oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Les es ocupacionais afetando a coluna vertebral em trabalhadores de enfermagem  [cached]
Parada Elisandra de Oliveira,Alexandre Neusa Maria Costa,Benatti Maria Cecília Cardoso
Revista Latino-Americana de Enfermagem , 2002,
Abstract: Através do levantamento das comunica es de acidente do trabalho (CAT) de um hospital universitário no período de janeiro de 1990 a dezembro de 1997, analisou-se determinadas características da ocorrência de acidentes do trabalho relacionados com a coluna vertebral em trabalhadores de enfermagem. Verificou-se que nesse período foram notificados 531 acidentes e 37 (7,0%) destes eram acidentes típicos que comprometeram a coluna vertebral. Os resultados indicam subnotifica o do acidente e que a categoria mais acometida foi o atendente de enfermagem. Os acidentes ocorreram principalmente pela movimenta o e transporte de equipamentos e pacientes e pelas quedas.
Avalia o da musculatura orofacial e postura corporal em pacientes com respira o bucal e maloclus o  [cached]
Thiago Crispiniano,Silvana Bommarito
Odonto , 2007,
Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar e comparar a musculatura orofacial, a respira o e a postura corporal em pacientes com maloclus o. A amostra foi composta por 24 indivíduos, na faixa etária entre 8 e 17 anos com maloclus o. Todos os pacientes foram submetidos a uma avalia o da musculatura orofacial, postura corporal e da respira o. A avalia o miofuncional orofacial e da respira o foi realizada por uma fonoaudióloga por meio de um protocolo utilizado na clínica de Ortod ntia da METODISTA. A avalia o da postura corporal foi realizada por um fisioterapeuta a partir do protocolo de SOUCHARD,1988 & KENDALL, 1995, previamente adaptado para esta pesquisa. Os resultados obtidos foram: dos 24 pacientes da amostra com maloclus o, 8, ou seja 33,3% apresentaram respira o do tipo: bucal (33,3%), 6 oronasal (25%) e 10 (41,7%) nasal. Quanto às altera es miofuncionais orofaciais prevaleceu a altera o do t nus e postura tanto da língua quanto dos lábios em 16 pacientes (66,6%). A postura corporal esteve alterada em 100% dos pacientes, tendo maior incidência de abdomen protuso 15 (62,5%), hiperlordose lombar 14 (58,3%), cabe a anteriorizada 14 (58,3%), seguida de hiperlordose cervical 6 (25%) com outros tipos de altera es. Baseando-se nestes resultados pudemos concluir que os pacientes com maloclus o devem ser tratados com maior cautela, sendo na maioria das vezes por uma equipe multidisciplinar por apresentar n o só altera es dentárias ou esqueléticas, mas também altera es musculares faciais, de respira o e de postura corporal.
Composi??o corporal de pacientes acamados por fraturas do quadril
Berral, Francisco José;Moreno, Marcos;Berral, Carlos Javier;Contreras, Marcos Emilio Kuschnaroff;Carpintero, Pedro;
Acta Ortopédica Brasileira , 2008, DOI: 10.1590/S1413-78522008000300004
Abstract: hip fractures are a major cause of hospitalization among the elderly, and constitute a considerable social and economic burden. the current mortality rate one year after hip fracture is over 33%, the risk of death is greatest 4 to 6 months after fracture. the objective of this study was to use anthropometric methods and physiological energy-expenditure values to assess changes in body composition during hospitalization, in elderly patients admitted for fractures of the proximal femur. a prospective study was performed using a consecutive sequence of 45 patients with diagnosed hip fracture. in all cases, direct measurements and indirect estimate-based anthropometric evaluation were performed in the first 24 hours following admission, and again one week after admission. by one week after admission, there was a decrease in mean arm girth (0.73 cm, p=0.0052) and in triceps fold thickness (1.41 mm, p=0.0181), but not in the other variables tested. anthropometric evaluation as a means of charting body composition, in conjunction with the indirect estimates suggested here, may help to determine nutritional status and calorie requirements in elderly patients.
A postura corporal e as fun es estomatognáticas em crian as respiradoras orais: uma revis o de literatura Body posture and the stomatognathic functions in mouth breathing children: a literature review  [cached]
Patricia Girarde Machado,Carolina Lisb?a Mezzomo,Ana Fátima Viero Badaró
Revista CEFAC , 2012,
Abstract: A postura corporal das crian as é objeto de crescente estudo na fisioterapia, assim como as crian as respiradoras orais o s o na fonoaudiologia. Este estudo tem por objetivo verificar, na literatura científica, as fun es estomatognáticas, a postura corporal e suas rela es, em crian as respiradoras orais. Trata-se de uma revis o da literatura sobre a postura corporal, e o sistema estomatognático e suas rela es em respiradores orais obstrutivos e funcionais. Buscou-se nas bases de dados eletr nicos MEDLINE, SCIELO e LILACS, e Googlecientífico, artigos que relacionassem esses temas nos últimos 10 anos. Os artigos selecionados foram organizados de acordo com os autores, o título, a origem, a faixa etária e o ano de publica o. Após a sele o dos textos, foram identificados apenas quatro trabalhos que relacionam postura, sistema estomatognático e respira o oral; dois que relacionam sistema estomatognático e postura; e a maioria, treze que estudam sistema estomatognático e respira o oral; dentre outros. Notou-se que há uma escassez de informa es sobre a rela o da postura corporal com o sistema estomatognático em respiradores orais. A escassez é ainda maior quando se compara o grupo de respiradores orais obstrutivos e respiradores orais funcionais relacionando a postura corporal com o sistema estomatognático. Children's body posture has been studied more and more by physical therapy, as well as mouth breather children have been studied by speech-language-hearing therapy. This study tries to check, through scientific literature, the relationship between stomatognathic functions and body posture in mouth breather children. This is a review of literature on body posture and the stomatognathic system in obstructive and functional mouth breathers. We searched, in electronic data basis such as MEDLINE, SCIELO and LILACS, and Google Scientific, articles related to these topics, published in the last 10. The selected articles were organized according to authors, title, source, age, and publishing year. When related to the type, the studies were considered: literature review articles; descriptive data analysis; field research. After selecting the texts, we identified four studies that relate posture, stomatognathic system and mouth breathing; two studies that relate stomatognathic system and posture; 13 studies relating to the stomatognathic system and mouth breathing. We may perceive that there is a lack of studies correlating body posture and stomatognathic system in oral breathers. The lack is even higher when we compare obstructive oral breathers and vicious
"Sobrevivência" no emprego dos trabalhadores de enfermagem em uma institui o hospitalar pública  [cached]
Anselmi Maria Luiza,Duarte Geraldo Garcia,Angerami Emília Luigia Saporiti
Revista Latino-Americana de Enfermagem , 2001,
Abstract: O presente trabalho estima o tempo de "sobrevivência" no emprego dos trabalhadores de enfermagem, após sua admiss o em um hospital público, como um dos indicadores de rotatividade. Utilizou-se a técnica de Tábua de vida de seguimento para calcular a probabilidade de sobrevivência no emprego por X anos para cada uma das categorias de trabalhadores. Os resultados apontaram, para o período estudado, uma rotatividade acentuada dessa for a de trabalho. As categorias, auxiliar de enfermagem e enfermeiro apresentaram baixa estabilidade no emprego enquanto a categoria técnico de enfermagem foi a mais estável.
Acidentes perfurocortantes entre trabalhadores de enfermagem de um hospital universitário do interior paulista  [cached]
Canini Silvia Rita Marin da Silva,Gir Elucir,Hayashida Miyeko,Machado Alcyone Artioli
Revista Latino-Americana de Enfermagem , 2002,
Abstract: Como mostra a literatura, o risco de trabalhadores da área da saúde adquirirem patógenos veiculados pelo sangue já está bem documentado e demonstra que a Aids e a hepatite B e C, adquiridas de maneira ocupacional, s o, hoje, um fato concreto. Este estudo retrospectivo, de natureza descritiva, realizado em um Hospital Universitário, no ano de 1998, objetivou analisar os acidentes perfurocortantes que acometeram os trabalhadores de enfermagem. Os resultados evidenciaram que, dos 398 acidentes ocupacionais notificados oficialmente, 125 (30,40%) foram perfurocortantes e 89 (71,20%) ocorreram entre trabalhadores de enfermagem. As situa es mais freqüentes de ocorrência se deram quando da administra o de medicamentos (25,78%). Concluiu-se que os trabalhadores de enfermagem foram os mais atingidos pelos acidentes ocupacionais envolvendo material perfurocortante.
A rela o da postura corporal, da respira o oral e do estado nutricional em crian as: uma revis o de literatura Relation of body posture, oral breath and nutritional status in children: a literature review  [cached]
Patrícia Girarde Machado,Carolina Lisb?a Mezzomo
Revista CEFAC , 2011,
Abstract: TEMA: a rela o entre o estado nutricional, a respira o oral e a postura corporal. Uma alimenta o balanceada capaz de proporcionar um adequado estado nutricional, certamente, contribui para uma desejável condi o postural e a respira o nasal do indivíduo. Sob o aspecto respiratório, em crian as respiradoras orais por haver maior altera o no sono, diminui o da ingest o de carboidratos e aumento da ingest o de lipídeos, pode haver a associa o entre a respira o oral e o estado nutricional também. OBJETIVO:apresentar as possíveis rela es entre estado nutricional, respira o oral e a postura corporal em crian as, por meio de um estudo teórico. CONCLUS O: segundo os artigos pesquisados é a obesidade, dentre os distúrbios nutricionais, o que gera maior número de problemas musculoesqueléticos, pois dificulta o controle da postura corporal. Conclui-se que apesar de haver fortes argumentos teóricos buscando explicar uma possível influência da respira o oral sobre o estado nutricional, os estudos de campo até o momento n o conseguiram confirmar tal hipótese, por esta raz o torna-se relevante continuar pesquisando sobre estas rela es. BACKGROUND: the relationship between nutritional status, oral breathing and body posture. A balanced diet can provide adequate nutritional status that certainly contributes to a desirable condition of posture and nasal breathing for the subject. With regard the respiratory and breathing in children, since there is more change in sleep, decreased carbohydrate intake and increased intake of lipids, there may be also an association between oral breathing and nutritional status. PURPOSE: to illustrate the possible relationships between nutritional status, body posture and oral breathing in children, through a theoretical study. CONCLUSION: according to the reviewed studies, it is obesity, among nutritional disturbances, which generates a larger number of musculoskeletal disorders, such as impeding the control of body posture. We conclude that despite strong theoretical arguments seeking to explain a possible influence of mouth breathing on nutritional status, field studies, up to date, have failed to confirm this hypothesis, for this reason it is relevant to continue the research on these relationships.
For a muscular respiratória, postura corporal, intensidade vocal e tempos máximos de fona o na Doen a de Parkinson Respiratory muscle strength, body posture, vocal intensity and maximum phonation times in Parkinson Disease  [cached]
Fernanda Vargas Ferreira,Carla Aparecida Cielo,Maria Elaine Trevisan
Revista CEFAC , 2012,
Abstract: TEMA: Verificar os achados de for a muscular respiratória (FMR), postura corporal (PC), intensidade vocal (IV) e tempos máximos de fona o (TMF), em indivíduos com Doen a de Parkinson (DP) e casos de controle, conforme o sexo, o estágio da DP e o nível de atividade física (AF). PROCEDIMENTOS: três homens e duas mulheres com DP, entre 36 e 63 anos (casos de estudo - CE), e cinco indivíduos sem doen as neurológicas, pareados em idade, sexo e nível de AF (casos de controle - CC). Avaliadas a FMR, PC, IV e TMF. RESULTADOS: homens: diminui o mais acentuada dos TMF, IV e FMR nos parkinsonianos, mais altera es posturais nos idosos; mulheres com e sem DP: altera es posturais similares, rela o positiva entre estágio, nível de AF e as demais medidas. CONCLUS ES: Verificou-se nas parkinsonianas, prejuízo na IV e nos parkinsonianos déficits nos TMF, IV e FMR. Sugerem-se novos estudos sob um viés interdisciplinar. PURPOSE: To check the findings on respiratory muscular strength (RMS), body posture (BP), vocal intensity (VI) and maximum phonation time (MPT), in patients with Parkinson Disease (PD) and control cases, according to gender, Parkinson Disease stage (PD) and the level of physical activity (PA). METHODS: three men and two women with PD, between 36 and 63 year old (study cases - SC), and five subjects without neurologic diseases, of the same age, gender and PA level (control cases - CC). We evaluated RMS, BP, VI and MPT. RESULTS: men: a more pronounced decrease of MPT, VI, RMS in Parkinson patients, plus postural alterations in the elderly; women: similar postural alterations, positive relation between stages, PA level and the other measures. CONCLUSIONS: We observed in women with PD, impaired VI; in men with PD deficits in MPT, VI, RMS. We suggest further studies under an interdisciplinary bias.
Rotatividade dos trabalhadores de enfermagem nos hospitais do Município de Ribeir o Preto  [cached]
Anselmi Maria Luiza,Angerami Emília Luigia Saporiti,Gomes Elizabeth Laus Ribas
Revista Panamericana de Salud Pública , 1997,
Abstract: Este estudo, desenvolvido em 1990, teve como objetivo a mensura o e a análise da rotatividade dos trabalhadores de enfermagem alocados nos nove hospitais gerais do Município de Ribeir o Preto, Estado de S o Paulo, Brasil. A popula o investigada constituiu-se de enfermeiros, auxiliares de enfermagem, técnicos de enfermagem e atendentes de enfermagem admitidos ou demitidos entre 1.° de janeiro e 31 de dezembro de 1990. O acompanhamento foi feito através de consulta mensal junto à se o de pessoal dos hospitais. A rotatividade foi quantificada com a aplica o de dois indicadores de rotatividade, a taxa líquida de substitui o e a mediana de tempo de servi o do grupo de trabalhadores demitentes. Os resultados evidenciaram o crescimento da for a de trabalho em enfermagem em Ribeir o Preto no ano de 1990. Porém, também ficou evidente a elevada rotatividade, principalmente nos hospitais filantrópicos e privados investigados, com taxas líquidas de substitui o de 32% e 39% ao ano e mediana de tempo de servi o de 8 meses e 12 meses, respectivamente, o que poderia causar aumento de custos e comprometer a produtividade. O único hospital público investigado apresentou níveis mais baixos de rotatividade em compara o aos demais, com uma taxa líquida de substitui o de 6% ao ano e mediana de tempo de servi o de 42 meses. As categorias de enfermeiro e atendente de enfermagem foram as mais substituídas e, conseqüentemente, as menos estáveis no emprego.
Avalia??o da postura corporal de violinistas e violistas
Teixeira, Clarissa Stefani;Kothe, Fausto;Pereira, érico Felden;Merino, Eugenio Andrés Díaz;
Per Musi , 2012, DOI: 10.1590/S1517-75992012000200014
Abstract: for the instrumental practice there are accessories needs, as the musical score and shelf. as well as in computers, the musicians' work needs fittings so that unnecessary postures are not adopted along the day of the activities, causing fatigue or future problems. the objective this study was to evaluate the visual distance, the visual angle, the height of the musical scores and cervical angle in 11 string musicians (violin and viola). the results presented association between the visual angle and the distance and the height of the musical score, as well as the visual distance with the height of the musical score. the results went of 100.23±5.46 cm to the height of the musical score, 89.36±8.22 cm for the visual distance, 9.23±0.79° for the visual angle and 49.86±5.71° for the cervical angle. only the cervical angle was out of the recommended patterns (maximum indication 30°) and should be analyzed in greater depth in future studies. according to the rhythm, new works, accessory and/or instrument changes, these dimensions can be modified, but without interfere in the visual conditions, physics and comfort. the dimensions are inside of the limits recommended by ergonomics.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.