oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Efeitos da ansiedade sobre a press o arterial em mulheres com hipertens o
Chaves Eliane Corrêa,Cade Nágela Valad?o
Revista Latino-Americana de Enfermagem , 2004,
Abstract: Estudo descritivo, associativo, que objetiva conhecer a rela o da ansiedade com os níveis de press o arterial em mulheres hipertensas e da ansiedade com o tempo de tratamento da hipertens o. Foram pesquisadas 78 mulheres em tratamento para hipertens o no InCor, mediante o Inventário de Ansiedade de Spilberger - IDATE, e a press o arterial verificada, utilizando-se da medida indireta, obtida pelo método auscultatório. Os dados foram submetidos à análise estatística, com nível de significancia de 5%. A amostra apresentou tra o e estado de ansiedade moderados e médias de press o acima do normal, compatível com hipertens o estágio 1. N o houve diferen a estatisticamente significante entre press o arterial e níveis de ansiedade e entre o tempo de tratamento para hipertens o e níveis de ansiedade.
Validade da escala hospitalar de ansiedade e depress o em pacientes com dor cr nica  [cached]
Castro Martha Moreira Cavalcante,Quarantini Lucas,Batista-Neves Susana,Kraychete Durval Campos
Revista Brasileira de Anestesiologia , 2006,
Abstract: JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: Diversos estudos sugerem forte associa o entre a ansiedade e a depress o com dor cr nica, o que pode ser evidenciado pela utiliza o de escalas padronizadas para a detec o desses sintomas. O objetivo deste estudo foi estimar a sensibilidade e a especificidade da Escala Hospitalar de Ansiedade e Depress o (HAD), em pacientes portadores de síndromes dolorosas cr nicas acompanhados no Centro de Dor do Hospital Universitário Professor Edgard Santos. MéTODO: Foi realizado um estudo descritivo transversal em pacientes que procuraram o Centro de Dor entre mar o de 2002 e julho de 2003, que constou de entrevistas utilizando a Escala HAD e o M.I.N.I. International Neuropsychiatric Interview Brazilian Version 5.0.0 (M.I.N.I. PLUS). RESULTADOS: Foram avaliados 91 pacientes. A utiliza o da HAD evidenciou que 61 pacientes (67%) apresentaram ansiedade e 42 pacientes (46,2%) apresentaram depress o. Os resultados da HAD mostraram que dos pacientes deprimidos, 38 (90,5%) eram também ansiosos; enquanto dos ansiosos, 38 (62,3%) também estavam deprimidos, sendo esta uma associa o considerada como significativa pela análise estatística (p < 0,001). O M.I.N.I. PLUS revelou 40,7% de transtorno do humor atual e 47,3% de transtorno de ansiedade. Quanto à sensibilidade e a especificidade da HAD foram encontrados os seguintes resultados: sensibilidade 73,3% para depress o e 91,7% para ansiedade. Especificidade 67,2% para depress o e 41,8% para ansiedade. CONCLUS ES: A escala HAD mostrou boa sensibilidade para avaliar sintomas de ansiedade e depress o, porém n o evidenciou boa especificidade para diagnósticos de depress o e ansiedade.
Chromosomes of four species of Galactia (Fabaceae) CROMOSOMAS DE CUATRO ESPECIES DE GALACTIA (FABACEAE)
Flavia S. Bossi,Julio R. Davi?a
Bonplandia , 2010,
Abstract: The chromosomes of 4 species of Galactia (Fabaceae) have been studied and all of them have 2n=20. The chromosome numbers for Galactia marginalis Benth. (2n=2x=20), G. boavista (Vell.) Burkart (n=x=1 O) and G. benthamiana Micheli (2n=2x=20) are presented for the first time. The karyotypes of G. striata (Jacq.) Urb. var. striata (20m) and G. benthamiana (14m + 6sm) are described. Both species can be distinguished by their karyotypic formula. Los cromosomas de cuatro especies de Galactia (Fabaceae) han sido estudiados y todos ellos tienen 2n = 20. El número de cromosomas de Galactia marginalis Benth. (2n = 2x = 20), G. Boavista (Vell.) Burkart (n = 1 x = O) y G. benthamiana Micheli (2n = 2x = 20) se presentan por primera vez. Los cariotipos de G. striata (Jacq.) Urb.. var. striata (20m) y G. benthamiana (14m + 6sm) son descriptos. Ambas especies se distinguen por su fórmula cariotípica
Sintomas depressivos e ansiedade em pacientes com cefaléia do tipo tensional cr nica e episódica  [cached]
Matta André Palma da Cunha,Moreira Filho Pedro F.
Arquivos de Neuro-Psiquiatria , 2003,
Abstract: INTRODU O: A cefaléia do tipo tensional (CTT), dor cefálica mais comum, tem mecanismos fisiopatológicos, epidemiologia e apresenta o clínica pouco estudados. Depress o e ansiedade s o comorbidades especialmente enfocadas entre seus portadores. OBJETIVO: Estudar a ocorrência de sintomas depressivos e ansiedade entre portadores de CTT episódica (CTTE) e cr nica (CTTC). METODOLOGIA: Cinqüenta pacientes com CTTE e cinqüenta com CTTC preencheram os inventários de depress o e de ansiedade de Beck. Somente foram considerados aqueles com escores moderado ou grave. RESULTADOS: Entre portadores de CTTE, ansiedade e sintomas depressivos foram encontrados em 60 e 32 % dos pacientes, respectivamente. Em pacientes com CTTC, ansiedade foi detectada em 44 % e sintomas depressivos foram observados em 40 % da amostra. CONCLUS O: ambas as comorbidades s o importantes em pacientes com CTT. Negligenciá-las significa risco de falência no tratamento, contribuindo para queda na qualidade de vida .
Ansiedade e desempenho numa prova de matemática: um estudo com adolescentes  [cached]
José Aloyseo Bzuneck
Semina : Ciências Sociais e Humanas , 1991, DOI: 10.5433/
Abstract: The first purpose of this study was to investigate how much anxious adolescent boys and girls (N: 406) were in a Math test at Elementary School. A test on anxiety was assessed through Morris et alii's Questionnaire which discriminates worry and emotionality components. Results showed that between 7% and 10% of the subjects were highly anxious during all the Math test, and that female subjects were outnumbered when the emotionality component was considered. In addition, lower scores on that Math test were significantly associated to higher scores in worry component. This result supports the cognitive intentional view of performance deficits, currently defended by several researchers. O presente estudo naturalístico teve por objetivo inicial identificar·a incidência de alta ansiedade em uma prova parcial de matemática. Foram sujeitos 406 estudantes de ambos os sexos, das sétimas e oitavas séries de duas escolas urbanas, sendo uma particular e outra pública estadual. O instrumento de avalia o da ansiedade de prova identificava seus dois componentes básicos já assinalados na literatura, ou seja, preocupa o e emocionalidade. Com base nessa distin o, buscou-se descobrir qual a influência da variável sexo sobre a ansiedade naquela prova, bem como a rela o entre ansiedade e desempenho. Os resultados mostraram que entre 7% e 10% dos alunos de cada escola apresentavam a/ta ansiedade. Além disso, o sexo feminino foi mais representado entre os alto ansiosos, porém somente quanto à categoria emocionalidade. Por outro lado, alta ansiedade, quando comparada com baixa, mas s6 em termos de preocupa o, esteve associada com rendimento significativamente mais baixo naquela prova, em uma das duas sub-amostras. Esses resultados foram discutidos, com sugest es para novas pesquisas.
Comparative leaf anatomy in argentine Galactia species Anatomía comparada de hoja en especies argentinas de Galactia  [cached]
G. M. Tourn,M. T. Cosa,G. G. Roitman,M. P. Silva
Boletín de la Sociedad Argentina de Botánica , 2009,
Abstract: A comparative study of anatomical characters of the leaves of argentine species of Genera Galactia was carried out in order to evaluate their potential value in Taxonomy. In Argentine 14 species and some varieties from Sections Odonia and Collaearia can be found. Section Odonia: G. benthamiana Mich., G. dubia DC., G. fiebrigiana Burkart var. correntina Burkart, G. glaucophylla Harms, G. gracillima Benth., G. latisiliqua Desv., G. longifolia (Jacq.) Benth., G. marginalis Benth., G. striata (Jacq.) Urban, G. martioides Burkart, G. neesi D. C. var. australis Malme, G. pretiosa Burkart var. pretiosa, G. texana (Scheele) A. Gray and G. boavista (Vell.) Burkart from Section Collaearia. The characterization of sections is mainly based on reproductive characters, vegetative ones (exomorphological aspects) are scarcely considered. The present paper provides a description of anatomical characters of leaves in argentine species of Galactia. Some of them, may have diagnostic value in taxonomic treatment. Special emphasis is placed on the systematic significance of the midvein structure. The aim of the present study, covering 10 species (named in bold), is a) to add more data of leaf anatomy characters, thus b) to evaluate the systematic relevance and/ or ecological significance. Se realizó un estudio comparativo de la anatomía foliar de especies argentinas del género Galactia (Fabaceae), a fin de evaluar su potencial en taxonomía. En la Argentina se reconocen 14 especies (con algunas variedades), 13 de la sección Odonia -G. benthamiana Mich., G. fiebrigiana Burkart var. correntina Burkart , G. gracillima Benth., G. latisiliqua Desv., G. marginalis Benth., G. striata (Jacq.) Urban y G. texana (Scheele) A. Gray, G. dubia DC., G. glaucophylla Harms, G. longifolia (Jacq.) Benth., G. martioides Burkart, G. neesi DC. var. australis Malme, G. pretiosa Burkart var. Pretiosa- y G. boavista (Vell.) Burkart de la sección Collaearia (Burkart, 1971). Los estudios se realizaron en individuos de 10 especies (en negrita) colectadas en su área de distribución y en cultivo. Las Secciones están definidas por caracteres reproductivos, básicamente y algunos pocos caracteres vegetativos (exomorfológicos). En este trabajo se describen los caracteres anatómicos foliares de las especies argentinas del género Galactia. Algunos de ellos podrían ser de valor diagnóstico en estudios taxonómicos. Se puso especialénfasis en el significado para la sistemática de algunos de ellos tal como la estructura del nervio medio. El objeto del presente trabajo es: proveer mayor información sobre la estructu
Redu o nos níveis de ansiedade e depress o de pacientes com doen a pulmonar obstrutiva cr nica (DPOC) participantes de um programa de reabilita o pulmonar  [cached]
GODOY DAGOBERTO VANONI DE,GODOY ROSSANE FRIZZO DE
Jornal de Pneumologia , 2002,
Abstract: Objetivos: A abordagem multidisciplinar oferecida por programas de reabilita o pulmonar (PRP) tem sido a melhor alternativa terapêutica para o tratamento de portadores de doen a pulmonar obstrutiva cr nica. Este ensaio clínico avaliou a prevalência de ansiedade e depress o e o efeito de um PRP sobre os níveis de ansiedade e depress o de 46 portadores de DPOC (idade: 62 ± 11 anos; 34 homens e 12 mulheres). Pacientes e métodos: Os pacientes participaram de um PRP com 12 semanas de dura o: 24 sess es de exercícios físicos, 24 sess es de fisioterapia, 12 sess es de acompanhamento psicológico e três sess es educacionais. Todos os pacientes foram avaliados na linha de base e ao término do PRP através de três instrumentos: inventário de Beck para ansiedade (BAI); inventário de Beck para depress o (BDI), teste da caminhada de seis minutos (Tcam6'). Resultados: Os pacientes estudados demonstraram redu o significativa nos níveis de ansiedade e depress o e melhora significativa no Tcam6': BAI 16,4 ± 6,9 vs. 6,8 ± 5,3 (p < 0,001); BDI: 16,9 ± 8,7 vs. 7,5 ± 6,6 (p < 0,001); Tcam6': 335,7 ± 83,4 vs. 441,6 ± 100,8 (p < 0,05). Conclus es: Pacientes com DPOC estudados apresentaram alta prevalência de ansiedade e depress o. O PRP foi capaz de reduzir de forma significativa os níveis de ansiedade e depress o, bem como de aumentar o desempenho do Tcam6'.
Transtorno de ansiedade generalizada em idosos com oitenta anos ou mais  [cached]
Xavier Flávio MF,Ferraz Marcos PT,Trenti Clarissa M,Argimon Irani
Revista de Saúde Pública , 2001,
Abstract: OBJETIVOS: Descrever a prevalência de transtorno de ansiedade generalizada (TAG) em uma popula o de idosos residentes em uma comunidade e com idade acima de 80 anos e comparar os padr es de sono, a fun o cognitiva e a taxa de prevalência de outros diagnósticos psiquiátricos entre controles normais e sujeitos com TAG. MéTODOS: Para o diagnóstico de TAG, foram utilizados os critérios do "Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders" (DSM-IV). Selecionou-se uma amostra rand mica e representativa de 77 sujeitos (35%), residentes em uma comunidade, entre todos os idosos com idade acima de 80 anos do município Veranópolis, RS. Os padr es de sono foram aferidos pelo índice de qualidade de sono de Pittsburgh e pelo diário sobre sono/vigília a ser preenchido ao longo de duas semanas. Cinco testes neuropsicológicos foram usados na avalia o cognitiva: teste das lembran as seletivas de Buschke-Fuld; lista de palavras da bateria CERAD (Consortium to Establish a Registry for Alzheimer's Disease); teste de fluência verbal e dois subtestes da escala de memória Wechsler. RESULTADOS: A prevalência estimada de TAG foi de 10,6%, cuja presen a estava associada a uma maior ocorrência de depress o clinicamente diagnosticável, com um significativo maior número de sintomas depressivos, quando medidos pela escala de depress o geriátrica, e com uma maior ocorrência de depress o menor. Os padr es de sono e o funcionamento cognitivo, entre sujeitos com TAG, n o estavam afetados. A gravidade das doen as físicas n o variava entre sujeitos com TAG e os controles normais. A presen a de TAG estava associada a um significativo pior padr o de qualidade de vida relativa à saúde. CONCLUS O: Em compara o com os estudos prévios, a prevalência de TAG é alta entre a popula o de idosos mais velhos. Esse transtorno ocorre em freqüente associa o com a sintomatologia depressiva e também está associado a um pior padr o de qualidade de vida relativa à saúde.
Rela o entre estressores, estresse e ansiedade  [cached]
Margis Regina,Picon Patrícia,Cosner Annelise Formel,Silveira Ricardo de Oliveira
Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul , 2003,
Abstract: Os autores apresentam uma breve revis o de literatura sobre a rela o entre ansiedade, eventos estressores e estresse. S o descritas as diferentes situa es estressoras, a defini o de evento de vida estressor e os aspectos cognitivos, comportamentais e fisiológicos da resposta frente ao estresse. A neuroanatomia e os principais neurotransmissores envolvidos na resposta fisiológica de ansiedade ao estresse s o descritos. Estudos genéticos que evidenciam a rela o entre os eventos de vida estressores como fator de risco para ansiedade s o apresentados. A rela o causal entre os eventos de vida estressores e o aparecimento de ansiedade é abordada a partir de estudos realizados com adultos e adolescentes.
Comparative leaf anatomy in argentine Galactia species
Tourn,G. M.; Cosa,M. T.; Roitman,G. G.; Silva,M. P.;
Bolet?-n de la Sociedad Argentina de Bot??nica , 2009,
Abstract: a comparative study of anatomical characters of the leaves of argentine species of genera galactia was carried out in order to evaluate their potential value in taxonomy. in argentine 14 species and some varieties from sections odonia and collaearia can be found. section odonia: g. benthamiana mich., g. dubia dc., g. fiebrigiana burkart var. correntina burkart, g. glaucophylla harms, g. gracillima benth., g. latisiliqua desv., g. longifolia (jacq.) benth., g. marginalis benth., g. striata (jacq.) urban, g. martioides burkart, g. neesi d. c. var. australis malme, g. pretiosa burkart var. pretiosa, g. texana (scheele) a. gray and g. boavista (vell.) burkart from section collaearia. the characterization of sections is mainly based on reproductive characters, vegetative ones (exomorphological aspects) are scarcely considered. the present paper provides a description of anatomical characters of leaves in argentine species of galactia. some of them, may have diagnostic value in taxonomic treatment. special emphasis is placed on the systematic significance of the midvein structure. the aim of the present study, covering 10 species (named in bold), is a) to add more data of leaf anatomy characters, thus b) to evaluate the systematic relevance and/ or ecological significance.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.