oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
As pesquisas denominadas "estado da arte"
Ferreira Norma Sandra de Almeida
Educa??o & Sociedade , 2002,
Abstract: Nos últimos quinze anos, no Brasil e em outros países, tem se produzido um conjunto significativo de pesquisas conhecidas pela denomina o "estado da arte" ou "estado do conhecimento". Definidas como de caráter bibliográfico, elas parecem trazer em comum o desafio de mapear e de discutir uma certa produ o acadêmica em diferentes campos do conhecimento, tentando responder que aspectos e dimens es vêm sendo destacados e privilegiados em diferentes épocas e lugares, de que formas e em que condi es têm sido produzidas certas disserta es de mestrado, teses de doutorado, publica es em periódicos e comunica es em anais de congressos e de seminários. Neste artigo levanto e tento responder as seguintes quest es: seria possível fazer um esfor o de interrogar a história a produ o acadêmica sobre determinada área do conhecimento, optando por ler apenas dados bibliográficos e resumos dos trabalhos? O que significa ler esse lugar (catálogos), institui o de divulga o dos trabalhos, tomando-o como fonte documental para um mapeamento da produ o acadêmica, em pesquisas denominadas "estado da arte"?
A natureza interdisciplinar da Comunica o e o novo cenário da produ o de conhecimento  [cached]
Antonio Teixeira de Barros
Ciberlegenda , 2011,
Abstract: O texto analisa a natureza interdisciplinar da Comunica o e as conseqüências da interdisciplinaridade nos estudos teóricos, no desenvolvimento de metodologias de pesquisa e nas práticas comunicativas em si. Destaca a atual interface com a Sociologia do Conhecimento e a rela o entre a produ o de informa es realizada pela mídia e o novo modo de produ o do conhecimento científico, o qual apresenta como característica fundamental a produ o de conhecimento contextualizado, sobretudo o que é produzido pelas áreas tecnológicas e de ciências aplicadas.
SEM MEDO DE [O]USAR: Inclus o digital em campos  [cached]
Maria Mussa Tavares Maria Mussa Tavares Gomes
Vértices , 2010,
Abstract: O debate em torno das modifica es trazidas pelas novas tecnologias tem mostrado que o conhecimento é, cada vez mais, apontado como fator determinante para o estabelecimento ou supera o de desigualdades, de cria o ou elimina o de empregos, de propaga o ou concentra o de bem-estar. Apesar disso, o ingresso na Sociedade da Informa o é uma realidade distante da maioria da popula o mundial. Com o objetivo de debater o conceito de inclus o digital e possíveis modos de efetivá-la, s o examinadas, neste trabalho, duas experiências de inclus o digital em Campos dos Goytacazes: o Projeto Informática Cidad e o Navegar é Preciso.
O paradoxal estatuto do conhecimento jornalístico: entre a desconsidera??o e o protagonismo do saber produzido pelas notícias nas sociedades modernas
Anchieta, Isabelle;
Intercom: Revista Brasileira de Ciências da Comunica??o , 2011, DOI: 10.1590/S1809-58442011000200009
Abstract: the knowledge of journalism debate produces a paradox: on the one hand, it is the most appropriate way to meet the present and historical events in modern societies, on the other hand, is considered insufficient knowledge, fragmented and ideologically committed to the social reality . in this article we ask: which is, after all the place of knowledge generated for journalism in modern society? let's get into the discussion in the context of the crisis of traditional knowledge and science as truth. its effects reach particularly the form of journalism and creates a dilemma: whether journalism can not be legitimized in scientific terms would then be closer to the knowledge based on common sense? for that, compared two theoretical perspectives on knowledge news: the german tobias peucer, seventeenth century, and the american robert park, of the twentieth century. in this comparison we are interested in observing the changes, but especially that which remains in journalistic practices to finally establish the ethics of journalistic knowledge.
O papel da Universidade no contexto da política de Educa o Inclusiva: reflex es sobre a forma o de recursos humanos e a produ o de conhecimento  [cached]
Rosana Glat,Márcia Denise Pletsch
Revista Educa??o Especial , 2010,
Abstract: O presente texto objetiva discutir e apresentar, de forma sucinta, linhas de a o sobre o papel da Universidade na promo o do desenvolvimento psicossocial e educacional de pessoas com deficiências e outras necessidades especiais. Tomando como referência a literatura especializada, aborda quest es voltadas para a forma o de recursos humanos, sobretudo a forma o de professores e a produ o de conhecimento na área de Educa o Especial, adquirido por meio de pesquisas e projetos de extens o, realizados, preferencialmente, em parceria com os agentes educacionais que atuam no campo. Analisa ainda, como essas a es podem influenciar na efetiva o das políticas voltadas para a inclus o escolar, laboral, e social da popula o com deficiências e demais transtornos do desenvolvimento. Palavras-chave: Inclus o escolar e laboral; Forma o de professores; Produ o de conhecimento.
GEST O DO CONHECIMENTO: UMA ANáLISE DAS PESQUISAS BRASILEIRAS DESENVOLVIDAS NA PRIMEIRA DéCADA DO SéCULO XXI
Ewerton Alex Avelar,Eliane Apolinário Vieira,Thiago de Sousa Santos
Perspectivas em Gest?o & Conhecimento , 2011,
Abstract: Este artigo apresenta os resultados de um estudo que visou analisar as pesquisas publicadas sobre o tema “gest o do conhecimento” entre os anos de 2001 e 2010 nos principais periódicos de Administra o conforme a Coordena o de Aperfei oamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). A pesquisa desenvolvida pode ser classificada como exploratória e descritiva, com um caráter inerentemente quantitativo. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva, de análise bibliométrica e de análise sociométrica. No total, foram analisados 32 artigos. Verificou-se uma queda no número de artigos na segunda metade da década estudada, com predominancia dos estudos empíricos de natureza qualitativa sobre os demais. Verificou-se que aproximadamente 91% dos autores publicaram apenas uma vez sobre o tema, um percentual que supera significativamente o estabelecido pela Lei de Lotka (aproximadamente, 60%). Constatou-se, assim, uma produ o dispersa dos autores que trabalham com o tópico gest o do conhecimento. Tal situa o contribui para o baixo valor de densidade das redes de coopera o entre os autores: 0,0236. Destaca-se, ainda, que foram observadas correla es positivas e bastante significativas entre o número de artigos publicados pelos autores e os seus indicadores sociométricos analisados (Grau de Centralidade, Intermedia o e Proximidade). Esse resultado parece destacar evidências empíricas de que inser o de um pesquisador em uma rede de colabora o tende a aumentar a sua produtividade.
O campo religioso brasileiro: pesquisas e produ o do conhecimento – à guisa do crescimento pentecostal
Fábio Alves Ferreira
Revista Espa?o Acadêmico , 2010,
Abstract: Este artigo aponta as mudan as recentes no campo religioso brasileiro e a forma como elas foram captadas pela academia. A produ o acadêmica sobre religi o é intensa e plural. O debate em torno de um possível encantamento, desencantamento e reencantamento, transversalmente cortado pelas idéias de seculariza o e racionaliza o, tem sido basilar em toda a discuss o. O pentecostalismo tem ocupado um lugar privilegiado, sobretudo por seu vertiginoso crescimento e pulveriza o nos espa os públicos e laicos. Tudo isso é uma tentativa de compreender as varia es da religi o na contemporaneidade e a forma em que ela tem se inscrito na história; ainda mais, a maneira como ela modifica a realidade, forja comportamentos e instaura identidades no seio da sociedade brasileira.
Pesquisas sobre Inclus o Escolar: revis o da agenda de um grupo de pesquisa. Research about School Inclusion: the Research Group - GP-FOREESP - trajectory review  [PDF]
Mendes, Enicéia Gon?alves
Revista Eletr?nica de Educa??o , 2008,
Abstract: O presente relato revisa a agenda de investiga es sobre inclus o escolar, do grupo de pesquisa GP-FOREESP (Forma o de Recursos Humanos em Educa o Especial), que integra as atividades de ensino, pesquisa e extens o; de alguns docentes, alunos de gradua o em vários cursos e da Pós-Gradua o em Educa o Especial da UFSCar. Trata-se de uma revis o dos 29 estudos concluídos no ambito do grupo (oito projetos de inicia o científica, onze disserta es de mestrado, cinco teses de doutorado, e seis projetos de grande porte) a fim de oferecer uma descri o racional para o delineamento da agenda de pesquisas do grupo e sintetizar os principais achados e suas implica es práticas. O texto foi organizado de modo a oferecer num primeiro momento uma descri o da constitui o do grupo, a contextualiza o histórica da sua temática atual de investiga o, que é o movimento da inclus o escolar de pessoas com deficiências, com a finalidade de retratar o quadro de referência a partir do qual problematizamos e extraímos nossos problemas de pesquisa. A seguir é desenvolvida uma breve revis o dos estudos organizados em diferentes linhas temáticas sequenciados ao longo do tempo e que compuseram a trajetória da agenda do grupo. Finalizando trazemos algumas conclus es e implica es baseadas nas evidências produzidas em nossas investiga es sobre a inclus o escolar no Brasil.The present report describes the agenda of inquiries about school inclusion of the research group entitled: GP-FOREESP (Study Group: Formation of Human Resources in Special Education), that integrates formation, research and extension activities of some professors, researchers, graduate and undergraduate students enrolled in different courses at Federal University of Sao Carlos - UFSCar. The twenty nine (29) studies concluded in the scope of the group (eight projects of scientific initiation, eleven dissertations, five theses and six big projects) were reviewed in order to offer a description of the rational for the delineation of the group research agenda and to synthesize the main evidences and its practical implications. The text was organized in order to offer in the first moment a description of the group constitution history, the actual thematic line of investigation that is the movement about school inclusion of people with disabilities, with the purpose to portray the picture of reference from where the group research questions are extracted. After that a brief review of the studies is developed and organized in different thematic lines throughout the time in a way that the trajectory of the group a
O PROCESSO DE GEST O DO CONHECIMENTO EM COMUNIDADES VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM
Marcelo Pupim Gozzi
Perspectivas em Gest?o & Conhecimento , 2012,
Abstract: O avan o do uso das redes de computadores, em especial a Internet, associado às facilidades trazidas pelas tecnologias de informa o e comunica o, tem favorecido a expans o das intera es entre pessoas dispersas geograficamente. Profissionais e estudantes têm aproveitado essas oportunidades de comunica o para o seu desenvolvimento pessoal e profissional, por meio da aprendizagem e conseqüente constru o do conhecimento em rede, por meio da forma o de comunidades virtuais. Nesse sentido, este artigo vem discutir os aspectos destas comunidades virtuais de aprendizagem que favorecem o processo de gest o do conhecimento. Por meio de pesquisas bibliográficas, tornou-se possível considerar que existe a possibilidade de desencadear um ciclo de gest o do conhecimento em comunidades virtuais orientadas para a aprendizagem, quando as pessoas que a comp e tenham interesses comuns, sentem-se a ela pertinentes e estejam dispostos a aprender, por meio da constru o do conhecimento. Torna-se interessante, portanto, utilizar as comunidades virtuais de aprendizagem quando objetiva-se favorecer a constru o de conhecimento de forma organizada e gerenciada. Palavras-chave: gest o do conhecimento, comunidades, aprendizagem, media o, tecnologia.
Inclus o digital para os alunos da UNATI - UNESP/Marília  [cached]
Silvana Aparecida Borsetti Gregorio Vidotti,Ana Maria Jensen Ferreira da Costa Ferreira,Fernando Luiz Vechiato,Laura Akie Saito Inafuko
Revista Ciência em Extens?o , 2010,
Abstract: Para proporcionar ambientes de inclus o social por meio do compartilhamento de experiências e conhecimento, a UNESP abriu suas portas e criou o projeto de extens o universitária Universidade Aberta à Terceira Idade (UNATI), oferecendo atividades e cursos voltados para o interesse de pessoas a partir dos 55 anos de idade. Destacamos os cursos de informática que promovem o ensino das Tecnologias de Informa o e Comunica o (TIC’s) como proposta de inclus o dos alunos idosos na Sociedade da Informa o. Os cursos de informática objetivam incluir os alunos no mundo digital por meio do uso das tecnologias e do acesso a informa es relevantes de acordo com suas necessidades atuais, e orientá-los sobre o uso responsável das informa es disponibilizadas em ambientes informacionais da World Wide Web. Temos como objetivo também a aplica o de pesquisa com os alunos, que contribuem com sugest es para a constru o de ambientes informacionais digitais que visam a inclus o digital dessa comunidade. Os métodos utilizados foram pesquisa-a o e pesquisa-participante, que est o possibilitando o cumprimento dos dois objetivos apresentados, respectivamente. Os cursos est o promovendo a inclus o digital dos idosos aos poucos, além de discuss es que auxiliam nas pesquisas científicas dos professores, o que constata a importancia do tripé ensino-pesquisa-extens o no ambito da universidade. Além disso, esses cursos possibilitam a integra o intergeracional dos alunos da UNATI com os alunos de gradua o e de pós-gradua o vinculados ao curso de gradua o em Biblioteconomia, ao Programa de Pós-Gradua o em Ciência da Informa o e ao Grupo de Pesquisa–Novas Tecnologias em Informa o (GP-NTI).
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.