oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Pesquisa de campo em psicologia social: uma perspectiva pós-construcionista
Spink Peter Kevin
Psicologia & Sociedade , 2003,
Abstract: O termo ''pesquisa de campo'' é normalmente empregado na Psicologia Social para descrever um tipo de pesquisa feito nos lugares da vida cotidiana e fora do laboratório ou da sala de entrevista. Nesta ótica, o pesquisador ou pesquisadora vai ao campo para coletar dados que ser o depois analisados utilizando uma variedade de métodos tanto para a coleta quanto para a análise. Neste texto, relatamos as conclus es iniciais de uma série de discuss es sobre pesquisas de campo feita numa perspectiva pós-construcionista. Partindo das dificuldades provocadas por uma no o de campo fisicamente determinada, a discuss o retoma a perspectiva de Kurt Lewin sobre o campo como totalidade de fatos psicológicos, para depois se aproximar das propostas de Ian Hacking sobre ''matriz'' e a discuss o mais ampla sobre materialidades. A conseqüência desta reflex o foi a proposi o de um ''campo-tema'' onde o campo n o é mais um lugar específico, mas se refere à processualidade de temas situados. O texto conclui com uma discuss o sobre algumas implica es desta proposta para o processo de pesquisa e para as práticas narrativas usadas para relatar as suas conclus es.
Pesquisa de campo em psicologia social: uma perspectiva pós-construcionista
Spink, Peter Kevin;
Psicologia & Sociedade , 2003, DOI: 10.1590/S0102-71822003000200003
Abstract: the expression ''field research'' is normally used in social psychology to describe a type of research that is carried out outside the laboratory and in the places where everyday action takes place. in this approach, the researcher will go ''to the field'' in order to collect data that will later be analyzed and in order to do this a variety of different methods will be used, both to gather the data and to examine it. this paper reports on the initial conclusions from a series of discussions held on field research, taking as a starting point a post-constructionist perspective. beginning with the difficulties created by the notion of ''field'' as physically determined and separate, the debate moved on to consider the arguments of kurt lewin in favor of a notion of psychological field in which the field is the totality of psychological facts, before settling with the notion of matrix as proposed by ian hacking and the wider discussion of materiality. the result was the proposal of the notion of ''theme-field'', in which field is no longer a specific place but refers to the processuality of situated themes. the paper ends by considering the implications of this approach for the research process and for the narrative practices that are used to describe it and to discuss its conclusions.
Educa o Infantil: o lugar da Pedagogia e da Educa o Física em uma perspectiva Sócio-Histórico-Dialética Infant Eductation: The Place of Pedagogy and of Physical Education in a Social-Historical-Dialectic Perspective
Ivone Garcia Barbosa
Pensar a Prática , 2006, DOI: 19806183/rpp.v5i0.47
Abstract: O objetivo deste artigo é realizar um exercício reflexivo sobre as rela es entre Pedagogia e Educa o Física e suas contribui es para a educa o da infancia em uma perspectiva sócio-histórico-dialética. Para isso, organizamos os textos em três momentos: o primeiro tem como finalidade resgatar a constitui o histórica dos projetos em educa o infantil no Brasil; o segundo busca delimitar as proposi es fundamentais da perspectiva sóciohistórico-dialética, e, por último, indicamos caminhos a serem percorridos pelas duas áreas de conhecimento em debate, Educa o Física e Pedagogia. PALAVRAS-CHAVE: Educa o infantil - Pedagogia - Educa o The aim of this article is to reflect upon the relations between Pedagogy and Physical Education and their contributions to infant education in a social-historical-dialectic perspective. To achieve this, we have organized this text in three parts: the first one aims at recollecting the historical constitution of projects on infant education in Brazil; the second part aims at defining the scope for thefundamental propositions of this social-historicaldialectic perspective. Lastly, we indicate paths that can be followed by these two fields of knowledge that are discussed here, physical education and pedagogy. KEY WORDS: Infant education - Pedagogy - Physical education.
Psicologia Social ou Psicologia das Associa es? A perspectiva latouriana de sociedade  [PDF]
Cordeiro, Mariana Prioli
Psico , 2010,
Abstract: No presente artigo, buscamos discutir como a no o de social é concebida pela Teoria Ator-Rede (TAR), bem como as possíveis contribui es desta concep o para a psicologia social. Para a TAR, ao invés de tomarmos o social como um domínio ou como o tipo de material que comp e determinados fen menos, devemos questionar o projeto de dar uma “explica o social” a algum estado de coisas e resgatar o significado original do termo – que, timologicamente, está mais próximo de associa es do que de vínculos sociais. Pensar uma psicologia social que parta dessa perspectiva implica pensar em uma psicologia que considera que os n o-humanos têm agência e produzem efeitos no mundo, modificando nossas a es e nossos processos de atribui o de sentido.
A psicologia e a educa o moral Psychology and moral education  [cached]
Leonardo Rodrigues Sampaio
Psicologia: Ciência e Profiss?o , 2007, DOI: 10.1590/s1414-98932007000400002
Abstract: Na Psicologia, o campo de estudos sobre o desenvolvimento moral, a partir de uma perspectiva psicogenética, teve início com o trabalho O Juízo Moral na Crian a, escrito por Jean Piaget, em 1932. Nesse livro, o psicólogo suí o relata uma série de experimentos que demonstram que a moralidade se desenvolve com o passar do tempo e à medida que novas aquisi es no campo cognitivo e afetivo s o conquistadas pelo sujeito. De lá para cá, esse campo de estudos tem crescido constantemente e produzido novas teorias e propostas de interven o no ambito da educa o moral. O objetivo deste artigo é apresentar uma breve vis o sobre algumas das principais teorias psicológicas que abordam a quest o do desenvolvimento moral, demonstrar algumas propostas de aplica o dessas teorias em programas de interven o e argumentar que a Educa o se apresenta como um espa o privilegiado para o desenvolvimento desse tipo de atividade, que n o tem sido devidamente aproveitado no Brasil. In Psychology, the branch of studies about moral development, from a psychogenetic perspective, began with the 1932 book Moral Judgment of the Child. In this book, Jean Piaget refers to a set of experiments demonstrating that morality and acquisitions in the cognition and affective field are related. Nowadays, this field of studies has grown constantly and produced new theories and intervention accounts in the scope of moral education. The objective of this paper is to present a brief overview of the main psychological theories that deal with moral development, demonstrating some interventions and arguing that education is a privileged space for the development of social moral awareness which has not been duly used to advantage in Brazil.
Servi?o Social e educa??o popular: diálogos possíveis a partir de uma perspectiva crítica
Machado, Aline Maria Batista;
Servi?o Social & Sociedade , 2012, DOI: 10.1590/S0101-66282012000100009
Abstract: this paper aims at resuming the debate on popular education as a theme and, at the same time, action strategy relevant to the job and professional training of social workers, because while it seems to have been submerged in the theoretical and professional debate due to the ebbing flow of the social movements, it is present in the field work of these professionals, especially because this educational paradigm aims at contributing to the process of awareness and mobilization of the social subjects.
A história de Maria, uma jovem que se tornou uma cuidadora-que-fala-confronta-e-esclarece: uma análise do processo de metamorfose na perspectiva da Psicologia Social.  [cached]
José Umbelino Gon?alves Neto,Aluísio Ferreira de Lima
Psicología, Conocimiento y Sociedad , 2011,
Abstract: Este artigo se trata de uma discuss o teórica a respeito do desenvolvimento da identidade de uma das lideran as comunitárias do município de Sobral-CE. O objetivo foi investigar as metamorfoses da identidade dessa pessoa e possíveis movimentos de alteriza o e emancipa o. Utilizou-se uma metodologia qualitativa, tendo como instrumento a entrevista de história de vida. A análise da narrativa foi feita com base na teoria de identidade de Ciampa (1987), de modo a destacar o processo de socializa o-individua o, e as metamorfoses da identidade por meio da explicita o das personagens representadas pelo ator social em seu discurso. A análise da narrativa revelou o papel da família na socializa o de um indivíduo crítico frente à realidade e engajado socialmente, bem como o movimento de reposi o de uma personagem que, ao contrário do que afirma Ciampa, n o implicou em fetichismo da personagem, mas em um processo de alteriza o emancipador.
Psicologia Social: uma especialidade da psicologia?
van Stralen, Cornelis Johannes;
Psicologia & Sociedade , 2005, DOI: 10.1590/S0102-71822005000100015
Abstract: this article questions the decision of the conselho federal de psicologia to recognise social psychology as a specialty within psychology. this decision was an answer to the psychologists' claims working in the field of public politcs and serching for their own professional identity. however, the study ignores that social psychology is a specific scientific subject in the field of social sciences as it connects psychological and sociological levels of explanation. my argument is that this decision became possible partly because of the difficulties encountered by social psychology in forming its own professional field, and partly because of the ambiguos attitude taken by the associa??o brasileira de psicologia social approaching this issue. it's possible to conclude that the recognition of social psychology as a specialty in psychology may be able to strengthen the tendency of social psychology to become only a basic subject in psychology, instead of transforming it into an autonomous subject that contributes to the comprehension of collective phenomena.
Por uma psicologia comunitária como práxis de liberta o  [PDF]
Nepomuceno, Léo Barbosa et al.
Psico , 2008,
Abstract: O presente artigo abrange temas importantes para o debate epistemológico dentro do campo da psicologia social, psicologia comunitária e ciências afins. Objetiva, através de levantamento bibliográfico, abordar contribui es da psicologia social da liberta o para a constru o interdisciplinar da psicologia comunitária, ressaltando aspectos constituintes desta área e enfatizando elementos éticos e políticos, que favorecem a compreens o de uma práxis da liberta o. A psicologia comunitária é entendida como fruto dos movimentos de mudan a de paradigma científico-profissional da forte demanda de mudan a social advinda da realidade concreta da popula o e traz no seu cerne uma práxis de liberta o. Entendemos que a psicologia social da liberta o vem trazer fortes influências para o desenvolvimento da psicologia comunitária, principalmente, no tocante ao fortalecimento de uma perspectiva de constru o comunitária e científica de alta relevancia social.
O uso das TIC na educa??o e a promo??o de inclus?o social: uma perspectiva crítica do Reino Unido
Selwyn, Neil;
Educa??o & Sociedade , 2008, DOI: 10.1590/S0101-73302008000300009
Abstract: this paper provides a critical overview of current policy efforts to use technologies to enhance educational outcomes and promote social inclusion in education. using the uk as an example the paper identifies two trends in current policymaking, i.e. i) educational provision focussed policies which seek to use technologies to promote equality educational opportunities and outcomes; and ii) technological access focussed policies which seek to use education to ensure social inclusion in terms of technological opportunities and outcomes. through a discussion of the social, economic and cultural limitations of these approaches the paper considers a number of issues which lie at the heart of more effective technology and education in the future.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.