oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Motor performance and learning difficulties in schoolchildren aged 7 to 10 years old Desempenho motor e dificuldades de aprendizagem em escolares com idades entre 7 e 10 anos  [cached]
Juliana da Silva,Thaís Silva Beltrame
Motricidade , 2011, DOI: 10.6063/motricidade.7(2).111
Abstract: The general objective of this study was to evaluate the motor performance of children with and without learning difficulty indicatives. Took part in the study 406 students aged 7 to 10 years old, being 231 girls (56.9%) and 175 (43.1%) boys enrolled in a municipal public school in S o José, Santa Catarina, Brazil. The indicative of learning difficulties was verified through the TDE, while motor performance was evaluated with the MABC. Boys without learning difficulties had better performance in the majority of the abilities evaluated, beyond an association between the indicative of motor problems with learning difficulties towards writing, arithmetic, reading, and in general. On the other hand, female students of the sample with and without any indicative of learning difficulties did not differentiate themselves as to motor abilities evaluated, with an association merely between the indicative of motor problems and reading problems. Based on the differences identified between girls and boys, results call attention to the need for future research in this area, considering gender as a differential variable in this relationship. O objetivo geral deste estudo foi avaliar o desempenho motor de crian as com e sem indicativos de dificuldades de aprendizagem. Participaram do estudo 406 escolares com idades entre 7 e 10 anos, sendo 231 (56.9%) meninas e 175 (43.1%) meninos, estudantes de uma escola pública municipal de S o José/SC/Brasil. O indicativo de dificuldades de aprendizagem foi verificado por meio do Teste de Desempenho Escolar (TDE), enquanto o desempenho motor e o indicativo de dificuldades motoras com a Bateria para a Avalia o do Movimento da Crian a (MABC). Meninos sem dificuldades de aprendizagem tiveram melhor desempenho na maior parte das habilidades avaliadas, além de haver associa o entre o indicativo de problemas motores com as dificuldades de aprendizagem em escrita, matemática e leitura. Por outro lado, estudantes do sexo feminino com e sem indicativo de dificuldades de aprendizagem n o se diferenciaram quanto às habilidades motoras avaliadas, havendo somente associa o entre o indicativo de dificuldades motoras e as dificuldades de leitura. Com base nas diferen as identificadas entre meninos e meninas, os resultados chamam a aten o sobre a necessidade de que pesquisas futuras nesta área considerem a variável sexo como um diferencial nessa rela o.
Consciência fonológica: o desempenho de meninos e meninas bilíngues e monolíngues Phonological awareness: bilingual and monolingual boys and girls performance  [cached]
Sabrina Schützenhofer Lasch,Helena Bolli Mota,Carla Aparecida Cielo
Revista CEFAC , 2010,
Abstract: OBJETIVO: investigar o desempenho de meninas e meninos, monolíngues e bilíngues, em habilidades de consciência fonológica. MéTODOS: questionário e triagem auditiva para selecionar a amostra, composta por 89 estudantes, faixa etária entre 4:1 a 8:11 anos de idade, 47 meninas e 42 meninos, dos quais 47 sujeitos eram bilíngues (português e alem o) e 42 monolíngues (português). A amostra selecionada foi submetida à avalia o das habilidades em consciência fonológica, com aplica o do Protocolo de Consciência Fonológica (Cielo, 2001) que prop e tarefas de segmenta o de frases em palavras; realismo nominal; detec o de rimas; síntese silábica; segmenta o silábica; detec o de sílabas; revers o silábica; exclus o fonêmica; detec o de fonemas; síntese fonêmica; segmenta o fonêmica e revers o fonêmica. Para uma análise quantitativa dos dados, realizou-se o teste estatístico de Kruskal-Wallis com p=0,05 quando se comparou o desempenho de meninos e meninas monolíngues, bem como o desempenho de meninos e meninas bilíngues por tarefa de CF. RESULTADOS: quando analisados os sujeitos bilíngues, houve significancia estatística na detec o de rima com trissílabos (p=0,0087) e na síntese de quatro fonemas (p=0,0219), com vantagem das meninas; já na análise que comparou meninos e meninas monolíngues, os resultados foram mais equilibrados. CONCLUS ES: apesar de praticamente n o existirem resultados estatisticamente significantes na compara o entre meninos e meninas bilíngues e monolíngues, observou-se superioridade feminina na maioria das tarefas de consciência fonológica. PURPOSE: to investigate monolingual and bilingual girls and boys performance, in the skills of phonological awareness. METHODS: questionnaire and hearing screening to select the sample, consisting of 89 students, aged 4:1 to 8:11-years old, 47 girls and 42 boys, of which 47 subjects were bilingual (Portuguese and German) and 42 monolingual (Portuguese). The selected sample was submitted to the assessment of skills in phonological awareness, applying the Phonological Awareness Protocol (Cielo, 2001) that suggests segmentation of sentences in words, nominal realism, rhyme detection, syllabic synthesis and segmentation, syllable detection, syllabic and phonemic reversion, phonemic exclusion, phoneme detection and phonemic synthesis and segmentation. For a quantitative data analysis, a statistical test of Kruskal-Wallis with p = 0.05 was taken when comparing the monolingual boys' and girls' performance, and the bilingual boys' and girls' performance by task of phonological awareness. RESULTS: when the b
Desempenho escolar de meninos e meninas: há diferen?a?
Dal'Igna, Maria Cláudia;
Educa??o em Revista , 2007, DOI: 10.1590/S0102-46982007000200010
Abstract: this article has stemmed from a research developed from the perspective of gender and cultural studies, linked to michel foucault's post-structuralism. by connecting those fields, i have analyzed some of the ways gender has crossed (embodied and mobilized) and constituted the pedagogical discourse which, associated with other discourses, has defined and regulated what has been understood as school performance in the first grades. in order to compose the research corpus, i have built an investigation methodology, which i have called group of discussion, with teachers of initial grades from both municipal and state schools in s?o leopoldo/rs. the intertwining of conceptual tools and materials has enabled me to visualize, as well as discuss, analyze, and problematize the power relationships that have constituted, classified, and ranked boys and girls in differentiated, hierarchical places concerning school performance, thus assigning different meanings to it.
Processamento fonológico e desempenho escolar nas séries iniciais do ensino fundamental Phonological processing and school performance in early grades of elementary school
Sabrina Ma Pimentel da Cunha Pinto Tenório,Clara Regina Brand?o de ávila
Revista CEFAC , 2012,
Abstract: OBJETIVO: caracterizar o desempenho escolar e o processamento fonológico de escolares da 1a e 2a séries, segundo o sexo e grau de escolaridade e investigar a existência de correla es entre essas variáveis. MéTODO: participaram 88 escolares (48 meninos e 40 meninas) entre cinco e oito anos de idade, sem queixas relacionadas à fala ou à aprendizagem. Foram avaliados por meio do Teste de Desempenho Escolar (Stein,1994) e pelas provas de nomea o rápida, repeti o de pseudopalavras e consciência fonológica, habilidades relacionadas ao processamento fonológico. A análise estatística se deu pelo teste de Mann-Withney U e pelo coeficiente de Spearman, com intervalo de confian a de 95%. RESULTADOS: a maioria dos escolares apresentou classifica o de desempenho inferior nos subtestes do Teste de Desempenho Escolar, com maior média de acertos para leitura. N o houve diferen a significante entre meninos e meninas. Os escolares da 2a série mostraram melhor desempenho em escrita, leitura e aritmética, quando comparados aos alunos da 1a série. Ao contrário dos desempenhos em leitura, escrita, aritmética e consciência fonológica, os desempenhos em acesso lexical e memória fonológica n o diferenciaram as séries. Na 1a série, encontraram-se correla es positivas entre o acesso ao léxico mental e a consciência fonológica, entre leitura e escrita e consciência fonológica, e entre aritmética e consciência fonológica. Na 2a série, identificaram-se correla es positivas entre escrita, leitura e aritmética e com a consciência fonológica, acesso ao léxico com memória fonológica e consciência fonológica. CONCLUS O: os escolares da 2a série apresentaram melhores escores de desempenho escolar e de consciência fonológica quando comparados aos alunos 1a, apesar da maioria ter alcan ado classifica o inferior à esperada para a série, definida pelo Teste. Diferentes variáveis do processamento fonológico correlacionaram-se positivamente com o desempenho escolar. PURPOSE: to characterize school performance and phonological processing of First and Second Grade students according to the following variables: gender; writing, arithmetic, and reading performance; lexical phonological access; phonological short-term memory; and phonological awareness, investigating the presence of correlations between groups and among variables. METHOD: eighty-eight students (boys and girls) with ages between 05 years and 08 years, without speech or learning complaints, took part in the study. Participants had their performance assessed on: writing, reading and arithmetic tasks; subtests of the School Perfor
Avalia o das habilidades pragmáticas e sociais em crian as com Distúrbio Específico de Linguagem Evaluation of social and pragmatic skills in children with specific language disorder  [cached]
Fabiana Cristina Carlino,Maria da Piedade Resende da Costa,Dagma Venturini Marques Abramides
Revista CEFAC , 2012, DOI: 10.1590/s1516-18462012005000051
Abstract: OBJETIVO: avaliar as habilidades sociais de comunica o e pragmáticas em crian as com Distúrbio Específico de Linguagem. MéTODO: participaram do estudo 18 crian as, entre sete e nove anos, sendo que metade (n=9) constituiu o grupo experimental (GE) e a outra metade (n=9) constituiu o grupo controle GC. Ambos os grupos foram formados por três meninas e seis meninos. As crian as foram avaliadas quanto às habilidades pragmáticas por meio de uma filmagem de fala espontanea. Em seguida, filmadas em situa o estruturada de intera o com um adulto desconhecido do sexo feminino. As respostas foram classificadas em categorias e agrupadas em Repostas Adequadas (RA) e Repostas Inadequadas (RI), sempre de acordo com o contexto comunicativo estabelecido. RESULTADOS: foi possível observar que quanto maior a limita o em habilidades pragmáticas, pior a iniciativa e desempenho nas rela es interpessoais. Houve uma diferen a significante entre os grupos GE e GC, mostrando que o GE apresentou desempenho inferior ao GC tanto em habilidades pragmáticas quanto sociais. CONCLUS O: ressalta-se a importancia de elaborar métodos de interven o que busquem tanto a melhoria nos aspectos de fala e linguagem quanto nas rela es interpessoais. PURPOSE: to evaluate the social skills and pragmatic communication in children with Specific Language Impairment. METHOD: this study involved 18 children between seven and nine year old, with half (n = 9) being the Experimental Group (EG) and the other half (n = 9) the Control Group CG. Both groups were comprised of three girls and six boys. Children were evaluated as for pragmatic abilities through a spontaneous speech footage. Then, recorded in structured situations of interaction with an unfamiliar adult female. Responses were classified in categories and grouped in Adequate Response (AR) and Inadequate Responses (IR), always according to the communicative context established. RESULTS: it was observed that the greater is the limitation in pragmatic abilities, initiative and performance are worst in interpersonal relationships. There was a significant difference between EG and CG, indicating that the EG had underperformed the CG in both pragmatic and social skills. CONCLUSION: we stress out the importance of developing methods regarding intervention that seek to improve the aspects of speech, language, and interpersonal relationships.
Avalia o das habilidades pragmáticas e sociais em crian as com distúrbio específico de linguagem Evaluation of social and pragmatic skills in children with specific language disorder  [cached]
Fabiana Cristina Carlino,Maria da Piedade Resende da Costa,Dagma Venturini Marques Abramides
Revista CEFAC , 2013,
Abstract: OBJETIVO: avaliar as habilidades sociais de comunica o e pragmáticas em crian as com Distúrbio Específico de Linguagem. MéTODO: participaram do estudo 18 crian as, entre sete e nove anos, sendo que metade (n=9) constituiu o grupo experimental (GE) e a outra metade (n=9) constituiu o grupo controle GC. Ambos os grupos foram formados por três meninas e seis meninos. As crian as foram avaliadas quanto às habilidades pragmáticas por meio de uma filmagem de fala espontanea. Em seguida, filmadas em situa o estruturada de intera o com um adulto desconhecido do sexo feminino. As respostas foram classificadas em categorias e agrupadas em Repostas Adequadas (RA) e Repostas Inadequadas (RI), sempre de acordo com o contexto comunicativo estabelecido. RESULTADOS: foi possível observar que quanto maior a limita o em habilidades pragmáticas, pior a iniciativa e desempenho nas rela es interpessoais. Houve uma diferen a significante entre os grupos GE e GC, mostrando que o GE apresentou desempenho inferior ao GC tanto em habilidades pragmáticas quanto sociais. CONCLUS O: ressalta-se a importancia de elaborar métodos de interven o que busquem tanto a melhoria nos aspectos de fala e linguagem quanto nas rela es interpessoais. PURPOSE: to evaluate the social skills and pragmatic communication in children with Specific Language Impairment. METHOD: this study involved 18 children between seven and nine year old, with half (n = 9) being the Experimental Group (EG) and the other half (n = 9) the Control Group CG. Both groups were comprised of three girls and six boys. Children were evaluated as for pragmatic abilities through a spontaneous speech footage. Then, recorded in structured situations of interaction with an unfamiliar adult female. Responses were classified in categories and grouped in Adequate Response (AR) and Inadequate Responses (IR), always according to the communicative context established. RESULTS: it was observed that the greater is the limitation in pragmatic abilities, initiative and performance are worst in interpersonal relationships. There was a significant difference between EG and CG, indicating that the EG had underperformed the CG in both pragmatic and social skills. CONCLUSION: we stress out the importance of developing methods regarding intervention that seek to improve the aspects of speech, language, and interpersonal relationships.
Meninos e meninas: expectativas corporais e implica es na educa o física escolar  [cached]
Sousa Eustáquia Salvadora de,Altmann Helena
Cadernos CEDES , 1999,
Abstract: Neste texto discute-se o gênero como constru o social que uma dada cultura estabelece em rela o a homens e mulheres, mostrando que essa constru o é relacional, tanto no que se refere ao outro sexo quanto a outras categorias, tais como ra a, idade, classe social e habilidades motoras. Analisa as expectativas corporais em rela o a meninos e meninas e suas manifesta es na cultura escolar, o esporte como conteúdo genereficado da educa o física e as possibilidades de interven o docente na constru o das rela es entre meninos e meninas.
O efeito da prematuridade em habilidades locomotoras e de controle de objetos de crian as de primeira infancia The effect of prematurity on locomotors and object control skills of toddlers  [cached]
Carolina Maria Coelho Campos,Marianne Maila Almeida Soares,Maria Teresa Cattuzzo
Motriz: Revista de Educa??o Física , 2013,
Abstract: Prematuridade é um fator de risco biológico para o desenvolvimento motor infantil, mas n o tem sido investigada a intera o deste risco com o sexo e a especificidade da tarefa. Objetivou-se verificar o efeito da prematuridade no desempenho locomotor e de controle de objetos em crian as de primeira infancia. Vinte meninos e quarenta meninas pré-escolares com idade média de 4,5 anos (DP=0,7) formaram os grupos: Prematuro (n = 30; média da idade gestacional = 31,7 semanas, DP = 2,8) e Controle (n = 30; idade gestacional > 37 semanas); as habilidades motoras foram avaliadas pelo TGMD-2. De maneira geral, as crian as prematuras foram capazes de atingir o mesmo nível de desempenho motor grosso quando comparadas com aquelas nascidas a termo. Quando as análises levaram em considera o sexo e especificidade da tarefa, os achados sugeriram que ser uma menina prematura afeta negativamente o desenvolvimento em habilidades motoras de controle de objetos. Prematurity is a biological risk factor for infant motor development and the interaction among this risk with sex and task specificity hasn't been investigated yet. The aim was to verify the effect of prematurity in gross motor performance of children in locomotors and object control skills. Twenty boys and forty girls from preschools, with mean age of 4.5 years (SD = 0.7), were separated into premature group (n = 30, mean gestational age = 31.7 weeks SD = 2.8) and control group (n = 30, gestational age> 37 weeks) and their gross motor development was assessed by TGMD-2. In general, premature children were able to achieve the same level of gross motor performance when compared with children born at term. When the analysis took into account sex and task specificity, the findings suggested that being a girl can to affect the early development of the object control motor skills.
Mau aluno, boa aluna?: como as professoras avaliam meninos e meninas  [cached]
CARVALHO MARíLIA PINTO DE
Revista Estudos Feministas , 2001,
Abstract: Baseado em pesquisa qualitativa numa escola pública de ensino fundamental de S o Paulo, o artigo discute os critérios de avalia o escolar das professoras, apontando em que medida suas opini es sobre masculinidade e feminilidade interferiam em seus julgamentos e o que era mais valorizado no comportamento de meninas e meninos. Conclui pela urgência de promover essa reflex o no campo educacional, pois, se já eram marcantes em sistemas de avalia o mais formalizados, com testes, atribui o de notas e organiza o da escola em séries, as hierarquias de gênero parecem tornar-se mais poderosas nas chamadas avalia es de processo, em curso na maioria das escolas brasileiras, a partir do sistema de ciclos.
A luta pela cidadania dos meninos do Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua: uma ideologia reconstrutora  [cached]
Macêdo Maria Joacineide de,Brito Suerde Miranda de Oliveira
Psicologia: Reflex?o e Crítica , 1998,
Abstract: Esta pesquisa discorre sobre a rela o da ideologia do Movimento Nacional de Meninos e Meninas de Rua (MNMMR) com as práticas e a es de um grupo de meninos a ele vinculado. Analisaram-se 20 entrevistas com meninos de 12 a 17 anos, vinculados ao MNMMR da cidade de Campina Grande (PB) e documentos produzidos pelo próprio MNMMR. A análise aponta que existe uma assimila o da ideologia dominante, uma vez que os meninos condicionam a melhoria de suas vidas ao estudo e ao trabalho. Porém, eles também assimilam a ideologia do MNMMR, valorizando a educa o como forma da conquista de direitos de cidad o. Conclui-se que a tomada de consciência da realidade e as a es dela decorrentes propiciam, aos meninos do MNMMR, uma constante luta por seus direitos, o que implica uma "ideologia reconstrutora".
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.