oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Paralisia do músculo cricoaritenóideo lateral: relato de caso como contribui o ao estudo da anatomia funcional da laringe  [cached]
De Biase Noemi,Pontes Paulo,Nóbrega Jo?o Antonio M.,De Biase Simone
Revista Brasileira de Otorrinolaringologia , 2003,
Abstract: A eletromiografia da laringe (EMG) vem sendo útil nas avalia es das altera es de mobilidade das pregas vocais, sobretudo diferenciando as paralisias das fixa es, e também fornecendo dados para o prognóstico e localiza o de les es neuromusculares. Com base na EMG e na telelaringoscopia buscamos entender o papel dos músculos intrínsecos da laringe a partir de um caso de paralisia de músculo cricoaritenóideo lateral, confirmado por estudo eletromiográfico, em uma paciente com história de afonia e perda de mobilidade da prega vocal esquerda, fixa na posi o lateral.
Tumores cartilaginosos da laringe  [cached]
Thomé Robert,Thomé Daniela C.,Royg Cinthia R. C.
Revista Brasileira de Otorrinolaringologia , 2001,
Abstract: Introdu o: Os tumores cartilaginosos da laringe s o raros, sendo a cartilagem cricóide a mais acometida. A raridade desses tumores tem como conseqüência experiência limitada e, portanto, o conhecimento a respeito destas neoplasias apresenta pontos obscuros. Objetivo: Apresentar os resultados cirúrgicos bem como o seguimento a longo prazo de 6 pacientes com tumores cartilaginosos da laringe, 4 condrossarcomas de baixa malignidade e 2 condromas. Forma de estudo: Retrospectivo n o randomizado. Material e método: Cinco dos tumores acometiam a cartilagem cricóide e 1 a tireóide. Os pacientes foram submetidos a laringectomia parcial (4) e total (2), com seguimento de 6 a 30 anos (média-19,5 anos). Resultados: Nenhum dos pacientes apresentou metástase ou morte relacionada ao tumor. A sobrevida alcan ada por 5 anos foi de 100% e a por 20 anos, 67%, sendo a comorbidade responsável por tal decréscimo. Conclus es: Nossos resultados refor am o conceito de que a laringectomia conservadora seja a modalidade ideal de tratamento, reservando a ressec o total para tumores extensos ou casos de recorrência. Há indícios de que 5 anos pode n o ser tempo suficiente para observar recorrência no condrossarcoma de baixo grau de malignidade.
Simula o tridimensional da laringe
Rosa Marcelo de Oliveira,Pereira José Carlos
Revista Brasileira de Otorrinolaringologia , 2003,
Abstract: FORMA DE ESTUDO: Experimental. MéTODO: Um modelo matemático das equa es aerodinamicas e viscoelásticas da laringe, reproduzindo suas características anat micos e fisiológicos, é proposto para simular a laringe durante a fona o. OBJETIVO: Fornecer uma ferramenta nova para a disciplina de otorrinolaringologia de maneira a compreender melhor os fen menos físicos presentes na fona o, tanto em casos normais quanto em patológicos. RESULTADO: Os resultados obtidos mostram que diversos fen menos físicos como a diferen a de fase horizontal e vertical entre os movimentos da superfície das pregas vocais, a forma o de press o negativa sobre a por o superior da glote e a forma o de torvelinhos após a constri o glotal s o reproduzidos pelo modelo. Adicionalmente, estudos teóricos sobre algumas doen as da laringe s o apresentados e discutidos, sugerindo que avalia es prévias e "virtuais" de interven es cirúrgicas ser o passíveis de realiza o.
Análise funcional da laringe pós-cordectomia, reconstruída com retalho de prega vestibular
Ricz, Hilton;Mamede, Rui C. M.;Aguiar-Ricz, Lílian;
Revista Brasileira de Otorrinolaringologia , 2004, DOI: 10.1590/S0034-72992004000600002
Abstract: several reports of techniques for larynx reconstruction after partial vertical laryngectomy are available in the literature, some of them using structures of the larynx itself such as the vestibular fold, but few have emphasized analysis of laryngeal function after reconstruction. thus, the objective of the present study was to assess laryngeal function in patients submitted to total or complete cordectomy (type iv) followed by reconstruction with vestibular fold flap. study design: cohort transversal. material and methods: ten patients, nine males and one female aged 45 to 75 years (mean age: 64.5 years), with glottis carcinomas treated by total or complete cordectomy (type iv) and reconstructed with vestibular fold flap were submitted to videolaryngostroboscopy for assessment of laryngeal permeability, flap positioning, laryngeal closure, arytenoid movement, characteristics of speech sound source (vibrating or frictional) and, when the source was vibrating, location and structures of the sound source. voice quality was evaluated by perceptual acoustic assessment and by objective computer analysis. the function of lower airway protection during swallowing was analyzed by endoscopic evaluation of swallowing. results: there was no need to maintain tracheostomy during the late postoperative period since the reconstructed laryngeal lumen remained pervious. the function of airway protection during swallowing was preserved in all patients, with full coaptation of laryngeal structures in 30% of the cases and one patient presented immobility of the operated hemilarynx in midline position. vibrating sound source was detected in 90% of the cases and was located in the glottic region in seven patients. the vestibular fold flap participated in the composition of the vibrating sound source in all cases. computerized analysis revealed the following mean values: fundamental frequency, 177.5 hz, jitter 1.11% and shimmer 7.04%. using grbas scale we observed normal voice in one pati
Les es cr nicas da laringe pela intuba o traqueal  [cached]
COELHO MARLOS DE SOUZA,STORI JUNIOR WILSON DE SOUZA
Jornal de Pneumologia , 2001,
Abstract: Introdu o: Várias complica es, muitas vezes graves, têm sido relacionadas com a intuba o traqueal (IT), com incidência chegando a 18%. Objetivos: Analisar as altera es da laringe provocadas pela IT: o desenvolvimento de estenose e de granuloma na laringe e a evolu o da voz. Pacientes e métodos: Foram estudados prospectivamente 73 pacientes internados na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Cajuru, da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, na regi o Sul do Brasil, submetidos a IT por cinco dias consecutivos e com previs o de necessidade de IT por mais sete dias, que foram traqueostomizados no sexto dia de IT. Foi realizada fibrolaringotraqueobroncoscopia (FLTB) nos 6o, 14o, 21o, 28o, 60o, 90o e no 180o dias após a IT. Resultados: No 180o dia do estudo havia 30 pacientes sobreviventes: 18 apresentavam voz normal, nove n o puderam ser avaliados e três apresentavam disfonia. Em oito pacientes foram observados granulomas na laringe, sendo que cinco foram curados espontaneamente, dois foram ressecados e um permaneceu no 180o dia do estudo. Apenas um paciente apresentou estenose de laringe. Conclus es: Devido ao menor tempo de exposi o da laringe ao trauma da canula orotraqueal, a realiza o da traqueostomia no 6o dia da IT parece causar poucas complica es.
Monitorando a degluti o através da eletromiografia de superfície Monitoring swallowing with surface electromyography
Maria das Gra?as Wanderley de Sales Coriolano,Otávio Gomes Lins,Luciana Rodrigues Belo,Danielle Carneiro de Menezes
Revista CEFAC , 2010,
Abstract: OBJETIVO: descrever o método de registro da eletromiografia de superfície através da utiliza o de um protocolo desenvolvido para o estudo da degluti o e demonstrar a degluti o de um paciente com doen a de Parkinson e de um sujeito normal através do registro da eletromiografia de superfície (EMGs). MéTODOS: para ilustrar os parametros eletrofisiológicos registrados após execu o do protocolo foram utilizados dois voluntários do sexo feminino, sendo um sem doen a e outro apresentando doen a de Parkinson (DP) no estágio III de acordo com a escala de Hoehn e Yahr. Os parametros analisados pelo foram: a dura o da atividade elétrica durante a degluti o, a amplitude (rms) e o limite de disfagia. RESULTADOS: os resultados mostram diferen as entre os eletromiogramas ilustrativos. CONCLUS O: a EMGs pode ser utilizada como método de avalia o e monitoriza o da degluti o de sujeitos sem doen a e com DP. PURPOSE: to describe the registering method of the surface electromyography (sEMG) through the use of a protocol developed for swallowing study and to demonstrate the swallowing pattern of a patient with Parkinson’s disease and of normal individuals through the sEMG registering. METHODS: to illustrate the registered electrophysiologic parameters execution of the protocol we used two volunteers of the feminine gender, being one without disease and the other one with Parkinson’s disease (PD) in III period of training in accordance with the scale of Hoehn and Yahr. The analyzed parameters had been the duration of the electric activity during swallowing, the amplitude (rms) and the dysphagia limit. RESULTS: the results show differences amongst the illustrative electromyograms. CONCLUSION: sEMG can be used as method for evaluating and monitoring the swallowing pattern of citizens with no disease and with PD.
Achados histológicos na parede posterior da laringe em pacientes com refluxo gastroesofageano (GERD)
Gomes Guilherme F.,M. Filho Evaldo D.,Coelho Júlio C. U.,Salvalaggio Paolo R. O.
Revista Brasileira de Otorrinolaringologia , 2001,
Abstract: Introdu o: O mecanismo de manifesta es otorrinolaringológicas da doen a do refluxo gastroesofageano é provavelmente o resultado de refluxo faringogastroesofageano noturno intermitente. O contato da faringe e laringe com o suco gástrico resulta em inflama o e edema, mesmo com pouca ou mínima exposi o ácida. Porém, estudos histológicos na parede posterior da laringe, em pacientes com exposi o cr nica ao suco gástrico, n o têm sido realizados mas podem representar importante informa o diagnóstica. Este estudo tem como objetivo descrever biópsias de parede posterior de laringe em pacientes portadores de doen a do refluxo gastroesofageano. Forma de estudo: Prospectivo n o randomizado. Material e método: No período compreendido entre junho de 1998 a setembro de 1998, foram realizadas biópsias da parede posterior da laringe em sete pacientes portadores de doen a do refluxo gastroesofageano (GERD), que apresentavam sintomas cr nicos de faringe e laringe. Todos os pacientes realizaram investiga o do refluxo gastroesofageano através da endoscopia digestiva alta, e também laringoscopias diretas na procura de les es laringológicas sugestivas de etiologia relacionada à GERD,e foram classificados em grupo I e grupo II, respectivamente: grupo com laringoscopia normal e grupo com laringoscopia com les o. Resultados: Os resultados mostraram que 42,85% dos pacientes estudados apresentavam epitélio escamoso como revestimento da parede posterior da laringe; 42,85% apresentaram áreas de metaplasia escamosa em permeio ao epitélio pseudoestratificado respiratório; e apenas 28,57% dos pacientes apresentaram epitélio respiratório. Além do mais, 71,4% dos pacientes apresentaram altera es histológicas decorrentes da GERD que s o encontradas no es fago. Conclus es: Os resultados deste estudo sugerem que o refluxo gastroesofageano pode estar relacionado com a mudan a do epitélio da parede posterior da laringe, assim como estar também relacionado com altera es histológicas inflamatórias dessa regi o.
Avalia o Sistematizada da Dificuldade de Exposi o das Pregas Vocais na Microcirurgia da Laringe
Ballin, Annelyse Cristine,Macedo Filho, Evaldo Dacheux de,Sela, Gustavo B,Catani, Guilherme S
Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia , 2010,
Abstract: Introdu o: Diversos estudos abordam fatores pré-operatórios que predizem dificuldade de intuba o endotraqueal, graduada pelos anestesistas pela escala de Cormack-Lehane. Estes parametros foram pouco avaliados para a dificuldade de loca o do laringoscópio nas microcirurgias da laringe. N o há uma escala padr o de dificuldade direcionada aos cirurgi es de laringe. Objetivo: Criar uma escala padr o de dificuldade de loca o do laringoscópio durante microcirurgia da laringe, com foco na exposi o das pregas vocais (PPVV); avaliar quais parametros clínicos predizem dificuldade de exposi o das PPVV; verificar a melhora da exposi o laríngea com o suspensor do laringoscópio. Método: Estudo prospectivo, randomizado, de 57 pacientes submetidos à microcirurgia de laringe. No pré-operatório foram avaliados: 3 dados epidemiológicos, 2 de anamnese e 13 de exame físico. No intra-operatório: o anestesista avaliava o escore de Cormack-Lehane e o cirurgi o avaliava conforme a escala proposta, antes e após a coloca o do suspensor. Resultados e Conclus o: Vários parametros apresentaram sensibilidade, especificidade, valor preditivo positivo altos para exposi o inadequada da laringe. Porém, apenas distancia hiomentual <6,05cm (p=0,003) e classe 2 de Cormack-Lehane (p=0,04) com significancia estatística e alta sensibilidade, 100% e 81% respectivamente. O uso do suspensor do laringoscópio melhorou a exposi o laríngea de forma significativa (p=0,04). A escala proposta padroniza a vizualiza o e gradua a dificuldade de exposi o das PPVV, facilitando compara es entre estudos e comunica o entre otorrinolaringologistas.
Capilaroscopia da prega ungueal em crian as com diabetes mellitus tipo I
Fernandes Therezinha J,Bernardini Edda M.T.,Morais Iara C,Castilho Claudia
Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia , 2001,
Abstract: O estudo teve como objetivo identificar o aspecto morfológico da microcircula o, em crian as com e sem diabetes mellitus (DM), pela capilaroscopia de prega ungueal das m os. Foram selecionadas 30 crian as com DM do tipo 1 (DM1) e 24 crian as sem DM, pareadas quanto ao sexo, cor e idade. Encontrou-se aumentos significativos de freqüência de dilata o e tortuosidade de ramos transverso e eferente e microectasias em rela o aos controles. N o houve aumento significativo da freqüência de edema nas crian as com DM pela alta freqüência desta altera o no grupo controle. Ao contrário dos adultos com DM, houve predominancia de espasticidade do ramo aferente e o longo comprimento das al as foi preservado. O padr o descrito na microcircula o no presente estudo pode ser importante para o diagnóstico das complica es vasculares da doen a.
Da imobilidade à realiza o: os passos de uma trajetória de cria o  [PDF]
Cupertino, Christina,Gianetti, Sonia Regina Bassi
Educa??o , 2005,
Abstract: Esse artigo aborda a identifica o e o desenvolvimento de talentos, e a possibilidade de transforma o de identidade. Por meio de um estudo de caso, descrevemos a trajetória de uma artista plástica talentosa e reconhecida pela comunidade, que foi vítima de poliomielite na infancia e vive há 29 anos confinada a um leito de hospital. A apropria o e o desenvolvimento de habilidades s o analisados a partir de depoimento obtido através de entrevistas, e de referencia teórico sobre identidade e metamorfose, o papel da arte na constitui o da subjetividade e a atualiza o de potenciais.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.