oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Prevalência de anemia ferropriva em gestantes brasileiras: uma revis?o dos últimos 40 anos
C?rtes, Mariana Helcias;Vasconcelos, Ivana Arag?o Lira;Coitinho, Denise Costa;
Revista de Nutri??o , 2009, DOI: 10.1590/S1415-52732009000300011
Abstract: iron-deficiency anemia is known as one of the main nutritional deficiencies around the world and its occurrence can be observed in many populations. some groups still present a high prevalence of iron-deficiency anemia, compromising many body functions. pregnant women are among the groups at risk given their vulnerability to deficiencies and the significant increase in their requirements, which are not accompanied by a sufficiently higher iron intake or absorption. this paper analyzes data from articles published in the last 40 years in english, spanish or portuguese found in the lilacs and medline databases about the prevalence of iron-deficiency anemia during pregnancy. every paper found reports a high prevalence of anemia in pregnant women, characterizing this situation as a public health problem in brazil, despite current brazilian policies to fight iron deficiency.
Anemia ferropriva e alimenta o no segundo ano de vida no Rio de Janeiro, Brasil  [cached]
Lacerda Elisa,Cunha Antonio José
Revista Panamericana de Salud Pública , 2001,
Abstract: Objetivos. Avaliar a influência de práticas alimentares na incidência de anemia em lactentes a partir do estudo do perfil alimentar das crian as atendidas em um ambulatório de pediatria no Rio de Janeiro, Brasil. Métodos. Trata-se de um estudo transversal com 288 lactentes de 12 a 18 meses que compareceram ao ambulatório de janeiro a junho de 1993. As crian as foram avaliadas quanto à presen a de anemia ferropriva; além disso, foi realizado um recordatório de 24 horas e um registro de freqüência de consumo de alimentos ricos em ferro junto aos responsáveis pelas crian as. Resultados. Cento e quarenta e quatro crian as apresentavam anemia (hemoglobina < 11 g/dL); destas, 38 apresentavam anemia grave (hemoglobina < 9,5 g/dL). Encontrou-se baixo consumo de ferro biodisponível, consumo de vitamina C dissociado das refei es e baixo consumo de carne. Observou-se associa o significativa entre a prevalência de anemia severa e o consumo inadequado de ferro (raz o de prevalência = 2,28; intervalo de confian a = 1,12-4,66; P = 0,02). O consumo de ferro biodisponível foi maior no grupo sem anemia (P = 0,04). Conclus es. Os responsáveis pelos lactentes devem ser informados sobre a composi o nutricional da alimenta o complementar a fim de aumentar a biodisponibilidade de ferro na dieta da crian a. A estratégia da Aten o Integrada às Doen as Prevalentes na Infancia pode contribuir neste sentido.
Interven es nutricionais na anemia ferropriva  [cached]
Cardoso Marly A.,Penteado Marilene de V. C.
Cadernos de Saúde Pública , 1994,
Abstract: O objetivo deste estudo de revis o bibliográfica é fornecer subsídios para o planejamento e avalia o de medidas de combate à anemia ferropriva. A necessidade de interven es para o controle da prevalência da anemia ferropriva deve ser determinada pela magnitude da defi ciência nutricional e pelo conhecimento de seus efeitos na qualidade de vida, morbidade e mortalidade. A abordagem mais usual é fornecer ferro suplementar a gestantes, nutrizes e lactentes em programas de assistência primária à saúde, reconhecidamente os grupos de maior vulnerabilidade. A fortifica o de alimentos e orienta es sobre modifica es da dieta representam medidas complementares e devem ser incrementadas.
Anemia ferropriva e alimenta??o no segundo ano de vida no Rio de Janeiro, Brasil
Lacerda,Elisa; Cunha,Antonio José;
Revista Panamericana de Salud Pública , 2001, DOI: 10.1590/S1020-49892001000500002
Abstract: objective. to assess the influence of feeding practices on the prevalence of anemia among breast-fed children, based on the nutritional profile of children receiving care at an outpatient pediatric clinic in the city of rio de janeiro, brazil. methods. this was a cross-sectional study with 288 children between 12 and 18 months of age who were seen at the outpatient clinic between january and june 1993. the children were assessed in terms of the presence of iron-deficiency anemia. in addition, two questionnaires were done with the child's mother or the other person who had brought the child to the clinic: a 24-hour dietary recall and a record of the frequency of the consumption of iron-rich foods. results. of the 288 children, 144 of them had signs of anemia (hemoglobin < 11 g/ dl); of these 144, 38 of them had severe anemia (hemoglobin < 9.5 g/dl). we found low levels of bioavailable iron in the foods consumed, limited consumption of meat, and vitamin c consumption separate from meals. we found a significant association between the prevalence of severe anemia and inadequate iron intake (relative risk = 2.28; 95% confidence interval = 1.12 to 4.66; p = 0.02). the intake of bioavailable iron was higher in the group without anemia (p = 0.04). conclusions. individuals caring for breast-fed children should be educated concerning the nutritional contents of complementary foods so as to increase the bioavailability of iron in the children's diets. one way to achieve this objective might be through "integrated management of childhood illnesses," a strategy endorsed by a number of international organizations as a way to reduce child mortality and morbidity in developing countries.
Hipovitaminose A e anemia ferropriva em gestantes de duas comunidades do Vale do Ribeira (Estado de S?o Paulo, Brasil)
Roncada,Maria José; Szarfarc,Sophia Cornbluth;
Revista de Saúde Pública , 1975, DOI: 10.1590/S0034-89101975000200002
Abstract: the present study was carried out on sixty pregnant women residing in the urban area of the cities of apiaí and ribeira, state of s. paulo. samples were taken from each subject in order to study blood levels of b-carotene, vitamin a, hemoglobin, serum iron and iron binding capacity as well as packed cell volume, with the objective of studying vitamin a and iron deficiency. the results showed that vitamin a deficiency was absent although a large proportion of carotene levels was abnormal. regarding anemia, prevalence was higher in ribeira residents. refering all results to a control group, it was found that frequency was higher in the sample subjects.
AS PESQUISAS SOBRE PROFESSORES INICIANTES NO BRASIL: UMA REVIS O
Priscila Monteiro Corrêa,Vanessa Cristina Maximo Portella
Olhar de Professor , 2012, DOI: 10.5212/olharprofr.v.15i2.0002
Abstract: Studies about teacher education are becoming more prominent in the academic production, although the rst years of teaching is a theme not fully explored within the broader teacher education agenda (Mariano, 2006a; Papi e Martins, 2010). The purpose of this paper is to contribute to standardize/organize current knowledge on Brazilian beginning teachers through the analysis developed by Papi and Martins (2010). The corpus about the early years of teaching are based on the ANPEd 2008, 2009, 2010 and 2011 proceedings as well as on the CAPES 2008, 2009, 2010 database. The conclusion presents some Brazilian initiatives concerning the early years of teaching. The paper also presents some evidence based on the review, such as the relevance of developing research about the topic in the different regions of the country. In addition, this paper reinforces that research should consider the work of teachers who act in different types of schools. The ndings emphasize previous considerations regarding the relevance of continuous research about the early years of teaching.Resumo: O campo da forma o de professores vem ganhando cada vez mais destaque na produ o acadêmica e o início da docência con gura-se como uma temática ainda pouco explorada dentro desse campo maior (MARIANO, 2006A; PAPI; MARTINS, 2010). O objetivo do trabalho é contribuir para a sistematiza o/organiza o da atual produ o do conhecimento sobre professores iniciantes no Brasil, a partir da síntese de Papi e Martins (2010), levantando e problematizando quest es que emergem dos estudos sobre essa temática. O corpus do artigo é constituído pelos trabalhos apresentados nas reuni es anuais da ANPED nos anos de 2008, 2009, 2010 e 2011 e pelos trabalhos registrados no banco de teses da CAPES nos anos de 2008, 2009 e 2010. Na conclus o s o apresentadas algumas iniciativas brasileiras destinadas à etapa de inicia o à docência e retomadas algumas evidências que emergiram da revis o realizada, tais como a importancia de realizar pesquisas sobre o assunto nas diferentes regi es do país e de considerar nas pesquisas o trabalho também com professores que exercem seu ofício em diferentes tipos de escola. Os achados do trabalho reiteram as sínteses anteriores no sentido de mostrar a importancia da continuidade dos investimentos em pesquisas sobre o início da docência.
A fluorose dentária no Brasil: uma revis o crítica  [cached]
Cangussu Maria Cristina Teixeira,Narvai Paulo Capel,Castellanos Fernandez Roberto,Djehizian Valquíria
Cadernos de Saúde Pública , 2002,
Abstract: Discute-se neste trabalho a pertinência de se considerar a fluorose dentária como um problema de saúde pública no Brasil, utilizando como método a revis o dos estudos epidemiológicos publicados no país sobre prevalência e severidade da doen a e dos seus possíveis fatores de risco. Os resultados sugerem que já s o encontradas freqüências mais altas que as esperadas, embora com poucos casos de maior severidade. S o necessárias, ent o, medidas de vigilancia à saúde bucal.
Anemia ferropriva em escolares da primeira série do ensino fundamental da rede pública de educa??o de uma regi?o de Brasília, DF
Heijblom, Gracy Santos;Santos, Leonor Maria Pacheco;
Revista Brasileira de Epidemiologia , 2007, DOI: 10.1590/S1415-790X2007000200013
Abstract: iron deficiency anemia (ida) is the most prevalent micronutrient deficiency in the world. in school age children, ida is particularly deleterious: anemic children are sleepy and pay less attention. as a consequence, anemia can lead to high absenteeism and lower school performance. a cross-sectional survey was conducted in a representative sample of 424 randomly selected first graders (ages 6 to 11 years) from public schools located in the northern public health region of brasília. the study objectives were to: (a) determine the prevalence of anemia; (b) compare the results obtained in 2004 to those of a similar survey conducted in the same area in 1998. hemoglobin (hb) was determined in finger-prick blood samples using hemocue?. two cut-off points were used to classify anemia, both established by the who: hb<11.5g/dl and hb<12.0g/dl. the height/age, weight/age and weight/height indicators below -2.0 standard deviations from the nchs reference were used to indicate growth retardation. prevalence of anemia was 12.5% and 11.9% (hb<11.5g/dl) and 26.9% and 21.5% (hb<12.0g/dl) in 2004 and 1998 respectively. the prevalence of anemia increased between the surveys, but the difference was not significant. there was no statistically significant association between growth retardation and anemia. a high prevalence of anemia was observed, which justifies the implementation of public policies to fight the problem, such as the fortification of wheat and corn flours with iron, mandatory since 2004.
REVIS O EXTERNA DE QUALIDADE DOS AUDITORES INDEPENDENTES DO BRASIL: UMA ANáLISE DOS RELATóRIOS EMITIDOS DE 2008 A 2010  [cached]
Bruna Teixeira,Evelyse Nicole Chaves de Amorim,Loreci Jo?o Borges
Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ , 2012,
Abstract: A qualidade dos servi os prestados por auditores independentes é atualmente objeto de discuss o. Paraassegurar essa qualidade, órg os reguladores e entidades profissionais elaboraram um conjunto de medidas, entre elas a Revis o Externa de Qualidade pelos Pares. Este trabalho procurou verificar qual o resultado da Revis o Pelos Pares do Brasil nos últimos anos. Para isso, foi realizada uma pesquisaenvolvendo revis o bibliográfica e documental, com coleta de dados secundários, nos relatórios emitidos pelo CRE – Comitê de Revis o Externa do Conselho Federal de Contabilidade nos anos de 2008 a 2010. Verificou-se como resultado, que 94,2% dos relatórios emitidos pelos revisores continham alguma ressalva ou recomenda o. No mais, observou-se que, de 2008 para 2010 n o houve uma redu o dosrelatórios que continham ressalvas e recomenda es de aprimoramentos e melhorias, o que demonstra quen o houve uma mudan a na qualidade das auditorias revisadas.
Fatores determinantes da anemia em crian as  [cached]
Osório M?nica M.
Jornal de Pediatria , 2002,
Abstract: Objetivo: apresentar uma revis o sobre os principais fatores determinantes da anemia em crian as menores de cinco anos. Fontes dos dados: foram utilizadas as informa es de artigos publicados em revistas científicas nacionais e internacionais indexadas, livros técnicos e publica es de organiza es internacionais. Síntese dos dados: a anemia constitui o problema nutricional de maior magnitude no mundo, sendo as crian as menores de cinco anos um dos grupos populacionais de maior risco. Como qualquer problema de saúde pública, sua origem é multicausal e, desta maneira, tenta-se nesse artigo interpretar a sua rela o direta ou indireta com seus possíveis fatores determinantes, e os principais achados concordantes ou discordantes nos estudos epidemiológicos. Dentre esses fatores encontram-se as condi es socioecon micas, as condi es de assistência à saúde da crian a, seu estado nutricional, a presen a de morbidades, o consumo alimentar e os fatores biológicos. Destacam-se o papel da dieta, no que diz respeito ao consumo e biodisponibilidade de ferro, e a idade da crian a como os principais determinantes. Conclus es: tendo em vista a magnitude do problema e a abrangência de seus fatores de risco revisados neste trabalho, torna-se necessária a implementa o de medidas urgentes de preven o e tratamento da anemia ferropriva. é importante ressaltar que uma única estratégia poderá ter pouco sucesso se outras medidas n o forem tomadas simultaneamente, sendo relevante o papel da educa o alimentar, juntamente com outras a es implementadas. As crian as menores de dois anos e as que residem em áreas rurais e carentes devem ser priorizadas nos programas de combate à anemia.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.