All Title Author
Keywords Abstract


Práticas inclusivas na rede de aten o à saúde mental: entre dificuldades e facilidades Inclusive practices in the mental health network: between difficulties and facilities

Keywords: enfermagem , servi os de saúde mental , saúde mental

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

Objetivo: Identificar facilidades e dificuldades dos profissionais que atuam na rede de saúde mental em desenvolver práticas de inclus o social com os portadores de transtornos mentais. Materiais e Métodos: Trata-se de uma pesquisa empírica, de natureza descritiva - interpretativa e qualitativa, realizada na rede de cuidado em saúde mental do município de Campina Grande/Paraíba/Brasil com 19 profissionais, de junho a julho de 2010. O material empírico foi analisado através da técnica de análise de conteúdo tipo categorial temática, tendo obedecido à resolu o 196/96 do Conselho Nacional de Saúde. Resultados: Dentre as dificuldades, os recursos financeiros, materiais e estruturais apresentam-se como um fator que impede avan os na efetiva o da inclus o social dos usuários, sendo necessárias estratégias intersetoriais. O preconceito e o estigma representa um desafio na aten o psicossocial. Como facilidades, destacam-se a disponibilidade dos profissionais para trabalhar com esse segmento, além da forma o em educa o permanente que têm possibilitado trocas de saberes, sedimentando a interdisciplinaridade necessária para o processo de trabalho em equipe. Conclus o: Nesse contexto, há necessidade de cuidado por parte dos gestores frente às dificuldades identificadas, uma vez que, tal fato pode interferir diretamente no cuidado que vem sendo oferecido aos usuários. Contudo, as facilidades encontradas nesse estudo ultrapassam as fronteiras do cuidado em saúde mental, fato que consolida a reforma psiquiátrica, mesmo que de forma gradativa nesse país. Objective: This study aimed to identify facilities and difficulties of professionals working in the mental health network to develop practices of social inclusion with mental disorder patients. Materials and Methods: This is an empirical research, with a descriptive nature - interpretive and qualitative, performed in the mental health care network of the municipality of Campina Grande/Paraiba/Brazil with 19 professionals, from June to July 2010. The empirical material was analyzed by using the content analysis technique, thematic and categorical type, in accordance to the resolution 196/96 of the National Health Council. Results: Among the difficulties, the financial, material and structural resources appeared as a factor that impedes progress in the consolidation of the users' social inclusion, being necessary intersectoral strategies. The prejudice and the stigma represent a challenge in the psychosocial attention. As facilities, stand out the professionals availability to work with this segment, besides the tra

Full-Text

comments powered by Disqus