All Title Author
Keywords Abstract


Gênero, morbidade, acesso e utiliza o de servi os de saúde no Brasil

Keywords: Gênero , Morbidade referida , Acesso , Utiliza o de servi os de saúde

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

O objetivo deste trabalho é analisar o perfil de morbidade referida, acesso e uso de servi os de saúde em homens e mulheres no Brasil, segundo idade e regi o urbana e rural. Os dados da PNAD/98 mostram que as diferen as de gênero na morbidade variam com a idade: desfavoráveis aos meninos até os 10 anos e desfavoráveis às mulheres a partir dos 15 anos, aumentando até os 64 anos e reduzindo após esta idade. A alta prevalência de atendimento indica que as barreiras de acesso dos que procuram servi os de saúde s o pequenas. No entanto, o elevado percentual de n o procura face às necessidades percebidas sugere que as barreiras de acesso s o anteriores e dependem da oferta. A cobertura por planos de saúde é bem maior na regi o urbana, mas n o há diferen as de gênero significantes nas regi es. As diferen as entre homens e mulheres nas taxas de uso curativo s o pequenas, se comparadas com as de uso preventivo, maiores para as mulheres, assim como as taxas de interna o, mesmo excluindo os partos. O financiamento das interna es n o foi diferente entre homens e mulheres, ao contrário do financiamento de outros tipos de atendimento: maior cobertura por planos para mulheres na regi o urbana; na regi o rural, maior uso do SUS para as mulheres e maior desembolso de recursos próprios para os homens.

Full-Text

comments powered by Disqus