All Title Author
Keywords Abstract

Bragantia  2003 

Manejo de irriga o por aspers o com base no "Kc" e aduba o mineral na cultura de arroz de terras altas

Keywords: Oryza sativa L. , laminas de água , componentes da produ o , níveis de fertilizante

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

A irriga o por aspers o diminui bastante o risco de perda da lavoura por deficiência hídrica e aumenta a produtividade de gr os, incentivando maior uso de tecnologias como aduba o mineral. Com o objetivo de avaliar o efeito de diferentes manejos da água da irriga o por aspers o com base no coeficiente de cultura (Kc) e da aduba o mineral sobre a cultura do arroz cv. IAC 201, foram instalados dois experimentos em Latossolo Vermelho Distrófico, em Selvíria (MS). O delineamento foi em blocos casualizados, com quatro repeti es. Os tratamentos constituíram-se de precipita o pluvial natural e três manejos de água fornecidos por aspers o. O manejo (M2) foi realizado com base no Kc do arroz de terras altas. Os manejos M1 e M3 foram definidos como 0,5 e 1,5 vezes os Kcs utilizados em M2 respectivamente. Em 1995/96, utilizou-se o esquema de parcelas subdivididas, sendo as subparcelas constituídas por dois níveis de aduba o: AD1 - 12 kg de N, 90 kg de P2O5 e 30 kg de K2O ha-1, e AD2 - 24 kg de N, 180 kg de P2O5 e 60 kg de K2O ha-1. A deficiência hídrica da emergência da plantula até a diferencia o do primórdio da panícula provocou aumento do ciclo e redu o do porte da planta. A deficiência hídrica entre os estádios de diferencia o do primórdio da panícula e os de emborrachamento reduziu o número de espiguetas por panícula. A utiliza o de 1,5 vezes os valores de Kc recomendados, no manejo da irriga o por aspers o proporcionou maior produtividade de gr os. Os níveis de aduba o utilizados n o influenciaram a resposta da cultura ao manejo da irriga o por aspers o.

Full-Text

comments powered by Disqus