oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Abordagem ergon mica do ambiente de trabalho na percep o dos trabalhadores: estudo de caso em biblioteca universitária
Andrea Aparecida Silva,Elaine Rosangela de Oliveira Lucas
Revista ACB , 2009,
Abstract: [Portuguese] Analisa o grau de satisfa o dos trabalhadores quanto ao ambiente físico, através da abordagem ergon mica, conhecer a percep o dos trabalhadores relacionados aos aspectos de saúde e sua rela o na execu o das tarefas, além de sugest es dos trabalhadores para a melhoria da qualidade de vida no trabalho em Biblioteca Universitária. Caracteriza-se como uma pesquisa exploratória, queutiliza o método descritivo com aplica o de estudo de caso. Utiliza-se como coleta de dados o questionário com quest es abertas e fechadas e entrevista semiestruturada. Os resultados apontam que mesmo insatisfeitos com o espa o físico, localiza o e ruídos existentes, os trabalhadores gostam do trabalho que realizam.Tem respeito e orgulho pela Institui o. Com tudo isto, conclui-se que mesmo a Biblioteca n o atendendo satisfatoriamente a alguns fatores de infra-estrutura, os mesmos se sentem realizados no trabalho. [English] Analyse the degree of satisfaction of the workers as for the physical environment, through the approach ergonomics, to know the perception of the workers made a list to the aspects of health and his relation in the execution of the tasks, besides suggestions of the workers for the improvement of the quality of life in the work in University Library. It is characterized like an inquiry exploratory,what uses the descriptive method with application of case study. The questionnaire is used like collection of data with open and shut questions and semi-structured interview. The results point even dissatisfied what with the physical space, location and existent noises, the workers like the work that they carry out. It takes respect and pride as the Institution. With everything this, it are ended what the Library not paying attention satisfactorily to any factors of infrastructure, same are even been seated carried out in the work.
Gest o do pré-desenvolvimento de produto: estudo de casos na indústria de equipamentos médico-hospitalares Management of fuzzy front end: case studies in medical device industry  [cached]
Glauco Henrique de Sousa Mendes,José Carlos de Toledo
Produ??o , 2012,
Abstract: O pré-desenvolvimento engloba as primeiras etapas do processo de desenvolvimento de novos produtos, nas quais as decis es s o mais estratégicas e tomadas, geralmente, com alto grau de incerteza. O objetivo é analisar e discutir as práticas de gest o do pré-desenvolvimento em um conjunto de empresas de pequeno e médio portes da indústria de equipamentos médico-hospitalares. A análise é baseada num modelo conceitual, desenvolvido a partir da revis o bibliográfica, composto por cinco dimens es de gest o: orienta o estratégica; processo; organiza o; avalia o; e ferramentas. A pesquisa de campo indica que as empresas estudadas apresentam deficiências na ado o e estrutura o de boas práticas de gest o do pré-desenvolvimento. O modelo conceitual proposto serve de base para análise, estrutura o e melhoria das atividades e do desempenho do pré-desenvolvimento. The fuzzy front end encompasses the first stages of new product development process. In that phase and period, the decisions are more strategic and are usually made with a high degree of uncertainty. This article aims to analyze and discuss the fuzzy front end management practices in small and medium medical device companies. The analysis is based on a conceptual model that was developed from the literature review and it consists of five dimensions of management: strategic orientation, process, organization, evaluation and tools. The results provide evidence that the studied companies have deficiencies in the adoption of best practices for managing the fuzzy front end, and the conceptual model suggested could serve as a basis for analysis, structuring and improving the fuzzy front end activities and performance.
Aptid es Estratégicas em Organiza es Hospitalares: Estudo Comparativo no Ambiente de Redes Assistenciais de Saúde
Cássia Morato Batista de Oliveira,Elisa Maria Pinto da Rocha
Revista Gest?o & Tecnologia , 2010,
Abstract: O objetivo do artigo é investigar a presen a de atividades e práticas gerenciais geradoras e difusoras de conhecimento no contexto das organiza es hospitalares, buscando-se inferir se existiria uma rela o entre a atua o em rede e o desenvolvimento de aptid es estratégicas. De acordo com Leonard-Barton (1998), estas atividades se constituem a base para o desenvolvimento das aptid es estratégicas. O trabalho, de natureza exploratória, envolveu pesquisa bibliográfica, documental e levantamento de campo junto a dois grupos de hospitais da Regi o Metropolitana de Belo Horizonte: um grupo que atua conectado em rede à central de regula o, e outro que ainda n o possui rede de regula o implantada. Os resultados apontam a presen a de atividades geradoras e difusoras do conhecimento em ambos os grupos. Entretanto, o grupo conectado em rede apresentou maior índice relativo de presen a dessas atividades, sugerindo, ent o, que a atua o em rede tende a favorecer o desenvolvimento das aptid es estratégicas nas organiza es hospitalares. PALAVRAS-CHAVE: Aptid es estratégicas; gest o do conhecimento; redes; organiza es hospitalares.
Aptid es Estratégicas em Organiza es Hospitalares: Estudo Comparativo no Ambiente de Redes Assistenciais de Saúde  [cached]
Cássia Morato Batista de Oliveira,Elisa Maria Pinto da Rocha
Revista Gest?o & Tecnologia , 2010,
Abstract: O objetivo do artigo é investigar a presen a de atividades e práticas gerenciais geradoras e difusoras de conhecimento no contexto das organiza es hospitalares, buscando-se inferir se existiria uma rela o entre a atua o em rede e o desenvolvimento de aptid es estratégicas. De acordo com Leonard-Barton (1998), estas atividades se constituem a base para o desenvolvimento das aptid es estratégicas. O trabalho, de natureza exploratória, envolveu pesquisa bibliográfica, documental e levantamento de campo junto a dois grupos de hospitais da Regi o Metropolitana de Belo Horizonte: um grupo que atua conectado em rede à central de regula o, e outro que ainda n o possui rede de regula o implantada. Os resultados apontam a presen a de atividades geradoras e difusoras do conhecimento em ambos os grupos. Entretanto, o grupo conectado em rede apresentou maior índice relativo de presen a dessas atividades, sugerindo, ent o, que a atua o em rede tende a favorecer o desenvolvimento das aptid es estratégicas nas organiza es hospitalares. PALAVRAS-CHAVE: Aptid es estratégicas; gest o do conhecimento; redes; organiza es hospitalares.
Influência do ambiente hospitalar nos aspectos relacionados ao aleitamento materno Influence of hospital environment on aspects related to breastfeeding
Ana Maria de Oliveira Beck,Karine de Oliveira Assun??o,Lisiane de Rosa Barbosa,Erissandra Gomes
Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia , 2012, DOI: 10.1590/s1516-80342012000400017
Abstract: OBJETIVO: Verificar a influência do ambiente hospitalar nos aspectos relacionados ao aleitamento materno e à comunica o na intera o m e/neonato durante o processo da amamenta o. MéTODOS: Estudo transversal, com 34 díades: 18 internadas em alojamento conjunto e 16 internadas em unidades de cuidados intermediários/médios de um hospital público. Cada díade foi observada no momento da oferta da mamada e os dados foram analisados considerando os aspectos padronizados pela UNICEF para o aleitamento materno. Foi verificada a comunica o verbal e n o verbal estabelecida. RESULTADOS: Na compara o das variáveis estudadas, houve associa o significativa para a posi o da m e em rela o ao neonato e para as variáveis m e estimula e m e vocaliza para o neonato, com percentual favorável para a díade que se encontrava em alojamento conjunto. As demais variáveis n o apresentaram diferen as. CONCLUS O: Condi es importantes para o estabelecimento da amamenta o e da comunica o entre m e/neonato s o influenciadas pelo local onde se encontra a díade, especialmente o ambiente hospitalar. PURPOSE: To investigate the influence of hospital environment on aspects related to breastfeeding and communication on the mother/newborn interaction during the breastfeeding process. METHODS: This consisted on a cross-sectional study composed by 34 dyads: 18 in rooming and 16 in intermediate/medium care units of a public hospital. Each dyad was observed at the time of breastfeeding, and data were analyzed considering the aspects standardized by UNICEF for breastfeeding. Verbal and nonverbal communication modes were observed. RESULTS: Comparison of variables showed significant associations between hospital environment and the position of the mother in relation to the newborn and mother stimulation and vocalization to the neonate, with favorable percentage for the dyad that was in rooming. The other variables did not differ. CONCLUSION: Important conditions for the establishment of breastfeeding and communication between mother and newborn are influenced by the location of the dyad, especially the hospital environment.
Modelo de gerenciamento da manuten o de equipamentos de radiologia convencional  [cached]
Couto Nelson Fraga do,Ribeiro Rildo Santos,Azevedo Ana Cecília Pedrosa de,Carvalho Antonio Carlos Pires
Radiologia Brasileira , 2003,
Abstract: Foi elaborado um modelo de gerenciamento da manuten o dos equipamentos convencionais de raios X no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho. O modelo foi implementado em várias etapas, que incluíram visitas a centros hospitalares que gerenciam seus equipamentos, linha de colabora o com a Funda o Oswaldo Cruz para realiza o de cursos e treinamento de técnicos de eletr nica do hospital, montagem de uma esquemateca dos equipamentos em uso, cria o de um programa de gerenciamento utilizando um banco de dados na plataforma Microsoft Windows 98-Access, levantamento operacional e condi es de funcionamento dos equipamentos. A cria o de uma nova rotina nas manuten es vai ao encontro das necessidades de reduzir o tempo de atendimento, custos, e de melhoria na qualidade da imagem em um servi o de radiodiagnóstico, atendendo também às exigências da Portaria 453/98 do Ministério da Saúde.
Alinhamento estratégico entre empresas fabricantes de equipamentos e alimentos
Roberto Giro Moori,Alexandre Nabil Ghobril,Reynaldo Cavalheiro Marcondes
Revista de Administra??o Mackenzie , 2009,
Abstract: Este trabalho tem por objetivo verificar o alinhamento das prioridades competitivas entre empresas compradoras e usuárias de máquinas e equipamentos para a fabrica o de produtos alimentícios e seus fornecedores industriais. Está fundamentado em uma pesquisa exploratória descritiva em que se aplicou um questionário estruturado junto a gestores das áreas relacionadas a compras, vendas e produ o das empresas. Foram obtidas 77 respostas de gestores de empresas fabricantes de alimentos e 55 de fabricantes de equipamentos. Os dados, submetidos à estatística descritiva e à correla o bivariada n o paramétrica, revelaram que: a) no ambito do relacionamento entre compradores e vendedores de máquinas e equipamentos, o fator qualidade foi a prioridade competitiva alinhada entre eles; b) no ambito de empresas usuárias de máquinas e equipamentos, houve evidência de trade-off entre as variáveis reduzir estoques e velocidade de entrega rápida. Essas revela es permitiram concluir que: a) a qualidade é um fator de alinhamento externo e interno; b) o trade-off é usado como um instrumento para o alinhamento das prioridades competitivas no ambiente interno das empresas compradoras e usuárias de máquinas e equipamentos.
Aspectos ergon micos e estatísticos no projeto de um carro do metr
Costa Neto Pedro Luiz de Oliveira,Santos Carlos Maurício Duque dos
Gest?o & Produ??o , 2002,
Abstract: Este artigo descreve experimentos realizados como parte de um trabalho envolvendo aspectos do projeto de um carro para uma nova linha do Metr de S o Paulo. Nele s o considerados aspectos ergon micos relacionados com a posi o de barras de seguran a e assentos, bem como aspectos estatísticos relacionados com o fluxo de passageiros entrando e saindo do carro na esta o. Nesse estudo, é de particular interesse o uso da técnica do quadrado latino na análise de regress o múltipla, como forma de reduzir o porte do experimento.
ESTUDIO ERGONóMICO EN LAS áREAS DE FUSIóN Y COLADA DE UNA EMPRESA METALúRGICA  [cached]
Eliana Rodríguez Márquez,César Gómez Damia,María Moreno Ríos
Ingeniería Industrial , 2008,
Abstract: Se realiza una evaluación ergonómica de carácter integral para mejorar las condiciones de trabajo de una empresa metalúrgica. Para ello se estimó la capacidad física, se estudió la postura, se caracterizó el ambiente laboral y factores psicosociales en once puestos de trabajo. Los resultados muestran que los trabajadores operan en una zona de seguridad fisiológica. El ruido y ambiente térmico son los factores ambientales de mayor impacto y de los componentes psicosociales, la iniciativa y el estatus social presentan nocividad. La postura no neutral es el elemento más estresante. Se plantean estrategias técnicas y administrativas para disminuir la nocividad encontrada.
Produtividade em hospitais de acordo com alguns indicadores hospitalares
Bittar Olímpio J. Nogueira V.
Revista de Saúde Pública , 1996,
Abstract: Dos equipamentos utilizados pela área de saúde para provis o de cuidados assistenciais, os hospitais certamente s o preferidos tanto pela popula o como também pelos profissionais da área. Isto ocorre devido às facilidades e seguran a que oferecem face à concentra o de recursos humanos e tecnológicos. Este fato, porém, representa custos elevados que devem ser amenizados com aumento da produtividade e da qualidade. Em rela o a aspectos como gest o de qualidade, produtividade, dimensionamento de pessoal, aos poucos foram desenvolvidos os trabalhos no Brasil. Assim, foi realizada pesquisa que visa conhecer a produtividade dos hospitais, utilizando-se de indicadores hospitalares como a média de permanência, índice de rotatividade, índice intervalo de substitui o, e também a rela o funcionários/leito e/ou cama.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.