oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
LETRAMENTO NA EDUCA O DE PESSOA COM SURDEZ: GARANTIA DE APROPRIA O DA LINGUAGEM A PARTIR DA PRáTICA SIGNIFICATIVA DA LíNGUA
Alessandra Pereira do Nascimento,Maria do Carmo Rodrigues
Nucleus , 2012,
Abstract: This article aims to discuss the importance of literacy in education of person with deafness as a guarantee of appropriation of the language from the language practice signifier. It was this work emphasize the literacy as a "starting point" in the process of transmitting knowledge and promotion of social and cognitive development of deaf emphasizing its implications in the process of literacy in contrast possibilities and existing resources in the process that facilitate literacy of pupils with deafness, making enjoyable and possible learning effectively and significant psychosocial, considering the situation of the deaf and condition bilingual and bicultural curriculum.O presente artigo tem como objetivo discutir a importancia do letramento na educa o de pessoa com surdez como garantia de apropria o da linguagem a partir da prática significante da língua. Procurou-se neste trabalho enfatizar o letramento como um “ponto de partida” no processo de transmiss o de conhecimento e promo o do desenvolvimento cognitivo e social do surdo ressaltando as suas implica es no processo de alfabetiza o em contrapartida as possibilidades e recursos existentes no processo que facilitam o letramento de alunos com surdez, tornando prazerosa e possível a aprendizagem de forma efetiva e significativa, considerando a situa o psicossocial do surdo e, principalmente, sua condi o bilíngue e bicultural.
Letramento e surdez: a língua de sinais como mediadora na compreens o da notícia escrita
Andréa da Silva Rosa,Luciana Cristina Trevizanutto,Leonardo Fernandes Souto,Maria Alice Andrade de Souza Descardeci,Carmi Ferraz Santos,Louren?o Ocuni Cá,Adriana Almeida Sales de Melo,Renilson Rosa Ribeiro
ETD : Educa??o Temática Digital , 2002,
Abstract: O presente artigo tem como objetivo discutir a constitui o da língua de sinais como mediadora para a compreens o do português escrito para leitores surdos n o alfabetizados. Procuramos, neste trabalho, abordar a notícia, como unidade de texto que se constitui através de determinadas rela es como acontecimento da cidade. Enquanto projeto de busca de significado, a leitura de jornais em língua de sinais foi geradora de novas experiências para os leitores surdos, através da apropria o e transforma o de significados das notícias impressas, o leitor surdo se constitui autor e produtor de seu próprio texto. This article aims to discuss how sign language mediates the understanding of written Portuguese for deaf non-literate readers. In this paper, we discuss news matter as text unit, constituted by means of certain relationships between the deaf reader and events occurring in the environment. As a project which intends to seek meaning, reading the paper in sign language generated new experience for deaf readers, though the appropriation and transformation of meaning of printed news, deaf readers can become authors and producers of their own texts. Keywords Língua de sinais --- Notícias --- Letramento --- Sign language --- News --- Literacy
Análise do conhecimento de professores atuantes no ensino fundamental acerca da linguagem escrita na perspectiva do letramento Knowledge analysis of teachers working in elementary school on the written language from the perspective of literacy proficiency  [cached]
Ana Paula Berberian,Kyrlian Bartira Bortolozzi,Giselle Massi,Angela Regina Biscouto
Revista CEFAC , 2013,
Abstract: OBJETIVO: analisar o conhecimento que um grupo de professores inseridos na rede pública do ensino fundamental tem sobre concep es de escrita e sobre o conceito de letramento. MéTODO: os dados foram obtidos por meio da aplica o de questionário abrangendo forma o profissional e conhecimento acerca da linguagem escrita e do letramento. Os questionários foram respondidos por escrito e individualmente, após assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido. A análise estatística dos resultados foi realizada a partir do Teste de Fisher, ao nível de significancia de 0,05 e do Teste qui-quadrado, ao nível de significancia de 0,05. RESULTADOS: n o houve diferen a significante entre o conhecimento dos professores acerca da concep o de linguagem escrita, letramento, alfabetiza o e dos motivos que levaram a incorpora o do conceito de letramento no sistema educacional e o período de forma o no magistério. Predominou, entre os professores, uma concep o de linguagem como código/instrumento e representa o da fala (80%). Apesar de 80% dos professores terem realizado leitura de textos acerca do letramento e 84,8% identificar diferen as entre esse conceito e a alfabetiza o, apenas 12% estabeleceu adequadamente tal diferencia o. CONCLUS O: há restri es quanto ao conhecimento dos professores sobre concep es da escrita e, portanto, limita es para o estabelecimento de associa es teórico-práticas efetivas para a promo o de práticas de leitura e escrita significativas, junto ao processo de ensino/aprendizagem da língua portuguesa nas séries iniciais do ensino fundamental. O estudo oferece elementos para o delineamento de propostas formuladas no campo da Fonoaudiologia voltadas à educa o que objetivem a socializa o de conhecimentos e a promo o do letramento. PURPOSE: to analyze the knowledge of a group of teachers inserted in public elementary school about concepts related to written language and literacy proficiency. METHOD: data were collected through a questionnaire covering training and knowledge of written language and the concept of literacy proficiency. After signing an informed consent, people answered questionnaires individually. The statistical analysis was performed from Fisher's test at significance level of 0.05 and the Chi-squared test significance level of 0.05. RESULTS: there was no significant difference between teachers' knowledge about the concept of written language, literacy, literacy proficiency, the reasons that led to the concept of literacy incorporation in the educational system and the period of teacher training. It was predom
Práticas de letramento crítico na forma o de professores de línguas estrangeiras Critical literacy practices in foreign language teachers education  [cached]
Elzimar Goettenauer de Marins Costa
Revista Brasileira de Linguística Aplicada , 2012,
Abstract: O MEC vem nos últimos anos investindo em medidas que visam a dar um norte ao ensino regular, tomando como base estudos acadêmicos desenvolvidos no ambito do ensino e da aprendizagem e levando em considera o as mudan as socioculturais geradas pela globaliza o e pelo avan o da tecnologia. Constata-se, no entanto, uma defasagem entre as concep es de educa o e de linguagem subjacentes aos PCN, às OCEM e a outras iniciativas, como o PNLD, por exemplo, e sua implementa o posta em prática na Educa o Básica. No caminho a ser trilhado para diminuir essa defasagem, uma quest o crucial se imp e: as concep es teórico-metodológicas que fundamentam as referidas iniciativas precisam repercutir significativamente na forma o inicial e continuada para poderem repercutir na atua o dos professores na sala de aula do ensino regular. Partindo desse pressuposto, discuto neste artigo as implica es da incorpora o de práticas de letramento crítico na forma o inicial de professores de línguas estrangeiras. The Ministry of Education has been investing on measures which attempt at guiding regular school teaching, taking into account academic studies developed in the teaching and learning area as well as the socio-cultural changes generated by globalization and technological advances. In spite of that, it is observed that there is a gap between the conceptions of education and language matters in the National Curricular Parameters (PCN), the Curricular Guidance for Secondary School (OCEM) and other initiatives, such as the National Plan for Didactic Books (PNLD), for example, and its implementation in Primary Education. In the path to be followed towards diminishing this gap, a crucial issue is raised: the theoretical-methodological conceptions which set up the referred initiatives must reverberate meaningfully in initial and continuing education in order for them to do so in the performance of teachers in regular school classrooms too. Therefore, starting from this assumption, this article aims at discussing the dilemmas and the implications of the incorporation of critical literacy practices in the initial education of foreign language teachers.
Letramento e surdez: a visualiza o das palavras/Literacy and deafness: visualization of word’s
Zilda Maria Gesueli,Lia de Moura,Andréa da Silva Rosa,Gladis Perlin,Paula Michelle da Silva Pereira,Vanessa Regina de Oliveira Martins,Ronice Muller de Quadros,Sandra Patrícia de Faria,Tanya Amara Felipe,Fernando C. Capovilla,Alessandra G. S. Capovilla,Luis E. Behares,Karin Lilian Strobel,Lilian Cristine Ribeiro Nascimento,Regina Maria de Souza,Marianne Rossi Stumpf,Myrna Salerno Monteiro
ETD : Educa??o Temática Digital , 2006,
Abstract: Este trabalho prop e um novo olhar sobre o processo de letramento de alunos surdos e sobre a no o de texto, enfatizando a importancia do aspecto visual da leitura-escrita como um fator constitutivo desse processo. Dada a característica visual da língua de sinais, a imagem apresenta-se de forma significativa no processo de constru o de conhecimento desses alunos. A língua de sinais constitui-se como tra o identitário co-relacionado à cultura, portanto, o dizer na língua de sinais constitui a base para o encontro com o objeto escrito na sala de aula. Neste contexto, torna-se necessário, portanto, refletir sobre a concep o de texto e nos distanciarmos da no o de escrita como representativa da oralidade, o que nos afasta de uma concep o grafocêntrica da escrita e nos leva a considerar as a es que se fazem com e sobre a língua (no caso, o português escrito) como práticas discursivas. Nesta perspectiva, o letramento visual apresenta-se como um fator de extrema relevancia no processo de escolariza o de surdos. This study proposes a new way of looking at deaf students’ processes of literacy and their notions of text, highlighting the importance of the visual aspect of reading/writing as a constituent factor in said process. Because of the visual characteristic of sign language, images are meaningful modes in the process of construction of knowledge. Sign language becomes a mark of identity permeating deaf culture, in such a way that the discourse of sign language constitutes the basis for the encounter with writing in the classroom. So, in this context we must both think about concepts of texts and move away from the notion that writing represents oral language. In this way we abandon a graphocentric conception of writing, in favor of considering discursive practices involving language (in this case, written Portuguese). In this approach, visual literacy becomes extremely relevant in the schooling process of the deaf. Keywords Linguagem --- Surdez --- Letramento visual --- Language --- Deafness --- Visual literacy
A modalidade de Educa o de Jovens e Adultos (EJA) em perspectiva: práticas escolares de letramento e forma o de professores(as)  [cached]
Karina Klinke,Helenise Sangoi Antunes
Educa??o : Revista do Centro de Educa??o UFSM , 2008,
Abstract: Este ensaio traz reflex es sobre a forma o continuada de professores(as) para a alfabetiza o na modalidade de Educa o de Jovens e Adultos (EJA) e sobre as práticas de letramento nesta modalidade de ensino, através da análise de experiências vivenciadas nas escolas municipais e estaduais de Santa Maria/RS, a partir de projetos de pesquisa e extens o desenvolvidos no Grupo de Estudos e Pesquisas Forma o Inicial, Continuada e Alfabetiza o (GEPFICA) e no Grupo de Estudos e Pesquisas em Leitura, Escrita e Literatura: história, políticas e ensino (GEPLEL), durante o biênio 2005-2006. Para sua composi o foram analisadas conversas mantidas com professoras e professores em forma o continuada, que atuam nesta modalidade em ambos os sistemas de ensino. A análise está fundamentada no campo sociológico, desenvolvendo-se as perspectivas de arbitrário cultural e capital social presentes na obra de Pierre Bourdieu bem como em autores tais como Nóvoa (1992), Esteves e Rodrigues (1993), Santos (1995), Moita (1995), Behrens (1996), Tardif (2000; 2002), Antunes (2001) e Soares (2003) que trazem uma reflex o sobre as possibilidades de uma forma o de professores para a prática do letramento escolar de jovens e adultos no sentido de atenuar a exclus o social desses sujeitos. Palavras-chave: Práticas escolares. Forma o de professores. Educa o de Jovens e Adultos.
FAMíLIA E SURDEZ: ALGUMAS CONSIDERA ES SOBRE O IMPACTO DO DIAGNóSTICO E A NECESSIDADE DE ORIENTA O  [cached]
Tatiana Lebedeff
Revista Educa??o Especial , 2012, DOI: 10.5902/1984686x5197
Abstract: O artigo versa sobre o impacto do diagnóstico da surdez na família, levando em considera o as conseqüências deste diagnóstico no comportamento parental e nas rela es dos pais com os outros membros da família. Mostra a necessidade da interven o precoce no seio familiar e aponta alternativas de apoio e orienta o para as famílias.
Convergência e divergência na conex o entre gênero e letramento: novos avan os  [cached]
Stromquist Nelly P.
Educa??o e Pesquisa , 2001,
Abstract: Este artigo examina as hipóteses teóricas e os resultados empíricos de três perspectivas distintas que orientam a pesquisa em alfabetiza o de adultos. é baseado em uma revis o da literatura recente sobre o tema, cuja maior parte apareceu em livros e periódicos em língua inglesa. As perspectivas s o: alfabetiza o como uma habilidade básica descontextualizada; alfabetiza o como prática social imersa em condi es locais (letramento); e alfabetiza o (letramento) como ferramenta para o empowerment individual e coletivo, especialmente de mulheres. As divergências encontradas referem-se: ao conceito de alfabetiza o/letramento, ao potencial atribuído à alfabetiza o para o desenvolvimento nacional e melhoria das condi es sociais, à possibilidade de uma medida padronizada válida das habilidades de alfabetiza o, ao papel dos mediadores no processo de alfabetiza o e ao poder do contexto na determina o do letramento como uma prática estável. As convergências existem ao se considerar os programas de alfabetiza o como de difícil implementa o e carentes de comprometimento político a longo prazo, de capacita o adequada de professores e de recursos financeiros apropriados aos objetivos declarados de alfabetiza o. Da perspectiva do empowerment de mulheres, o conteúdo das mensagens letradas e a necessidade de suporte multissetorial s o cruciais. Taxas de analfabetismo est o decaindo lentamente em todo o mundo, mas o número absoluto daqueles incapazes de ler ou escrever está aumentando. Mulheres continuam a representar dois ter os dos analfabetos. Condi es atuais de pobreza e os mecanismos implantados para conter suas manifesta es trabalham contra a participa o dos alunos de programas de alfabetiza o e contra a subsequente aplica o das habilidades de alfabetiza o à vida cotidiana.
Forma o Continuada de Professores Alfabetizadores: uma avalia o do Programa Pró-Letramento
Márcia Aparecida Alferes,Jefferson Mainardes
Meta : Avalia??o , 2012,
Abstract: Este artigo apresenta uma análise da concep o e gest o do Programa Pró-Letramento, implantado pelo Governo Federal a partir de 2005. O referido Programa destina-se à forma o continuada de professores alfabetizadores nas áreas de Alfabetiza o/Linguagem e Matemática. O objetivo da pesquisa foi avaliar, em uma perspectiva crítica, os principais aspectos relacionados à concep o e gest o do programa e as concep es nele subjacentes. Utilizou-se como referencial teórico a abordagem do ciclo de políticas (BOWE; BALL; GOLD, 1992; BALL, 1994) e contribui es de autores que fundamentam concep es de alfabetiza o e letramento em uma perspectiva crítica (SOARES, 1998, 2002). Argumenta-se que o Programa Pró-Letramento é uma medida necessária, mas n o suficiente para uma promo o efetiva da qualidade da educa o oferecida às classes trabalhadoras, que demanda o encaminhamento de uma série de outras a es que ultrapassam a forma o continuada dos professores.
Os mediadores das práticas de letramento de professores em forma o inicial
Ana Lúcia Guedes-Pinto
Linguagem em (Dis)curso , 2008,
Abstract: Tomando como base a gera o de dados proporcionada pela pesquisa “Forma o do professor: processos de retextualiza o e práticas de letramento”, focalizo o processo de apropria o da prática de leitura vivenciado pelos professores em forma o inicial. Nas narrativas de memórias sobre suas experiências pessoais da infancia, da juventude e da contemporaneidade do curso de Pedagogia, identificamos indícios de como esses sujeitos se inseriram nas práticas de letramento das quais se apropriaram ao longo de seus percursos. Nesse processo de inser o no mundo da escrita, conforme narrado pelos professores, emergem diversos mediadores de suas práticas leitoras. Tendo como referência teórico-metodológica do trabalho de campo a História Oral, os princípios da etnografia e assumindo a abordagem dos Estudos do Letramento e da História Cultural, procuro identificar esses diferentes mediadores e discutir seu papel no percurso de forma o do profissional do ensino. Considerando, portanto, a memória de leituras narradas e o que elas nos trazem de conhecimento acerca dos variados personagens que co-protagonizaram suas histórias, busco apontar possibilidades de trabalho com rela o à forma o de professores.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.