All Title Author
Keywords Abstract


Esbo o geral e perspectivas da doen a de Chagas no Nordeste do Brasil

Keywords: Doen a de Chagas , Triatominae , Insetos Vetores , Controle de Vetores , Preven o e Controle

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

Apresentam-se dados primários e secundários da doen a de Chagas no Nordeste do Brasil, com prioridade para o vetor, a transmiss o e o controle. Assinalam-se 27 espécies vetoras, com importancia basicamente para Triatoma infestans, Panstrongylus megistus, Triatoma brasiliensis e Triatoma pseudomaculata. As duas primeiras foram mais domiciliadas, causaram mais impacto médico-social e têm sido eliminadas mediante continuado controle químico. As duas últimas s o nativas, ubiqüistas e mais peridomésticas, de difícil controle e menor impacto, remanescendo como grande desafio operacional. Há diversidade nos padr es de transmiss o e da doen a na regi o, explicáveis por diferentes situa es ecológicas e sociais, possivelmente envolvendo diferentes cepas de Trypanosoma cruzi. A doen a de Chagas é importante no Nordeste, embora com menor morbi-mortalidade aparente que no Sudeste e em Goiás. Há uma tendência à diminui o da transmiss o e impacto da doen a na regi o, mas preocupa a progressiva desativa o regional da Funda o Nacional de Saúde, sem a correspondente absor o de suas atividades pelos Estados e municípios.

Full-Text

comments powered by Disqus