All Title Author
Keywords Abstract


A percep o de justi a organizacional distributiva diante de a es que oferecem recursos e oportunidades à diversidade [doi: 10.5329/RECADM.20121101009]

DOI: 10.5329/1002

Full-Text   Cite this paper   Add to My Lib

Abstract:

RESUMO Este estudo objetivou investigar se as a es organizacionais que oferecem recursos em prol da diversidade (mulheres em geral, pessoas negras e pessoas com deficiência) s o percebidas como justas. O referencial teórico utilizado baseou-se na Teoria do Multiprincípio de Miller (1976). Essa teoria defende que a oferta de recursos pode ser considerada justa n o somente a partir do princípio da equidade/meritocracia, mas também, a partir dos princípios da igualdade que almeja um destino comum para os indivíduos e do princípio da necessidade que concebe a distribui o de recursos como justa para aquele que possui dificuldade de satisfazer por si só as suas necessidades. Para tanto, foi realizada uma pesquisa exploratória sob o método quantitativo. Os dados foram obtidos de uma escala desenvolvida para esse estudo. A amostra foi de 253 pessoas (52% mulheres, 84% de ra a branca e 94% sem deficiência). A análise dos dados baseou-se na estatística descritiva e na inferencial. Os resultados indicaram que as a es em estudo s o predominantemente percebidas como justas quando embasadas no princípio da equidade, mas que há diferen as de percep o considerando-se as variáveis: sexo, ra a e ser ou n o pessoa com deficiência, revelando assim, contribui es relevantes para os estudos de gênero no ambiente organizacional. Palavras-Chave Justi a organizacional, Justi a organizacional distributiva, Diversidade. ABSTRACT This study aimed to investigate whether the organizational actions that offer resources for diversity (women in general, black people and people with disabilities) are perceived as fair. The theoretical framework used was based on the theory Multiprincípio Miller (1976). This theory holds that the distribution of resources can be considered fair not only based on the principle of equity / meritocracy, but also on the principles of equality which aims at a common destination for individuals and the principle of necessity which sees the distribution of resources as fair for one who has difficulties in satisfying your needs for yourself. To this end, it was conducted an exploratory study on the quantitative method. Data were obtained from a scale developed for this study. The sample consisted of 253 persons (52% women, 84% Caucasian and 94% without disabilities). Data analysis was based on the descriptive statistics and inferential. The results indicated that the actions under study are predominantly perceived as fair when based on the principle of equity, but there are differences of perception, considering the gender, race and whether or not peop

Full-Text

comments powered by Disqus