oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Criopreserva o de ovócitos de bovinos imaturos desnudados ou n o, utilizando o etilenoglicol pelo método da vitrifica o  [cached]
Costa Eduardo Paulino da,Guimar?es José Domingos,Torres Ciro Alexandre Alves,Fagundes Letícia Martins
Revista Brasileira de Zootecnia , 2002,
Abstract: Objetivou-se avaliar os efeitos da vitrifica o em ovócitos de bovinos após o cultivo in vitro, utilizando o etilenoglicol como crioprotetor. Ovócitos obtidos de ovários de vacas abatidas em matadouro foram distribuídos aleatoriamente em três tratamentos. Tratamento 0 (testemunha): ovócitos n o-desnudados e n o-congelados. Tratamento 1: vitrifica o de ovócitos imaturos n o desnudados, desidratados previamente por cinco minutos em três solu es contendo 20, 20 e 40% de etilenoglicol, acrescidas de 0,3 mol L-1 de trehalose e 20% de PVP, em meio de Talp Hepes. Tratamento 2: vitrifica o de ovócitos imaturos desnudados, conforme o Tratamento 1. Após o descongelamento (imers o em banho-maria a 30oC por 20 segundos), os ovócitos foram reidratados gradativamente, mantendo-os por 6 minutos em cada uma das solu es a seguir, sucessivamente: meio Talp Hepes com 20% de etilenoglicol + 0,3 mol L-1 de trehalose + 10% de PVP e meio Talp Hepes sem etilenoglicol, trehalose e PVP, onde foram lavados três vezes. Posteriormente, os ovócitos foram cultivados a 38,5oC, com 95% de umidade e atmosfera de 5% de CO2 por 24 horas. Após o cultivo, os ovócitos foram fecundados e os embri es cultivados in vitro por sete dias. Foi encontrada uma taxa de matura o nuclear de 81 (68/84), 19 (7/36) e 0% (0/31), nos Tratamentos 0, 1 e 2, respectivamente. As taxas de clivagem e de desenvolvimento embrionário foram de 56,4 (102/181) e 54,9% (56/102), 1,7 (1/60) e 0,0% (1/60), 0,0 (0/71) e 0,0% (0/71), nos Tratamentos 0, 1 e 2, respectivamente. Esses resultados indicam que o procedimento de vitrifica o, segundo os protocolos utilizados, n o é indicado para a criopreserva o de ovócitos de bovinos.
Etileno glicol na criopreserva o de sêmen canino  [cached]
Soares Marcio Pereira,Rossi Carlos Augusto Rigon,Mezzalira Alceu,Cecim Marcelo
Ciência Rural , 2002,
Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar a utiliza o do etileno glicol, adicionado ao meio Tris-gema, na criopreserva o de sêmen canino, considerando os seus efeitos sobre a motilidade, o vigor e a morfologia espermática pré e pós-congelamento. Como doadores, utilizaram-se quatro c es da ra a Pastor Alem o coletados por manipula o digital os quais no ejaculado apresentaram padr es mínimos de 90% de motilidade, cinco de vigor espermático (0 - 5) e no máximo 35% de defeitos morfológicos totais. As concentra es de etileno glicol testadas foram de 0, 25; 0,5 e 1,0M, sendo empregados como controle 0,8M de glicerol. Foram feitas cinco avalia es de motilidade e vigor, respectivamente, na obten o da fra o rica, depois da primeira dilui o, ao atingir 4°C, após uma hora de estabiliza o a 4°C e no descongelamento. Avaliou-se a morfologia espermática em sêmen a fresco e após o descongelamento das amostras de cada tratamento. N o houve diferen a na motilidade e na morfologia espermática dos grupos após o descongelamento. No vigor espermático pós- descongelamento, as concentra es de 0,25 e 0,5M de etileno glicol foram semelhantes entre si e com a concentra o de 0,8M de glicerol (controle), mas diferiram da concentra o de 1M, a qual apresentou vigor inferior ao controle. Conclui-se que, para a criopreserva o de sêmen canino, o glicerol 0,8M pode ser substituído pelo etileno glicol nas concentra es de 0,25, 0,5 e 1,0M.
UTILIZA O DE GLICEROL E ETILENOGLICOL COMO CRIOPROTETORES NA CONGELA O DO SêMEN CAPRINO  [cached]
Rodrigo Freitas Bittencourt,Ant?nio de Lisboa Ribeiro,Anselmo Domingos Ferreira Santos,Rogério Furst
Ciência Animal Brasileira , 2006,
Abstract: Dez amostras de sêmen de dois reprodutores caprinos, da ra a Parda-alpina, colhidas em vagina artificial, foram submetidas a quatro tratamentos para avalia o da eficiência do etilenoglicol e do glicerol, associados ou n o ao EDTA, na criopreserva o da célula espermática caprina. O diluente usado era à base de Tris-gema de ovo contendo 7% de glicerol (glicerol E glicerol+EDTA) ou 7% de etilenoglicol (etilenoglicol e etilenoglicol + EDTA), sendo que nos grupos glicerol+EDTA e etilenoglicol+EDTA foi associado ao diluente 0,1% de EDTA. As amostras foram mantidas por 60 minutos em geladeira a 40C, onde ent o era efetuada a congela o em nitrogênio (-1960C). A descongela o foi realizada em banho-maria a 370C por 30segundos. As médias obtidas para motilidade (%) a descongela o, para os grupos glicerol, glicerol+EDTA, etilenoglicol, etilenoglicol+EDTA, foram, respectivamente, 51%; 61%; 10% e 12%. Os grupos que utilizaram o glicerol como crioprotetor obtiveram melhores taxas de motilidade pós-descongela o, principalmente quando foi associado ao diluidor o EDTA (grupo glicerol+EDTA). Porém, esse resultado foi comprometido pelos maiores índices de altera es patológicas nos grupos que continham o glicerol. PALAVRAS-CHAVE: Caprinos, criopreserva o, sêmen, glicerol, etilenoglicol, EDTA
Acurácia da biópsia de congela o no cancer de pele n o-melanoma Accuracy of frozen section biopsy in non-melanoma skin cancer  [cached]
Karina Mezzarana Kiyan,Júlia Broetto,Rinaldo Fischler,Aymar Edison Sperli
Revista Brasileira de Cirurgia Plástica , 2012,
Abstract: Os carcinomas basocelular e espinocelular juntos respondem por mais da metade dos casos novos de cancer. A biópsia de congela o é frequentemente usada em áreas como cabe a e pesco o, nas quais uma margem ampla poderia ocasionar cicatrizes desfigurantes ou dificuldades de reconstru o, porém o resultado da biópsia de congela o nem sempre corresponde ao da parafina. O presente trabalho tem como objetivo fazer uma revis o bibliográfica sobre a correla o do resultado da biópsia de congela o intraoperatória e o resultado final do exame anatomopatológico da pe a cirúrgica (exame de parafina), pela sua importancia na ressec o curativa e na reconstru o do local acometido. Foi realizado levantamento bibliográfico, tendo como base artigos científicos publicados a respeito da acurácia da biópsia de congela o nos últimos 10 anos. A biópsia de congela o é um método eficiente e confiável, que deve ser aplicado em áreas em que a ressec o deve ser a mais econ mica possível. Em áreas com tumor pequeno e sobra de pele a biópsia de congela o é pobre, dispensável e n o altera resultados. A biópsia de congela o se mostrou um método eficiente, de custo acessível e de boa reprodutibilidade quando realizada por profissionais experientes e em casos bem indicados. Together, basal cell and squamous carcinomas account for more than 50% of all new cases of cancer. Frozen section biopsy is often used in areas such as the head and neck, in which a wide margin could cause disfiguring scars or difficulties with reconstruction, but the results of frozen biopsy do not always correspond to the results of paraffin sections. This paper aims to review existing literature on the correlation between the results of intraoperative frozen biopsy and final pathological examination of surgical specimens (examination of paraffin sections), because of the importance of frozen biopsy in curative resection and reconstruction of affected sites. A literature review was conducted, based on scientific articles published over the previous 10 years about the accuracy of intraoperative frozen sections. Frozen section biopsy is an efficient and reliable method that should be applied in areas where resection should be as economical as possible. However, in cases with small tumors and excess skin, the results of frozen biopsy are poor, dispensable, and not meaningful. Frozen biopsy is an efficient, affordable, and reproducible method when performed by experienced staff in well-selected cases.
Síntese e caracteriza o de poliuretanos ani nicos em dispers o aquosa à base de polibutadieno líquido hidroxilado, poli(glicol propilênico) e diisocianato de isoforona
Coutinho Fernanda M. B.,Delpech Marcia C.,Alves Lairton S.
Polímeros , 2000,
Abstract: Foram sintetizados sob a forma de dispers es aquosas estáveis, com viscosidade aparente na faixa de 30 a 220 cP, poliuretanos à base de polibutadieno líquido hidroxilado (HTPB) de massa molecular numérica média 3500, poli(glicol propilênico) (PPG) de massa molecular viscosimétrica média 2490, diisocianato de isoforona (IPDI) e ácido dimetilolpropi nico (DMPA). O tamanho médio de partícula das dispers es foi determinado e as propriedades mecanicas dos filmes vazados avaliadas. As dispers es foram aplicadas em madeira formando revestimentos homogêneos cuja adesividade foi determinada. A inser o de HTPB na cadeia poliuretanica provocou um aumento no tamanho de partícula das dispers es aquosas, proporcionou uma maior resistência mecanica aos filmes e aumentou a adesividade dos revestimentos ao substrato.
Avalia o de cultivares de soja quanto à tolerancia ao estresse hídrico em substrato contendo polietileno glicol = Evaluation of soybean cultivars regarding tolerance to water stress in substrat containing polyethylene glycol
Leandra Regina Texeira,Alessandro de Lucca e Braccini,Décio Sperandio,Carlos Alberto Scapim
Acta Scientiarum : Agronomy , 2008,
Abstract: O trabalho teve por objetivo avaliar genótipos de soja quanto à tolerancia ao estresse hídrico, em substrato embebido com polietileno glicol (PEG 6000). Foram utilizadas sementes armazenadas por um ano, em condi es n o-controladas de laboratório das cultivares: CD 201,CD 202, CD 204, CD 205, CD 206, CD 208, CD 215, CD 216, Embrapa 48, BRS 132, BRS 184 e BRS 212. As avalia es consistiram em submeter às sementes aos testes de germina o, classifica o do vigor das plantulas, comprimento e biomassa seca das plantulas, em condi o deestresse hídrico, utilizando dois níveis de potencial osmótico (zero e -0,1 MPa). As cultivares foram agrupadas em diferentes classes de tolerancia à seca, em raz o da redu o percentual nas características avaliadas {% Redu o = [1-(Germina o ou Vigor em PEG 6000 / Germina o ou Vigor em água)] x 100}, pela técnica de análise de agrupamento, segundo o método hierárquico do vizinho mais próximo. Os genótipos de soja apresentaram comportamento diferenciado quanto à tolerancia à condi o de estresse hídrico. A cultivar Embrapa 48 apresentou a maior tolerancia à seca. Comparando os resultados obtidos pela análise multivariada e pelo método de agrupamento de Scott-Knott, observou-se boa concordancia entre os dois métodos naconstitui o dos grupos. O método utilizado e o procedimento estatístico adotado permitiram diferenciar as cultivares de soja em um curto período de tempo. The objective of this work was to evaluate the tolerance of soybean genotypes to water stress in substract soaked with polyethylene glycol(PEG 6000). The study used seeds stored for one year in laboratory uncontrolled conditions, of the following cultivars: CD 201, CD 202, CD 204, CD 205, CD 206, CD 208, CD 215, CD 216, Embrapa 48, BRS 132, BRS 184 and BRS 212. The soybean seeds were evaluated through germination tests, seedling vigor classification tests, seedling length and dry biomass, under water stress conditions using two levels of osmotic potential (0.0 and -0.1 MPa). Cultivars were them grouped in different levels of drought tolerance, by the percentage reduction in the appraised characteristics {% Reduction = [1-(Germination or Vigor in PEG 6000 / Germination or Vigor in water)] x 100}, for the technique of grouping analysis, according to the nearest neighbor hierarchical method. The soybean genotypespresented differentiated behavior regarding drought tolerance. The Embrapa 48 cultivar presented the greatest tolerance to water stress. Comparing the results obtained by multivariate analysis and by the Scott-Knott grouping method, good concordance was
Vitrifica o de ovócitos imaturos de bovinos utilizando etilenoglicol associado à trehalose e polivinilpirrolidona  [cached]
Souza M.R.,Costa E.P.,Torres C.A.A.,Guimar?es J.D.
Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia , 2003,
Abstract: Avaliaram-se os efeitos da vitrifica o de ovócitos imaturos de bovinos utilizando o etilenoglicol (EG) associado à trehalose e à polivinilpirrolidona (PVP). Utilizaram-se ovócitos provenientes de ovários de vacas abatidas em matadouro, distribuídos aleatoriamente em três tratamentos (T). TI - ovócitos n o desnudados e n o congelados, TII - ovócitos vitrificados com cumulus oophorus e TIII - ovócitos desnudados vitrificados. A percentagem de ovócitos recuperados e ovócitos com morfologia normal após a vitrifica o foi diferente entre TII e TIII (92,2 e 72,6%; 79,0 e 63,6%, respectivamente). Os ovócitos normais foram cultivados à 38,5oC em atmosfera de 5% de CO2 por 24 horas. Após o cultivo, os ovócitos foram fecundados e os embri es cultivados in vitro por sete dias. Foram encontradas diferen as entre tratamentos quanto às taxas de matura o nuclear, fecunda o e clivagem (83,9, 70,0 e 44,0%; 17,5, 23,7 e 5,1%; 0,0, 0,0 e 0,0% para os tratamentos I, II e III, respectivamente). Apenas no TI foram obtidas mórulas e blastocistos (21,4%). Os procedimentos de vitrifica o, segundo os protocolos utilizados, n o s o indicados para a criopreserva o de ovócitos imaturos de bovinos.
Different concentration of the ethylene glycol in nuclear chromatin organization of the preantral ovarian follicles from bovine (Bos indicus). Diferentes concentra es de etileno-glicol na organiza o da cromatina nuclear de folículos pré-antrais inclusos em tecido ovariano bovino ("Bos indicus")  [cached]
Hélder Silva Luna,Luciana Alves Lijeron,Rafaela Nelson Costa
Revista Brasileira de Saúde e Produ??o Animal , 2007,
Abstract: The cryopreservation of the ovarian preantral follicles could help the conservation of several domestic and wild animal species. The objective of this investigation was to verify the effect of the ethylene glycol in different concentrations in nuclear organization de ovarian preantral follicles. Ovaries had been gotten in slaughter house. A toxicity test was conducted with strips of ovarian cortex using ethylene glycol (10, 20 or 40%). Tissues analysis were run using classic techniques of histology. The analysis of the morphologic organization of the nuclear chromatin of primordial follicles showed significant difference (P < 0.05) between the control group (81,1%) and 10% (60,5%), 20% (19,3%) and 40% (9,5%) groups. In primary folículos, significant differences between the control group and 20% (18,7%) and 40% (9,5%) groups (P < 0.05), but not between group 10% (65,5%). These results indicate that the cryoprotectant ethylene-glycol takes the morphologic alterations in the nuclear chromatin of primordial and primary follicles, enclosed in bovine ovarian tissue. A criopreserva o de folículos ovarianos pré-antrais pode ajudar na conserva o de muitas espécies domésticas e selvagens. O objetivo do presente estudo foi verificar o efeito do etileno-glicol, em diferentes concentra es, na organiza o morfológica da cromatina nuclear de folículos pré-antrais inclusos em tecido ovariano bovino. Ovários foram obtidos em abatedouro. O teste de toxicidade foi realizado com fragmentos ovarianos expostos ao etileno-glicol em concentra es de 10, 20 ou 40%, diluído em solu o de NaCl a 0,9%. O tecido foi analisado por técnica histológica clássica. A análise da organiza o morfológica da cromatina nuclear de folículos primordiais, mostraram diferen a significativa (P<0,05) entre o grupo controle versus grupos 10%, 20% e 40%. Em folículos primários, foram observadas diferen as significativas entre o grupo controle e grupos 20% e 40% (P<0,05), mas n o entre o grupo 10%. Estes resultados indicam que o crioprotetor etileno-glicol leva a altera es morfológicas na cromatina nuclear de folículos primordiais e primários, inclusos em tecido ovariano bovino.
Vitrifica??o de ovócitos desnudados ou n?o e previamente maturados in vitro
Fagundes, Letícia Martins;Costa, Eduardo Paulino da;Torres, Ciro Alexandre Alves;Amaral Filha, Wald'ma Sobrinho;Silva, Trícia Osório da;Gioso, Marilú Martins;
Revista Brasileira de Zootecnia , 2004, DOI: 10.1590/S1516-35982004000500004
Abstract: this study aimed at the evaluation of the effects from cryopreservation of bovine oocytes in vitro matured, by using ethylene glycol (eg) associated to trehalose and polyvinylpyrrolidone (pvp), of ovary oocytes of slaughtered cows, randomly assigned to three treatments. treatment 0 (t0 - control): oocytes that were desnuded and not vitrified. treatment 1 (t1): cryopreservation of in vitro matured oocytes with cumulus oophorus. tratamento 2 (t2): cryopreservation of in vitro matured desnuded oocytes. the percentage of recovered oocytes after cryopreservation and with normal morphology was different for vitrified oocytes (94.7 and 76.8%; 69.5 and 48.85% for t1 and t2, respectively). the main changes ultrastructural in vitrificated oocytes were prematurely released of cortical granules. later, all normal oocytes were fecundated and cultivated at 38.5oc in atmosphere with 5% co2 for seven days. the fecundation and cleavage rates for treatments were different (56.2, 41.7 and 12.5%; 36.3, 0.0 and 0.0%, for t0, t1 and t2, respectively). morulas and blastocysts were obtained only in t0 (34.5%). these results indicate that, the used protocols, for vitrification procedure is not indicated for cryopreservation of matured bovine oocytes.
Avalia o do fluxo salivar total n o estimulado, após o emprego do lauril-dietileno-glicol-éter-sulfato de sódio associado ao hidróxido de cálcio em pacientes irradiados com carcinoma espinocelular da boca e orofaringe  [cached]
Correia Christiano M.,Marinho Marco A. O.,Rapoport Abr?o,Marinho Eurípedes O.
Revista Brasileira de Otorrinolaringologia , 2001,
Abstract: Introdu o: Avaliar quantitativamente o índice de fluxo salivar total n o estimulado de pacientes portadores de carcinoma espinocelular de boca e orofaringe, após tratamento radioterápico, exclusivo, tratados com a associa o de lauril-dietileno-glicol-éter-sulfato de sódio e hidróxido de cálcio. Forma de estudo: Prospectivo clínico n o randomizado. Método: o fluxo salivar foi avaliado em 11 pacientes (n=11) em três fases: 1a.) durante sete semanas, quando foram submetidos à telecobaltoterapia na dose total de 7.000 cGy, sem utiliza o de medicamento para estimular a saliva o; 2a.) em seguida, durante oito semanas após o tratamento radioterápico, quando os pacientes utilizaram a associa o medicamentosa como estimulante da saliva o; 3a.) finalmente, durante oito semanas após ter sido interrompido o tratamento com a associa o de drogas. Resultados: os valores obtidos foram analisados com vistas a avalia o da eficácia da medica o utilizada para evitar a hipofun o salivar no período pós-radioterapia. Dos 11 pacientes, 10 apresentaram melhora significante dos índices de fluxo salivar com o uso da associa o de drogas, em rela o aos valores do período final do tratamento radioterápico, e mantiveram esses índices mesmo com a suspens o do medicamento. Conclus es: a associa o de drogas foi eficaz no tratamento da hipofun o salivar, e proporcionou aumento do índice salivar total n o estimulado em 10 dos 11 pacientes, sendo esse aumento mantido por dois meses após a interrup o do uso do medicamento.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.