oalib
Search Results: 1 - 10 of 100 matches for " "
All listed articles are free for downloading (OA Articles)
Page 1 /100
Display every page Item
Continuidade e distribui??o espacial da umidade do solo em bacia hidrográfica da Serra da Mantiqueira
ávila, Léo F.;Mello, Carlos R. de;Silva, Ant?nio M. da;
Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental , 2010, DOI: 10.1590/S1415-43662010001200002
Abstract: the knowledge related to the spatial continuity of the soil moisture is essential for understanding and prediction of the hydrological processes. the geostatistical methodology has often been applied in such studies. in this context, the semi-variogram is used to model the spatial continuity of a specific variable for its mapping. this work aimed to model the spatial continuity of soil moisture in an experimental watershed located in mantiqueira range, mg, and then to generate map of soil moisture through the year. exponential, spherical and gaussian semi-variogram models were fitted applying the ordinary least square, weighted minimum square and maximum likelihood methodologies, testing their adherence based on the spatial dependence degree and database from cross-validation procedure. the exponential model presented better performance in 59% of the situations. the mean spatial dependence degree was 88%, showing a strong dependence degree to the spatial continuity structure. the soil moisture mapping demonstrated behavior strongly associated to the land use and topographical conditions.
Estabilidade da produ o de germoplasma de milho avaliado em diferentes regi es do Brasil
GAMA ELTO EUGENIO GOMES E,PARENTONI SIDNEY NETTO,PACHECO CLESO ANT?NIO PATTO,OLIVEIRA ANT?NIO CARLOS DE
Pesquisa Agropecuária Brasileira , 2000,
Abstract: Este trabalho teve por objetivo obter informa es quanto aos aspectos relacionados aos padr es de respostas apresentados por 30 diferentes genótipos de milho (híbridos, cultivares e popula es), avaliados em 14 diferentes ambientes do Brasil, no ano agrícola de 1995/96. Foram obtidas as estimativas dos parametros de estabilidade da produ o de espigas despalhadas. Os genótipos estudados apresentaram comportamento diferenciado quanto à adaptabilidade da produ o. Os híbridos foram mais adaptados que as cultivares e popula es. O híbrido triplo P 3041 foi o mais produtivo, porém de baixa previsibilidade e estabilidade nos ambientes estudados. As cultivares CMS 50 e BR 106 apresentaram a primeira e a quinta melhores produ es, respectivamente, entre as cultivares estudadas, porém n o foram muito resistentes ao baixo nível tecnológico. Foi possível identificar genótipos promissores para utiliza o de imediato e em programas de melhoramento
AVALIA O DA ESTABILIDADE DO CLORIDRATO DE POLIHEXAMETILENO BIGUANIDA EM PEDILúVIO PARA BOVINOS  [cached]
Paulo Henrique Jorge Cunha,Luiz Ant?nio Franco da Silva,Albenones José de Mesquita,Naida Cristina Borges
Ciência Animal Brasileira , 2006,
Abstract: O presente estudo avaliou a estabilidade da solu o desinfetante de cloridrato de polihexametileno biguanida (PHMB) utilizada em pedilúvio. Foram avaliadas três concentra es (1%, 3% e 5%) por um período de sete dias. Durante esse período, dez animais saudáveis passaram no pedilúvio, na freqüência de três vezes, com intervalos entre as passagens de 48 horas. De cada solu o foram colhidas quatro amostras, com intervalos de 48 horas, sendo que a primeira colheita foi realizada imediatamente após o preparo da solu o. As análises físico-químicas constaram da determina o do pH e da concentra o do PHMB. As análises microbiológicas realizadas foram as contagens de microrganismos aeróbios ou facultativos mesófilos e de anaeróbios mesófilos. Para classificar o tipo de crescimento microbiológico foi utilizada uma adapta o da metodologia proposta por Andrade e Macêdo (1996). A sele o da melhor concentra o baseou-se nas menores médias das contagens dos microrganismos anaeróbios mesófilos, nas menores contagens de aeróbios ou facultativos mesófilos, no menor custo/benefício da solu o e no conforto animal. As características físico-químicas mantiveram-se praticamente estáveis e n o se observou diferen a no crescimento microbiológico entre as concentra es a 5% e 1%, sendo isolados somente Staphylococcus epidermidis e Bacillus spp. Estabeleceu-se, a partir do custo/benefício, a concentra o de 1% como sendo a mais viável para ser utilizada em pedilúvio. PALAVRAS-CHAVE: Pedilúvio, bovinos, cloridrato de polihexametileno biguanida.
Comportamento do cultivar 'Mantiqueira', e de outros, de mandioca, em solos da série pinh?o (terciário), no Vale do Paraíba, Estado de S?o Paulo
Schmidt, Nelson C.;Pereira, Araken Soares;
Bragantia , 1968, DOI: 10.1590/S0006-87051968000200004
Abstract: in competition trials of cassava cultivars (manihot esculenta, crantz), carried out in the paraíba river valley on a tertiary soil, the new cultivar 'mantiqueira' created by the instituto agron?mico showed to be superior to the others. this cultivar presented precocious initial shoots, high productivity, roots excellent in quality and type, facility in harvesting, straight stand, which makes the cultural treatments easy, an apparent resistance to the root rotting and bacteriosis caused by xanthomonas manihotis(arthaud-berthet) starr, rusticity and tolerance to droughts. it also was free of virus-induced mosaic.
Efeito do manejo do solo e da matéria organica solúvel em água quente na estabilidade de agregados de um latossolo argiloso  [cached]
Neves Carmen Silvia Vieira Janeiro,Feller Christian,Kouakoua Ernest
Ciência Rural , 2006,
Abstract: Estudou-se a estabilidade de agregados de um latossolo vermelho distroférrico submetido às seguintes situa es: vegeta o nativa de floresta; culturas anuais por 20 anos; pomar cítrico manejado com cobertura verde permanente com a leguminosa Arachis prostrata Bong. ex Benth.; pomar com cobertura de vegeta o espontanea (predomínio de gramíneas) controlada com ro adora (3-4 vezes no período de chuvas) e uma gradagem a disco ao ano (no período seco); pomar sem vegeta o por meio de capina manual. Os tratamentos no pomar foram mantidos durante 9 anos. A estabilidade de agregados foi determinada em amostras submetidas ou n o a tratamento para retirada da matéria organica solúvel em água quente. O solo sob vegeta o de floresta teve maior quantidade de agregados estáveis, seguido do solo sob pomar com cobertura permanente de leguminosas ou gramíneas. A estabilidade dos agregados n o foi afetada pela extra o do carbono solúvel em água quente, embora tenha havido correla o positiva entre o teor de carbono solúvel em água quente e a agrega o do solo.
Simula o do saldo de radia o na Serra da Mantiqueira Simulation of net radiation in the Mantiqueira mountain  [cached]
Pabricio M. O. Lopes,Dalton M. Valeriano,Bernardo B. da Silva,Geber B. de A. Moura
Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental , 2013,
Abstract: A influência do desmatamento da Mata Atlantica sobre o microclima da Serra da Mantiqueira ainda n o é totalmente compreendida. Para conhecer as consequências do desmatamento sobre o clima serrano é necessário realizar estudos sobre o balan o de radia o na superfície. A falta de dados possibilita conjugar imagens de satélite com dados meteorológicos em um Sistema de Informa o Geográfica na determina o do balan o de radia o. O presente estudo teve por objetivo avaliar o modelo MTCLIM em dias de céu claro ou nublado para simular o balan o de radia o na Serra da Mantiqueira, divisa entre os estados de S o Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, Brasil. Imagens diárias, semanais e dezesseis dias do sensor MODIS disponíveis em 2003 foram utilizadas em rotinas específicas do MTCLIM. Alvos específicos foram selecionados para avaliar o comportamento do balan o de radia o. Observou-se que o balan o de radia o acompanhou a topografia local e é influenciado pelo tipo de uso da terra. Conclui-se que a temperatura da superfície contribui para aumentar a temperatura do ar implicando em diminui o do balan o de radia o sobre pastagem. O modelo MTCLIM demonstrou boa correla o para a temperatura do ar (R2 = 0,82) e para a radia o solar global (R2 = 0,71). The influence of deforestation of the Atlantic Forest on the microclimate of the mountain Mantiqueira is not yet fully understood. To understand the consequences of deforestation on the highland climate research is needed about the surface radiation balance. The lack of data allows combining satellite images with meteorological data in a Geographic Information System in determining the radiation balance. The study aimed to evaluate the MTCLIM model in cloudless days or cloudy sky and simulate the radiation balance in the Mantiqueira mountain, between S o Paulo, Minas Gerais and Rio de Janeiro, Brazil. Daily images, weekly and sixteen days MODIS available in 2003 were used in specific routines from MTCLIM. Specific targets were selected to evaluate the behavior of the radiation balance. It was observed that the radiation balance followed the local topography and is influenced by the type of land use. It follows that the surface temperature contributes to elevate the air temperature, resulting in lesser radiation balance on pasture. The MTCLIM model showed good correlation for air temperature (R2 = 0.82) and solar radiation (R2 = 0.71).
Morphology and stability of aggregates of an Oxisol according to tillage system and gypsum application Morfologia e estabilidade de agregados de um Latossolo em fun o do manejo e da gessagem
Fábio Régis de Souza,Edgard Jardim Rosa Junior,Carlos Ricardo Fietz,Douglas Martins Pereira Pellin
Revista Ceres , 2012,
Abstract: Morphological characterization and aggregate stability is an important factor in evaluating management systems. The aim of this paper is to evaluate the stability and morphology of the aggregates of a dystrophic Oxisol managed with no-tillage and conventional tillage with and without the residual action of gypsum. The experimental design was randomized blocks arranged in split-split plot, where the treatments were two soil management systems (plots) with 0 and 2000 kg ha-1 of gypsum (subplots) and five depths (0-0.05, 0.05-0.10, 0.10-0.15, 0.15-0.20 and 0.20-0.30 m) as the subsubplots, with four replications. The aggregate morphology was determined through images and later evaluated by the Quantporo software. Stability was determined by the wet method. The results showed that the no-tillage system, with or without gypsum residual effect, provided the aggregates with the largest geometric diameters. The combination of no-tillage system and the gypsum residual effect provided rougher aggregates. A caracteriza o morfológica e a estabilidade dos agregados constituem fatores importantes na avalia o dos sistemas de manejo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a morfologia e a estabilidade de agregados de um Latossolo Vermelho distroférrico, manejado com plantio direto e plantio convencional, com e sem a o residual de gesso. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, arranjado em esquema de parcelas subsubdivididas, em que os tratamentos foram dois sistemas de manejo do solo, (parcelas) e com 0 e 2000 kg ha-1 de gesso (subparcelas) e cinco profundidades (0-0,05, 0,05-0,10, 0,10-0,15, 0,15-0,20 e 0,20-0,30 m) sendo as subsubparcelas, com quatro repeti es. A morfologia dos agregados foi determinada por meio de imagens e, posteriormente, avaliada pelo software Quantporo; a estabilidade foi determinada pelo método da via úmida. Os resultados demonstram que o cultivo em sistema plantio direto, com ou sem efeito residual de gesso, proporcionou maiores diametros geométricos de agregados. A combina o entre plantio direto e efeito residual de gesso proporcionou agregados mais rugosos.
Importancia da resistência osmótica na estabilidade do antígeno celular de Mycoplasma mycoides subesp. mycoides tipo LC em ensaio imunoenzimático (ELISA)  [cached]
Lizeu Jackeline Oliveira Pontes,Danelli Maria das Gra?as Miranda
Ciência Rural , 2004,
Abstract: O trabalho avalia a importancia das condi es de armazenamento do antígeno celular de Mycoplasma Mycoides subesp. Mycoides Tipo LC no teste de ELISA. Os resultados mostram a importancia da preserva o da integridade da célula micoplásmica na estabilidade do antígeno empregado no teste.
Spatial continuity of soil attributes in an Atlantic Forest remnant in the Mantiqueira Range, MG Continuidade espacial de atributos do solo sob remanescente de Mata Atlantica na Serra da Mantiqueira, MG  [cached]
Marcela de Castro Nunes Santos,José Marcio de Mello,Carlos Rogério de Mello,Léo Fernandes ávila
Ciência e Agrotecnologia , 2013,
Abstract: The spatial characterization of soil attributes is fundamental for the understanding of forest ecosystems. The objective of this work was to develop a geostatistical study of chemical and physical soil attributes at three depths (D1 - 0-20 cm; D2 - 20-50 cm; D3 - 50-100 cm), in an Experimental Hydrographic Micro-catchment entirely covered by Atlantic Forest, in the Mantiqueira Range region, Minas Gerais. All the considered variables presented spatial dependence structure in the three depths, and the largest degrees of spatial dependence were observed for pH in the three depths, soil cation exchange capacity potential in D3, soil organic matter in D1 and D3 and clay and soil bulk density in D2. The method most used for the adjustments of semi-variogram models was the Maximum Likelihood and the most selected model was the Exponential. Furthermore, the ordinary kriging maps allowed good visualization of the spatial distribution of the variables. A caracteriza o espacial de atributos do solo é fundamental para o entendimento de ecossistemas florestais. Neste trabalho, objetivoi-se desenvolver um estudo geoestatístico de atributos químicos e físicos do solo em três profundidades (P1 - 0-20 cm; P2 - 20-50 cm; P3 - 50-100 cm), em uma Microbacia Hidrográfica Experimental inteiramente coberta por Mata Atlantica, na regi o Serra da Mantiqueira, Minas Gerais. Todas as variáveis consideradas apresentaram estrutura de dependência espacial nas três profundidades, sendo que os maiores graus de dependência espacial foram observados para pH nas três profundidades, capacidade de troca de cátions potencial do solo em P3, matéria organica do solo em P1 e P3 e argila e densidade do solo em P2. O método mais utilizado para ajuste foi o da Máxima Verossimilhan a e o modelo mais selecionado foi o Exponencial. Além disso, os mapas de krigagem permitiram boa visualiza o da distribui o espacial das variáveis.
Mapeamento do uso e ocupa o da terra da Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos da Mantiqueira, S o Paulo - Land use and occupation mapping of the Mantiqueira's Water Resource Management Unity in S o Paulo.  [PDF]
M?nica PAV?O,Ciro Koiti MATSUKUMA,Marina Mitsue KANASHIRO,Maria Shizue Shin-Ike YWANE
Revista do Instituto Florestal , 2010,
Abstract: O presente trabalho apresenta o mapeamento e a quantifica o do uso eocupa o da terra da Unidade de Gerenciamento de Recursos Hídricos UGRHI da Mantiqueira, resultado da interpreta o de ortofotos digitais (ano 2003) estruturadas em ambiente de Sistema de Informa es Geográficas SIG. Dentre os resultados, pode-se destacar que nos municípios de Campos do Jord o, S o Bento do Sapucaí e Santo Ant nio do Pinhal, quanto ao e ocupa o da terra predominam as categorias de vegeta o secundária, em diferentes estágios: avan ado 5.875,9 ha (8,70%); médio 25.387,7 ha (37,58%) e inicial 1.164,9 ha (1,72%), sendo que as maiores concentra es de vegeta o secundária, em seus diferentes estágios de desenvolvimento, se localizam no município de Campos do Jord o.This paper concerns about the mapping and quantification of land use and occupation of the Mantiqueira’s water resource management unity, as a result of theinterpretation of digital orthophotos (year 2003), which are structured in Campos do Jord o, S o Bento do Sapucaí and Santo Ant nio do Pinhal, by means of land use and occupation, the secondary vegetation categories prevail in different levels: advanced 5,875.9 ha (8.70%); intermediate 25,387.7 ha (37.58%) and initial 1.164,9 ha (1.72%), considering that the greatest concentration of secondary vegetation in different levels of development are situated in Campos do Jord o.
Page 1 /100
Display every page Item


Home
Copyright © 2008-2017 Open Access Library. All rights reserved.