oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Consumo e tempo diário de pastejo por novilhos Nelore em pastagem de capim-tanzania sob diferentes ofertas de forragem  [cached]
Gontijo Neto Miguel Marques,Euclides Valéria Pacheco Batista,Nascimento Júnior Domicio do,Miranda Lídia Ferreira
Revista Brasileira de Zootecnia , 2006,
Abstract: Os efeitos de diferentes níveis de oferta de forragem, associados a altera es no dossel induzidas pelo pastejo, sobre o tempo de pastejo e o consumo de forragem por novilhos mantidos em pastagem de capim-tanzania foram avaliados neste experimento. Os quatro níveis planejados de oferta de forragem (OF) (kg de MS de lamina foliar/100 kg de PV animal/dia, %) resultaram em OF de 6,1 ? 0,59; 11,1 ? 0,77; 18,0 ? 1,24; e 23,9 ? 1,15%. Cada piquete foi pastejado por oito animais Nelore, com peso médio de 229,0 e 249,5 kg, para o primeiro e segundo períodos de amostragem, respectivamente. Foi utilizado um delineamento em blocos casualizados com quatro tratamentos, definidos pelos níveis médios de oferta de forragem. O tempo de pastejo, a disponibilidade de matéria seca de folhas, a rela o folha/colmo e a altura do dossel apresentaram alta correla o com o consumo de forragem e podem ser utilizados no desenvolvimento de modelos de predi o de consumo de forragem ou desempenho animal em pastejo. Estudos avaliando consumo e desempenho de animais em pastejo em rela o a ofertas de forragem necessitam de descri es das disponibilidades e condi es estruturais da pastagem para interpreta o e compara o de resultados. Altera ses nas OF de capim-tanzania, associadas àquelas nas condi es estruturais da pastagem induzidas pelo pastejo tiveram efeito quadrático sobre o tempo diário de pastejo e o consumo de forragem de novilhos Nelore. O menor tempo de pastejo e o maior consumo de forragem foram verificados no nível de OF próximo a 22,5 kg de laminas foliares/100 kg PV, que corresponde a um resíduo pós-pastejo em torno de 4.323,2 kg/ha de MS, 2.887,6 kg/ha de matéria verde seca e altura média do dossel de 64 cm.
Produ o animal e de forragem em pastagem nativa submetida a distintas ofertas de forragem  [cached]
Soares André Brugnara,Carvalho Paulo César de Faccio,Nabinger Carlos,Semmelmann Cláudio
Ciência Rural , 2005,
Abstract: O trabalho foi conduzido em área de pastagem natural da Esta o Experimental Agron mica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Porto Alegre-RS), no período de 25/10/2000 a 13/09/2001, com objetivo de avaliar os tratamentos: 8%, 12%, 16% de oferta de forragem (OF) durante todo ano, 8% de OF na primavera e 12% no ver o, outono e inverno (8-12%); 12% de OF na primavera e 8% no ver o, outono e inverno (12-8%); 16% de OF na primavera e 12% no ver o, outono e inverno (16-12%), com novilhos em pastejo contínuo com lota o variável. O delineamento experimental utilizado foi em blocos completamente casualizados com duas repeti es. O maior ganho médio diário (GMD) ao longo do ano (0,466 kg an-1 dia-1) foi obtido no tratamento que teve sua oferta aumentada (8-12%). Este também foi o único manejo em que os animais ganharam peso no inverno. A produtividade animal (kg ha-1 de peso vivo) foi menor nos tratamentos de 16% e 16-12%. A varia o da OF ao longo das esta es do ano, como procedimento de manipula o da estrutura e composi o da vegeta o para promover maior produ o de MS e GMD dos animais foi eficiente, sendo que seu efeito sobre a produ o de MS e animal estende-se por todas as esta es do ano.
POTENCIAL PRODUTIVO DE UMA PASTAGEM NATIVA DO RIO GRANDE DO SUL SUBMETIDA A NíVEIS DE OFERTA DE FORRAGEM  [cached]
Moojen Eduardo Londero,Maraschin Gerzy Ernesto
Ciência Rural , 2002,
Abstract: Um experimento de pastejo em pastagem nativa foi conduzido na Esta o Experimental Agron mica, UFRGS, Eldorado do Sul, RS, para avaliar o ganho médio diário, o ganho por hectare de novilhos de corte, taxa de acumula o de massa seca da pastagem, produ o de matéria seca, conteúdo de proteína bruta, digestibilidade in vitro da matéria organica e percentagem de material morto na matéria seca, sob níveis de 4,0, 8,0, 12,0 e 16,0% do peso vivo de oferta de forragem. As ofertas de forragem condicionaram diferentes resíduos de massa seca, e moldaram diferentes perfis. A redu o na press o de pastejo provocou aumento no resíduo. Diferentes quantidades de forragem em oferta afetaram a resposta animal. A melhor taxa de acumula o de massa seca da pastagem, ganho médio diário e ganho por hectare foram obtidos na faixa de 11,5 a 13,4% de oferta de forragem. A qualidade da forragem for reduzida com o aumento da quantidade de forragem em oferta.
Consumo e produ o de leite de vacas mesti as em pastagem de Brachiaria decumbens manejada sob duas ofertas diárias de forragem  [cached]
Gomide José Alberto,Wendling Ivan Jannotti,Bras Sérgio Pereira,Quadros Helder Bruno
Revista Brasileira de Zootecnia , 2001,
Abstract: Este trabalho foi conduzido, no período de dezembro/95 a fevereiro/96, com o objetivo de avaliar a produ o de leite de vacas mesti as em pastagem de Brachiaria decumbens, sob duas ofertas diárias de forragem 4 e 8 kg de matéria seca de forragem verde (MSFV)/100 kg de peso vivo dos animais. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, sendo que a produ o de leite, corrigida a 4% de gordura, foi analisada por covariancia. Por ocasi o do primeiro e segundo ciclos de pastejo, observaram-se disponibilidades de 4392±974 e 2598±591 kg/ha de MSFV, respectivamente, n o sendo observado efeito das press es de pastejo adotadas na quantidade de forragem disponível ao início do segundo ciclo de pastejo. Os teores de proteína bruta (9,5%) e fibra em detergente neutro (70,1%) e os valores de digestibilidade in vitro da matéria seca (56,4%) n o foram influenciados pelas ofertas de forragem, embora os dados evidenciassem tendência de maiores teores de proteína e menores teores de FDN nas amostras de forragem dos piquetes que foram pastejados segundo a menor oferta de forragem. O consumo médio diário de matéria seca, 12,4 kg/vaca, e a produ o de leite, cuja média foi de 11,0 kg/vaca.dia, n o foram afetados pelas ofertas de pasto estudadas.
Oferta de forragem de capim-elefante an o 'Mott' e o rendimento animal  [cached]
Almeida Edison Xavier de,Maraschin Gerzy Ernesto,Harthmann Oscar Emilio Ludtke,Ribeiro Filho Henrique Mendon?a Nunes
Revista Brasileira de Zootecnia , 2000,
Abstract: A pesquisa foi realizada durante as esta es de crescimento de 1994/95 e 1995/96 (out./abr.), na Esta o Experimental de Ituporanga/EPAGRI - SC, objetivando determinar o potencial de produ o animal e as respostas em termos de taxa de acúmulo de matéria seca (MS) e qualidade de forragem e estrutura do perfil de uma pastagem de capim-elefante an o `Mott' (CEAM) submetida a quatro níveis de oferta de forragem (OF). Os níveis reais de FO foram 3,8; 7,5; 10,2 e 14,0 kg de MS de laminas verdes (MSLV)/100 kg de PV/dia, num delineamento em blocos casualizados completos com duas repeti es e três novilhos (8 a 10 meses) por potreiro, sob pastejo contínuo e uso da técnica "put-and-take". As OF determinaram resíduos médios de MSLV (RMSLV) de 722; 1537; 2332; e 2542 kg/ha, respectivamente. Ofertas de forragem crescentes condicionaram acréscimos na taxa de acúmulo de MSLV/ha/dia e na densidade da forragem. A OF de 11,3 kg de MSLV/100 kg de PV/dia (RMSLV de 2200 kg/ha) maximiza o desempenho animal com 1,06 kg/dia de ganho médio diário e assegura ganho/ha de 5,6 kg/dia, em condi o de sustentabilidade da pastagem de CEAM, em pastejo contínuo.
Consumo e tempo diário de pastejo por novilhos Nelore em pastagem de capim-tanzania sob diferentes ofertas de forragem
Gontijo Neto, Miguel Marques;Euclides, Valéria Pacheco Batista;Nascimento Júnior, Domicio do;Miranda, Lídia Ferreira;Fonseca, Dilermando Miranda da;Oliveira, Marcelo Paschoal de;
Revista Brasileira de Zootecnia , 2006, DOI: 10.1590/S1516-35982006000100007
Abstract: this work aimed to evaluate the effects of forage allowances on canopy changes, the grazing time and forage intake by steers grazing tanzaniagrass (panicum maximum jacq.) pasture. the four levels of herbage allowance (ha) (kg of leaf blade /100 kg animal live weight/day, %) were: 6.1 ± 0.59; 11.1 ± 0.77; 18.0 ± 1.24 and 23.9 ± 1.15%. eight nelore animals averaging 229.0 and 249.5 kg grazed each paddock in the first and second sampling periods, respectively. a completely randomized block design was used. grazing time, leaf dry matter availability, leaf:stem ratio and canopy height were highly correlated with forage intake and can be used to develop prediction models of forage intake and performance of the grazing animal. studies on intake and grazing animal performance in relation to forage allowances should consider the pasture structural traits for data interpretation and comparison. tanzaniagrass forage allowances induced changes in the pasture structural characteristics and had quadratic effect on the daily grazing time and on the forage intake by nelore steers. shortest grazing time and highest forage intake were observed on pasture with herbage allowance of about 22.5 kg leaf blade/100 kg bw, which corresponded to a post-grazing mass of 4323.2 kg/ha dry matter, 2887.6 kg/ha dry green matter and average canopy height of 64 cm.
Produ??o animal e de forragem em pastagem nativa submetida a distintas ofertas de forragem
Soares, André Brugnara;Carvalho, Paulo César de Faccio;Nabinger, Carlos;Semmelmann, Cláudio;Trindade, Júlio Kuhn da;Guerra, Enri;Freitas, Thércio Stella de;Pinto, Cassiano Eduardo;Fontoura Júnior, José Acélio;Frizzo, Adriana;
Ciência Rural , 2005, DOI: 10.1590/S0103-84782005000500025
Abstract: this trial was conducted in natural pasture area of the agronomic experimental station of universidade federal do rio grande do sul (porto alegre-rs), from 10/25/2000 to 09/13/2001, with the objective of evaluating the treatments: 8%, 12%, 16% of dry matter allowance (dma) over the year, 8% of dma at spring and 12% at summer, autumn and winter (8-12%); 12% of dma at spring and 8% at summer, autumn and winter (12-8%) e 16% of dma at spring and 12% at summer, autumn and winter (16-12%), using steers on continuous grazing with variable stocking rate. the experimental design used was blocks randomised with two replications. the biggest average daily weight gain over the year (0.466 kg/an/day) was obtained in the increased dma treatment. this treatment, also, was the only management the animals increased weight at winter. the animal production/ha was smaller in the 16% and 16-12% treatments. the dma changing over the seasons, as a procedure to manipulate the vegetation structure and composition to increase forage production and average daily weight gain was efficient, and its effect upon the forage and animal production go on all the seasons.
Comportamento ingestivo de novilhos de corte em pastagem de aveia preta e azevém com níveis distintos de folhas verdes  [cached]
Trevisan Naíme de Barcellos,Quadros Fernando Luiz Ferreira de,Silva Alexandre Coradini Fontoura da,Bandinelli Duilio Guerra
Ciência Rural , 2004,
Abstract: O objetivo deste trabalho foi avaliar como dois níveis distintos de biomassa de folhas verdes, representados por 350 e 600kg ha-1 de matéria seca de folhas verdes (MSFV) afetam o comportamento de novilhos de corte e sua taxa de bocados. Para as avalia es de comportamento ingestivo, foi utilizado o método direto de observa o visual de animais focais em dois períodos de 24 horas, com início e término às 13:00 horas, durante o ciclo de dura o da pastagem, nos dias 16-17/08 e 24-25/09/2002. Para cada turno de seis horas, foram utilizados três observadores treinados, um para cada dois potreiros contíguos (três animais focais por potreiro). A intervalos de 10 minutos eram registrados as atividades de pastejo, rumina o, ócio e realizadas medidas relativas à taxa de bocados, correspondente ao número de bocados de apreens o por minuto. A menor porcentagem de matéria seca existente na pastagem durante a primeira avalia o do comportamento ingestivo foi responsável pelo aumento no tempo de pastejo, na compara o entre períodos. A atividade complementar ao pastejo, na primeira avalia o, foi a rumina o, sem diferen as para ócio. As mais baixas biomassas induziram os animais a aumentar o número de bocados como forma de otimizar o consumo de forragem.
Dinamica da composi??o botanica numa pastagem natural sob efeito de diferentes ofertas de forragem
Soares, André Brugnara;Carvalho, Paulo César de Faccio;Nabinger, Carlos;Trindade, José Pedro Pereira;Trindade, Júlio Kuhn Da;Mezzalira, Jean Carlos;
Ciência Rural , 2011, DOI: 10.1590/S0103-84782011000800026
Abstract: grazing intensity manipulation can affect structure and botanical composition of the pasture. the objective of this research was to evaluate the effects of different forage allowances and different seasonal sequences of forage allowance (fa) on the species population dynamics in the rangelands of campos sulinos. the botanical composition evaluations were made in january 12th and july 17th, using botanal method. treatments were of different fa (kg dm 100kg-1 of live weight day-1): 8, 12, 16 all around the year; and different sequences of fa: 8 on spring and 12 at the rest of year (8-12); 12 on spring and 8 at the rest of year (12-8) and 16 on spring and 12 at the rest of year (16-12). the statistical design used was randomized blocks with two replications. the forage allowance led to changes in botanical and structural composition of vegetation. it can be inferred that the forage allowance variation on the vegetation had higher impact on smaller forage allowances.
Produ??o animal e vegetal em pastagem nativa manejada sob diferentes ofertas de forragem por bovinos
Mezzalira, Jean Carlos;Carvalho, Paulo César de Faccio;Trindade, Júlio Kuhn da;Bremm, Carolina;Fonseca, Lidiane;Amaral, Márcio Fonseca do;Reffatti, M?nica Vizzotto;
Ciência Rural , 2012, DOI: 10.1590/S0103-84782012005000039
Abstract: in this research it was evaluated the influence of different forage allowances and combinations of forage allowances along the year on the pasture accumulation dynamic and animal performance. the experiment was conducted in a natural pasture area with yearling beef heifers maintained in continuous grazing with variable stocking rate. the treatments utilized with fixed forage allowances during the year were 4; 8; 12 e 16kg 100kg-1 of live weight; and the treatments of forage allowance combinations were 8 on spring and 12 on autumn-winter-summer (8-12%); 12 on spring and 8 on autumn-winter-summer (12-8%); 16 on spring and 12 on autumn-winter-summer (16-12%), constituting a experimental design in randomized blocks with two replicates of area. the primary and secondary productions were evaluated on the accumulation period of 2007-2008. the results proved that in situations of very low forage allowances, e.g. 4%, the individual performance of animals and per area were prejudiced. management of forage allowance combination of 8-12% promoted increase of 35% on the individual performance of animals (0,345kg animal-1), and of 20% on the production per area (209kg ha-1 of lw) when compared to a management of 12% over the year.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.