oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Uma análise crítica do arcabou?o teórico do SFAS 133: accounting for derivative and hedging activities
Lopes, Alexsandro Broedel;
Caderno de Estudos , 1999,
Abstract: este trabalho realiza uma analise critica do arcabou?o teórico do statement for financial accouting standards (sfas 133): accouting for derivative instruments and hedging activities. inicialmente é feita uma compara??o com o corpo teórico existente para em seguida ser desenvolvida a analise das principais contribui??es deste pronunciamento. as conclus?es refletem uma série de evolu??es no sentido de trazer para a contabilidade informa??es mais relevantes menos presas a conven??o de objetividade. o custo como base de valor n?o é considerado como representativo para o reconhecimento destes produtos. o sfas 133 representa uma grande evolu??o em termos conceituais e práticos. no entanto. comete algumas falhas ao n?o mencionar o disclosure quantitativo e n?o realizar urna analise cm eficácia do hedgedentro da perspectiva da entidade como um todo. este pronunciamento abre uma serie de perspectivas para pesquisas futuras. principalmente sob o aspecto positivo e a utiliza??o de técnicas quantitativas.
Contabiliza??o de opera??es com derivativos: uma compara??o entre o SFAS no 133 e o arcabou?o emanado pelo COSIF
Lopes, Alexsandro Broedel;Carvalho, Luiz Nelson G;
Caderno de Estudos , 1999, DOI: 10.1590/S1413-92511999000100004
Abstract: o objetivo deste artigo e realizar uma analise comparativa dos principais aspectos da contabiliza??o das opera??es com instrumentos financeiros derivativos, comparando o arcabou?o emanado pelo plano contábil das institui??es do sistema financeiro nacional e o statement of financial accounting standards - sfas no 133, accounting for derivative instruments and hedging activities. após algumas considera??es de caráter conceituai, para corroborar o restante da explana??o, as principais diferen?as entre estes dois pronunciamentos s?o apresentadas com enfoque especial ao reconhecimento das opera??es com derivativos como ativos ou passivos das entidades envolvidas e as suas respectivas mensura??es pelo fair value. as principais conclus?es deste artigo apontam para a melhora sensível no conteúdo informativo das demonstra??es contábeis, gra?as ao reconhecimento destes derivativos. a mensura??o pelo fair value. apesarde trazer um grau maior de subjetividade ao processo contábil, em muito contribui para altera??o significativa da qualidade do mesmo. o trabalho n?o se ocupa de uma defini??o rigorosa da opera??o destes produtos, nem de seus aspectos de precifica??o e gest?o de risco, ficando restrito à abordagem contábil sem defini??es de caráter tributário
Arcabou o Estrutural da Ilha cristalina de Rivera (Uruguai) e sua implica o na potencialidade mineral  [cached]
Quadros Telmo F. P. de,Koppe Jair C.,Strieder Adelir J.,Costa Jo?o Felipe C. L.
Rem: Revista Escola de Minas , 2002,
Abstract: A Ilha Cristalina de Rivera, situada no extremo norte do Uruguai, constitui uma janela do embasamento pré-cambriano, circundada por sedimentos da bacia do Paraná. Essa regi o, apesar de ter pequena dimens o, possui fundamental importancia geoecon mica na Republica Oriental do Uruguai, por possuir diversas ocorrências minerais de ouro, especialmente em veios de quartzo e uma mina de ouro em atividade (Mina San Gregório). Esse trabalho apresenta uma análise a respeito do arcabou o estrutural dessa regi o, com base em levantamentos estruturais, aerogeofísicos e imagens de satélite. A partir desses elementos geológicos, o controle estrutural das ocorrências auríferas e do depósito de ouro é avaliado em escala local e regional. Com base na organiza o estrutural regional, é avaliado o potencial mineral comparativo entre os setores oeste e leste da Ilha Cristalina de Rivera.
Arcabou o teórico para os estudos de governan a corporativa: os pressupostos subjacentes à teoria da agência A theoretical framework for corporate governance studies: agency theory assumptions  [cached]
Laíse Ferraz Correia,Hudson Fernandes Amaral
Rege : Revista de Gest?o , 2008,
Abstract: O propósito deste ensaio consiste em fornecer uma contribui o para o desenvolvimento e fundamenta o da pesquisa em governan a corporativa, mediante a apresenta o dos pressupostos subjacentes à Teoria da Agência, que constitui um dos arcabou os teóricos mais utilizados nos estudos sobre o tema, mas que é, muitas vezes, abordado de forma incompleta. Assim, este trabalho buscou preencher um pouco essa lacuna nos estudos de governan a, mediante a discuss o dos principais pilares da Teoria da Agência, isto é, as suposi es acerca do comportamento dos indivíduos nas organiza es; a reparti o das etapas do processo decisório, que se traduz na delega o de autoridade aos administradores (agentes); a importancia do conhecimento específico; os custos de agência oriundos da distribui o do poder de decis o a indívíduos racionais, que detêm o conhecimento requerido pela organiza o; e os mecanismos de controle do comportamento dos administradores. A partir dos elementos essenciais dessa teoria, s o desenvolvidos os mecanismos de governan a corporativa, os quais visam melhorar a performance das firmas. The agency theory, an important theoretical framework in the area of corporate governance, was discussed as a contribution for development of this subject. The foundations, assumptions and building blocks of the agency theory, frequently used in research on this subject, are often only partially addressed. An effort was made to bridge this gap in governance studies by discussing pillars of the agency theory, that is to say, assumptions about the nature of human behavior in organizations, the way organizations allocate steps in the decision making process across agents, the relevance of specific knowledge required , the agency costs arising from diffusion of decision functions among rational agents with the specific knowledge required, and decision control mechanisms for opportunistic behavior of agents, were included. These essentials of the agency theory constitute the foundation for constructing corporate governance mechanisms directed to improved management and performance
O ambiente das díades de canalde marketing: um arcabou?o para análises comparativas
Revista de Administra??o de Empresas , 2006, DOI: 10.1590/S0034-75902006000300014
Abstract: the political economy framework for the comparative analysis of marketing channel dyads proposed by stern and reve (1980) focused mainly on relationships between channel members. this article extends the political economy framework by indicating how environmental factors (i.e., factors external to a dyad) might influence and affect the structure and processes of the dyad. when combined with the original article by stern and reve, the resulting overall perspective should provide a comprehensive basis for theory development and research in the marketing channel area.
O ócio como um direito perpassado pela educa o  [cached]
Eliane Juraski Camillo
Reflex?o & A??o , 2011,
Abstract: O presente texto tem por intuito trazer à tona a quest o do ócio e seu arcabou o teórico, entendido como um direito perpassado pela educa o, procurando tecer uma reflex o acerca do estado da arte do mesmo em uma sociedade que vive uma situa o de desequilíbrio em rela o ao mesmo, onde o pêndulo histórico parece estar pendido em favor do trabalho. é papel da educa o, pois, reverter essa situa o, possibilitando que o homem seja visto como um todo, n o apenas como um par de bra os para o trabalho. Abstract The present text has for intention to bring the question of the leisure and its theory, understood as a right crossed for the education, looking for to weave a reflection concerning the state of the art of the same in a society that the same lives a situation of disequilibrium in relation, where the historical pendulum seems to be hung for the work. It is paper of the education, therefore, to revert this situation not only, making possible that the man is seen as a whole, as a pair of arms for the work.
SOBRE O ESTADO DE NATUREZA E O ESTADO CIVIL: UM DIáLOGO ENTRE THOMAS HOBBES E IMMANUEL KANT  [cached]
Andreza Barreto Leit?o
Fides : Revista de Filosofia do Direito, do Estado e da Sociedade , 2010,
Abstract: No presente trabalho, busca-se trazer à luz as rela es entre Estado, Sociedade Civil e garantias de liberdade tendo em vista a evolu o do pensamento político a esse respeito. Para tanto, tomou-se como parametro a passagem do estado de natureza ao estado civil segundo as concep es de Thomas Hobbes e de Immanuel Kant, levando-se em considera o as influências e os respectivos contextos históricos em que os arcabou os teóricos de cada autor foram erigidos. O primeiro deles veria tal passagem como fruto de um cálculo interessado, o segundo, como resultado de um dever-ser.
Projetos sociais de empresas no Brasil: arcabou o conceitual para pesquisas empíricas e análises gerenciais Corporate social projects in Brazil: conceptual framework for empirical research and management analyses
Renata Buarque Goulart Coutinho,Teresia Diana L. v. A. de Macedo-Soares,José Roberto Gomes da Silva
Revista de Administra??o Pública , 2006, DOI: 10.1590/s0034-76122006000500002
Abstract: Este artigo apresenta o arcabou o conceitual desenvolvido como parte de uma pesquisa com vistas à investiga o dos modelos de gest o adotados por empresas no Brasil, na condu o de seus projetos sociais, sua adequa o às características dos projetos e as implica es para sua efetividade e sustentabilidade. Foi feita uma extensa revis o da literatura, a fim de identificar conceitos e construtos que pudessem apoiar a constru o do arcabou o. Foi identificada também a intera o de diversos fatores que podem trazer implica es para a efetividade dos projetos e para a sustentabilidade. A partir das recomenda es de Kerlinger (1973) para operacionaliza o de conceitos, foram definidos os principais construtos adotados na pesquisa, posteriormente desmembrados em dimens es, às quais, por sua vez, foram atribuídos indicadores. E, por fim, foi visto como o arcabou o resultante pode ser utilizado na condu o de pesquisas empíricas sobre projetos sociais desenvolvidos por empresas no Brasil e também sua importancia para os gestores de projetos, na análise da adequa o entre os diversos fatores intervenientes, com vistas a uma maior efetividade e sustentabilidade dos resultados. This article presents a conceptual framework which was developed as part of a research aimed at investigating management models adopted by firms in Brazil to conduct their social projects, how they fit project characteristics, and the implications for their effectiveness and sustainability. Firstly, the article shares the results of a wide-range review of the literature, undertaken to identify concepts and constructs which could support the building of the framework. The research also identifies the interaction of various factors that may have implications for project effectiveness and sustainability. Based on Kerlinger's (1973) recommendations regarding concept operationalization, a description is made of how the main constructs adopted in the research were defined. These were then broken down into dimensions, to which indicators were attributed. An explanation is given of how the resulting framework can be used to guide empirical research into social projects developed by firms in Brazil, and also its importance for project managers in their analyses of the fit between various intervening factors, in order to ensure the greater effectiveness and sustainability of results.
O Paradigma Anarquista Em Educa o  [cached]
Sílvio Gallo
Nuances : Estudos sobre Educa??o , 2009,
Abstract: Este artigo procura explorar as possibilidades de se pensar o arcabou o teórico do Anarquismo como paradigma para análise da educa o contemporanea. Para tanto, apresenta os princípios gerais de sua filosofia política, tratando-o como um princípio gerador, mais do que uma doutrina propriamente dita. Em um segundo memento, procura aplicar esses princípios a quest es educacionais, defendendo a emergência e a fecundidade de uma Filosofia da Educa o de cunho libertário.
Estrutura o de Unidade de Gest o de Riscos Operacionais em Bancos: O Caso de um dos Maiores Bancos Atuantes no Brasil  [cached]
Fábio Claro Coimbra,Emerson Ant?nio Maccari,Edison Fernandes Polo
Revista de Finan?as Aplicadas , 2010,
Abstract: A Resolu o 3.380 do Banco Central do Brasil, de 29 de junho de 2006, determinou que, até o final de 2007, todas as institui es autorizadas a funcionar pela referida Autarquia tivessem implementado estrutura de gerenciamento do risco operacional, representando mais um passo no processo de ades o do Brasil ao Novo Acordo de Capitais da Basileia. Esta pesquisa teve como propósito estudar o processo de estrutura o de unidade de gest o de riscos operacionais em bancos. De modo a atingir o objetivo proposto, foi realizado estudo de caso exploratório-descritivo de um banco escolhido em fun o de sua representatividade no setor financeiro nacional. Os resultados da pesquisa sugerem que o referencial teórico sobre estruturas organizacionais pode ser muito útil na estrutura o de unidades de gest o de riscos operacionais em bancos, devido ao fato do arcabou o conceitual sobre unidades de gest o de riscos operacionais ainda ser muito incipiente.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.