oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Um estudo sobre as formas de preconceito contra homossexuais na perspectiva das representa es sociais  [cached]
Lacerda Marcos,Pereira Cícero,Camino Leoncio
Psicologia: Reflex?o e Crítica , 2002,
Abstract: Este artigo analisa, na perspectiva das representa es sociais, as formas como estudantes universitários expressam o preconceito contra homossexuais e a rela o desse preconceito com as explica es da homossexualidade. Para tanto, aplicaram-se questionários a 220 alunos de uma universidade pública da cidade de Jo o Pessoa. Os resultados permitiram classificar os estudantes em uma tipologia composta por três grupos de indivíduos: preconceituosos flagrantes, preconceituosos sutis e n o preconceituosos. A análise da ancoragem social do tipo de preconceito apresentado pelos estudantes mostrou que os preconceituosos flagrantes se opuseram às explica es psicossociais (próprias das mulheres e dos estudantes de psicologia) e aderiram mais fortemente às explica es ético-morais e religiosas (próprias dos estudantes de engenharia). Os n o preconceituosos estudam psicologia e aderem às explica es psicossociológicas. Já os preconceituosos sutis explicaram a homossexualidade a partir de causas biológicas e psicológicas, próprias dos estudantes de medicina e das mulheres.
Representa es sociais de enfermeiros sobre o portador de tuberculose Social representations of nurses about tuberculosis patients
Ivaneide Leal Ataíde Rodrigues,Maria Catarina Salvador da Motta,Márcia de Assun??o Ferreira
Acta Paulista de Enfermagem , 2013,
Abstract: OBJETIVO: Descrever as representa es sociais de enfermeiros sobre o doente com tuberculose. MéTODOS: Pesquisa qualitativa com referencial na Teoria das Representa es Sociais. Para produ o dos dados utilizou-se a técnica de entrevista individual, com 52 enfermeiros, utilizando um roteiro com quest es fechadas sobre o perfil pessoal e profissional e outro com 27 quest es abertas que exploraram saberes e fazeres em seu cotidiano com os doentes. Para análise utilizou-se a de conteúdo temática. RESULTADOS: Os enfermeiros constroem representa es sociais baseadas no estereótipo do doente, os associam à ideia de receptáculos da doen a, além de associar a vulnerabilidade ao adoecimento à condi o social. CONCLUS O: As representa es sociais sobre o doente com tuberculose se organizam a partir do medo amparado em características físicas, psicológicas e sociais que ajudam os enfermeiros a delinear a figura-tipo do doente como perigoso. OBJECTIVE: To describe the social representations of nurses about tuberculosis patients. METHODS: A qualitative research was undertaken, based on Social Representations Theory. To produce the data, the individual interview technique was applied, involving 52 nurses, using a script with closed questions about the personal and professional profile and another script with 27 open questions that explored knowledge and action in their daily work with the patients. For analysis, thematic content analysis was applied. RESULTS: The nurses build social representations based on the stereotyped patients, associate them with the idea of receptacles of the disease, besides linking vulnerability with illness and social conditions. CONCLUSION: Social representations about tuberculosis patients are organized based on fear, resting on physical, psychological and social characteristics that help the nurses to outline fhe type-figure of the patient as dangerous.
Um estudo do preconceito na perspectiva das representa es sociais: análise da influência de um discurso justificador da discrimina o no preconceito racial  [cached]
Pereira Cícero,Torres Ana Raquel Rosas,Almeida Saulo Teles
Psicologia: Reflex?o e Crítica , 2003,
Abstract: Este artigo analisa, na perspectiva das representa es sociais, a influência de um discurso justificador da discrimina o sobre o preconceito racial. Em um experimento (N = 120) que apresenta um cenário onde a gerente de uma loja contrata uma mo a branca, discriminando uma negra, metade dos participantes (grupo experimental) recebeu um discurso justificando a discrimina o. Os resultados mostram a representa o da decis o da gerente organizada por dois princípios: avalia o profissional e percep o de justi a. Os participantes que tiveram acesso ao discurso justificador consideraram que a atua o da gerente foi mais profissional e menos injusta do que os participantes do grupo de controle. Os membros do grupo experimental tendem a contratar a mo a branca, enquanto os membros do grupo de controle n o apresentam preferência pela cor da pele na contrata o. A discuss o apresenta o preconceito moderno como o resultado dos discursos ideológicos produzidos por grupos majoritários para justificar a sua situa o social.
Representa??es sociais sobre a tuberculose
Souza, Sabrina da Silva de;Silva, Denise Maria Guerreiro Vieira da;Meirelles, Betina H?mer Schlindwein;
Acta Paulista de Enfermagem , 2010, DOI: 10.1590/S0103-21002010000100004
Abstract: purpose: to identify social representations of tuberculosis among individuals with the disease who were receiving treatment at a specialized service in a municipal district of santa catarina, brazil. methods: the sample consisted of 25 individuals with tuberculosis. data were collected through semi-structured interviews. the theory of social representations guided the content analysis of the data. results: the main theme was "living with tuberculosis is suffering." this theme was support by three sub-themes: (a) treatment of tuberculosis is difficult; (b) tuberculosis isolates people; and (c) tuberculosis changes an individual's perception of himself or herself. the representations of tuberculosis were expressed as loss, sadness, dissatisfaction, and revolt. conclusion: the representations of tuberculosis as a suffering condition indicate the need to develop support network for people with the disease and the need to work through prejudices, being afraid of the disease, and indifference to people with the disease.
Representa es Sociais e Forma o do Professor Pré-Escolar  [cached]
Célia Maria Guimar?es
Nuances : Estudos sobre Educa??o , 2009,
Abstract: Representa es Sociais e Forma o do Professor Pré-Escolar
Representa es sociais do envelhecimento  [cached]
Veloz Maria Cristina Triguero,Nascimento-Schulze Clélia Maria,Camargo Brigido Vizeu
Psicologia: Reflex?o e Crítica , 1999,
Abstract: A presente pesquisa visou a estudar as representa es sociais das pessoas sobre a velhice, o idoso e o envelhecimento enquanto processo. Foram entrevistadas 37 pessoas (idade mínima de 52 anos e máxima de 92 anos). Estas pertenciam a três grupos residentes na cidade de Florianópolis: professores aposentados da UFSC; participantes de um programa da universidade da terceira idade (NETI) e residentes num centro para idosos. As entrevistas foram analisadas com ajuda de um software de análise quantitativa de dados textuais (Alceste). Os resultados apontam para três tipos de representa o social do envelhecimento: a primeira é uma representa o doméstica e feminina onde a perda dos la os familiares é central, a segunda tipicamente masculina apoia-se na no o de atividade, caracterizando o envelhecimento como perda do ritmo de trabalho, e a última mais utilitarista apresenta o envelhecimento como desgaste da máquina humana. A variável sexo esclareceu aspectos relevantes sobre as diferentes representa es encontradas.
Representa es Sociais, Representa es Individuais e Comportamento  [cached]
Joao Fernando Rech Wachelke,Brigido Vizeu Camargo
Revista Interamericana de Psicología , 2007,
Abstract: Este trabalho é uma revis o da literatura sobre a teoria das representa es sociais. Tem por objetivo apresentar um entendimento global acerca da teoria e do fen meno das representa es sociais e da rela o entre indivíduo e grupo na teoria, mais especificamente as rela es entre representa es sociais e individuais e as rela es entre representa es sociais e comportamento. Tomam-se como base estudos empíricos e ensaios teóricos publicados na literatura científica internacional. Conclui-se que a teoria possui características que a aproximam de um paradigma de pesquisa e indica-se a relevancia de investigar de modo mais aprofundado os efeitos de contextos interacionais com objetos sociais e rela es entre pensamento social e individual
A tuberculose ao longo dos tempos  [cached]
Gon?alves Helen
História, Ciências, Saúde-Manguinhos , 2000,
Abstract: O artigo tra a um painel das representa es da tuberculose em diferentes décadas e como estas foram administradas pela clínica médica. A história da doen a, desde as políticas higienistas do século XIX até o atual programa de controle e preven o, salienta a constante mudan a de foco: destacavam-se ora as vis es sociais (ambiente, trabalho, habita o), ora as individuais (fluidos corporais, estilo de vida) na forma de preven o e de cura da moléstia. As diferentes representa es e concep es da tuberculose e de saúde influenciaram a forma como a medicina e os indivíduos doentes a percebiam e a tratavam.
Preconceito contra homossexuais e representa??es sociais da homossexualidade em seminaristas católicos e evangélicos
Pereira, Cícero Roberto;Torres, Ana Raquel Rosas;Pereira, Annelyse;Falc?o, Luciene Campos;
Psicologia: Teoria e Pesquisa , 2011, DOI: 10.1590/S0102-37722011000100010
Abstract: this study analyzes the relationship between prejudice against homosexuals and social representations about homosexuality. participants were 374 theology students (167 catholic and 207 evangelic) who individually answered a questionnaire about beliefs and attitudes toward homosexuals. results allowed to identify two forms of prejudice: subtle and blatant. the subtle prejudice is related to biological and psychosocial representations about homosexuality and to the disbelief in an ethical and moral nature of homosexuality. the blatant prejudice is related with the disbelief in a biological and psychosocial nature as well as with ethical and moral representations about homosexuality. in the discussion it is argued that social representations about the nature of minority groups can form the basis of prejudice and discrimination.
Um estudo sobre as formas de preconceito contra homossexuais na perspectiva das representa??es sociais
Lacerda, Marcos;Pereira, Cícero;Camino, Leoncio;
Psicologia: Reflex?o e Crítica , 2002, DOI: 10.1590/S0102-79722002000100018
Abstract: this paper analyses, in terms of social representations, the way university students express their prejudice against homosexuals and how this prejudice relates to explanations concerning homosexuality. questionnaires were used with 220 students of a public university in jo?o pessoa city. the results led to a classification of the students into three different groups: flagrantly-prejudiced, subtly-prejudiced and non-prejudiced. the analysis of the social anchorage of the students' type of prejudice revealed that the flagrantly-prejudiced group opposed the psycho-social explanations (typical of women and psychology students), more strongly adhering to ethical-moral and religious explanations (characteristic of engineer students). the non-prejudiced were students of psychology and adhered to psycho-sociological explanations, whereas the subtly-prejudiced explained homosexuality in terms of biological and psychological causes (explanations typical of medical students and women).
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.