oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Sodium monensin or propolis extract in the diet of crossbred ( Red Angus vs. Nellore) bulls finished in feedlot: chemical composition and fatty acid profile of the Longissimus muscle Monensina sódica ou extrato de própolis em dietas de bovinos mesti os ( Red Angus vs. Nelore) terminados em confinamento: composi o química e ácidos graxos do músculo Longissimus  [cached]
Maribel Velandia Valero,Fernando Zawadzki,M?nica Chaves Fran?ozo,Mariana de Souza Farias
Semina : Ciências Agrárias , 2011,
Abstract: This work was carried out to evaluate the chemical composition and the fatty acid profile of the Longissimus muscle of crossbred bulls (F1 – Red Angus x Nellore) with an initial average age of 20 months old and an initial average weight of 393 ± 24 kg finished in feedlot. Three treatments (Control – CON, Sodium monensin – MON and Propolis extract – PRO) were evaluated. The animals were kept in feedlot for 70 days and slaughtered at an average weight of 498 ± 25 kg. They were fed with corn silage (roughage), cracked corn, soybean meal, urea, limestone and mineral salt. The roughage:concentrate ratio was 50:50. The bulls were fed twice daily, at 8 a.m. and 4 p.m. The chemical composition and the fatty acid profile of the Longissimus muscle was measured between the 12th and 13th ribs. The inclusion of additives (sodium monensin or propolis extract) did not influence (P > 0.05) the chemical composition (moisture, crude protein, ashes, total lipids and total cholesterol) of the animals’ Longissimus muscle. Therefore, diet has little effect on fatty acid composition of the Longissimus muscle of bulls. However, the percentage of C18:2 n-6 fatty acid was lower (P < 0.05) as a percentage of total fatty acids in the CON diet in comparison to the MON and PRO diets. On the contrary, the percentage of C22:6 n – 3 fatty acid was higher (P < 0.05) as a percentage of total fatty acids in the CON diet in comparison to the PRO diet. However, diet did not influence (P > 0.05) polyunsaturated, monounsaturated, saturated fatty, n-6, or n-3 fatty acids or the ratio of PUFA/SFA and n-6/n-3 fatty acids. Este trabalho foi realizado para estudar o efeito da adi o de monensina sódica ou produto à base de própolis sobre as características de carca a e composi o química do músculo Longissimus de bovinos mesti os n o castrados terminados em confinamento. Foram usados 24 bovinos com peso vivo médio de 393,3 ± 24 kg e 20 meses de idade. Os bovinos foram divididos em três tratamentos: 1. Controle (CON), 2. Monensina sódica (MON) ou 3. Produto à base de própolis (PRO). Os bovinos foram mantidos em confinamento durante 70 dias e alimentados com silagem de milho (volumoso) e milho moído, farelo de soja, ureia, calcário e sal mineral (concentrado). A rela o volumoso: concentrado foi de 50:50. Os bovinos foram alimentados duas vezes ao dia (8 e 16 horas). Foram determinadas as características de carca a e composi o química do músculo Longissimus. As características quantitativas (peso de carca a quente, rendimento de carca a quente, espessura de gordura de cobertura, área de olho de
Performance and carcass traits of lambs finished in feedlot with different body conditions Desempenho e características de carca a de cordeiros terminados em confinamento com diferentes condi es corporais
Wandrick Hauss de Sousa,Felipe Queiroga Cartaxo,Marcílio Fontes Cezar,Severino Gonzaga Neto
Revista Brasileira de Saúde e Produ??o Animal , 2008,
Abstract: The performance and qualitative carcass traits of Santa Inês and crossbred Dorper × Santa Inês lambs finished in feedlot with different body conditions were evaluated. Forty-eight lambs averaging 20.0 kg of body weight and 103 days old and 32 lambs, 16 from each genotype, were used respectively for the evaluation of qualitative carcass traits and performance. Dorper Santa Inês lambs presented lower dry matter intake and better feed conversion in the intermediate body condition when compared to Santa Inês. Body condition affected dry matter intake and feed conversion of crossbred lambs. Dorper Santa Inês lambs had better carcass conformation and higher subcutaneous fat thickness when slaughtered at high body condition in relation to the intermediate one, while Santa Inês lambs were similar in both body conditions. Objetivou-se avaliar o desempenho e as características qualitativas de carca a de cordeiros Santa Inês e mesti os Dorper × Santa Inês terminados em confinamento com diferentes condi es corporais. Na avalia o das características qualitativas de carca a, utilizaram-se 48 cordeiros n o-castrados, com 103 dias de idade e peso médio de 20,0 kg, (24 da ra a Santa Inês e 24 mesti os Dorper × Santa Inês), enquanto, na avalia o do desempenho, utilizaram-se 32 cordeiros, 16 de cada genótipo. Na condi o corporal intermediária, os cordeiros mesti os Dorper × Santa Inês apresentaram menor consumo de matéria seca e melhor convers o alimentar, em compara o aos Santa Inês. A condi o corporal influenciou o consumo de matéria seca e a convers o alimentar dos cordeiros mesti os. Os cordeiros mesti os Dorper × Santa Inês apresentaram melhor conforma o e maior espessura de gordura subcutanea quando abatidos na condi o corporal gorda em rela o à intermediária, enquanto os cordeiros Santa Inês foram semelhantes nessas duas condi es corporais.
Sodium monensin or propolis extract in the diet of Nellore bulls finished in feedlot: chemical composition and fatty acid profile of Longissimus muscle Monensina sódica ou extrato de própolis na dieta de bovinos Nelore terminados em confinamento: composi o química e perfil de ácidos graxos do músculo Longissimus  [cached]
Fernando Zawadzki,Ivanor Nunes Prado,Jair de Araújo Marques,Lúcia Maria Zeoula
Semina : Ciências Agrárias , 2011,
Abstract: This work was carried out to evaluate the chemical composition and fatty acid profile of Longissimus muscle of 33 Nellore bulls with 27 months old and initial average weight of 402 ± 7.58 kg finished in feedlot. Three treatments (Control – CON, Monensin – MON and Propolis extract – PRO) were evaluated. The animals were kept in feedlot during 84 days and slaughtered with final average weight with 488 ± 24.9 kg. The addition of additives (monensin or propolis extract) did not influence (P > 0.10) the chemical composition of Longissimus muscle of bulls. Saturated fatty acid (SFA) did not have difference (P > 0.10) among treatments. Monounsaturated fatty acids (MUFA) have difference (P < 0.01) among treatments. The highest value was observed in CON treatment (47.0%). There is also difference (P < 0.01) among treatments for polyunsaturated fatty acids (PUFA). Bulls of MON (9.92%) treatment obtained highest (P < 0.01) value for PUFA. Bulls of CON (6.74%) and PRO (6.93%) have lowest (P < 0.01) values for PUFA. Este trabalho foi realizado para avaliar a composi o química e a composi o de ácidos graxos do músculo Longissimus de 33 machos n o castrados da ra a Nelore com 27 meses de idade e peso médio inicial de 402 ± 7.58 kg terminados em confinamento. Foram usados três tratamentos: Controle – CON, Monensina – MON e Extrato de Própolis – PRO. Os bovinos foram mantidos confinados durante 84 dias e abatidos com peso vivo médio final de 488 ± 24.9 kg. A adi o dos aditivos (monensina ou extrato de própolis) n o tiveram influência (P > 0,10) na composi o química do músculo Longissimus dos bovinos. A composi o de ácidos graxos saturados (AGS) foi semelhante entre os tratamentos (P > 0,10). A composi o de ácidos graxos monoinsaturados foi diferente entre os tratamentos (P < 0,01). Valor superior foi observado nos bovinos da dieta CON (47,0%). Da mesma forma, houve diferen a (P < 0,01) entre tratamentos para os ácidos graxos poliinsaturados (AGPI). Bovinos do tratamento (9,92%) apresentaram maior (P < 0,01) valor para os AGPI. Os bovinos dos tratamentos CON (6,74%) e PRO (6,93%) apresentaram menores valores (P < 0,01) para os AGPI.
Carcass quality of sheep finished in confinement receiving increasing levels of bagana of carnauba Qualidade da carca a de ovinos terminados em confinamento com níveis de bagana de carnaúba na dieta  [cached]
José Almir Ferreira Gomes,Eneas Reis Leite,Ana Clara Rodrigues Cavalcante,Marco Aurélio Delmondes Bomfim
Revista Brasileira de Saúde e Produ??o Animal , 2010,
Abstract: It were evaluated the effects of bagana of carnauba (Copernicia prunifera (Mill.) H.E. Moore) (BC), as roughage source, on carcass characteristics of lambs finished in confinement. Thirty crossbred weaned lambs with 16.9 + 1.56 kg initial average weight and 80-day of age were used. Five diets with increasing levels of substitution of tifton 85 grass (Cynodon spp.) hay (FT) by BC were set: 0%BC and 100%FT; 25%BC and 75%FT; 50%BC and 50%FT; 75%BC and 25%FT; 100%BC and 0%FT. The levels of moisture, protein and ash of meat were not affected by diets. The highest slaughter weight, hot carcass weight, cold carcass weight and the yields of both hot carcass and cold carcass decreased as FT was replaced by BC. The chilling loss and fasting loss items were not affected by diets. The greatest values for lengths of carcass and ham, weight of ham, weight of shoulder and weight of loin were observed in control treatment, while the lower values were found in the treatment where the animals received only BC. It was observed effect of diets on percentages of bone tissues of ham and shoulder, and on percentages of bone, fat and connective tissue of the loin. It was concluded that the inclusion of bagana of carnauba in diet negatively interferes on intake and carcass quality of lambs in feedlot. Objetivou-se avaliar os efeitos da utiliza o da bagana de carnaúba (Copernicia prunifera (Mill.) H.E. Moore) (BC), como fonte de volumoso, sobre as características da carca a de cordeiros terminados em confinamento. Foram utilizados 30 cordeiros mesti os Santa Inês x SRD desmamados, com peso corporal médio de 16,9 + 1,56 kg e idade média de 80 dias. Foram formuladas dietas com cinco níveis de substitui o do feno de capim-tyfton 85 (Cynodon spp.) (FT) pela BC: 0%BC e 100%FT (testemunha); 25%BC e 75%FT; 50%BC e 50%FT; 75%BC e 25%FT; 100%BC e 0%FT. Os teores de umidade, proteína e cinzas da carne n o foram influenciados pelas dietas. O peso ao abate, peso de carca a quente, peso de carca a fria e os rendimentos de carca a quente e de carca a fria diminuíram à medida que o FT era substituído pela BC. Os itens quebra ao resfriamento e perda ao jejum n o foram influenciados pelas dietas. Os valores mais elevados para comprimentos de carca a e de pernil, peso de pernil, peso de paleta e pesos de pernil, de paleta e de lombo foram observados no tratamento testemunha, enquanto os valores mais baixos foram observados no tratamento que recebeu apenas BC. Verificou-se o efeito das dietas sobre as porcentagens de tecido ósseo no pernil e na paleta e sobre as porcentagens de tecido ósseo, con
Efeito do genótipo sobre as medidas objetivas e subjetivas da carca a de cordeiros terminados em confinamento  [cached]
Siqueira Edson Ramos de,Fernandes Simone
Revista Brasileira de Zootecnia , 2000,
Abstract: RESUMO - Este experimento foi realizado para comparar as medidas objetivas e subjetivas da carca a de 36 cordeiros, 18 da ra a Corriedale e 18 mesti os (F1) Ile de France x Corriedale, abatidos com 30 a 32 kg PV. Os cordeiros foram desmamados aos 60 dias de idade, com 10 a 12 kg PV, e terminados em regime de confinamento total, no qual dispunham, à vontade, de uma ra o com 15,0% PB e 70,0% NDT. Terminada a manipula o pós-abate e o resfriamento por 24 horas a 4°C, avalia es objetivas e subjetivas nas carca as foram realizadas. Houve diferen as entre os grupos genéticos estudados somente quanto ao comprimento externo e interno da carca a, tendo os cordeiros puros apresentado maiores valores para essas medidas. Entretanto, por meio da média geral constatada para a área do longissimus dorsi, foi observado que os dois grupos genéticos apresentaram a mesma quantidade de músculo na carca a. As carca as dos cordeiros mesti os (IF x C) foram consideradas de melhor conforma o e apresentaram a mesma quantidade de gordura de cobertura que as de inferior conforma o. Os genótipos estudados, de maneira geral, foram capazes de atender dois importantes requisitos: a exigência do mercado consumidor por carca as que n o apresentem excesso de tecido adiposo e a necessidade de pequena cobertura de gordura, para que a qualidade da carne n o seja prejudicada.
Componentes n o-integrantes da carca a de novilhos jovens e superjovens terminados em confinamento = Non-carcass body components of steers and young steers finished on feedlot
Raul Dirceu Pazdiora,Angélica Pereira dos Santos,Ivan Luiz Brondani,Jo?o Restle
Acta Scientiarum : Animal Sciences , 2009,
Abstract: O objetivo neste estudo foi avaliar os componentes n o-integrantes da carca a de novilhos superjovem e jovem terminados em confinamento. Foram utilizados 24 novilhos castrados, 12 com idade média inicial de 8,1 meses e 12 com 20 meses, pertencentes às categorias superjovem e jovem, respectivamente, e abatidos com idade média de 13,1 e 22meses. O peso de carca a estipulado foi de 180 kg e a espessura de gordura subcutanea mínima pretendida foi de 3 mm. O peso de carca a e a espessura de gordura subcutanea reais foram de 180,30 kg e 3,08 mm e 187,39 kg e 2,94 mm, respectivamente, para novilhos jovens esuperjovens. Os animais jovens apresentaram maior peso absoluto e relativo dos pulm es (p < 0,05) em compara o aos superjovens (3,96 e 3,37 kg; 1,31 e 1,15%, respectivamente). Os animais jovens apresentaram maior (p < 0,05) peso absoluto (11,55 e 10,41 kg) e relativo ao peso de corpo vazio (3,83 e 3,56%) do conjunto total dos órg os vitais em compara o aos animais superjovens. A categoria jovem apresentou maior (p < 0,05) peso absoluto e relativopara peso de corpo vazio para todos os componentes avaliados do trato gastrintestinal, exceto para o abomaso. Estas diferen as explicam, em parte, o maior rendimento de carca a dos novilhos superjovens em rela o aos jovens. The objective of this study was to evaluate the non-carcass body components of steers and young steers finished on feedlot. Twenty-four steers were used, being twelve with initial mean age of 8.1 months (super young) and twelve with initial mean age of 20months (young). The animals were slaughtered at 22 and 13.1 months of age, respectively. The desired carcass weight was 180 kg with a minimum of 3 mm backfat thickness. Actual carcass weight and backfat thickness were 180.30 kg and 3.08 mm and 187.39 kg and 2.94mm, respectively, for steers and young steers. Steers had higher (p < 0.05) lung weight in absolute and relative terms than the young steers (3.96 versus 3.37 kg and 1.31 versus 1.15%, respectively). The steers had higher (p < 0.05) absolute (11.55 versus 10.41 kg) andrelative weight (3.83 versus 3.56%) of the total vital organs than the young steers. The absolute weight and relative to empty body weight for total gastrointestinal tract were higher for the steer category (p < 0.05), except for abomasum. These differences partiallyexplain the higher carcass dressing percentage of the young steers.
Características da carca a de tourinhos charolês e mesti os charolês x nelore terminados em confinamento  [cached]
Ferreira Julcemir Jo?o,Brondani Ivan Luiz,Leite Daniel Terra,Restle Jo?o
Ciência Rural , 2006,
Abstract: O objetivo do experimento foi avaliar as carca as de tourinhos Charolês (C) e mesti os C x Nelore (N), terminados em confinamento. Foram utilizados 12 animais dos grupos genéticos C, 11/16CN e 5/8CN, com idade inicial de 12 meses e peso médio de 270kg. Os animais foram abatidos aos 17 meses, n o apresentando diferen a significativa (P>0,05) entre os grupos estudados para peso ao abate, rendimento de carca a fria e espessura de gordura, com médias de 418,76kg; 54,67%; 2,51 mm; respectivamente. O grupo 11/16CN apresentou menor área de olho de lombo em rela o a 100kg de peso vivo (P<0,06) do que animais C e 5/8 CN. Os animais 11/16CN e 5/8CN chegaram ao abate com comprimento de perna similar entre si (P>0,07) e maior (P<0,07) em rela o aos C, com médias de 70,13; 69,75 e 66,38 cm, respectivamente, embora n o havendo diferen a (P>0,05) em comprimento de carca a. Na avalia o das propor es de cortes comerciais da carca a em dianteiro, costilhar e traseiro n o houve efeito de grupo genético (P>0,05). Os grupos genéticos estudados, na condi o de n o castrados e abatidos próximos aos 420kg apresentaram baixa deposi o de gordura de cobertura. N o foram verificadas diferen as significativas nas características de inferência econ mica (cortes comerciais) das carca as dos grupos estudados.
Características quantitativas das carca as de cordeiros Corriedale, Bergamácia-Corriedale e Hampshire Down- Corriedale, terminados em pastagem ou em confinamento = Quantitative carcass characteristics of Corriedale, Bergamacia-Corriedale, and Hampshire Down-Corriedale lambs, finished on pasture or dry-lot
Francisco de Assis Fonseca de Macedo,Edson Ramos de Siqueira,Elias Nunes Martins,Filipe Gomes de Macedo
Acta Scientiarum : Animal Sciences , 2006,
Abstract: Verificaram-se as características de carca as de 23 cordeiros Corriedale, 25 Bergamácia-Corriedale (BC) e 17 Hampshire Down-Corriedale (HC), terminados em pastagem de Cynodon dactylon ou no confinamento. As médias para pesos das carca as quentes (PCQ): 13,37 e 11,94 kg, das carca as frias (PCF): 12,92 e 11,45 kg, dos rendimentos verdadeiros (RVC): 49,07 e 46,95% e comerciais das carca as (RCC): 42,59 e 38,27%, dos índices de compacidade das carca as (ICC): 21,88 e 19,21 kg cm-1 e do rendimento da costela (RC): 10,32 e 9,40% foram superiores para cordeiros terminados em confinamento, que também apresentaram menor perda de peso porresfriamento (PPR): 3,35 e 4,11%. As médias para índices de compacidade da perna (ICP = 48%) e rendimentos da perna (RP = 33,23%), do lombo (RL = 9,72%), das costelas descobertas (RCD =11,33%), dos baixos (RB = 11,48%) e do pesco o (RPC 5,95%) n o foram afetadas pelos sistemas de termina o. As carca as dos Corriedale e HC foram semelhantes para PCQ e PCF e inferiores aos BC. O RVC foi superior para BC (48,87%). Para RC e RB, os HC mostraram-se superiores aos BC, que também foram superiores aos Corriedale. A perda de peso por resfriamento, o rendimento comercial da carca a, o índice de compacidade da perna, os rendimentos da perna, da paleta, do lombo, das costelas descobertas e do pesco o n o sofreram efeito de cruzamentos (P>0,05). O sistema de termina o teve maior influência que o cruzamento nas características quantitativas das carca as dos cordeiros, com superioridade para os confinados. The goal of the experiment was the study of carcass characteristics of 23 Corriedale, 25 Bergamacia-Corriedale (BC), and 17 Hampshire Down-Corriedale (HC) lambs, finished on pasture (Cynodon dactylon) or in dry-lot. The means for hot carcass weight (HCW) were 13.37 and 11.94 kg; for cold carcass weight (CCW) were 12.92 and 11.45 kg; for biological carcass yield (BCY) were 49.07 and 46.95%; for commercialcarcass yield (CCY) were 42.59 and 38.27%; for carcass compactness (CC) were 0.219 and 0.192 kg cm-1; and for rib yield (RY): 10.32 and 9.40%. The values were higher for dry-lot lambs, which also presented lower (P<0.05) cooling loss (CL): 3.35 vs. 4.11%. The average for ham compactness (HC = 0.48) and ham yield (HY = 33.23%), loin (LY = 9.72%), uncovered rib (URY = 11.33%), bass (BY = 11.48%), and neck (NY = 5.95%) were not affected by the finishing system. The Corriedale and HC were similar in terms of HCW and CCW, and lower to BC. There was a difference for commercial carcass yield among genetic groups, with superiority for BC (4
Efeito do Grupo Genético e da Heterose nas Características Quantitativas da Carca a de Vacas de Descarte Terminadas em Confinamento  [cached]
Restle Jo?o,Pascoal Leonir Luiz,Faturi Cristian,Alves Filho Dari Celestino
Revista Brasileira de Zootecnia , 2002,
Abstract: Foram avaliadas as características quantitativas da carca a de vacas de descarte de dois sistemas de acasalamento, puras (Charolês - C e Nelore - N) e mesti as F1 1/2 CN e 1/2 NC. Os animais foram terminados em confinamento, onde foram alimentados com dieta contendo 10% de proteína bruta, composta por 65% de volumoso, silagem de sorgo e 35% de concentrado. Foram realizadas medidas objetivas e subjetivas nas carca as resfriadas. Nos animais puros, as fêmeas Charolês foram superiores às Nelore para pesos de abate (522,6 contra 462 kg) e de carca a fria (255,8 contra 237,5 kg); conforma o de carca a (10,7 contra 7,76 pontos); e área do músculo Longissimus dorsi (64,08 contra 55,92 cm2). Já as Nelore foram superiores no rendimento de carca a (51,31 contra 48,93%) e na espessura de gordura de cobertura (8,22 contra 4,59 mm). Na compara o dos sistemas de acasalamento, os animais mesti os F1 foram superiores em rela o à média dos puros nos pesos de abate (525,7 contra 492,3 kg) e de carca a fria (269,8 contra 246,6 kg); no rendimento de carca a (51,3 contra 50,12%); na conforma o de carca a (9,84 contra 9,24 pontos); e na espessura de gordura (7,77 contra 6,40 mm), sendo os valores de heterose de 6,78; 9,41; 2,35; 6,49; e 21,40%, respectivamente. Resultaram do cruzamento entre Charolês e Nelore vacas de descarte que produziram carca as de peso elevado, apresentando boa conforma o e alto grau de acabamento.
Características da carca a de cordeiros terminados em confinamento recebendo silagem de gr os de milho puro ou com adi o de girassol ou ureia = Carcass characteristics of confinement-finished lambs fed on high moisture corn silage at different proportions
Lausimery Lombardi,Clóves Cabreira Jobim,Valter Harry Bumbieris Júnior,Moysés Calixto Júnior
Acta Scientiarum : Animal Sciences , 2010,
Abstract: Neste trabalho objetivou-se avaliar o efeito de concentrados à base de silagens de gr os de milho puro ou com adi o de gr os de girassol ou ureia sobre a composi o, desempenho e rendimento de carca a de cordeiros Hampshire Down- sem ra a definida (SRD), terminados em confinamento. Foram avaliados três tratamentos sendo: silagem de gr os de milho (SGM); SGM com adi o de gr os de girassol (SGMG); SGMcom adi o de ureia (SGMU). Utilizaram-se 24 cordeiros machos inteiros, com peso médio inicial de 23 kg, distribuídos nos tratamentos (8 animais tratamento-1). Após o abate, as carca as foram pesadas para obten o do peso da carca a quente (PCQ) e armazenadas emcamara frigorífica a 4°C, por 24h para obten o do peso da carca a fria (PCF). O peso vivo médio ao abate foi de 31,1 kg com ganho médio diário (GMD) de 0,164 kg. O PCQ médio foi de 13,4 kg com rendimento médio de 43,13%, enquanto o PCF foi de 12,8 kg. N o houve efeito dos tratamentos sobre estas variáveis, evidenciando que a qualidade dosconcentrados foi semelhante. A silagem de gr os de milho associados com gr os de girassol ou ureia, na alimenta o de cordeiros, n o influencia as variáveis quantitativas da carca a, sendo recomendado seu uso na formula o de concentrados. Effect of concentrated compounds either with unmixed corn silages or with sunflower or urea on the composition, performance and carcass yield of Hampshire Dow and without definite race lambs finished in feedlots was evaluated. Three treatments were evaluated: corn grain silages (CGS); CGS with sunflower grains; SGS with urea. Twenty-four male lambs, mean initial live weight of 23 kg, allotted in treatments (8 animals treatment-1), were employed. After slaughter, carcasses were weighed for hot carcass weight (HCW) and then refrigerated at 4°C for 24 hours for cold carcass weight (CCW). Mean live weight at slaughter was 31.1 kg with mean daily gain (MDG) of 0.164 kg. Mean HCW was 13.4 kg with a mean yield of 43.13% while mean CCW reached 12.8 kg. Since treatments did not affect variables, quality of concentrates was similar. Corn grains silages with sunflower grains and urea in lamb feed failed to affect the carcass’s quantitative variables and their use is recommended for concentrates.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.