oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Retomando a Interrup o...  [cached]
SOUZA E SILVA Maria Cecília Pérez de,CRESCITELLI Mercedes Fátima de Canha
DELTA: Documenta??o de Estudos em Lingüística Teórica e Aplicada , 1998,
Abstract: Este trabalho é uma continua o de outros estudos sobre interrup o que vêm sendo desenvolvidos desde 1995 pelo grupo "Organiza o textual interativa" no ambito do Projeto da Gramática do Português Falado. Nosso objetivo é explicitar o estatuto da interrup o: trata-se de um mecanismo de constru o do texto falado ou, apenas, de um índice de ocorrência de alguns desses mecanismos (corre o, paráfrase, repeti o, parênteses)? Para responder a essa quest o, analisamos seis inquéritos de natureza diferente (elocu es formais - EFs - , entrevistas - DIDs - e diálogos entre dois informantes - D2s), extraídos do Projeto NURC/SP, NURC/RJ e NURC/Recife. Do ponto de vista teórico, recorremos às pesquisas desenvolvidas pelo grupo acima mencionado, cujos artigos foram publicados na cole o: Gramática do Português Falado ( volumes IV, V e VI ) .
Aneurisma do ducto arterioso associado a interrup o do arco aórtico
Zielinsky Paulo,Oliveira Leandro Turra
Arquivos Brasileiros de Cardiologia , 1998,
Abstract: é relatado um caso de aneurisma de ducto arterioso, com diagnóstico pré-natal, o que é muito raro, numa gestante com 33 semanas, onde o feto apresentou uma dilata o aneurismática do canal arterial, com calibre uniformemente aumentado, inserindo-se na aorta descendente, associado à interrup o do arco aórtico. A crian a nasceu de parto cesáreo e manteve-se estável com o uso de prostaglandina até o 9o dia de vida, quando foi levada à cirurgia, tendo falecido durante o procedimento por falência biventricular. Este é o primeiro relato da associa o desta anomalia com outra malforma o cardiovascular intra-uterina, mostrando que este achado nem sempre é associado a uma evolu o benigna.
Interrup??o voluntária da gravidez: Que respostas emocionais? Que discurso psicológico?
Noya,Ana; Leal,Isabel Pereira;
Análise Psicológica , 1998,
Abstract: this paper provides an overview of the main psychological consequences of voluntary abortion. we reviewed the psychological impact of abortion based on psychosocial variables like age, religion, social support, psychopatology and satisfaction and also some psychological models explaining the consequences of voluntary abortion.
Interrup??o da gravidez por malforma??o congénitica: a perspectiva da mulher
Sousa,Lucília; Pereira,M. Gra?a;
Psicologia, Saúde & Doen?as , 2010,
Abstract: the present study aims to understand the experience of therapeutic pregnancy interruption, due to congenital malformation, according to mother?s perspective. for this study, a qualitative methodology (grounded theory) was chosen. the sample, composed of 18 women was the result of an intentional sampling and the data was collected through semi-structured interviews. the results of the study revealed the interruption of pregnancy, due to congenital malformation, as an emotional intense experience. the news of the diagnosis of a malformation was received with shock and surprise. the decision to continue or to interrupt the pregnancy was considered the most difficult in the couple?s life due to the ambivalence of feelings and moral dilemmas it produced. understand mother?s reactions and the reasons and difficulties in the decision regarding pregnancy interruption represents for the professionals involved in the process, a chance to define strategies to facilitate counseling and support in the decision process.
Malforma es Fetais em Gesta o Múltipla  [cached]
Brizot Maria de Lourdes,Fujita Marisa Marie,Reis Nádia Stela Viegas dos,Banduki Neto Jorge Demétrio
Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia , 2000,
Abstract: Objetivos: demonstrar os tipos de malforma es em gesta es múltiplas assim como a influência da corionicidade nestes casos. Métodos: foram analisadas 169 gesta es múltiplas submetidas à avalia o ultra-sonográfica no Setor de Medicina Fetal da Clínica Obstetrícia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de S o Paulo no período de janeiro de 1997 a janeiro de 1999. A corionicidade foi definida por meio de ultra-sonografia no primeiro trimestre, presen a de placentas separadas, sexos diferentes ou exame anatomopatológico da placenta. Resultados: do total de gesta es, 24 apresentavam malforma es fetais (14,2%) sendo 22 em gesta es duplas e 2 em gesta es triplas. Das gesta es gemelares que apresentavam malforma es fetais, 13 eram monocori nicas, 4 dicori nicas e em 5 a corionicidade n o era conhecida. Os tipos de malforma es fetais foram aquelas associadas unicamente a gesta es múltiplas (gêmeos unidos, n = 5; gêmeo acárdico, n = 3) e as que também ocorrem em gesta es únicas. A idade gestacional do parto de fetos com anomalias foi menor em rela o aos sem anomalias. Conclus es: a maioria das malforma es congênitas ocorreu em gesta es monocori nicas. A determina o precoce do tipo de placenta o é útil no estabelecimento do prognóstico de gesta es gemelares, permitindo o planejamento das condutas em gesta es complicadas por anomalias congênitas.
Fatores emocionais no processo de tomada de decis o de compra  [PDF]
Medeiros, Janine Fleith de,Sampaio, Cláudio Hoffmann,Perin, Marcelo Gattermann
Psico , 2010,
Abstract: Esse artigo analisa, através de um estudo exploratório de caráter qualitativo, o papel das emo es ao longo das etapas do processo de decis o de compra de imóveis por casais. Para tanto, a partir das contribui es conceituais dos estudos relacionados à teoria cognitiva das emo es, foi elaborado um instrumento de coleta de dados conciliando a abordagem indireta (simulada) com a abordagem direta (n o simulada). Os resultados foram analisados seguindo-se a metodologia de análise de conteúdo, e revelaram a manifesta o dos 07 (sete) fatores emocionais pertencentes ao grupo das emo es positivas (encantamento, romantismo, satisfa o, alegria, vibra o, tranquilidade e surpresa) e de 05 (cinco) fatores pertencentes ao grupo das emo es negativas (insatisfa o, preocupa o, vergonha, inveja e surpresa) no decorrer das 07 (sete) etapas do processo de decis o de compra. Com base nos resultados, identificou-se que os fatores emocionais podem acelerar ou ent o retardar a realiza o das etapas do modelo de processo decisório utilizado como referência.
Utiliza o de álcool absoluto no tratamento das malforma es venosas  [cached]
Louren?o Marco Antonio,Gomes Claudia Stein,Beffa Cristina Veronese,Picheth Fernando Silveira
Radiologia Brasileira , 2001,
Abstract: O tratamento das malforma es venosas pode ser realizado por ressec o cirúrgica ou esclerose farmacológica. Este estudo mostra os resultados de 12 pacientes com angiodisplasia submetidos a múltiplas aplica es diretas de etanol na les o, após exame clínico e angiografia venosa percutanea. Dez pacientes referiram melhora dos sintomas e diminui o do tamanho da les o. Todos os pacientes queixaram-se de ardência durante a aplica o, que cessou no máximo em 24 horas. As complica es encontradas foram três casos de úlceras pequenas na pele e um caso de hiperemia no membro tratado, associada a linfonodomegalia dolorosa. Concluiu-se que o tratamento escleroterapêutico das malforma es venosas com infus o de pequenos volumes de etanol apresenta as vantagens de ser um tratamento seguro, eficaz, simples, fácil e rápido, de baixo custo, bem tolerado e com poucas complica es.
Associa o de malforma o vascular e gliomas: estudo de quatro casos  [cached]
Borges Lia Raquel R.,Malheiros Suzana M. F.,Pelaez Maria Paula,Stávale Jo?o Norberto
Arquivos de Neuro-Psiquiatria , 2003,
Abstract: Entre os pacientes operados no Hospital S o Paulo e acompanhados pelo setor de neuro-oncologia no período de 1991 a 2000, avaliamos a apresenta o clínica, aspectos de imagem e características histopatológicas de 4 pacientes (2 homens; idade entre 15 e 52 anos) cujo diagnóstico histológico foi malforma o vascular associada a glioma. O quadro inicial foi cefaléia progressiva com características de hipertens o intracraniana (em 3) e crises parciais motoras (em 1). O diagnóstico tomográfico inicial foi processo expansivo, sem que houvesse suspeita de malforma o vascular pelo aspecto da imagem em nenhum caso. O exame histológico mostrou neoplasias de linhagem astrocítica associadas a malforma es vasculares. Em nenhum paciente o componente vascular esteve localizado na intimidade da neoplasia. A associa o de malforma o vascular e gliomas é rara e deve ser caracterizada por nítida separa o entre a malforma o e a neoplasia, independente da vasculariza o própria do tumor.
Malforma o de Chiari do tipo II sintomática
SALOM?O J. FRANCISCO,BELLAS ANT?NIO R.,LEIBINGER RENê D.,BARBOSA ANA PAULA A.
Arquivos de Neuro-Psiquiatria , 1998,
Abstract: Os autores analisam uma série de 17 crian as portadoras de mielodisplasias que desenvolveram sinais e sintomas da malforma o de Chiari do tipo II. De acordo com a idade, dois grupos ficaram bem definidos: Grupo I, crian as no primeiro ano de vida, em que predominaram sinais e sintomas de comprometimento do tronco encefálico e nervos cranianos bulbares (n=13); Grupo II, composto por crian as com idade superior a um ano, em que as principais manifesta es foram dor cervical e sinais cerebelares (n=4). O resultado do tratamento cirúrgico nos dois grupos foi distinto: enquanto a mortalidade no Grupo I atingiu 46,1%, nenhum paciente do Grupo II veio a falecer. O tratamento inicial consistiu na instala o ou revis o de deriva o ventricular, sendo a descompress o cranio-vertebral reservada àqueles que n o se beneficiaram com esses procedimentos. Os autores enfatizam a necessidade do imediato reconhecimento e tratamento do quadro, de modo a se obter resultados satisfatórios.
A liturgia e a "interrup o" da ecologia e da economia =Liturgy and the "interruption" of ecology and economy  [PDF]
Cardita, ?ngelo
Teocomunica??o , 2011,
Abstract: O artigo aborda a rela o da liturgia crist com a ecologia e a economia. O autor busca aprofundar a possível rela o a partir do conceito de interrup o, assim como é apresentado na obra de Louis-Marie Chauvet. Tal conceito parece apto a situar a liturgia “entre” a economia e a ecologia e a estabelecer o grau de importancia e o lugar do rito como marco da presen a/ausência de Deus. Por fim, o autor analisa modelos de interrup o capazes de mostrar rea o por parte da liturgia. The article discusses the relationship of the Christian liturgy with ecology and economy. The author seeks to deepen the possible relationship from the concept of interruption, as is shown in the work of Louis-Marie Chauvet. This concept seems to be able to locate the liturgy “between” economy and ecology and to establish the degree of importance and the place of rite as a mark of the presence / absence of God. Finally, the author analyzes models of interruption capable of showing reaction from the liturgy.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.