oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Otimiza??o no servi?o de saúde no estado do Paraná: fluxo de pacientes e novas configura??es hierárquicas
Scarpin, Cassius Tadeu;Steiner, Maria Teresinha Arns;Dias, Gláucio José Cardozo;Steiner Neto, Pedro José;
Gest?o & Produ??o , 2008, DOI: 10.1590/S0104-530X2008000200006
Abstract: neste trabalho é apresentada uma proposta para a otimiza??o no servi?o de saúde no estado do paraná com rela??o ao fluxo de pacientes dentro do estado e a regionaliza??o (divis?o) do estado, obtendo novas configura??es hierárquicas para o mesmo. quanto à regionaliza??o, a proposta consiste em dividir o estado em regi?es menores, formadas por várias cidades, vinculadas a uma cidade sede, principal responsável pelo atendimento no seu nível de resolutividade. com rela??o ao fluxo de pacientes, é proposto um algoritmo que, ao mesmo tempo em que organiza as informa??es, otimiza o fluxo. já para a regionaliza??o, fez-se uso do algoritmo branch and price, que utiliza o algoritmo de gera??o de colunas em cada nó de uma árvore branch and bound. a técnica proposta apresentada para otimizar o fluxo de pacientes mostrou-se eficaz e útil, pois além de fazer o controle dos procedimentos médicos realizados em cada cidade, também define para qual cidade o paciente deve ser encaminhado, respeitando a divis?o hierárquica do estado. já o algoritmo branch and price, utilizado para a otimiza??o na regionaliza??o do estado, é bastante interessante, pois tenta melhorar a referida divis?o hierárquica do estado, levando em considera??o o número de habitantes e o número de procedimentos médicos de cada município do estado. os resultados obtidos têm atendido às expectativas da sesa-pr.
Fatores preditores e conseqüências clínicas do uso de múltiplas medica es entre idosos atendidos em um servi o ambulatorial de saúde mental  [cached]
Almeida Osvaldo P.,Ratto Lilian,Garrido Regiane,Tamai Sérgio
Revista Brasileira de Psiquiatria , 1999,
Abstract: OBJETIVO: Investigar o padr o de uso de medicamentos, polifarmácia e uso impróprio de medica es entre indivíduos com 60 anos ou mais atendidos no servi o ambulatorial de saúde mental da Santa Casa de S o Paulo, Brasil. MéTODOS: Cento e oitenta e quatro pacientes atendidos de forma consecutiva foram avaliados sistematicamente quanto à dosagem e tempo de utiliza o de medicamentos na semana que antecedeu a consulta médica. A presen a de sintomas físicos e psicológicos foi avaliada com a escala Saftee-Up simplificada. O uso impróprio de medicamentos foi avaliado através dos critérios de Stuck modificado. RESULTADOS: O número médio de medica es consumidas por paciente foi de 2,46 - 41,3% dos entrevistados utilizavam três ou mais medicamentos e 10,9% utilizavam cinco ou mais medica es por dia. Antidepressivos (42,4%), drogas anti-hipertensivas (32,6%) e benzodiazepínicos (21,2%) eram as medica es mais freqüentemente utilizadas. Pacientes utilizando três ou mais medica es apresentavam escores mais elevados na escala Saftee-Up (p=0,007). Análise de regress o logística indicou que os escores da Saftee-Up eram influenciados de forma significativa pelo número de diagnósticos clínicos (OR=1,85, p=0,030), mas n o pela idade (OR=0,99, p=0,732), sexo (OR=0,67, p=0,317), número de diagnósticos psiquiátricos (OR=0,77, p=0,533) ou de medica es (OR=1,18, p=0,258). Trinta e quatro idosos (18,5%) vinham utilizando pelo menos uma medica o considerada imprópria. CONCLUS ES: é importante que os psiquiatras estejam cientes das diretrizes internacionais para prescri o de drogas e participem ativamente para reduzir os riscos associados à polifarmácia e uso impróprio de medicamentos em idosos.
EFEITOS DO TREINAMENTO MUSCULAR RESPIRATóRIO EM PACIENTES PORTADORES DE SíNDROME DE DOWN: ESTUDO DE CASOS  [cached]
Lívia Rech da Rosa,Rodrigo Costa Schuster,Daiane Giacomet Ferreira
Fisioterapia & Saúde Funcional , 2012,
Abstract: Introdu o: Um dos problemas congênitos que mais prejudica o desenvolvimento psicomotor da crian a com Síndrome de Down (SD) é a hipotonia generalizada, caracterizada por flacidez muscular e ligamentar, aumentando o risco de certas complica es respiratórias como obstru o das vias aéreas superiores e doen as das vias respiratórias inferiores. Objetivo: Verificar os efeitos do treinamento muscular respiratório (TMR) em pacientes portadores de SD. Metodologia: estudo de casos, realizado com duas crian as com diagnóstico clínico de SD, freqüentadores assíduos da Associa o de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE de Caxias do Sul (RS). A avalia o respiratória foi realizada através da manovacu metria e a interven o fisioterapêutica através do Threshold (dispositivo de carga linear pressórica inspiratória) foi realizada com uma carga de treinamento de 30% baseada na PI máx obtida, durante 15 sess es, 3 vezes por semana com dura o de 20 minutos. Resultados: Ao final do TMR, constatou-se aumento da PI max nos dois pacientes estudados e aumento da PE max em um dos pacientes. Conclus es: Acredita-se que o uso de TMR pode auxiliar no incremento da for a muscular respiratória de indivíduos portadores de SD. Palavras-chave: Síndrome de Down. For a Muscular. Músculos Respiratórios.
Perfil microbiológico dos pacientes nos primeiros trinta dias pós transplante de medula óssea do Servi o de Transplantes da Santa Casa de S o Paulo  [cached]
Naoum Flávio A.,Martins Larissa T. V.,Castro Nelson S.,Barros José C.
Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia , 2002,
Abstract: As infec es bacterianas continuam sendo uma das principais causas de morbidade e mortalidade nos pacientes transplantados de medula óssea. O período de neutropenia, que compreende os primeiros trinta dias do tratamento, é o mais vulnerável em rela o às infec es bacterianas. A melhora na cobertura antibiótica tem alterado a incidência e prevalência dos agentes bacterianos nas últimas décadas. O uso de culturas de vigilancia é uma estratégia usada no sentido de identificar um agente capaz de ocasionar morbidade importante nesta fase do tratamento. Entretanto, sua utiliza o sistemática é criticada no sentido de sua baixa sensibilidade e especificidade. Os autores avaliaram as culturas de vigilancia de 50 pacientes nos primeiros 30 dias de transplante do Servi o de Hematologia e Hemoterapia da Santa Casa de S o Paulo. Os indivíduos do sexo masculino compreenderam 62% da amostra, sendo o transplante alogênico e de células tronco periférica 68% e 72% respectivamente. A faixa etária prevalente foi de 21 a 40 anos. A leucemia mielóide cr nica foi a indica o mais freqüente de transplante. Os agentes Gram positivos foram isolados em 64% das culturas. O local de prevalência de culturas por bactérias Gram positivas ocorreu em pele, regi o nasal e de inser o de cateter e Gram negativos em regi o perianal. A avalia o retrospectiva n o mostrou rela o das culturas de vigilancia com a altera o do esquema antibiótico ou à presen a de hemoculturas positivas no período.
Satisfa o de pacientes protetizados em um servi o de alta complexidade Satisfaction of patients fit with a hearing aid in a high complexity clinic  [cached]
Fernanda Soares Aurélio,Simone Pereira da Silva,Liliane Barbosa Rodrigues,Isabel Cristiane Kuniyoshi
Brazilian Journal of Otorhinolaryngology , 2012, DOI: 10.5935/1808-8694.20120011
Abstract: O processo de sele o e adapta o de próteses auditivas só será eficaz e terá bons resultados se o indivíduo fizer uso efetivo deste dispositivo. Para isto, é necessário que o mesmo esteja satisfeito com os resultados sentidos. OBJETIVO: Verificar a satisfa o auditiva de pacientes adultos e idosos protetizados em um servi o de alta complexidade, credenciado ao Sistema único de Saúde, e relacionar este achado com as variáveis idade, gênero, tempo de adapta o, tempo de uso diário e tipo de aparelho de amplifica o sonora. MéTODO: Estudo transversal de caráter descritivo no qual foram avaliados 60 sujeitos com utiliza o do questionário Satisfaction with Amplification in Daily Life, aplicado por meio de apresenta o oral, em entrevista individual, pelas pesquisadoras. Este instrumento é dividido nas subescalas efeitos positivos, servi os e custos, fatores negativos e imagem pessoal. RESULTADOS: Foi evidenciado que os sujeitos encontram-se muito satisfeitos com a utiliza o do aparelho auditivo. Verificou-se diferen a significativa ao relacionar o tempo de uso diário dos aparelhos com a satisfa o global e o escore da subescala imagem pessoal. CONCLUS O: Constatou-se que os participantes do estudo est o muito satisfeitos com a utiliza o dos aparelhos auditivos, porém, satisfa o n o tem rela o com as variáveis idade, gênero, tempo de adapta o e tipo de dispositivo. De maneira geral, os participantes com maior tempo de uso diário est o mais satisfeitos. The process of selecting and fitting hearing aid devices is only effective and only bring about good outcomes if the individual makes effective use of the device. Therefore, the individuals need to be happy with the outcome. AIM: To check the satisfaction of adults and elderly patients concerning their hearing aid in a high complex care clinic accredited by the Unified Health System, and to correlate this outcome with the variables related to age, gender, fitting period, daily use, as well as the type of sound amplifying device. METHODS: This is a descriptive cross-sectional study in which 60 subjects were evaluated using the questionnaire: Satisfaction with Amplification in Daily Life, applied by means of oral presentation, in individual interviews by the researcher. This instrument is divided into subscales: positive effects, service and costs, negative factors and personal image. RESULTS: It was shown that the subjects of this study were very happy with the use of hearing aid devices. There was significant difference in relating the daily use of the devices with the overall satisfaction score and subs
Uso de clorpromazina para tratamento de cefaléia no servi o de emergência
COSTA AGNALDO R. DA,MONZILLO PAULO HéLIO,SANVITO WILSON LUIZ
Arquivos de Neuro-Psiquiatria , 1998,
Abstract: Quatorze pacientes foram avaliados no servi o de emergência da Santa Casa de S o Paulo devido a cefaléia aguda. Quatro pacientes tinham o diagnóstico de enxaqueca com aura e cinco o de enxaqueca sem aura. Quatro pacientes foram diagnosticados como portadores de cefaléia cr nica diária com interparoxismos de enxaqueca. E finalmente um paciente tinha o diagnóstico de hemicrania paroxística cr nica. Todos os pacientes receberam diagnóstico de acordo com os critérios da International Headache Society, para a cefaléia que motivou a procura do atendimento de emergência. A dose de clorpromazina usada foi 0,7 mg/Kg diluída em solu o glicosada a 5% e a dose máxima nunca excedeu 50 mg. O tempo de administra o nunca foi inferior a 60 minutos. Os resultados foram considerados excelentes em todos os casos. Alguns pacientes apresentaram efeitos colaterais, particularmente hipotens o ortostática, sempre moderada e transitória. Este estudo demonstra claramente que a clorpromazina (0,7 mg/Kg) é altamente eficaz para tratamento de episódios de cefaléia primária.
Hipotiroidismo primario en pacientes con síndrome de Down Primary hypothyroidism in patients with Down syndrome
Marlen Rivero González,Raquel Cabrera Panizo,Alina García García,Norma Elena de León Ojeda
Revista Cubana de Pediatr?-a , 2012,
Abstract: Introducción: el hipotiroidismo es el cuadro clínico resultante de una disminución de la actividad biológica de las hormonas tiroideas ocasionada por un déficit en la producción o utilización de estas. Su asociación con el síndrome de Down ha sido previamente descrita por otros autores, pero hay pocos estudios sobre la frecuencia con que se relacionan ambas entidades en Cuba, y la forma clínica en que se presenta el hipotiroidismo en estos pacientes. Objetivo: evaluar la asociación del síndrome de Down con el hipotiroidismo en pacientes atendidos en nuestro servicio en el período comprendido de enero de 2010 a diciembre del mismo a o. Métodos: se estudiaron 24 pacientes con diagnóstico de síndrome de Down, entre 3 y 7 a os de edad, en la consulta de Endocrinología del Hospital Pediátrico "William Soler". Resultados: se encontró que en el 100 % de los pacientes estudiados (24) se presentaban cifras elevadas de hormona tirotropa hipofisiaria, retraso de la edad ósea (18 para un 75 %), y baja talla < 3 percentil (4 para un 16,6 %). Conclusiones: el hipotiroidismo es una entidad frecuentemente asociada con el síndrome de Down, por lo que la detección y el tratamiento precoz en estos ni os es de vital importancia para mejorar su desarrollo cognitivo y crecimiento integral. Introduction: hypothyroidism is the resulting clinical picture of a reduction in the biological activity of thyroid hormones due to their low production or little use. Its association with Down syndrome has been previously described by other authors; however, few studies on the frequency of association of both entities in Cuba and on the clinical form of hypothyroidism in these patients have been conducted. Objectives: to evaluate the association of Down syndrome and hypothyroidism in patients seen at our service from January to December 2011. Methods: twenty four patients with Down syndrome, aged 3 to 7 years, were attended at the endocrinology service of "William Soler" pediatric hospital. Results: it was found that all these patients exhibited high values of hypophysial thyrotrop hormone, 18 had osseous age retardation (75 %) and 4 showed low size of less than 3 percentiles (16.6 %). Conclusions: hypothyroidism is a frequent disease associated with Down syndrome, so its detection and early treatment in these children is of vital importance to improve their cognitive development and integral growth.
Critérios sociais na sele o de pacientes em servi os de emergência  [cached]
Fortes Paulo Antonio de Carvalho,Zoboli Elma Lourdes Campos Pavone,Spinetti Simone Ribeiro
Revista de Saúde Pública , 2001,
Abstract: OBJETIVO: Analisar escolhas realizadas por graduandos de primeiro e de último ano em administra o hospitalar, para a sele o de pacientes em servi os de emergência médica. MéTODOS: Foi estudada uma amostra acidental de 64 alunos do primeiro ano e 25 do quarto ano, presentes na sala de aula no primeiro dia letivo, em 1999, do curso de administra o hospitalar de institui o de ensino de S o Paulo, SP, Brasil. Para coleta de dados, foi realizado questionário com nove situa es hipotéticas, que envolviam critérios passíveis de ocorrer na sele o de pacientes dentro de um servi o de emergências médicas: idade, sexo, condi o econ mica, estilo de vida e responsabilidade social. RESULTADOS: Foram encontradas diferen as significativas nas op es feitas pelos dois grupos de alunos pesquisados, em rela o aos critérios de condi o econ mica e estilo de vida. CONCLUS O: Os resultados apontam para uma aceita o, por parte dos estudantes pesquisados, de critérios sociais como variáveis para tomada de decis o, em situa o de recursos limitados.
Efectividad del Uso de Placas Palatinas y de la Estimulación Orofacial en el Desarrollo Oral en Ni os con Síndrome de Down Effectiveness of the Use of Palate Plates and Orofacial Stimulation in the Oral Development of Children with Down's Syndrome
MARíA JOSé PADRó S,EVELYN BARRAZA V,CONSTANZA BRüCHER S,ERIKA CONCHA T
Revista chilena de pediatría , 2010,
Abstract: Introducción: Se sabe que los pacientes con Síndrome de Down presentan múltiples alteraciones, entre ellas marcada hipotonía general lo que dificulta las funciones básicas y a nivel orofacial genera una expresión característica de boca abierta, lengua hipotónica descansando sobre el labio inferior y gran salivación. En respuesta a esto se creó la terapia de regulación orofacial que estimula la musculatura orofacial, para fortalecerla y modelarla durante el desarrollo. Objetivo: Observar los efectos de las placas palatinas estimulantes y de los ejercicios orofaciales, en la función y tonicidad de la musculatura orofacial de ni os con Síndrome de Down. Pacientes y Métodos: seleccionamos 5 ni os con síndrome de Down, entre 10 y 21 meses de edad, se les aplicó la terapia de regulación orofacial durante 2 meses con uso de 20 a 30 min por 4 veces al día (placas palatinas estimulantes y ejercicios de estimulación orofacial). Se realizaron evaluaciones pre y post tratamiento, y controles semanales con registro fotográfico y video. Resultados y Conclusiones: La terapia aumentó el cierre bucal y disminuyó la protrusión lingual. Sin embargo, no se observaron cambios "reales" en la tonicidad muscular, ya que su evaluación requiere estudios a largo plazo y de un universo mayor, para determinar la efectividad de la técnica y masificar su aplicación. Down's syndrome children shown multiple alterations, among them marked general hypotonic. While this produces some basic difficulties, at the orofacial level it generates a characteristic expression marked by open mouth, hypotonic tongue that rests upon the lower lip, and great salivation. To ameliorate this, an orofacial regulation therapy was initiated, to stimulate this musculature, strengthen it and mold it during development. Objective: To observe the effect of stimulating palate plates, and orofacial exercises in the function and tonicity of children with Down's syndrome. Patients and Methods: Five children, 10 to 21 months old, with Down's syndrome, were treated through orofacial regulation for 20 to 30 minutes, 4 times a day for 2 months (palate plates and orofacial stimulation exercises). Pre and post treatment evaluations were made and a photographic and video evaluation was registered weekly. Results and Conclusions: Therapy decreased lingual protrusion and increased mouth closure. This is not thought as real tonicity change since that statement would require a long term and wider area study to determine effectiveness and applicability.
Uso da oxigenoterapia hiperbárica em pacientes de um servi?o de reumatologia pediátrica
Rossi, Juliana Figueira M. R.;Soares, Polyanna Maria Ferreira;Liphaus, Bernadete Lourdes;Dias, Mariza D'Agostino;Silva, Clovis Artur Almeida;
Revista Brasileira de Reumatologia , 2005, DOI: 10.1590/S0482-50042005000200011
Abstract: the hyperbaric oxygen therapy consists in the breathing of pure oxygen under pressures higher than one atmosphere and has been used in the treatment of ulcerated lesions of various etiologies. six patients followed at the rheumathology unit, instituto da crian?a, hospital das clínicas, faculty of medicine, s?o paulo university, between 1996 and 2002, were submitted to hyperbaric oxygen therapy. this therapy was indicated by the presence of chronic osteomyelitis and tissue ulcer (vasculitis or infection) not responsive to the usual treatment. two patients presented cutaneous polyarteritis, two presented chronic recurrent multifocal osteomyelitis, one presented diffuse cutaneous sclerodema and one presented pyoderma gangrenosum. five patients were girls (age range from 6 to 13.2 years-old). the sessions of hyperbaric oxygen therapy were performed under pressures that ranged from 2.4 to 2.8 absolute atmospheres and their duration were two hours. the lowest number of sessions was 18 and the highest was 80. five patients presented complete resolution of the injuries. the patient with cutaneous sclerodema suspended the treatment after the 18th session, because she went back to her birthplace with partial improvement of the cutaneous injuries. the main adverse event during the sessions was ear pain after the first sessions, which disappeared with reduction of the pressure inside the chamber and the duration of the session. spandrel perforation or other adverse events were not observed. the hyperbaric oxygen therapy was efficient and well tolerated by patients with rheumatic diseases and ulcerated injuries by vasculitis, infected injuries or chronic osteomyelitis.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.