oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Exigência de lisina para codornas japonesas em postura
Pinto Rogério,Ferreira Aloízio Soares,Donzele Juarez Lopes,Silva Martinho de Almeida e
Revista Brasileira de Zootecnia , 2003,
Abstract: Foram utilizadas 300 codornas fêmeas, com idade de 49 dias e peso médio de 138,0 g, durante quatro períodos experimentais de 28 dias. O delineamento experimental foi o em blocos ao acaso, contendo seis níveis de lisina digestível (0,80, 0,90, 1,00, 1,10, 1,20 e 1,30%) e cinco repeti es, com 10 animais cada. As variáveis estudadas foram: postura (%), peso do ovo (g), massa de ovo (g de ovos/codorna/dia), consumo alimentar (g), convers o alimentar (g de ra o/g de ovos), peso final (g) e porcentagem da casca do ovo (%).Verificou-se efeito quadrático sobre a taxa de postura, massa de ovos e convers o alimentar, e efeito linear sobre o peso dos ovos e consumo alimentar, n o tendo sido verificado efeito significativo sobre o peso final das codornas. A exigência em lisina digestível, para codornas japonesas em postura, foi estimada em 1,117% da ra o, correspondendo ao consumo diário de 254 mg de lisina.
Exigência de metionina mais cistina para codornas japonesas em postura  [cached]
Pinto Rogério,Donzele Juarez Lopes,Ferreira Aloízio Soares,Albino Luiz Fernando Teixeira
Revista Brasileira de Zootecnia , 2003,
Abstract: Foram utilizadas 360 codornas fêmeas, com idade inicial de 45 dias e peso médio de 137,0 g, durante quatro períodos de 28 dias. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com seis rela es metionina mais cistina digestível: lisina digestível (0,60, 0,65, 0,70, 0,75, 0,80 e 0,85) e seis repeti es de 10 animais cada. As variáveis estudadas foram: postura (%), peso do ovo (g), massa de ovos (g de ovos/codorna/dia), consumo alimentar (g), convers o alimentar (g de ra o/g de ovos e g de ra o/dz de ovos), peso final (g) e porcentagem da casca do ovo (%). Os tratamentos experimentais n o influenciaram a convers o alimentar e o peso final das codornas, apresentando efeito quadrático sobre a taxa de postura, peso dos ovos, massa dos ovos e porcentagem da casca dos ovos e efeito linear para o consumo alimentar. A exigência em metionina mais cistina digestível foi estimada em 0,727%, para consumo diário de 164 mg de metionina mais cistina digestível, e a melhor rela o metionina mais cistina digestível: lisina digestível para as codornas japonesas em postura foi estimada em 0,80.
Exigência de lisina para codornas japonesas em postura
Pinto, Rogério;Ferreira, Aloízio Soares;Donzele, Juarez Lopes;Silva, Martinho de Almeida e;Soares, Rita da Trindade Ribeiro Nobre;Custódio, Gislene Santos;Pena, Karine da Silva;
Revista Brasileira de Zootecnia , 2003, DOI: 10.1590/S1516-35982003000500019
Abstract: three hundred 49-days old japanese female quails, averaging 138.0g, were used to estimate the requirement of digestible lysine level for japanese quail in completely randomized block design with five replicates of ten females per experimental unit. the treatment consisted six levels of digestible lysine (0.80, 0.90, 1.00, 1.10, 1.20 and 1.30%) and the analyzed traits were rate of egg production (%), egg weight (g), egg mass (g of eggs/quail/day), feed intake (g), feed consumption: weight gain ratio (g of diet/g of eggs), final body weight (g) and shell percentage (%). no signicant effect of treatments on final body weight (g) was observed, but there was quadratic effect for egg production (%), egg mass (g of eggs/quail/day) and feed consumption: gain diet (g of diet/g of eggs) and linear effect on shell egg (%) and feed intake (g). the estimated requirements of digestible lysine for laying japanese quail was 1.117% of the diet, corresponding to a daily intake of 254 mg of digestible lysine.
Níveis de Proteína e Energia para Codornas Japonesas em Postura  [cached]
Pinto Rogério,Ferreira Aloízio Soares,Albino Luiz Fernando Teixeira,Gomes Paulo Cezar
Revista Brasileira de Zootecnia , 2002,
Abstract: O experimento foi conduzido com o objetivo de determinar os níveis de proteína e energia, para codornas japonesas (Coturnix coturnix japonica) em postura, em quatro períodos experimentais, de 28 dias cada. Foram utilizadas 600 codornas fêmeas, com idade de 45 dias e peso médio de 138,0 g. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em um esquema fatorial 3x5, com três níveis de energia (2.850, 2.950 e 3.050 kcal de EM/kg) e cinco níveis de proteína (16, 18, 20, 22 e 24% de PB), com quatro repeti es de 10 animais cada. As variáveis estudadas foram: postura (%), peso do ovo (g), massa de ovo (g de ovos/codorna/dia), consumo alimentar (g), convers o alimentar (g de ra o/g de ovos e g de ra o/dz de ovos), peso final (g), porcentagem da casca do ovo (%), e nível de ácido úrico no soro sangüíneo (mg/dl). As respostas de desempenho das codornas em postura, respeitando o ajuste estatístico obtido por meio dos modelos de regress o quadrática e linear, e a interpreta o biológica, permitem concluir que para se obter a melhor performace produtiva, as ra es das codornas devem conter os níveis de 2.850 kcal de EM/ kg de ra o e 22,42% de PB, correspondendo a um consumo de 6,02g de proteína por ave/dia.
Exigências de lisina digestível para codornas japonesas na fase de postura
Costa, Fernando Guilherme Perazzo;Rodrigues, Valéria Pereira;Goulart, Cláudia de Castro;Lima Neto, Raul da Cunha;Souza, Janete Gouveia de;Silva, José Humberto Vilar da;
Revista Brasileira de Zootecnia , 2008, DOI: 10.1590/S1516-35982008001200009
Abstract: the objective was to estimate the nutritional requirements of digestible lysine for japanese laying quails. two hundred and forty japanese quails were allotted to a completely randomized block designs, with five diets, with six replications of eight birds each. diets consisted of a basal ration deficient in lysine and supplemented with five levels 0.88, 0.96, 1.04, 1.12 or 1.20%) of digestible lysine. feed consumption, egg production, egg weight and egg mass, feed conversion by egg mass (fcem) and by dozen egg were evaluated. it was also evaluated, albumen weight, yolk weight and shell weight, percentages of albumen, yolk and shell and egg specific gravity. dietary digestible lysine level linearly influenced feed intake, while egg production was affected in a quadratic faction by digestible lysine levels. the other characteristics were not affected by dietary digestible lysine levels. dietary digestible lysine requirement for japanese laying quails was estimated in 1.03%, which correspond to a daily intake of 292 mg of digestible lysine.
Curvas de probabilidade de postura de codornas = Laying probability curves in quails
Robson Marcelo Rossi,Elias Nunes Martins,Terezinha Aparecida Guedes,Clédina Regina Acorsi
Acta Scientiarum : Animal Sciences , 2009,
Abstract: Para se estabelecer um modelo para a produ o diária de ovos de 308, 374 e 378 codornas de postura, respectivamente, das distintas linhagens L1, L2 e L3, avaliou-se, em um período de 90 dias de produ o inicial, a utiliza o de três modelos distintos, em umaabordagem Bayesiana. Observou-se que um modelo do tipo log-linear condicional n o é adequado para ajustar os dados para nenhuma das três linhagens analisadas. Alternativamente, que os dados podem ser ajustados de forma mais adequada quando se utiliza um modelo deefeitos aleatórios com fun o de liga o logística, considerando-se que θij é a probabilidade de postura da ave i no dia tj, na forma θij = exp(αi + βitj)/[1 + exp(αi + βitj)], em que os parametros α e β representam, respectivamente, o início da postura e a evolu o da postura da ave. Considerando-se os efeitos de dois níveis de eclos o e de dieta no modelo, observou-se que as mesmas n o apresentaram ser significantes. Por meio de contrastes Bayesianos, verificaram-sediferen as significativas entre linhagens em favor de L1, considerando-se os parametros das curvas de probabilidade de postura média. A superioridade da linhagem L1 deve-se ao início precoce da postura e à maior persistência média de produ o. In order to establish a model for the daily egg production of 308, 374 and 378 laying quails from strains L1, L2 and L3, respectively, this study evaluated, during a 90-day period of initial production, the use of three distinct models in a Bayesian approach. It was observed that a model of the conditional log-linear type is not appropriate to adjust the data for any of the three analyzed strains. Alternatively, that data can be adjusted more adequately using a random effects model with a logistic linking function, considering that θij is the laying probability of the bird i in tj days, as θij = exp(αi + βitj)/[1 + exp(αi + βitj)], in which the parameters α and βrepresent, respectively, the beginning of the laying and the quail’s laying evolution. Considering the effects of two levels of hatching and of diet, it was observed that they were not significant. Through Bayesian contrast, significant differences between strains in favorof L1 were noticed, considering the parameters of laying average probability curves. The superiority of line L1 is due to the precocious beginning of the laying and the higher average persistence in the production.
RENDIMENTO DE CARCA A E QUALIDADE DE CARNE DE CODORNAS MACHO PARA POSTURA
Janaina Della Torre da Silva,Vanessa Karla Silva,Aline Mary Scatolini Silva,Marcel Manente Boiago
Nucleus Animalium , 2012,
Abstract: The aim of this experiment was to evaluate performance of Japanese quail male subjected to different levels of energy and protein in the diet, and the carcass yield and chemical composition of meat. 216 quails were distributed on nine treatments, four replicates and six birds per cage. At 38 days the quails were distributed in a completely randomized design, factorial scheme 3x3, in three levels of metabolizable energy (2,600; 2;800 and 3,000 kcal ME/kg), and three levels of crude protein (16, 18 and 20%), composing the experimental diets supplied until 56 days old. The results showed that the original dry matter was significantly higher in meat from quails subjected to treatment with 2,600 kcalME/kg followed by meat from quails fed with 3,000 kcalME/kg. The quantity of total fat was also higher in meat from quails fed diets with 2,600 and 3,000 kcalME/kg. There was no influence of different levels of energy and protein of the diets on parameters of performance and quality of meat. We conclude that the lower levels of energy and protein in the diet did not affect the performance, carcass yield and meat chemical composition of Japanese quails male.Tendo o objetivo de avaliar o desempenho, o rendimento de carca a e a composi o química da carne de codornas japonesas macho submetidas a diferentes níveis de energia e proteína na dieta, 216 codornas foram distribuídas em nove tratamentos, quatro repeti es e seis aves por parcela. Aos 38 dias de idade as aves foram distribuídas em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 3 x 3, sendo três níveis de energia (2.600, 2.800 e 3.000 kcal EM/kg) e três níveis de proteína (16, 18 e 20%), constituindo as ra es experimentais fornecidas até 56 dias de idade. Os resultados mostraram que a matéria seca original foi significativamente mais elevada na carne das aves submetidas ao tratamento contendo 2.600 kcal EM/kg de ra o seguida pela carne das aves alimentadas com 3.000 kcal EM/kg. A quantidade de lipídios totais também foi maior na carne das aves alimentadas com ra es contendo 2.600 e 3.000 kcal EM/kg de ra o. N o houve influência dos níveis de energia e proteína das dietas nos parametros de desempenho e qualidade de carne. Conclui-se que os menores níveis de energia e de proteína na dieta n o afetaram o desempenho, o rendimento de carca a e a composi o química da carne de codornas machos para postura.
Camomila como aditivo fitoterápico para codornas na fase de postura Chamomile herbal medicine as an additive for quails in the laying
Rafael Henrique Marques,Rodrigo Antonio Gravena,Janaina Della Torre da Silva,Fabricio Hirota Hada
Revista Brasileira de Saúde e Produ??o Animal , 2010,
Abstract: Objetivou-se avaliar o efeito da camomila (Matricaria chamomila) sobre codornas na fase de postura através da análise dos parametros de desempenho, comportamento e indicadores fisiológicos de estresse. Foram utilizadas 192 codornas com 45 dias de idade, distribuídas em blocos casualizados, submetidas às dietas com 0; 250; 500 e 750mg de camomila /kg de ra o, no total de quatro tratamentos com oito repeti es e seis aves por parcela, em um período experimental que foi dos 45 aos 143 dias de idade das aves, no total de sete ciclos de 14 dias cada. Foram avaliados parametros de desempenho (consumo diário de ra o, convers o alimentar/dúzia e kg de ovos, porcentagem de postura, viabilidade e peso dos ovos), comportamentais (tempo em imobilidade t nica, ferimentos corporais e agressividade) e indicadores fisiológicos de estresse (concentra o plasmática de corticosterona e rela o heterófilo: linfócito). Os resultados mostraram que as diferentes inclus es de camomila na ra o de codornas n o influenciaram o desempenho, assim como os indicadores fisiológicos de estresse e comportamentais. The aim of this study was to evaluate the effect of chamomile (Matricaria chamomile) on the stress of laying Japanese quails, analyzing the performance, behavior and physiological indicators. A total of 192 quails was used with 45 days of age, distributed in randomized blocks, feed with 0, 250, 500 and 750mg chamomila/kg feed, with of four treatments, eight replicates and six birds per cage. The trial period was from 45 to 143 days of age, totaling seven cycles with 14 days. Were evaluated performance parameters (feed intake, feed/kg and dozen eggs, egg production, viability and egg weight), behavioral (time in tonic immobility, body injury and aggression) and physiological (plasma corticosterone and heterophil:lymphocyte ratio). The results showed that the different inclusions of chamomile in the quail diet did not affect performance, physiological and behavioral parameters.
NíVEIS DE SAL COMUM EM RA ES DE CODORNAS JAPONESAS (Coturnix coturnix japonica) EM FINAL DE PRODU O  [cached]
Carla Cachoni Pizzolante,,érika Salgado Politi Braga Saldanha,Edivaldo Antonio Garcia,Antonio de Pádua Deodato
Ciência Animal Brasileira , 2006,
Abstract: Objetivou-se determinar o melhor nível de adi o de sal, visando otimizar a produ o e qualidade dos ovos de codornas em período final de produ o. Utilizaram-se 192 codornas japonesas, em produ o, com 54 semanas de idade no início do experimento, em um delineamento inteiramente ao acaso, com quatro tratamentos e quatro repeti es. As ra es isoprotéicas e isocalóricas foram balanceadas com a adi o de 0,15%, 0,25%, 0,35% e 0,45% de sal comum de modo a fornecer 0,10%; 0,14%; 0,18% e 0,22% de sódio na ra o. Analisaram-se os dados utilizando o procedimento GLM do SAS (1999) e para diferenciar as médias,quando necessário, foi utilizado o teste de Tukey a 5% de significancia. N o se constataram diferen as estatísticas (P>0,05) para peso médio dos ovos (g), percentagem de postura (%), massa de ovos (g/ave/dia), consumo de ra o (g), convers o alimentar por dúzia, gravidade específica, índice gema, unidades Haugh, espessura da casca e percentagem de casca, mas houve efeito (P<0,05) de tratamento sobre a convers o alimentar por quilograma de ovos produzidos, sendo que as aves alimentadas com 0,45% de sal ou 0,22% de sódio apresentaram os piores resultados. Concluiu-se que o nível 0,15% de sal utilizado, correspondente a 0,10% de sódio na dieta, foi suficiente para atender às exigências nutricionais de codornas japonesas em final de produ o. PALAVRAS-CHAVE: Codornas, produ o de ovos, qualidade de ovos, sal, sódio.
Metionina mais cistina digestível e rela o metionina mais cistina digestível: lisina para codornas japonesas Digestible methionine plus cystine and relation digestible methionine plus cystine: lysine for japanese quails  [cached]
Bruno Andreatta Scottá,José Geraldo Vargas Junior,Felipe Barreto Petrucci,Leandro Félix Demuner
Revista Brasileira de Saúde e Produ??o Animal , 2011,
Abstract: Objetivou-se determinar o melhor nível de metionina mais cistina digestível e a melhor rela o metionina mais cistina digestível:lisina digestível em diferentes níveis de proteína para codorna em postura. Foram utilizadas 400 codornas japonesas produtoras de ovos de consumo com 45 dias de idade, em delineamento inteiramente casualizado, num esquema fatorial 2 x 5, dois níveis de proteína bruta (19,5% e 21,5%) e cinco níveis de metionina mais cistina digestível (0,60%; 0,67%; 0,74%; 0,81% e 0,88%), com cinco repeti es e oito aves por unidade experimental. Foram analisadas as taxas de postura (%), peso médio dos ovos (g), massa de ovos (g de ovos/ave/dia), consumo de ra o (g/ave/dia), convers o alimentar (g de ra o/g de ovos), peso e porcentagem de gema (g e %), peso e porcentagem de clara (g e %) e peso e porcentagem de casca (g e %). Para o nível de 19,5% de proteína 0,60% de metionina mais cistina digestível e rela o metionina mais cistina digestível:lisina digestível de 0,66% foram suficientes para otimizar a produ o. Para o nível de 21,5% de proteína 0,851% de metionina mais cistina digestível com rela o metionina mais cistina digestível:lisina digestível de 0,935% com consumo diário de 223,3mg/ave levou a uma melhor produ o de ovos de codornas. This research had the purpose to determine the best level of digestible methionine plus cystine and the best relation of digestible methionine plus cystine:digestible lysine in different levels of protein for laying Japanese quails. 400 laying Japanese quails, with 45 days of age were used in a completely randomized design, with a factorial 2 x 5, two crude protein levels (19,5% and 21,5%) and five levels of digestible methionine plus cystine (0,60%; 0,67%; 0,74%; 0,81% e 0,88%), with five replicates and eight quails per experimental unity. There were analysis of the posture rate (%), egg average weight (g) egg mass (egg grams/bird/day), feed intake (g/bird/day), feed conversion (ration g/ egg g), yolk weight and percentage (g and %), egg white weight and percentage (g and %) and shell weight and percentage (g and %). For the 19,5% level of protein, 0,60% of digestible methionine plus cystine and 0,66% of the relation of digestible methionine plus cystine:digestible lisyne were enough to optimize production. For the 21,5% level of protein, 0,851% of digestible methionine plus cystine and relation of digestible methionine plus cystine:digestible lysine of 0,935% with daily intake of 223,3 mg/quail suggested a better egg production for the quails.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.