oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Perfil das atitudes de alunos do curso de enfermagem frente à doen a mental, antes da influência da instru o acadêmica, proveniente de disciplinas de área específica
Pedr?o Luiz Jorge,Avanci Rita de Cássia,Malaguti Silmara Elaine
Revista Latino-Americana de Enfermagem , 2002,
Abstract: Iniciantes no Curso de Enfermagem trazem estereótipos e preconceitos com rela o ao portador de doen a mental, demonstrando desconhecimento sobre suas possibilidades de recupera o e convívio social. Este estudo objetivou elaborar um perfil de atitudes desses alunos frente a essa pessoa, mostrando aspectos que podem influenciar negativamente nas condutas profissionais futuras. Utilizou-se para isso a escala de opini es sobre a doen a mental. Os alunos exibiram um perfil de atitudes negativo, permitindo concluir que a instru o acadêmica, proveniente de disciplinas dessa área deve ser planejada no sentido de favorecer a mudan a do perfil de atitudes apresentado.
Valoración logofoniátrica de ni as y ni os antes de iniciar el círculo infantil
Telma Pazo Quintana,Ileana Viduera Tamayo,Niurka López Blanco,Florángel Urrusuno Carvajal
Revista Cubana de Pediatr?-a , 2003,
Abstract: El lenguaje se adquiere con más facilidad en los primeros a os de la vida y constituye un instrumento importante para el aprendizaje. No existe en Cuba una actividad generalizada que evalúe el estado de salud del lenguaje previo a su ingreso a instituciones infantiles en la etapa preescolar. Se exponen las experiencias al implementar la evaluación logofoniátrica como parte del chequeo médico integral de 2 584 ni as y ni os antes de ingresar al círculo infantil, desde 1996 hasta 2001. Se reportó una morbilidad logofoniátrica del 12 % y fueron la dislalia, el retraso del lenguaje y la tartamudez, las alteraciones logofoniátricas más frecuentes en los grupos etáreos de 60 meses y de 48 a 59 meses, con predominio del sexo masculino. Esta evaluación constituye una alternativa para la prevención de las alteraciones de la comunicación oral, la estimulación del lenguaje y manejo del medio familiar para la profilaxis de la tartamudez y disfonía. Language is more easily acquired in the first years of life and constitutes an important tool for learning. In Cuba there is not a generalized activity that evaluates the status of language before the children entering the child institutions at the preschool stage. This paper presents the experience gained in the implementation of a logophoniatric evaluation as part of the comprehensive medical check-up of 2 584 girls and boys before going to the day care centers in the period ranging from 1996 to 2001. A logophoniatric morbidity rate of 12 % was reported, being dyslalia, speech retardation and stuttering the most frequent logophoniatric disorders found in the 60-month and the 48-59 month age groups, with predominance of males. This evaluation is an alternative for the prevention of oral communication disorders, the language stimulation and the management of family environment for dysphonia and stuttering prophylaxis.
A METODOLOGIA DE CALLISTA ROY APLICADA EM CLIENTES SUBMETIDOS à INTERVEN AO HEMODIN MICA  [cached]
Ivete Maroso Krauzer,Dania Brocardo,Telma Scarsi
Revista de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria , 2011,
Abstract: RESUMO: Trata-se de uma pesquisa qualitativa, do tipo exploratório descritiva, que identificou o perfil de saúde dos clientes em tratamento hemodinamico e desenvolveu o Processo de Enfermagem (PE), fundamentado em Callista Roy. Realizou-se com 52 clientes, no Centro de Hemodinamica de um hospital privado, de fevereiro a maio de 2010. Utilizouse um questionário semiestruturado para coleta de dados. A maioria tinha mais de 60 anos, aposentados, casados, moradores de Chapecó, com ensino fundamental. Os fatores de risco principais foram: idade acima de 60 anos, a Hipertens o Arterial Sistêmica (HAS),obesidade e vida sedentária. Os principais diagnósticos de enfermagem foram: ansiedade relacionada à morte (100%); risco de dor aguda (85%) e integridade da pele prejudicada (75%). Os resultados obtidos podem contribuir para a enfermagem embasar o cuidado no PE, identificar os fatores de risco, atuar na preven o e num servi o de alta complexidade que exige conhecimentos especializados.
Perfil da demanda dos alunos da pós-gradua o stricto sensu da Escola de Enfermagem de Ribeir o Preto, da Universidade de S o Paulo
Almeida Maria Cecília Puntel de,Robazzi Maria Lúcia do Carmo Cruz,Scochi Carmen Gracinda Silvan,Bueno Sonia Maria Villela
Revista Latino-Americana de Enfermagem , 2004,
Abstract: Objetivou-se descrever e analisar o perfil da demanda dos alunos matriculados na pós-gradua o "stricto sensu" da Escola de Enfermagem de Ribeir o Preto da Universidade de S o Paulo, entre 1975 e 2002. Coletou-se os dados através das fichas dos matriculados; a popula o estudada correspondeu a 979 alunos, assim distribuídos entre os programas: Enfermagem Psiquiátrica 210, Enfermagem Fundamental 375, Enfermagem de Saúde Pública 203 e Interunidades 189. A maioria é feminina, casada, com idade média de 32 anos (mestrado) e 38 (doutorado) e constituída de enfermeiros, 93%; quanto à procedência de institui es de ensino superior, 60%; da assistência, 25,6%; sem vínculo empregatício, 11,3%, além de recém-graduados. Destes, 71,2% s o do sudeste, 9,8% do sul, 6,9% do centro-oeste, 6,8% do nordeste e 1,8% do norte. Os alunos do exterior correspondem a 3,4%. Os achados refor am as políticas de pós-gradua o da EERP/USP estabelecidas quanto ao perfil esperado dos alunos.
Perfil de pacientes submetidos à cirurgia de revasculariza o miocárdica: implica es para o cuidado de enfermagem  [PDF]
Michelle Villas Boas Fernandes,Graziella Aliti,Emiliane N. Souza
Revista Eletr?nica de Enfermagem , 2009,
Abstract: A gravidade dos pacientes submetidos à cirurgia de revasculariza o do miocárdio (RM) tem aumentado consideravelmentenas últimas décadas. O objetivo deste estudo de coorte contemporaneo foi identificar o perfil clínico e cirúrgico dos pacientessubmetidos à RM. Os dados foram extraídos do prontuário de 58 pacientes internados num hospital de referência emcardiologia de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, no ano de 2006, desde a sua chegada até a alta ou o 7o dia de permanênciana unidade de terapia intensiva (UTI). A idade média foi 65,3+9,7 anos, predominancia do sexo masculino (70,7%),hipertens o arterial sistêmica foi a comorbidade mais prevalente (86,2%), seguida por dislipidemia (60,3%) e diabetes(36,2%). A cirurgia de RM isolada foi realizada em 82,8% da amostra, com circula o extracorpórea em 39,7% das cirurgias.Complica es pós-operatórias ocorreram em 48,3% dos pacientes; a fibrila o atrial (FA) foi a complica o mais frequente(20,7%). Houve associa o entre idade, tempo de permanência na UTI e complica es pós-operatórias (p<0,05). Ospacientes submetidos à RM s o majoritariamente homens, idosos, com fatores de risco clássicos para cardiopatia isquêmica,sendo a FA a complica o mais prevalente. O conhecimento acerca do perfil dos pacientes operados proporciona subsídiospara a enfermagem planejar o cuidado em UTI.
Hipertens o arterial: perfil de saúde dos trabalhadores de enfermagem de um hospital universitário
Annelita Reiners Almeida Oliveira,Aldenan Corrêa da Costa Lima Ribeiro,Anna Lucia de Arruda Gawlinski,Luce Marina Corrêa da Costa Freires
Texto & Contexto - Enfermagem , 2004,
Abstract: Estudio cuyos propósitos fueron identificar lo perfil de salud dos trabajadores de enfermería de un hospital universitario en Cuiaba Brasil y investigar o conocimiento que los trabajadores tenían sobre la hipertensión. El total de los participantes representó maís de 70% de los trabajadores de enfermería del hospital. La mayoría presentaba hábitos de vida saludable, mas no tenía lo hábito de verificar a presión arterial regularmente y estaba con el peso supuesto arriba de lo normal. Concluimos que la hipertensión arterial es un serio problema de salud entre los trabajadores de enfermería del hospital pesquisado, evidenciado no apenas por sus valores de presión arterial fuera dos niveles considerados normales, mas también por observarmos en sus características demográficas, antropométricas y comportamientos de salud, dados que contribuyen para lo surgimiento y agravamiento de la hipertensión arterial
Perfil dos profissionais de enfermagem que atuam em maternidades em Londrina, PR
Maria Angélica Motta da Silva Esser,Fabiana Villela Mamede,Marli Villela Mamede
Revista Eletr?nica de Enfermagem , 2012,
Abstract: A redu o da mortalidade materna é um dos indicadores de saúde cujo elemento principal é a assistência de qualidade ao parto e nascimento. Este estudo teve como objetivo caracterizar os profissionais de enfermagem que atuam na assistência ao parto. Trata-se de um estudo descritivo, com abordagem quantitativa, realizado em três maternidades, junto a 63 profissionais de enfermagem. Os resultados mostram que há predominancia de profissionais de nível médio. Apesar da maioria das enfermeiras possuir especializa o em obstetrícia, estas referem desempenhar papel burocrático e pouco assistencial. Além da especialidade, a enfermeira deve se fundamentar nas competências essenciais para a enfermagem obstétrica. Observou-se pouca participa o dos profissionais em curso e eventos na área da saúde da mulher. Concluiu-se que há necessidade de implementa o de cursos de capacita o com o objetivo de incentivar a es preconizadas para diminuir os índices de mortalidade materna, melhorando a assistência prestada às mulheres e a seus filhos.
Perfil epidemiológico do trauma ocular penetrante antes e após o novo código de transito  [cached]
Silber Paulo Caldas,Souza Luciene Barbosa de,Tongu Maira Tiyomi Sacata
Arquivos Brasileiros de Oftalmologia , 2002,
Abstract: Objetivo: Comparar o perfil epidemiológico dos pacientes com trauma ocular penetrante (TOP) antes e após a regulamenta o do novo código de transito. Métodos: Estudo retrospectivo de 253 pacientes com TOP examinados na Se o de Trauma Ocular (UNIFESP) de janeiro de 1997 a abril de 1999. Os pacientes foram divididos em dois grupos: Grupo I, pacientes com trauma ocular antes da implanta o do novo código; Grupo II, história de trauma após sua implanta o. Os pacientes foram avaliados em rela o a diferentes aspectos do trauma e exame oftalmológico. Resultados: Os achados epidemiológicos em rela o à idade, sexo e ra a foram similares em ambos os grupos. No grupo I, os pacientes entre 21 e 50 anos apresentaram distribui o similar quanto à etiologia do trauma, ao passo que no grupo II, no mesmo intervalo de idade, predominaram os acidentes automobilísticos. Em rela o ao uso do cinto de seguran a, 60% e 92% dos pacientes n o estavam usando o cinto, nos grupos I e II, respectivamente. 60% dos pacientes no grupo II mencionaram consumo de álcool, contra 40%, no grupo I. Conclus o: Apesar das medidas de impacto tomadas pelo governo para controlar os acidentes, os danos do trauma ocular continuam relacionados a fatores passíveis de preven o, como o uso do cinto de seguran a e consumo de álcool.
Puericultura em Enfermagem: perfil e principais problemas encontrados em crian as menores de um ano Puericultura en Enfermería: perfil y principales problemas encontrados en menores de un a o Childcare in Nursing: profile and main problems found in children less than one year  [cached]
Daiane Porto Gauterio,Denise de Azevedo Irala,Marta Regina Cezar-Vaz
Revista Brasileira de Enfermagem , 2012, DOI: 10.1590/s0034-71672012000300017
Abstract: Estudo descritivo exploratório que teve por objetivos descrever o perfil da popula o menor de um ano atendida na consulta de enfermagem em Puericultura em uma Unidade Básica de Saúde, em Rio Grande-RS, e avaliar a associa o entre situa o nutricional e presen a de candidíase oral, candidíase perineal e dermatite irritativa das fraldas. A amostra foi constituída por 96 prontuários das crian as menores de um ano que realizaram consulta de enfermagem em puericultura. A maioria das crian as era do sexo feminino e encontrava-se eutrófica; todas as que necessitaram de avalia o pediátrica foram encaminhadas; a dermatite irritativa das fraldas foi a altera o mais frequente e esteve associada à situa o nutricional desfavorável; o aleitamento materno foi realizado, no máximo, até o sétimo mês de vida do bebê. O estudo aponta a necessidade de sensibilizar a popula o a respeito da importancia da puericultura para a preven o de agravos e promo o da saúde das crian as. Estudio descriptivo-exploratorio que tuvo como objetivo describir el perfil de la población con edad menor que un a o, atendida en una consulta de enfermería en el Cuidado del Ni o en una Unidad Básica de Salud, en Rio Grande (RS), y evaluar la asociación entre el estado nutricional y la presencia de candidiasis bucal, candidiasis perineal y dermatitis causadas por pa ales. La muestra se ha constituido por 96 relatos clínicos de los ni os menores de un a o que realizaron consulta de enfermería en el Cuidado del Ni o. La mayoría de los ni os eran del sexo femenino y estaban bien nutridos; todos los que necesitaron de evaluación pediátrica fueron encaminados; la dermatitis causada por el uso de pa ales fue la alteración más frecuente y estaba asociado con el estado nutricional desfavorable; la lactancia materna fue realizada, hasta el séptimo mes de vida del bebé. El estudio pone de relieve la necesidad de sensibilizar la población acerca de la importancia del Cuidado del Ni o para la prevención de enfermedades y promoción de la salud de los ni os. Descriptive exploratory study that aimed to describe the profile of a population less than one year old of age, assisted in the nursing appointment in Childcare at a Health Basic Unit, in Rio Grande-RS; and to evaluate the association between the nutritional situation and the presence of oral candidiasis, perineal candidiasis and irritative dermatitis due to the diapers. The sample was constituted by all the children's charts (96 overall) who were less than one year old and who were assisted in a nursing appointment in Childcare. Most of the children w
Diagnósticos de enfermagem identificados em famílias em situa o de acompanhamento hospitalar utilizando o modelo Calgary  [cached]
Selma Rodrigues Alves Montefusco
Revista Eletr?nica de Enfermagem , 2008,
Abstract: A família assume significado especial para o bem-estar e a saúde de seus membros, desta forma, os enfermeiros devem considerar a família dos pacientes como parte integrante da unidade de cuidado. Este estudo tem o objetivo de analisar o perfil de diagnósticos de enfermagem identificados junto a famílias em situa o de bacompanhamento de pessoas hospitalizadas para tratamento e doen as cr nicas n o-transmissíveis, utilizando o Modelo Calgary de Avalia o. Estudo descritivo realizado na clínica médica de um hospital escola da regi o centro-oeste, de janeiro a junho de 2006. Foram incluídas 12 famílias que estavam acompanhando pacientes no período de coleta de dados, que concordaram em participar mediante assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido. A pessoa internada e seus familiares foram tomados como unidade participante da pesquisa. Os encontros foram gravados e a entrevistas transcritas. A declara o diagnóstica foi realizada com base na Taxonomia II da North American Nursing Diagnosis Association, vers o 2005-2006. Os achados foram discutidos focalizando os títulos diagnósticos, fatores relacionados e características definidoras à luz do Modelo Calgary de Avalia o. Foram encontradas 12 categorias diagnósticas, sendo nove reais e três de risco, totalizando 49 diagnósticos de enfermagem. N o foram detectados diagnósticos de bem-estar. O número de diagnósticos variou de dois a sete, sendo a média de diagnósticos por família foi quatro. Foram identificados por ordem de freqüência com os seguintes diagnósticos: tens o devido ao papel de cuidador (100%), comunica o verbal prejudicada (75%), manuten o do lar prejudicada (66%), processos familiares interrompidos (66%), intera o social prejudicada (25%), paternidade prejudicada (16,6%) e risco para intera o social prejudicada (16,6%). Com ocorrência menor que 10% foram identificados: enfrentamento familiar incapacitado, paternidade e maternidade prejudicada, risco para infec o e processos familiares disfuncionais: alcoolismo. Embora n o esteja incluído na Taxonomia da North American Nursing Diagnosis Association, foi identificado risco para infesta o em uma família. Este perfil denota problemas de desenvolvimento e funcionamento das famílias participantes do estudo, sendo alguns deles anterior ao processo de hospitaliza o e outros agravados ou causados pela situa o de interna o. Os enfermeiros precisam estar atentos às famílias que est o sob os seus cuidados, cabendo-lhes desenvolver estratégias compartilhadas com toda a equipe multidisciplinar, para evitar que o adoecimento de um fami
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.