oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Como o implante coclear pode interferir na fun o vestibular?
Abramides, Patricia Arena
Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia , 2009,
Abstract: Introdu o: O implante coclear é uma op o terapêutica para pacientes com surdez neurossensorial profunda. Alguns pacientes implantados evoluíam com tontura no pós-operatório, o que deu início ao interesse pela fun o vestibular. Desde ent o, muitos estudos relataram a associa o entre o implante coclear e as disfun es vestibulares.
Diferen as entre parametros vocais em crian as usuárias de implante coclear e em crian as usuárias de aparelho de amplifica o sonora individual Differences between vocal parameters of cochlear implanted children and children who use individual sound amplification device  [cached]
Lourdes Bernadete Rocha de Souza
Revista CEFAC , 2013,
Abstract: OBJETIVO: realizar um estudo comparativo entre os parametros vocais freqüência fundamental, frequência do primeiro formante e frequência do segundo formante da voz de crian as usuárias de implante coclear, da voz de crian as usuárias de aparelho de amplifica o sonora individual e da voz de crian as ouvintes normais. MéTODO: a amostra foi composta por 18 crian as (12 meninas e 6 meninos), numa faixa etária entre 5 e 7 anos (média de idade 6,3 anos). A grava o das amostras foi realizada no laboratório de voz da Clínica de Fonoaudiologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em Natal. A análise acústica foi realizada utilizando-se o programa PRAAT. Os parametros analisados foram frequência fundamental e frequência do segundo formante da emiss o da vocal [a] sustentada e frequência dos primeiro e segundo formante da vogal [a] das silabas [ka] e [pa]. RESULTADOS: com exce o do primeiro formante da vogal [a] da silaba [pa] que apresentou diferen a estatisticamente significante entre os valores dos grupos de usuários de implante coclear e do grupo de ouvintes normais, os demais parametros apresentaram diferen a estatisticamente significante entre os três grupos. CONCLUS O: as crian as usuárias de implante coclear apresentaram valores acústicos próximos aos apresentados pelas crian as ouvintes normais, sendo esses valores mais adequados do que os apresentados pelas crian as usuárias de aparelho de amplifica o sonora indivdual. PURPOSE: to conduct a comparative study of the vocal parameters in the fundamental frequency, first formant and second formant of the voice of children with cochlear implants, the voice of children using personal sound amplification device and normal hearing children. METHOD: the sample of 18 children (12 girls and 6 boys) aged from 5 to 7 years old (average age 6,3 years).The recording of the samples was performed in the voice laboratory at the speech pathology clinic of the University of Rio Grande do Norte, Natal, -using the PRAAT software. The analyzed parameters were fundamental frequency and second formant frequency of sustained vowel [a] emission and of first formant and second formant frequencies of vowel [a], for syllables [ka] and [pa]. RESULTS: except for the first formant of the vowel [a] of the syllable [pa] that showed a statistically significant difference among cochlear implant users and normal hearing groups, the other parameters showed statistically significant difference among the three groups. CONCLUSION: children users of cochlear implants present acoustic values close to those of normal hearing children
A telemetria de respostas neurais no sistema de implante coclear multicanal nucleus 24: revis o da literatura  [cached]
Ferrari Deborah V.,Sameshima Koichi,Costa Filho Orozimbo A.,Bevilacqua Maria C.
Revista Brasileira de Otorrinolaringologia , 2004,
Abstract: A telemetria de respostas neurais (NRT) é uma nova técnica disponível no implante coclear Nucleus 24 (Cochlear Corporation) que permite o registro do potencial de a o composto eletricamente evocado (ECAP) peri ou pós-opertoriamente, utilizando apenas os equipamentos normalmente necessários para a programa o do processador de fala do implante coclear. O objetivo deste artigo é descrever o procedimento da NRT e algumas de suas aplica es clínicas e de pesquisa. A literatura relata que a técnica da NRT possui algumas vantagens sobre outros procedimentos objetivos e que as respostas do ECAP podem ser úteis para estimar limiares e níveis de máximo conforto para a estimula o elétrica. Outras pesquisas s o necessárias para verificar como estas medidas podem ser utilizadas no estudo das propriedades das estruturas remanescentes do nervo coclear.
Pronóstico de áreas favorables para depósitos de grava y arena en la Llanura Sur occidental de Pinar del Río, Cuba  [cached]
Elmidio Estévez-Cruz,Roberto Ramírez-Hernández
Minería y Geología , 2009,
Abstract: Se evalúa el potencial mineral de la Llanura Sur occidental de Pinar del Río para contener depósitos de arena y grava para la construcción. El procedimiento empleado hace uso de los sistemas de información geográfica (SIG) para procesar e integrar la información geocientífica disponible y ponderar convenientemente los mapas de evidencias relevantes. En el área de estudio, donde el modelo de yacimiento no está bien formalizado y el número de áreas patrones es reducido, se aplicaron los modelos de integración basados en los datos: método de superposición indexada y las funciones de confianza. En ambos casos el peso de los atributos fue estimado a partir de la cuantificación de la asociación espacial entre los yacimientos conocidos y los datos disponibles. El estudio se realizó por etapas intercaladas, de campo y procesamiento, lo que permitió validar los resultados e incorporar nuevas áreas patrones con características más típicas de lo que realmente se intentaba localizar. Se demostró la factibilidad del empleo del análisis espacial en SIG para realizar pronósticos de depósitos de grava y arena, se revelaron sectores de alto potencial que comprenden menos del 5% del área estudiada, se completó y formalizó el modelo de depósitos de grava y arena para la construcción y, finalmente, se identificaron los principales factores que controlan la localización de estos tipos de yacimientos en el área (suelo y vegetación).
Avalia o hemodinamica e evolu o clínica de crian as portadoras de cardiomiopatia dilatada grave candidatas a transplante cardíaco  [cached]
Azeka Estela,Marcial Miguel Barbero,Camargo Paulo Roberto,Kajita Luiz
Arquivos Brasileiros de Cardiologia , 1998,
Abstract: OBJETIVO: Estudar o perfil dos parametros hemodinamicos e a evolu o clínica de crian as candidatas a transplante cardíaco, portadoras de cardiomiopatia grave. MéTODOS: Foram 24 crian as, com idade entre 4 meses e 10 anos e 8 meses (média de 3,7±2,5 anos), no período de fevereiro/92 a maio/96, submetidas a estudo hemodinamico e medidos os seguintes parametros: débito cardíaco, press o média de artéria pulmonar (PMAP) e press o capilar pulmonar. Foram calculados o índice de resistência vascular pulmonar (IRVP) e gradiente de press o transpulmonar (GPT). RESULTADOS: Do ponto de vista evolutivo, 10 (41,6%) crian as foram transplantadas (grupo A), 5 (20,8%) aguardam o transplante (grupo B) e 9 (37,6%) faleceram (grupo C). Observou-se que a média das idades dos pacientes do grupo B foi significativamente menor que do grupo C. Dos dados hemodinamicos, a PMAP, GTP e IRVP apresentaram médias significativamente menores no grupo A em rela o ao grupo C. CONCLUS O: O perfil hemodinamico de crian as candidatas ao transplante cardíaco mostrou-se compatível ao quadro clínico de insuficiência cardíaca grave. A idade foi o único fator que diferenciou o grupo B e C (p= 0,036). O IRVP, PMAP e o GTP foram fatores que diferenciaram de modo significativo o grupo A e o grupo C (p=0,010; p=0,044 e p=0,023, respectivamente). Quanto maior a idade no momento da indica o do transplante na crian a, pior foi seu prognóstico.
Avalia o da percep o da fala no ruído em diferentes posi es em adultos com implante coclear  [cached]
Santos, Karlos Thiago Pinheiro dos,Fernandes, Jo?o Candido,Amorim, Raquel Beltr?o,Bevilacqua, Maria Cecília
Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia , 2009,
Abstract: Introdu o: A queixa mais frequente dos usuários de implante coclear tem sido reconhecer e compreender o sinal da fala na presen a do ruído. Pesquisas investigam a percep o da fala dos usuários de implante coclear, enfocando aspectos como os efeitos da diminui o da rela o sinal/ruído na percep o da fala, o reconhecimento da fala no ruído, com diferentes tipos de implante coclear e estratégias de codifica o da fala e os efeitos da estimula o biaural na percep o da fala no ruído. Objetivo: 1 - Avaliar a percep o de fala em adultos usuários de implante coclear, em diferentes posi es quanto à apresenta o do estimulo; 2 - comparar os índices de reconhecimento de fala nas posi es frontal, ipsilateral e contralateral e 3 - analisar o efeito da adapta o monoaural na percep o da fala com ruído. Método: Avaliados 22 adultos usuários de implante coclear quanto à percep o da fala. Os indivíduos foram submetidos à avalia o de reconhecimento das senten as, com ruído competitivo na rela o sinal/ruído +10 decibeis em três posi es: frontal, ipsilateral e contralateral ao lado implantado. Resultados: Os resultados demonstraram maior índice de reconhecimento da fala na posi o ipsilateral (100%) e o menor índice de reconhecimento da fala com senten as na posi o contralateral (5%). Conclus o: O desempenho da percep o da fala em indivíduos implantados é prejudicado quando é introduzido o ruído competitivo, o índice de reconhecimento da fala é melhor quando a fala é apresentada ipsilateralmente, e consequentemente é pior quando é apresentada contralateralmente ao implante coclear, e há maior prejuízo na inteligibilidade da fala quando existe apenas entrada monoaural.
Emiss es otoacústicas no diagnóstico precoce de les o coclear na doen a de Ménière  [cached]
Aquino Antonio M. C. M.,Massaro Carolina A. M.,Tiradentes Juliana B.,Garzón Juan C. V.
Revista Brasileira de Otorrinolaringologia , 2002,
Abstract: Na Doen a de Ménière em fase inicial, pode ocorrer surdez flutuante predominante em baixas frequências e também altera es nas otoemiss es acústicas (EOA) nas freqüências correspondentes àquelas da flutua o, que n o s o correlacionadas aos limiares auditivos encontrados na audiometria tonal. Estas altera es, experimentalmente, n o est o relacionadas à perda de células ciliadas externas (CCE) no ápice coclear, sendo que suas causas ainda n o s o muito claras podendo ser atribuídas às altera es do micromecanismo hidrodinamico e biomecanico coclear. Assim, as EOA mostraram, neste caso apresentado, altera es cocleares na Doen a de Ménière compensada em fase inicial que ainda n o s o detectadas no audiometria tonal e exames convencionais, sendo portanto um exame que pode mostrar les o precoce por altera o apenas do micromecanismo coclear.
Preserva o da audi o residual em pacientes usuários de implante coclear multicanal: estudo piloto
Gomez M. Valéria Schmidt Goffi,Guedes Mariana Cardoso,Ornelas Cristina Gomes de,Sant'Anna Sandra Barreto Giorgi
Revista Brasileira de Otorrinolaringologia , 2002,
Abstract: Introdu o: Com o progresso tecnológico dos implantes cocleares, cada vez mais pacientes com audi o residual útil s o candidatos em potencial ao implante (Hodges et al., 1997). Apesar disso, n o se sabe ao certo se a introdu o dos eletrodos poderia destruir as estruturas auditivas envolvidas nessa audi o residual. Objetivo: O objetivo deste estudo foi verificar a conserva o da audi o residual em pacientes usuários de implante coclear multicanal, comparando a audiometria pré e pós-operatória desses indivíduos. Forma de estudo: Clínico prospectivo randomizado. Material e método: Foram estudados 09 pacientes adultos com disacusia sensorioneural bilateral severa a profunda, usuários de Implante coclear Nucleus 22 e 1 paciente usuário de Implante Combi 40+. Resultado: No grupo estudado a conserva o auditiva ocorreu em 50% dos indivíduos, quando considerado o critério de conserva o de duas ou mais frequências médias (da fala) e em 80%, se for considerada audi o também em frequências graves. Conclus o: A média de queda dos limiares tonais antes e após a cirurgia foi de 4 dB na orelha implantada e 0 dB na orelha contralateral.
Resultados a longo prazo com o uso do implante coclear em crian as: Revis o sistemática  [cached]
Tanamati, Liège Franzini,Costa, Orozimbo Alves,Bevilacqua, Maria Cecilia
Arquivos Internacionais de Otorrinolaringologia , 2011,
Abstract: Introdu o: Os benefícios do Implante coclear (IC) nos primeiros anos de uso em crian as já foram detalhadamente descritos na literatura. Porém, s o escassos os estudos que relatam os resultados após longos períodos de uso do dispositivo. Objetivo: Revisar a evidência disponível na literatura para responder ao questionamento: "O Implante Coclear contribuiu de modo efetivo para o desenvolvimento das habilidades comunicativas em adolescentes e adultos jovens que cresceram usando este dispositivo?". Método: Para responder ao questionamento proposto, foi realizada a revis o sistemática da literatura. Diversas bases de dados eletr nicas e anais de congressos foram selecionados para localizar a evidência referente aos resultados do uso prolongado do IC. Os títulos potencialmente relevantes para responder ao objetivo da revis o sistemática foram recuperados e revisados usando um protocolo de análise dos dados. Para cada artigo incluído na presente revis o sistemática foi realizada a resenha em uma ficha protocolar e a classifica o segundo o nível de evidência e grau de recomenda o. Síntese dos Dados: Quinze estudos contemplaram os critérios e foram incluídos na revis o sistemática. Os resultados descritos mostraram que a primeira gera o de crian as implantadas alcan ou níveis de competência linguística e acadêmica similares aos indivíduos com audi o normal da mesma idade. Comentários Finais: O IC foi contribuiu de maneira efetiva para o desenvolvimento de habilidades comunicativas funcionais em adolescentes e jovens adultos que cresceram usando o dispositivo eletr nico.
Conhecimento dos fonoaudiólogos de Porto Alegre sobre a atua o fonoaudiológica no implante coclear The knowledge that speech therapists in Porto Alegre/RS have about the speech therapy care as for the cochlear implant  [cached]
Pricila Sleifer,Vanessa Américo Fernandes
Revista CEFAC , 2011,
Abstract: OBJETIVO: verificar e analisar o conhecimento dos fonoaudiólogos, da cidade de Porto Alegre/RS, sobre a atua o fonoaudiológica no implante coclear, como também, explicitar, por meio de revis o bibliográfica, o que a literatura prop e como competência da Fonoaudiologia na equipe interdisciplinar de implante coclear. MéTODOS: 81 fonoaudiólogos atuantes em Porto Alegre/RS, em qualquer área da Fonoaudiologia, participaram da pesquisa respondendo a um questionário contendo 18 (dezoito) quest es objetivas de múltipla escolha referente à (às) área (as) em que os participantes atuaram ou atuam, se já haviam sido instruídos durante a gradua o sobre a atua o fonoaudiológica no implante coclear, ou se haviam realizado algum curso de extens o, aperfei oamento ou especializa o sobre tal dispositivo. Além disso, foram questionados sobre a defini o de implante coclear, os critérios de indica o de implante coclear, qual a forma o necessária para que o profissional de Fonoaudiologia atue na equipe de implante coclear, e qual a sua atua o, se houvesse, nos períodos pré, peri e pós-operatório. RESULTADOS: os fonoaudiólogos pesquisados n o apresentam o conhecimento adequado quanto à atua o da Fonoaudiologia na equipe de implante coclear. As alternativas em que houve o maior número de erros completos ou parciais foram aquelas referentes a candidatos ao implante coclear, lado de inser o deste dispositivo, atua o fonoaudiológica no período pré, peri e pós-operatório (ativa o dos eletrodos). CONCLUS O: esta pesquisa permitiu concluir que os fonoaudiólogos pesquisados, atuantes na cidade de Porto Alegre, n o têm o conhecimento satisfatório sobre a atua o fonoaudiológica no implante coclear. PURPOSE: to assess the knowledge that speech therapists in Porto Alegre/RS have about speech therapy care as for the cochlear implant and explain through bibliographic review what the literature proposes as the competence of speech therapists in an interdisciplinary team for the cochlear implant. METHODS: 81 speech therapists working in Porto Alegre, RS, from any field of Speech Therpy, answered a questionnaire consisting of eighteen objective multiple-choice questions about the area(s) where they had worked or were working at the time, if they had been taught in college about speech therapy care as for the cochlear implant, or if they had taken any training program, extension or specialization courses about such device. They were also asked about the definition of cochlear implant, the criteria for prescribing it, the necessary qualification of a speech therapist to work in an
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.