All Title Author
Keywords Abstract


Pensamentos e cren as a respeito do uso e do ensino das línguas faladas na localidade paranaense de Irati Pensamentos e cren as a respeito do uso e do ensino das línguas faladas na localidade paranaense de Irati

Keywords: Cren as e atitudes linguísticas , Contexto multilíngue , Línguas de heran a.

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

This article presents partial results of research on linguistic beliefs and attitudes expressed by speakers from Irati, a city in Paraná that presents a complex sociolinguistic scenario. As guidelines for this study, we used the theoretical and methodological principles of Sociology of Language, Sociolinguistics and Social Psychology concerning the analysis of linguistic beliefs and attitudes. The corpus comes from the Project Cren as e atitudes linguísticas: um estudo da rela o do português com línguas de contato (AGUILERA, 2009). From the questionnaire of 48 questions, applied to eighteen respondents, we selected seven questions that reveal thoughts and beliefs about the speakers’ linguistic behavior and the teaching of the languages spoken in the town. The results showed, in general, an attitude of openness in relation to the cultivation heritage languages, both in the institutional sphere (school and the church) and in the sphere of everyday interactions. Este artigo apresenta resultados parciais de pesquisa sobre cren as e atitudes linguísticas manifestas por falantes de Irati, município paranaense que se caracteriza por apresentar um cenário sociolinguístico complexo. Para nortear este estudo, s o utilizados princípios teórico-metodológicos da Sociologia da Linguagem, da Sociolinguística e da Psicologia Social referentes à análise de cren as e atitudes linguísticas. O corpus foi coletado por meio do projeto Cren as e atitudes linguísticas: um estudo da rela o do português com línguas de contato (AGUILERA, 2009). Do questionário de 48 perguntas, aplicados a dezoito entrevistados, foram selecionadas, para este trabalho, sete perguntas que revelam pensamentos e cren as a respeito do comportamento linguístico dos falantes e do ensino das línguas faladas na localidade. Os resultados mostraram, de modo geral, uma atitude de abertura em rela o ao cultivo das línguas de heran a, tanto no ambito institucional (escola e igreja) como no ambito das intera es cotidianas.

Full-Text

comments powered by Disqus