All Title Author
Keywords Abstract

Ceramica  1999 

Aplica o do conceito de distancia de separa o interagregado (MPT) a concretos refratários de alta alumina

Keywords: concretos , refratários , granulometria

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

A distribui o granulométrica dos concretos, além de determinar o seu empacotamento, influencia sua fluidez, o que a torna uma ferramenta indispensável para a formula o de concretos auto-escoantes. Neste trabalho, comparou-se dois modelos teóricos de empacotamento de partícula: Alfred e Andreasen; sendo que este último, ao contrário do primeiro, desconsidera o diametro mínimo de partícula (D S). Avaliou-se o comportamento reológico de concretos refratários de alta alumina em fun o do modelo de empacotamento utilizado, uma vez que Alfred reproduz com maior fidelidade sistemas particulados reais, mantendo-se o coeficiente de distribui o (q) constante. Os resultados foram analisados segundo o parametro MPT (Maximum Paste Thickness), já conhecido para concretos de constru o civil, porém ainda inexplorado na área de concretos refratários. Tal parametro estima a distancia média entre os agregados (partículas maiores que 100mm) no concreto. Valores de auto-escoabilidade na faixa de 80 a 110% foram obtidos com os concretos formulados segundo o modelo de Andreasen. Observou-se que, de um modo geral, a fluidez se reduz com o aumento de D Se diminui o do MPT, tornando as características da massa similares às de um concreto vibrado. Prop e-se, no presente trabalho, uma nova metodologia para a formula o de concretos com base na curva-alvo acumulada, análise do MPT e avalia o do comportamento reológico da matriz.

Full-Text

comments powered by Disqus