calves and increased protein intake, the digestibility of dry and organic matter, the total digestible nutrients content, and the nitrogen excretion in urine. the level of protein in the supplement has a positive linear effect on the daily protein intake, the digestibility of all nutrients and the total digestible nutrients content, and quadratic effect on the excretion of nitrogen as urea in the urine.
Desempenho de Novilhos Mesti os na Fase de Crescimento Suplementados Durante a época Seca  [cached]
Gomes Júnior Paulo,Paulino Mário Fonseca,Detmann Edenio,Valadares Filho Sebasti?o de Campos
Revista Brasileira de Zootecnia , 2002,
Abstract: Objetivou-se avaliar o desempenho de novilhos em recria recebendo, durante o período da seca, suplementos constituídos por diferentes fontes protéicas. Os tratamentos empregados foram: sal mineral (MM) e suplementos constituídos pelas fontes protéicas farelo de soja (FS), farelo de algod o (FA), farelo de glúten de milho (FG) e farelo de trigo (FT). Os suplementos foram fornecidos ad libitum, empregando-se uréia e cloreto de sódio como controladores de consumo, ajustados para permitir a ingest o de 1 kg suplemento/dia. O nível médio de uréia empregado foi de 10%, com exce o do FT (8%), o qual parece agir como adjuvante sobre o controle de ingest o. Foram utilizados 35 novilhos mesti os, castrados, com peso médio inicial de 248 kg, distribuídos entre tratamentos e alocados em cinco piquetes (8 ha) de Brachiaria decumbens. O consumo médio de suplementos foi de 0,046; 1,48; 1,49; 1,50; e 1,48 kg/animal/dia para os tratamentos MM, FS, FA, FG e FT, respectivamente. Os valores superiores a 1 kg/dia foram justificados em virtude da eleva o de peso dos animais. O ganho médio diário para MM foi de 0,09 kg/dia, sendo inferior aos tratamentos com suplementa o, os quais n o diferiram entre si, apresentando média de 0,47 kg/dia.
Soja Gr?o e Caro?o de Algod?o em Suplementos Múltiplos para Termina??o de Bovinos Mesti?os em Pastejo
Paulino, Mário Fonseca;Detmann, Edenio;Valadares Filho, Sebasti?o de Campos;Lana, Rogério de Paula;
Revista Brasileira de Zootecnia , 2002, DOI: 10.1590/S1516-35982002000200025
Abstract: two experiments were conducted to evaluate multiple supplements containing whole soybean (gsoi) and cottonseed (alg) in relation to standard supplement of corn grain plus soybean meal (fsoja) in crossbred steers finished at pasture, in the dry season. the supplements were balanced to reach the level of 20% cp, as fed basis. in the first experiment, average daily gain (adg - kg/day), hot carcass dressing (cd -%) and carcass weight (cw - kg) were evaluated. twelve holstein-zebu crossbred steers, averaging 24 months old and initial weight of 361 kg, were used and managed in three paddocks (3 ha each) of brachiaria decumbens pasture, daily fed 4 kg of supplement per animal. the observed values of adg, cd and cw were: 1.056, 52.21 and 241.20; 1.016, 53.04 and 242.55; and 1.137, 53.61 and 247.65, respectively, for the supplements gsoi, alg and fsoja, that showed to be equivalent. the objective of the second experiment was to evaluate the influence of the supplements on the behavior of ruminal ph and ammonia concentration. the supplements were those initially described, adding a treatment that included as protein source grinded soybean (gsom). five crossbred steers, fistulated in the rumen, grazing brachiaria decumbens pasture and daily fed 4 kg of supplement, were used. the measures were performed at 0, 2, 4 and 6 hours after supplementation. the ruminal ph was affected by the supplements, and significant reductions were observed only for fsoja, however, no harmful levels to the ruminal microbes were observed. the average ammonia levels for alg, gsoi and gsom were of 7.23, 6.91 and 6.74 mg/dl, respectively, and did not differ from each other, but were inferior than fsoja (9.51 mg/dl).
Uso de óxido de cromo como indicador da excre o fecal de bovinos em pastejo: varia o das estimativas em fun o do horário de amostragem  [cached]
Kozloski Gilberto Vilmar,Netto Diego Perez,Oliveira Lisandre de,Maixner Adriano Rudi
Ciência Rural , 2006,
Abstract: Foi avaliado o efeito dos horários de amostragem sobre as estimativas de excre o fecal, utilizando óxido de cromo como indicador externo, em três experimentos com bovinos em pastejo. Em todos os experimentos foi utilizada uma única dosagem diária (entre 15:00 e 16:00h) de óxido de cromo (10g), durante aproximadamente 10 dias, fornecido via oral. O Experimento 1 foi conduzido com vacas da ra a Holandês mantidas exclusivamente em pastagem de gramíneas perenes tropicais, e amostras de fezes foram obtidas nos horários 1:00, 5:00, 9:00, 13:00, 17:00 e 21:00h ao longo de um período de 24 horas. Os Experimentos 2 e 3 foram conduzidos com novilhos de corte, cruzas Nelore com Charolês, mantidos em pastagens de gramíneas cultivadas durante 4 a 5 horas/dia, recebendo ou n o suplementa o com concentrados, e amostras de fezes foram obtidas nos horários 3:00, 6:00, 9:00, 12:00, 15:00, 18:00, 21:00 e 24:00h ao longo de um período de 24 horas. As concentra es de cromo variaram ao longo do dia, principalmente nos experimentos com novilhos. No entanto, em todos os experimentos as estimativas de excre o fecal calculadas com base em todas ou somente em duas amostragens diárias (no início da manh e final da tarde) foram semelhantes. Deste modo, a excre o fecal de animais em pastejo pode ser precisamente estimada pelo fornecimento de óxido de cromo somente uma vez ao dia associada a duas amostragens fecais, entre o oitavo e décimo dias do fornecimento do indicador.
Dinamica populacional de Boophilus microplus (Canestrini, 1887) em bovinos leiteiros mantidos em manejo de pastejo rotativo de capim-elefante
Kasai N.,Labruna M.B.,Pires A.V.,Louvandini H.
Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia , 2000,
Abstract: De maio de 1996 a abril de 1998, avaliou-se a dinamica do parasitismo pelo Boophilus microplus em 20 novilhas mesti as, submetidas ao manejo de rota o em piquetes de capim-elefante. Os animais, pesados a cada seis meses, foram distribuídos em dois grupos de 10, sendo realizados tratamentos acaricidas em um deles (grupo tratado). As curvas de infesta o nos grupos controle e tratado apresentaram padr es semelhantes, com picos de parasitismo ocorrendo na mesma época. A menor carga parasitária ocorreu no inverno. Na primavera houve um grande pico de infesta o por carrapatos, seguido de outro maior em fevereiro. A partir do outono, a carga parasitária declinou naturalmente. N o se obteve associa o entre a dinamica da infesta o pelo B. microplus e variáveis climáticas analisadas (P>0,05). N o houve diferen a estatística entre as médias de peso dos dois lotes (P>0,05). Observou-se que os picos de fêmeas ingurgitadas nos bovinos corresponderam às quedas nos valores de hemoglobina nestes animais (P<0,01). A dinamica do parasitismo pelo B. microplus em bovinos sob manejo de rota o de pastagens de capim-elefante mostrou-se semelhante a outros trabalhos conduzidos sob manejo convencional sem o uso de rota o.
Morfogênese de milheto (Pennisetum americanum (L.) Leeke) em pastejo com terneiras, recebendo ou n o suplementa o  [cached]
Gon?alves Edna Nunes,Quadros Fernando Luiz Ferreira de
Ciência Rural , 2003,
Abstract: O experimento foi conduzido em área pertencente ao Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Santa Maria, regi o Central do Rio Grande do Sul, Brasil, para avaliar o efeito da freqüência de desfolha o nas características morfogênicas de Pennisetum americanum quando utilizada ou n o suplementa o aos animais em pastejo, no período de 20/02 - 08/03/01 e 11/03 - 01/04/01. Foram utilizadas terneiras de corte em pastejo contínuo com lota o variável de forma a manter uma oferta de 12kg de MS/100kg de peso vivo. Para acompanhar a dinamica de crescimento da pastagem, foi utilizada a técnica dos perfilhos marcados. O delineamento utilizado foi o completamente casualizado com 36 repeti es. Os tratamentos adotados foram: pastagem de milheto sem suplemento; pastagem de milheto + 1% do peso vivo de polpa cítrica moída e pastagem de milheto + 1% do peso vivo de milho moído. As variáveis da pastagem avaliadas foram taxa de surgimento de folhas (folha.dia-1.perfilho-1), taxa de elonga o de folhas (mm.dia-1.perfilho-1), dura o de vida das folhas (graus-dia) e freqüência de desfolha o (% desfolha.dia-1.perfilho-1). Na média dos períodos, a freqüência de desfolha o n o diferiu entre tratamentos, tendo em média, 23% de desfolha.dia-1.perfilho-1. Os tratamentos com suplementa o apresentaram taxa de surgimento de folhas e de elonga o de folhas em torno de 0,187 folhas.dia-1.perfilho-1 e 24mm.dia-1.perfilho-1, respectivamente. Esses resultados foram superiores (P<0,05) ao tratamento em que n o era fornecido aos animais suplemento energético. A dura o de vida das folhas dos tratamentos com uso de suplementos foi em média igual a 295,8 graus-dia, enquanto no tratamento sem suplemento este valor foi de 339 graus-dia. O uso da suplementa o com milho ou polpa cítrica para terneiras de corte n o afetou a freqüência de desfolha o, condicionando a respostas positivas nas características morfogênicas. A sele o de forragem de melhor qualidade pode fazer com que ocorra a redu o de folhas jovens, prejudicando o crescimento da planta.
Finishing of different categories of bovines supplemented in differed pastures Termina o de diferentes categorias de bovinos suplementados em pastagens diferidas
Luís Carlos Vinhas ítavo,Alexandre Menezes Dias,Heitor Cazeiro Andreson,Camila Celeste Brand?o Ferreira ítavo
Revista Brasileira de Saúde e Produ??o Animal , 2007,
Abstract: This study evaluated the productive performance and the economic viability of different bovine categories in differed pastures fed protein-energetic supplementation in the dry period. The experiment was performed from June to September, 2006 (83 days) for cows and heifers, and from September to October 2006 (120 days) for steers. Eighteen cows, 18 heifers and 18 steers of Nelore breed were used. The animals remained in separate areas in continuous grazing method, divided by animal categories. The animals were kept in Brachiaria brizantha cv. Marandú pastures. Ten hectares were used by the heifers and two fields of 15 hectares for cows and steers, differed during 90 days. The initial and final stoking rates were 1.26 and 1.40 for heifers; 0.99 and 1.17 for cows; and, 1.07 and 1.29 for steers, respectively. Mean supplement intake was of 0.50 kg/day for heifer, 0.67 kg/day for cow and 0.99 kg/day for steers. There was no significant difference in the profit/animal among the categories. The profit/hectare of the heifers was the best result due to the lowest production cost and higher density of animals per hectare. Objetivou-se avaliar o desempenho produtivo e a viabilidade econ mica de diferentes categorias de bovinos em pasto diferido recebendo suplementa o protéico-energética no período seco. O experimento foi realizado no período de junho a setembro de 2006 (90 dias) para as categorias vaca e novilha e para a categoria novilho o experimento iniciou-se no mesmo dia e terminou em outubro de 2006 (120 dias). Foram utilizados 18 vacas, 18 novilhas e 18 novilhos, sendo todos os animais da ra a Nelore, sendo que cada categoria animal permaneceu em piquete separado em método de pastejo contínuo. Os animais foram alojados em piquetes de Brachiaria brizantha cv. Marandú diferido de 10 hectares para as novilhas e 15 hectares para vaca e novilho. As taxas de lota o inicial e final foram de 1,26 e 1,40 para novilhas; 0,99 e 1,17 para vacas; e, 1,07 e 1,29 para os novilhos, respectivamente. O consumo médio de suplemento foi de 0,50 kg/dia para novilha, 0,67 kg/dia para vaca e 0,99 kg/dia para novilhos. N o houve diferen a significativa no lucro por animal entre as categorias, mas, quando se avalia o lucro por hectare a categoria novilha teve melhor desempenho devido ao menor custo de produ o e também ao fato de poder ter mais animais por hectare.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.